História Uma máfia? (Pausada) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Cana Alberona, Carla (Charle), Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gildartz, Grandeeney, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Metalicana, Metallicana, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Pantherlily, Personagens Originais, Rogue Cheney, Sting Eucliffe, Weisslogia, Wendy Marvell, Zeref
Tags Erzaxjellal, Gale, Juviaxgray, Lucyxflare, Mavisxzeref, Miraxus, Natsuxwendy
Visualizações 106
Palavras 1.217
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, Hello, Hola, Konnichiwa, Annyeonghaseyo, Nî hăo!

Espero que gostem, boa leitura ^-^

Capítulo 2 - Estou livre...!?


 Hoje era mais um dia de trabalho, atendi os clientes, lá perto da hora do almoço, os meninos chegaram, mas a cara deles era de preocupação. Fui até eles.


- Olá meninos! *disse sendo simpática*
- Oi Wendy-Chan! *disse Jellal, disse devolvendo a simpatia*
- vão querer alguma coisa? *eles se entre olharam e depois me olharam, fiquei confusa*
- Wendy... precisamos de sua ajuda*disse  Natsu*
- o que posso ajudar?
- você promete guardar segredo ? *perguntou Gray*
- Claro!
- Bom nos...somos de uma máfia, a máfia FairyTail *disse Gajeel*
- Nossa... não parece! *disse surpresa, uma pessoa que não conhece eles já teriam entregado* mas no que precisam de ajuda?
- A polícia está suspeitando que a nossa máfia está frequentando esse bairro, eles não sabem a nossa identidade, mas nos carregamos armas e precisamos escondê-las *disse Natsu*
- e eles estão investigando cada cidadão e, se não investigarem nos, vão suspeitar, você já deve saber como funciona, né?  *disse gray*
- Sim, eles vão no registro do país e, cada local tem que ter aquelas pessoas, se estiverem viajando, o local de lá faz o trabalho... certo? * disse o que eu havia pesquisado em um livro e sites*
- exato! *Jellal * e nos precisamos que você esconda nossas armas *cada um me entrega um saquinho, com duas armas e as cargas* guarda pra gente?!
- claro *sai de lá discretamente e entrei no vestiário, coloquei as armas em um fundo falso do armário, eu já encontrei tanta coisa nesse café, que eu acho que é mentira. Voltei pros meninos* pronto.
-muito obrigado *disse cada um*

Todos fizeram pedidos e conversaram, enquanto eu às outras pessoas. Até que chega um grupo de policiais, eles vieram até mim.

- Com licença senhorita, mas nos estamos aqui para investigar todos do local. *disse um policial*
- Tudo bem, eu vou chamar o chefe
- Obrigado!

Fui até a sala do chefe, com receio, mas fui, bati na porta e falei.

- Senhor, a polícia está aqui!
- Já estou indo *abriu a porta * ah! E se você abrir a boca, vai ser o seu fim hoje mesmo! *disse e foi na frente*

A minha vontade de morrer só aumentava com isso. Lá se vai as minhas chances.
"Ah mas por que não pede ajuda dos meninos?" Simples, eles não tem obrigação nenhuma de me ajudar e também, tenho vergonha.

Fui até ao lado do chefe, com um pouco de água nos olhos, o que não passou despercebido pelos meninos, pois eles me olharam confusos.

Depois de investigar todos, eles pediram desculpas pelo incômodo e se retiraram. Fui até todos e pedi desculpas, fui até os meninos.

- vão querer as coisas agora?
- Nós pegamos quando tiver quase fechando *disse Gajeel*
- ok licença *quando ia me retirar o Natsu segura meu pulso*
- aconteceu alguma coisa? *me deu uma vontade enorme de chorar e contar, mas eu sabia o que viria se eu falasse*
- N-nada não! *dei um sorriso falso e fui para atrás do balcão*

As horas iam se passando e quase estava pra fechar, fui até os meninos.
- É melhor vocês mesmos irem pegar as coisas, está no vestiário, dentro do armário, dentro tem um fundo falso *expliquei onde tá e tudo* eu vou lá depois que arrumar as coisas, para orientar vocês a saírem sem verem vocês
- Obrigado! *Natsu*

Eles foram para o vestiário, enquanto isso eu ia arrumando aqui. Quando terminei, eu percebi o chefe me espionando, finji não ter notado e fui o mais de pressa possível para o vestiário.

- é melhor vocês entrarem no armário, o meu chefe pode vir aqui... *falei e eles entraram no armário, me perguntando o porque de ele entrar aqui, apenas ignorei* é... me passa a minha roupa que está aí dentro? *pedi e um deles me entregou, não sei quem foi* obrigada!

Mesmo com vergonha, me troquei ali mesmo, estava com roupa íntimas mesmo. Coloquei meu vestido branco, simples, quando a porta é aberta violentamente.
- Olá Wendy-Chan! *sabe quando seu cu tranca de vez? É o que aconteceu*
- Eu já estou de saída *eu estava tremendo já*
- pra que a pressa? *disse se aproximando, eu ia cada vez pra trás, até bater no armário*
- vamos nos divertir! *ele violentamente, rasgou a alça do meu vestido, deixando ele um pouco arriado, mostrando  o vestido*

Tentava de todas as maneiras de pensar em uma escapatória, até que me veio uma na cabeça. Quando ele se aproximou de novo, dei um chute bem dado naquele lugar; enquanto ele se contorcia de dor no chão, entrei desesperadamente, em uma das cabines de fazer xixi. Passei para a outra cabine, por baixo, até chegar na terceira, lá tinha uma porta, que liga a tubulação do teto. Entrei lá, fechei a porta e fui até o teto com cuidado, ainda dava pra ouvir o monstro me chamando e abrindo as portas das cabines, com violência. O que  me deu mais pavor ainda!
Cheguei no teto e vi que os meninos tentavam abrir a porta do armário, mas a mesma não abria. Fui por um caminho que chegava ao fundo falso do armário e abri a mesma, entrei lá vendo os meninos no apertado. Quando eles me viram quase gritaram de susto, mas fiz sinal para eles ficarem em silêncio.

- P-por favor...me ajudem!? *pedi desesperada*
- Tudo bem! *disse Natsu, abracei o mesmo, que ficou surpreso, mas retribuiu*
- Mas pra isso acabar, é você que tem que por um fim! *disse Gajeel*
- Mas eu tenho medo! *disse*
- Mas tem que tentar! *disse e o mesmo me deu a sua arma e falou como usar*
- e se eu errar?
- tenta de novo!
- tudo bem...
- CADÊ VOCÊ VAGABUNDA!? *disse meu chefe*
- pense, se você matar ele, você estará livre! *disse Gray*
- Eu acredito em você! *disse Natsu me soltando*

Abri o armário, lentamente, tendo a visão do senhor San, nervoso e com raiva.
Comecei a pensar em tudo que ele fez, o que poderia ter feito e o que ia fazer comigo hoje. Estranhamente, eu fiquei com uma raiva imensa e não pensei duas vezes, atirei na sua cabeça, não só uma vez, umas 3 a 4 vezes. Com isso ele caiu com tudo no chão, me senti aliviada e livre, fiquei feliz, muito feliz!

- headshot! *disse todos*
- caralho... que tiro da porra! *disse Gajeel*
- Sabia que ia conseguir Wendy-Chan! *disse Natsu*
- muito obrigada, meninos! Eu me senti aliviada, estou muito feliz, estou livre! *uma lágrima de felicidade*
- Obrigado você por nós ajudar! *disse Jellal*

Ficamos conversando e saímos do café.

- Xau meninos! *ia saindo mas o Natsu me segura*
- Deixa que a gente te leva!
- não precisa
- nos insistimos !

Bom, acabei cedendo e falei o meu endereço, entramos no carro deles e eles me levaram lá, chegando lá, perguntei se eles queriam entrar mas os mesmos recusaram e disseram que talvez amanhã passaria aqui e disseram para eu não ir amanhã pro café, pois a polícia ia investigar o corpo.
Com isso, no despedimos e eles foram embora, entrei em casa, tomei banho, tomei um chá quente e fui dormir.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...