História Uma meia Vampira - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Bella Swan, Edward Cullen, Jacob Black, Renesmee Cullen
Tags Sangue, Vampiros
Visualizações 12
Palavras 3.492
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Está fanfic é uma inspiração em Crepúsculo mas não é nenhuma continuação, mas usa os mesmos personagens espero que gostem da fic

Capítulo 1 - Um dia para o resto da minha vida


Bom a minha história vocês já sabem né?

Bem quer dizer todos se apaixonam um dia não? Eu só queria poder mostrar a todos quem eu realmente sou, porque na verdade eu sempre finjo ser algo que não sou, eu nem amigos como eu tenho quanto mais um amor. Mas eu não estou a dizer que não amo os meus pais nada disso eu amo os muito mesmo, só que queria ter tido uma escolha.

Vá mas vou vos mostrar um pouco da minha vida e respondendo já a pergunta não eu não durmo num caixão!

As minhas rotinas são bastante parecidas as de uma humana bom menos as refeições é claro normalmente como salada de fruta de plasma, entre outros alimentos que incluam plasma, mas calma plasma de animal eu não bebo humanos e ainda bem! Ok depois de me alimentar costumo pegar nas minhas coisas e correr até ao autocarro e bem quer dizer eu não tenho de correr especificamente eu saio de casa a 1 minuto de o autocarro chegar ao ponto, aí bem eu sou uma vampira dã tenho super velocidade. Já dentro do autocarro eu gosto de pegar o lugar do fundo, por os meus fones e escutar as minhas musicas e não eu não oiço musicas roçadas em órgão e sim eu odeio esse tipo de música. Muito bem chegamos a escola e o drama vai começar, ok então agora é a altura de eu ir ao meu cacifo o número 387 para ir buscar os meus livros e etc, o meu cacifo bem ele tem várias fotos minhas com os meus pais tem vários coraçõesinhos é claro algumas revistas, os meus cadernos livros, alguns colares com luas e com lobos que o meu "tio" vez para mim,... tem alguma maquiagem, assim tudo o que uma adolescente humana teria em seu cacifo eu acho! (Toca) Hum é agora vamos para essa aula magnífica de química! Portanto nessa aula eu senti-me ao pé do meu querido é chato colega do lado o Daniel ele arma-se muito em Bad Boy mas no fundo ele é um amor, demorou bastante para nus darmos bem mas agora ele é um grande amigo.

Daniel: Bom Dia, Otaria!

Nessie: Bom Dia, Estupido! (Sim parece que nós vamos matar mas isso é só brincadeira nossa)

Daniel: Tives-te um bom fim de semana?

Nessie: Há sabes como é uma morte ali outra acolá, mas ia e tu?

Daniel: Hahaha eu fiz um assalto sabes.

Nessie: Hahaha

Isto basicamente é assim o tempo todo, mas pensando bem imagina que eu era uma vampira do mal sei lá que mata estás brincadeiras podiam ser reais! Depois das nossas aulas, foi a hora de almoço que é tipo a pior hora do dia eu nem ponho os pés na cantina simplesmente eu saio da escola e vou para as montanhas lá ao pé, supostamente os meus pais adoravam ir para esse jardim quando andava mim na escola e eu por acaso também gosto posso estar aqui tranquila ler os meus livros fazer a minha sena toda que ninguém nem se entressa, a verdade como eu me aguento no sol supostamente eu se me expusser em algum raio solar a minha pele brilha como diamantes é por isso que eu consigo ir a escola claro que também não posso ir para um país super ensolarado é por isso que eu moro aqui onde não a sol, não a nada!

Mas hoje tudo irá começar....

Tudo começou quando eu estava a ler mais um dos meus livros no meu cantinho, aí apareceu uma matilha de lobos (uns 4 ou 5) e não os vampiros não se dão mal com os lobos, tipo o meu "tio" é um lobo, mas depende dos lobos.

???: (eles me cheiraram) Tinham razão essa aqui é vampira!

Nessie: Uau, o que vocês querem?

???: Nada não princesa. (Eles se viraram para ir embora) Ei não devias estar na escola?

Nessie: Q-Quem são vocês?

???: Não te interessa! (Eles continuaram de costas)

Nessie: (voltei a falar num tom mais alto e sério) Quem são vocês? 

???: (ele veio na minha direção e ficamos a olhar olhos nos olhos, eu não quis dar parte fraca) Eu disse que não interessa (ele deu-me uma patada no braço, fazendo uns arranhões mas nada demais eu não tenho sangue mesmo)(depois ele e a matilha fugiram pela floresta)

Afinal já nem se pode estar no seu espaço.

Sao 15:39 a aula vai começar é melhor ir para a escola, eu desci a correr obviamente e fui para a sala, para mais umas aulas. Na hora da saída sempre apanho com miúdas da minha turma que noto que não é por maldade mas me perguntam porque nunca me vem na cantina, e parecendo que não eu tenho uma resposta para isso claro

Nessie: Bem eu-eu como fora

Parece muito forçado mas fazer o que? Agora o processo é o mesmo autocarro, música e casa, ao chegar a casa eu entrei, passei pela sala dando um oi rápido e corri para o meu quarto, porque para falar a verdade eu não gosto muito que o meu pai consiga me ler a mente.

Edward: Nessie...

Nessie: (Grrr) Sim papai 

Edward: O que foi isso no teu braço?

Nessie: Nada não eu é... cai, foi

Edward: Lobos?

Nessie: É... a mas não é nada de mais... (foi aí que a mamãe entrou na sala)

Bella: Edward, os lobos de norte voltaram... (ela olhou pro meu braço) Nessie... (ele olhou para o meu braço)

Nessie: É mãe isso não é nada de mais...

Edward: Foram os lobos que lhe fizeram isso

Bella: Eles falaram contigo?

Nessie: (eu abanei a cabeça dizendo sim)

Bella: E o que eles falaram?

Nessie: Nada de mais eles só sentiram o meu cheiro e depois bem eles tiveram uma conversa sem sentido e foram embora

Edward: Ou seja parecia que eles te tinham seguido e sabiam tudo sobre a tua vida?

Nessie: Basicamente... bem eu vou para o meu quarto

Eu subi já estou por tudo afff eu só queria ter uma vida normal, não, agora aparecem uns lobos quais queres vindos sei lá de onde para nus fazer mal.

Eu tentei adormecer mas sem sucesso não tiro está lembrança parva da cabeça os lobos os vampiros essa sena toda eu só queria ser humana é preciso pedir muito e se e se eu poderia pedir para me transformarem em humana se eu sou meio/ meio não haverá uma maneira de eu ficar só com uma metade?

Eu vou mazé é fugir daqui, sim se eu pudesse ir ao tribunal dos Valtori's pedir uma transformação? Hum eu nem sei se isso resulta a menos que eu vá a biblioteca lá deverá ter livros e possivelmente existirá uma cura. Mas é melhor eu ver isso amanhã agora vai levantar muitas suspeitas...

No dia seguinte, eu me levantei eu só espero estarem todos a dormir eu queria mesmo sair daqui ir para longe, quando eu estava a descer as escadas reparei que as portas e janelas estavam todas barricadas, mas que merda é está?

Edward: Esquece Nessie tu não vais sair daqui

Nessie: A não... eu não vou é ficar aqui (ele me pegou no braço)

Bella: Filha a gente te intende mas tu não podes fugir e querer virar humana temos de infrentar os opstaculos como fizemos sempre

Nessie: Mas mamãe eu simplesmente não sei o que eu de sentir eu sei lá o que eu sou

Bella: Tu és tu a Nessie a garota mais incrível destes dois mundos 

Nessie: Ok agora já posso ir para a escola?

Edward: Mas para a escola!

Nessie: Ok papai (e tudo se repetiu de novo)

Aula de química:

Daniel: Então rapariga, que isso no teu braço?

Nessie: Nada (eu tentei tapar o arranhado com a mão)

Daniel: A sério?

Nessie: Sim

Eu decidi ir logo para o jardim e faltar às aulas mesmo de pois de tudo aquilo foi o melhor sítio que estive em toda a minha vida se passáramos lgumas horas e aula já tinha começado foi aí que alguém entrou aí eu fiquei alarmada podia ser a matilha de novo 

Daniel: Ei calma sou só eu

Nessie: Como é que tu sabes deste sítio? Tu-Tu tens me andado a seguir?

Daniel: Eu reparei que tu costumas vir para aqui e como faltas-te a aula vim fazer companhia...

Nessie: Ok... senta-te aí e podes ler um livro (ele sentou-se na relva e começou a ler um livro dos meus foi aí que um raio de sol incidiu na minha pele)

Daniel: Uau eu nunca tinha reparado que a tua pele era tão brilhante 

Nessie: (eu sai de perto do raio) Ahhh (ao sair de perto do raio fiquei encostada com ele)

Daniel: (ele me pegou no braço e me beijo)

Nessie: Aí desculpa eu é... melhor ir embora 

Daniel: Não Nessie espera... fui eu.,.

Nessie: Foste tu o que? (Falei ainda de costas e meio severa)

Daniel: Fui eu que te fiz isso no braço...

Nessie: É o que? (Virei-me para ele brava)

Daniel: Mas foi foi por obrigação a minha família são os lobos do norte o combinado era eu ficar aqui só por um tempo para ver se estava tudo bem, mas eu acabei me apaixonando por ti e quis ficar eles acharam estranho e agora pensam que este sítio é perigoso...

Nessie: Então sempre soubes-te o que eu sou?

Daniel: Não eu só soube ontem, quando senti o teu cheiro

Nessie:... ( eu permaneci calada agora um lobo esta apaixonado por mim, universo tens mais alguma para mim?)(eu respirei fundo) Olha então sugiro que faz embora já vis-te que aqui não a nada de inofensivo, mas claro se decidirem atacar a minha família aí sim vão ver uma coisa que não é muito boa não.

Daniel: Nessie... eu amo-te isso não te interessa...

Nessie: Não vaiam-se embora... já basta tudo o que a minha família teve de infrentar agora chegam uns lobos para estragar tudo outra vez saiam daqui

Daniel: Tá tudo bem então 

Eu peguei nos meus livros e me virei para ir embora foi quando senti que o Daniel se estava a transformar em lobo e a ir embora... para sempre.(as lágrimas escorreram pelo o meu rosto)

Eu só faço mal a todos e agora a minha própria família se não fosse por minha causa estes lobos nunca teriam vindo. Chega eu vou embora daqui, eu corri até ao cume da montanha mas ao bater contra uma árvore de raiva cai na terra e começei a chorar eu não sei o que se está a passar comigo o que eu queria era ser uma pessoa normal, foi aí que uma sombra apareceu a minha frente eu vi uns pés e me assustei, mas felizmente era a minha mãe, ela me ajudou a levantar 

Bella: Nessie... o que se passa?

Nessie: Mãe como me encontras-te? (Eu a abracei)

Bella: Esqueces-te-te que tens uma tia que vê o futuro, um pai que lê mentes e um tio que é lobo e sente cheiros a distância?

Nessie: É eu tenho mesmo uma família incrível 

Bella: Mas o que houve?

Nessie: (contei para ela dos lobos do norte e do Daniel)

Bella: Então quer dizer que conseguis-te parar esta guerra?

Nessie: Bem eu acho que sim...

Bella: Brm vamos para casa?

Nessie: Sim

Nos corremos até casa e ainda brincamos um pouco como quando eu era criança, eu corria e a minha mamãe tentava me apanhar e depois era eu a tentar apanha-la. Chegamos em casa e estavam lá todos me esperando e me abraçaram ao menos ninguém se passou, mas é verdade eu queria mesmo que isto fosse diferente  

Bella: (para o Edward) já sabes o que aconteceu?

Edward: Queria não ter sabido, mas ela não consegue parar de pensar nisso

Bela: Eu tenho medo do que ela possa fazer... e se ela quiser mesmo virar humana?

Edward: Eu acho que ela não conseguiria, na verdade ela tem medo do que ela fará consigo mesma 

Eles até fizeram uma festa para eu me sentir melhor e sim estou bastante melhor, má aparar de pensar nisso eu acho que não consigo é que sempre pensei que eu e ele tínhamos uma amizade nunca pensei que ele se pode-se apaixonar por mim, mas agora ele foi embora o meu "único" amigo foi embora

Nos dias seguintes foi tudo normal tirando o facto que entrou um novo rapaz para a escola e que se senta do meu lado na aula de química ele chama-se Ron eu e ele damo-nos até bem e por vezes ele faz-me esquecer o Daniel, em relação ao jardim consigo ir lá mas a lembrança do Daniel não me sai da cabeça queria levar lá o Ron.... mesmo assim não sei 

Ron: Nessie... onde vais na hora de almoço nunca te vejo 

Nessie: Ainda bem que perguntas eu queria mostrar-te... (ainda bem que ele tem carro porque se fosse para ir a pé eu ia me cansar muito)

Nessie: Bem vindo ao meu cantinho 

Ron: Bem doido... espera (ele empurrou-me para trás dele) aqui tem um cheiro estranho

Nessie: (Aí que tem aqui o meu cheiro ou o dos lobos) e-e cheira a que?

Ron: A lobos que-quer dizer eu acho não sou nenhum especialista nisso...

Nessie: Hum... (vi que começou a entrar luz no jardim) a Ron eu tenho de ir para casa 

Ron: Espera... (as nossas mãos se tocaram) tu és fria...

Nessie: E tu és quente, quente até demais...

Nessie: Tu és um...lobo (ao mesmo tempo ele falou) Tu és uma... vampira 

Nessie: Tá é melhor eu ir embora isto já correu mal uma vez

Ron: Espera... eu não sou um lobo do Norte

Nessie: Mas como tu sabes que eles existem?

Ron: Porque eu já fui um deles, mas já não sou

Nessie: Espera tu conheces o Daniel?

Ron: Sim

Nessie: Então tu sabes o que aconteceu?

Ron: Sei, ele me contou mas ele nunca disse quem eras só agora é que liguei os pontos 

Nessie: Bom é sempre ótimo conhecer gente nova que não nus quer fazer nada

Ron: Na verdade eu vim também para te avisar, eles estão se a preparar para atacar quando o Daniel pediu para eles irem embora eles não acreditaram e como alguns te viram eles pensam que os vampiros daqui são alguma ameaça

Nessie: Anda!

Ron: A onde?

Nessie: A minha casa temos de lhes contar isto

Nos entramos no carro e fomos para minha casa 

Jacob: Tem um cão aqui perto

Alice: Ele vem com a Nessie 

Bella: A Nessie...

Eu entrei em casa estavam todos juntos na sala, nossa devem ler pensamentos a espera lem mesmo 

Nessie: Esse é o Ron ele é um lobo (todos ficaram alarmados) mas é calma ele veio nus ajudar 

Ron: (ele explicou a história toda)

Edward: Vamos ter de juntar todos outra vez (ele olhou pro Ron) És capaz de parar de ter esses pensamentos, sabes que vampiros podem matar cães né?

Nessie: (eu olhei para a minha mãe meio sem intender) É Ron esse é o meu pai ele lê pensamentos 

Ron: É... prazer 

Durante deste mês juntamos todos os nossos familiares para combater os lobos eu e o Ron nus divertimos bastante nas horas de almoço íamos pro jardim brincávamos com discos,eu até lhe levava comida das minhas caças, corríamos finalmente arranjei um amigo, um amigo como eu! Hoje estamos a um dia da luta e eu estou visivelmente nervosa 

Ron: Ei não precisas de ficar assim

Nessie: Eu sei mas é difícil eu esquecer o Daniel pensar que ele era apaixonado por mim e eu não gostava dele dessa forma deixa-me triste

Ron: Ele que escolheu ser assim olha pra mim eu desisti fugi e agora estou aqui contigo (ele segurou as minhas mãos)

Nessie: Ron posso te fazer uma pergunta?

Ron: Sim

Nessie: No dia em que fomos a minha casa no que estavas a pensar?

Ron: Eu estava a pensar em ti

Nessie: Em mim?

Ron: Sim em como és incrível e em como eu gosto de ti 

Nessie: (eu o beijei) Ron eu eu também gosto de ti 

Nos nus deitamos na relva e ficamos a observar as nuvens e a conversar, quando o sol começou a se por nós fomos embora afinal amanhã é a luta e nós temos de nus preparar, eu dormi no meu quarto com mais algumas primas e tias que dormiram no chão, no quarto da mamãe e do papão dormiram também mais algumas pessoas e na sala dormiu o Rone outros lobos como o tio Jacob. Eu estava com dificuldade em dormir então fui beber um pouco de plasma a cozinha, passei pela sala e estavam todos a dormir eu acho fofo a maneira como os lobos dormem todos juntos, abri a geladeira e tirei uma bebida foi aí que o Ron me abraçou

Nessie: Que susto pensei que estavas a dormir

Ron: E estava mas senti que alguém importante ainda estava de pé, estás com dificuldade em dormir?

Nessie: Sim tu sabes eu não tiro o Daniel da minha cabeça 

Ron: Tu gostas dele?

Nessie: Não eu desse te eu tenho pena por ele acho que uma rejeição amorosa é uma coisa horrível e deve doer (o Ron me abraçou e eu o beijei)

Ron: (faz cara feia) 

Nessie: O que se passa?

Ron: Este beijo soube a sange

Nessie: A pois... desculpa (a gente deu um último abraço e voltamos para a sala) 

Jacob: Nessie?

Nessie: É oi 

Jacob: Esqueçam intendi tudo eu não vi nada não sei de nada 

Nessie: Haha não tem problema eu acho que o papão já leu a minha mente sobre isso então tá 

Eu me despedi deles e fui para o meu quarto sem fazer barulho para ninguém acordar

No dia seguinte todos acordamos bem cedo, pois não sabíamos quando iria começar nem quando foi aí que eu recebi uma mensagem em desconhecido 

-Nessie, vem ter comigo ao cume

da tua montanha preferida, vem 

sozinha, assinado Daniel

Eu corri até a sala e mostrei a mensagem para todos 

Alice: Ele quer que faz sozinha pra te espetarem e torturarem até dizeres onde é o nosso esconderijo para assim nus matarem um por um

Bella: Nos não vamos deixá-la ir sozinha 

Alice: Claro que não, não te esqueças eles são cães são burros não saberiam que estamos lá 

Jabon e Ron: Ei

Alice: Desculpem... nem todos os cães são burros 

Nessie: Mas eles conseguem sentir o nosso cheiro

Alice: A menos que...

Vomos todos para o cume da montanha 

Edward: (faz cara feia) Alice este perfume era mesmo necessário isto tem um cheiro horrível 

Alice: Aí está se ficarmos a cheirar a prefume humano nunca pensaram que somos nós 

Chegando no cume eles se esconderam atras das várias árvores que ali haviam 

Ron: (ele segurou na minha mão) Boa sorte a gente acredita em ti 

Nessie: (eu o abraçei) Eu amo-te

Ron: Eu  também te amo 

Eu fui para o meio do cume

Jacob: Deve haver alguma coisa que queiras contar não?

Bella: Deixa estar em intendi 

Edward: É estes jovens tem pensamentos muito pesados 

Eu fiquei lá no cume a espera do Daniel, até que ele apareceu 

Daniel: Nessie... tive tantas saudades tuas...

Nessie: Porque me chamas-te eu disse te especificamente para ires embora (ele me abraçou e se transformou num lobo, uivando e chamando a alcateia eu acabei por desmaiar com o peso dele)

Todos começaram a correr para irem lutar para não me raptarem, os lobos se transformaram e o Ron foi me buscar e me levou para uma gruta perto do cume da montanha, ele tratou de mim e eu acordei com ele a falar

Ron: Nessie por favor eu preciso de ti nós precisamos de ti não morras por favor

Nessie: Ron... Ron... (eu sentei-me no chão) Percisamos de ir ajudá-los 

Ron: Está tudo a correr bem o Jacob está me a mandar algumas mensagens para sabermos a situação 

Nessie: Não quero saber disso tenho de ir ajudar a minha família 

Chegamos ao sítio da luta já tinha vários vampiros feridos outros mortos, vários lobos dos deles e dos nossos, eu os tentei ajudar e claro ainda entrei na luta mas foi aí que o Daniel estava prestes a me arrancar a cabeça

Nessie: Anda cachorrinho vem (ele correu na minha direção eu desviei-me e ele acabou por cair na falésia atras de mim

Daniel: (tentando se segurar nas pedras) Nessie nunca te esqueças que eu te amei (ele caiu na falésia)

Eu fiquei meio abalada mas fazer o que ele que escolheu, a luta continuou e no fim os vampiros/lobos conseguiram vencer e pronto acho que nunca deveria ter subestimado o facto de crer ser humana por que ei eu sou uma meia vampira meio humana e tenho a melhor família de sempre, o melhor namorado de sempre e a melhor vida para sempre



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...