História Uma marca do passado - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Anahí, Christian Chávez, Christopher Uckermann, Dulce María
Personagens Alfonso Herrera, Anahí, Christian Chavez, Christopher Uckermann, Dulce Maria, Maite Perroni
Tags Alfonso Herrera, Anahi, Christian Chavéz, Christopher Uckermann, Comedia, Drama, Dulce Maria, Maite Perroni, Rebelde Rbd, Revelaçoes, Romance, Vondy
Exibições 83
Palavras 873
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Droga!


Estava mais tranquilo quando sai do banho enrolado na toalha. Me troquei e desci. Eu só queria acordar daquele pesadelo. Segui para a cozinha em busca de algo pra comer, fiz um sanduíche, quando terminei, lavei a louça e voltei a sala pegando a chave do carro e me esquecendo do meu pacote. 

Annie: Ei, não está esquecendo de nada não?

Bufei . Christian descia as escadas com a monstrinha no colo ainda dormindo e minha mãe carregava as tralhas que ela trouxe. Segui para o carro e Chris a colocou. Ouvi um monte de instruções que assim que eu fechasse os olhos, eu ia esquecer.

Ucker: Tá, já entendi.

Alex: Até mais filho.

Ela se lembrou que tem filho. Dirigi em silêncio até meu apartamento. Peguei minhas coisas e subi, dez minutos depois o porteiro chamou no interfone me avisando que eu havia esquecido uma criança no carro. Droga! A menina. Desci as pressas, ela ainda dormia. Sorri sem jeito e subi de volta. A coloquei no pequeno sofá cama e voltei ao meu quarto cansado demais para pensar. E bem, eu não queria pensar.

~/~

Acordei, olhei o relógio e já eram 7:00, estava quase atrasado para ir trabalhar. Levantei, fui até o banheiro, fiz minhas higienes, tomei um banho bem demorado. Já estava pronto e fui chamar a garota.

Ucker: Ei, acorda!(seus olhinhos se abriram aos poucos) Precisamos ir, eu preciso trabalhar.

Ela fitou o nada por um momento, como se ainda estivesse beirando em algum sonho. Se sentou e fungou. Ela não ia chorar ou ia? Antes que eu pudesse dizer qualquer coisa, ela se levantou, pegou a mochila de coelhinho, tirou uma sapatilha e colocou, depois pegou uma escova e penteou o cabelo do jeito dela, meio frouxo, caindo pelos lados e me encarou.

Ucker: Você está... pronta?

Apenas balançou a cabeça, se ela diz. Peguei minha pasta e saímos, chamei o elevador e vi que ela fez menção de segurar minha mão, mas não segurou. Continuava a encarar o chão em silêncio. Quando a porta abriu, seguimos para o estacionamento. O porteiro chamou.

P: Oi Alicinha.(ela sorriu, um pequeno sorriso) Por que está triste?

Olhei para a rua, ela balançou a cabeça.

P: Está não?(balançou novamente) Tá bom, bom trabalho patrão!

Agradeci e abri a porta para ela entrar, antes que eu fizesse, ela mesma colocou seu cinto e voltou a fitar as mãos. Só quando chegamos na empresa que percebi que ela não devia ter tomado o café da manhã e que ainda estava de pijama. Abriu a porta assim que se soltou do cinto e me acompanhou lado a lado. Ana nos observou e a menina entrou em outro elevador atrás de Christian.

Ana: Por que ela está de pijama?

Ucker: Eu esqueci de manda-la trocar.

Ana: Você conseguiu se lembrar de que tinha uma filha esta manhã?

Ucker: Ela destruiu minha cozinha na manhã passada tentando fazer o meu café da manhã.

Ana fez cara de boba e Derrick se aproximou sorrindo.

Derrick: Fernanda fez meu café da manhã uma vez, a cozinha ficou uma bagunça mas valeu a pena quando vi seu sorriso de alegria.

Eu não sabia como estava minha expressão. Bom, eu não aceitei por que fui surpreendido e ela deu ao porteiro.

Derrick: Diz aí patrãozinho,não é engraçado ver a reação deles depois?

Ana me encarou.

Ana: Não acredito que você fez isso, Christopher. Você recusou? 

Não respondi e entrei em minha sala. O que?Cada um cada um. Não foi café jogado fora e ela estava daquele jeito porque percebeu que não está do lado da mãe dela e filhos sentem a falta da mãe. Christian e a garota voltaram do almoço e me ignoraram. Meia hora depois Christian a entregou pra mim deixando claro que se eu a fizesse chorar por cinco minutos, ele me faria chorar por cinco anos.

Ela se sentou em um canto com uma folha e uma caneta nas mãos. Ouvi baterem na porta e como Ana não anunciou, devia ser alguém íntimo. E era, Belinda sorria ao me ver e fechou a cara ao ver a menina.

Bel: Ela é o engano Christopher?(me encarou)

Alice: Não, sou a Maria Alice.

Bel: Que nome feio.

Alice: Feio é você!

Bel: Olha aqui seu projeto de...

Ucker: Belinda.

Bel: Não Christopher, não me faça calar. Vem cá, ô coisinha, por que você não vai pra sua mamãezinha e não fala pra ela dar o golpe em outro?

Alice: Minha mãe não dá golpe em ninguém!

Bel: E quem é ela mesmo?

Alice: Dulce Maria Saviñón... (ela ia chorar)

Ucher: Belinda deixa ela.

Bel: Christopher eu te garanto que nem você está aguentando esse monstrinho. Quem era que dizia que não queria ter filhos porque eles só sabiam pedir, gritar e irritar? Você! Então porque não liga para a golpista da Saviñón que resolveu dar as caras agora que deve precisar de dinheiro ou a leve para a delegacia para que localizem a irresponsável! (eu já havia pensando na idéia da delegacia)

A menina saltou da cadeira grande demais para ela colocando suas bagunças dentro da bolsa e saindo correndo da sala.

Ucker: Alinee... (gritei)

Alice: É Alice! (gritou de volta batendo a porta aos soluços)

Droga!


Notas Finais


Bom gente, a mochila de que tanto falo que é em forma de coelho é a que está no link abaixo:

https://ae01.alicdn.com/kf/HTB11vYWHVXXXXcdXXXXq6xXFXXXc/Gift-for-baby-1pc-36cm-cartoon-metoo-bowknot-sweet-rabbit-font-b-bunny-b-font-font.jpg

Paro ou Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...