História Uma misteriosa mulher - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Erwin Smith, Hange Zoë, Levi Ackerman "Rivaille", Mike Zacharius, Petra Ral
Tags Levihan, Snk
Exibições 32
Palavras 1.565
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - A Batalha Parte 2


Hanji não sabia o que fazer.
"Ele estava falando sério? " Pensou.
Mas todas as suas duvidas foram sanadas,quando o Cabo deu um investida com su a espada no braço dela.
Hanji viu o sangue brotar sujando a roupa branca.
-Qual é o seu problema?!!
Gritou Hanji com toda a sua força,o corte doía intensamente.
Levi não hesitou e jà foi dando outro golpe na castanha que desviou quase caindo no chão.
-Lute Quatro olhos,Lute antes que eu acabe com você.
Hanji se colocou em posição de defesa e conseguiu dessa vez se defender do golpe de seu superior os dois mediram forças quando derrepente Hanji deu uma rasteira em Levi fazendo o rapaz cair no chão, ela tentou devolver o golpe que Levi havia dado em seu braço mas falhou,o Rapaz era muito mais ràpido do que ela pensava e se desviou novamente do golpe e em seguida se levantou dando um chute em Hanji que por sua vez se apoiou em uma arvore.
Levi a segurou pelo pescoço e proferiu as seguintes palavras.
-Se eu quiser te matar aqui é apenas isso que você vai fazer?
Ande sua tola lute!

-Por...que?
Disse Hanji em uma voz fraca tentando recuperar o folego.
-Por que você està fazendo isso?

-Faz parte do seu treinamento.
Disse Levi sem nenhum tipo de emoção em sua voz.
Deu mais um golpe na garota fazendo a mesma cair no chão e não sedeu e tentou corta-la ainda quando estava caida porém ela se esquivou fazendo com que a espada apenas fizesse um leve corte em sua face.
Levi a observou de cima e indagou.
-Você confia em mim?

-Confio...

O rapaz se deitou sob Hanji apoiando as mãos no chão e bem proximo da garota posicionou sua mão macia sob o pescoço da mesma.
-Você é tão tola, eu te desarmei em menos de 10 minutos de batalha, e ainda diz que confia em mim?
Eu poderia te matar agora você sabe disso não é?
Erwin não daria a minima pra isso.

Ao dizer isso Levi apertou a pele macia e quente do pescoço da garota e continuou dizendo.
-Eu falei para não hesitar se fosse preciso matar o inimigo.
Por que você hesitou?

Hanji segurava o braço de Levi com força pare que o mesmo a soltasse jà estava ficando sem ar e um pouco tonta.
-E se eu te matasse, todos os seus estudos teria sido em vão?

Prosseguiu ele sem dar a minina para a força que colocava no pescoço da garota.
-Você não deveria confiar em mim,você não deve confiar em ninguém.

Ele olhou para os olhos da moça que estavam cheios de làgrimas e suplicantes ele não afrouxou sua mão.
Mas se perdeu nos olhos da garota e seu rosto foi se aproximando do dela.
Quando derrepente sentiu o impacto da cabeça de Hanji bater na sua com força.

Nesse exato momento Levi soltou o pescoço de Hanji e posicionou a mão em sua testa.
-Ai Sua maldita!

A garota não disse se quer uma palavra pois estava recobrando seu folego,era dificil fazer isso pois sua cabeça estava muito dolorida,devido ao golpe que havia dado em Levi.
-Eu não ... Confiarei Levi... Mas ... Eu sei que você não me mataria.

"Porra! Que garota inocente"
Pensou o Cabo novamente olhando para ela.
-Não dúvide de mim.
Posicionou a mão no pescoço dela novamente, e ficou ali observando aqueles grandes olhos castanhos.
Seu olhar se desviou para a boca da garota que estava um tanto pàlida e ele não acreditou no que estava prestes a fazer.
Inclinou seu rosto para ela e com uma certa timidez beijou os làbios da garota.
Eram macios e quentes o ritmo do beijo ia se intensificando a cada segundo.
A garota havia correspondido ao beijo e dava espaço para que Levi se acomodasse entre suas pernas.
Ela o provocou mordendo seus làbios inferiores e Levi se sentiu instigado com a leve e provocante mordida de Hanji.
Ele puxou ela mais para si,tornando o beijo mais quente.
Ele chegava a ser bruto em seus toques pois ele a apertava em seu corpo com imensa intensidade.
As sua linguas se tocavam incessantemente.
E as mãos de Levi percorriam o corpo de Hanji ele acariciava a coxa da garota e apertava com força.
Hanji interrompeu o beijo por um instante.
Recobrando o folego após o longo e demorado beijo.
-Por que você fez isso?

Levi ouviu a pergunta e não respondeu, as mãos dele ainda estava na coxa da garota ele não se dera conta da força que colocava.
Hanji olhou para a mão dele e ele a retirou um tanto quanto sem graça.
-Eu... Eu pesso que por favor você não venha mais de short para os treinamentos.

Disse Levi dando de costas para a menina e guardando suas espadas.
Hanji olhou para sua perna que estava vermelha devido ao toque do rapaz.
Ela se levantou e indo calmamente em direção a ele o abraçou com todas as suas forças.
Levi se assustou ele realmente não esperava por isso.
Ficou um pouco envergonhado ele não podia fazer aquilo.
Não podia ter nenhum tipo de relação com aquela garota.
-Eu não sei por que você fez isso,mas eu gostei Levi eu gostei dos seus beijos eu gostei de seus toques...
E em seguida soltou um leve gemido de dor.
Saiu na frente com a mão no braço cheio de sangue.
-Droga!
Susurrou o cabo com o punho fechado.
-Me espere sua idiota,nem todo mundo tem as pernas longas como a sua.

Ela deu um leve sorriso e se virou para esperar o rapaz.
Ele olhou para seu rosto e corpo e pensou.
"Deus eu peguei pesado."
Rasgou um pedaço de sua camisa e amarrou no braço da castanha para estancar o sangue.
Em seguida passou a mão sob o ferimento que tinha feito no rosto dela e retirou o sangue que havia ali.
Ele não pediu desculpas não disse uma palavra,mas ela sabia que tudo aquilo era necessàrio.
Bom quase tudo ela quase perder o braço não era tão necessàrio.
Em um gesto espontaneo e quase infantil Hanji o beijou colocou as mãos entre aqueles cabelos negros e macios e beijou aquele rapaz ela estava àvida por seus beijos ambos não pensavam em nada nem em Erwin e nem na punição que eles poderiam ter caso o mesmo descobrisse.
Eles apenas queriam se entregar aquele momento e foi o que fizeram.
A respiração dos dois era ofegante devido ao longo beijo as mãos de Hanji se tornaram mais ousadas tocando o braço e em seguida o peitoral de Levi ele tinha um corpo bem malhado apesar de sua estatura mediana.
Ele sempre mais ousado desceu suas mãos até as nadégas da garota e apertou fazendo com que o sexo de hanji sentisse o seu membro.
Ele encostou ela em uma àrvore enquanto ia beijando cada centimetro do pescoço da garota ele dava chupões sem se preocupar se havia deixado alguma marca.
Ela por sua vez desabotoava a camiseta do Cabo e ia explorando cada parte daquele corpo màsculo e derrepente Levi a olhou nos olhos e disse.
-O que estamos fazendo?
Se vista nós não podemos.

Hanji o puxou com força e disse.
-Por que não podemos? Pelo que vejo você quer e muito.
Disse ela observando o volume na calça do rapaz.
Ele colocou as mãos no cabelo dela e puxou para tràs passando a lingua no pequeno decote da garota e depois depositou leves beijos nos seus làbios.
-Então você jà sabe que não é porque eu não quero, se fosse por mim eu jà teria te fodido a muito tempo.
Hanji se assustou com a sinceridade de Levi e disse.
-Okay... Jà que não vai acontecer nada se vista.

Ela empurrou um dos braços de Levi e subiu no seu cavalo.
O rapaz arrumou sua camisa rasgada e fez o mesmo que a garota,ambos calvagaram em silêncio nada foi dito nem sobre o treino e nem sobre os beijos.

Ao ver Hanji um tanto quanto descabelada e machucada Petra veio em sua direção para ajuda-la com os ferimentos.

Quando Levi ia adentrando seu quarto Erwin o chamou.
-Venha até a minha sala por favor.

Levi passou a mão sob seu rosto e cabelos e batendo a porta do quarto seguiu Erwin.
-O que foi?

-Você pode explicar por que a Zoe esta daquele jeito?

Levi teve um ràpido acesso de toce e se recompondo respondeu a pergunta de seu superior.
-Estava treinando ela,ela não sabe lutar por isso està daquele jeito, porque é uma tola,imbecil.
-Jà chega! Eu jà entendi,se retire daqui e pare de xinga-la você ta parecendo um adolescente resmugão.

-Tsc!
Levi se levantou empurrando a cadeira.
-Alguma novidade sobre aquela casa que desmoronou?

-Não. Nenhuma veja com a Hanji se ela sabe de algo,talvez seja a casa dela.

O Corpo do rapaz estremeceu ao ouvir o nome daquela garota.
Se retirou da sala e se deparou com a mesma conversando com Petra, não interrompeu elas.
Se dirigiu para o quarto e retirou suas roupas para logo em seguida tomar uma ducha.
Ele não conseguia parar de pensar em Hanji nos seus làbios,nas suas coxas em cada parte daquele corpo.
Se lembrou do calor do abraço que ela deu nele,
E dos beijos.
Ele estava exitado só de relembrar,mas decidiu ficar longe dela pelo resto do dia.

   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...