História Uma noite na biblioteca - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Iruka Umino, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Naruto Uzumaki, Rin Nohara, Sasuke Uchiha, Shikaku Nara, Shikamaru Nara
Tags Linguagem Br, Narusasu, Naruto, Romance, Sasunaru
Visualizações 55
Palavras 2.688
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yeeee! Olha eu aqui dnv! ^^

Capítulo 2 - Suspenção


1 hora e 29 minutos depois… ~20:30

-Céus, estou c-congelando! -Exclamo tentando conter meu queixo tremer.

Sasuke e eu ficamos esse tempo todo conversando sobre histórias dos nossos passados, que nos tiraram toneladas de risos e vaaários climões. Eu nunca havia tido aquele nível de intimidade em uma conversa com alguém na vida!

-Não está taaão frio assim… -Ao terminar de dizer, o moreno rodeia seu braço no meu pescoço e sorri para mim.

-Sa-Sasuke? -Sinto minhas bochechas corarem bruscamente…

 

A biblioteca continuava quase num breu total. A única fonte de luz é de uma luz de emergência, o suficiente para nos enxergar é claro, mas ainda sim, não deixa o local assustador, é como se simplesmente apagaram as luzes, nada de fantasmas e espíritos nos observando… mas agora… tudo parece que está me olhando e me julgando…

Sasuke e eu estávamos abraçados… bem… meio que sou eu em quem está o abraçando… Ele está sentado deboas e eu estou abraçado a ele com meu rosto encostado ao seu peito… (/// ///) está um pouco estranho, mas estou com frio.

-Naru, você já namorou?

Levanto os olhos mantendo o queixo colado nele. Fixo meus olhos nos dele e repreendo uma resposta direta.

-Não exatamente… -Fecho os olhos após minha resposta.

-Como assim “não exatamente”? -Ele ri. -Como você pode “não ter exatamente um…

-Foi só uma semana. -Falo o cortando. -E só nos beijamos umas meia dúzia de vezes! -Exclamo tentando me explicar.

-E quem foi?

-A… a Hinata… -Falo corando e fechando os olhos novamente.

-A HITA… hã! A Hinata? -Pergunta calmamente depois de interromper um grito.

-Sim, a Hinata Hyuuga do 2B.

-M-Mas… Como!? Ela é a garota, digo, os peitos mais gostosos da escola!!

-Isso soou um pouco machista… e ela não se resume a só “peitos”. -Falo me sentando normalmente.

Sasuke abre um sorriso bem largo em seu rosto.

-Então alguém ainda gosta de uma certa garota…

-Eu… -Me calo, mas logo protesto. -Eu gosto dela ainda, OK! Mas como amiga! -Mesmo assim, sinto minhas bochechas corarem. Para piorar, ele ainda mantém aquele sorriso maléfico e aqueles olhos torturadores para cima de mim!

-Naru, o que aconteceu entre vocês dois? -Ele puxa minha cabeça de volta para seu peito e começa a acariciar meu cabelo. -Pode desabafar… eu não te julgo, eu juro!

Fito aqueles olhos em busca de sinceridade, mas obviamente ele irá tirar sarro de mim.

-ok… eu conto… mas promete que não vai contar para ninguém?

-Prometo! -Sasuke volta a acariciar meus fios de cabelo e sorrir para mim.

-Resumindo, a Hina sempre, sempre… SEMPRE! foi apaixonada por mim. Ela que disse isso!

-Tá, tá, tá…! Acredito em você. -Sasuke diz descendo sua mão para debaixo da minha orelha a acariciando.

-Então, após ela se declarar, obvio que eu não acreditei! Até parece que a garota mais bonita da escola iria se declarar daquele jeito para mim! Mas por fim era de verdade…

-Eee…? Por que não deu certo??

-Err… cara, depois do terceiro dia, finalmente acreditei nos sentimentos daquela garota e junto, me vi contra a parede… eu não correspondia aos seus sentimentos! Nem de perto! Nunca havia ouvido sua voz antes daquele dia que ela se declarou para mim, simplesmente uma estranha para mim.

-VOCÊ DEU UM FORA NELA!?!?

-Eu fui sincero, só isso. Concordamos em manter contato. Me senti mal e tals, mas passou. As vezes a gente se fala…

Sasuke levanta meu queixo com sua mão que, sorrateiramente ganhou confiança ali; fixa os seus olhos nos meus e sorri… cada vez mais perto e mais perto… a um certo ponto, vejo-o fechar os olhos, seguido o fluxo, senti que deveria também…

  ~Macios e suaves…

Ao abrir os olhos, sinto meu rosto corar, meu coração quase explodir e minha pele arrepiar…

.

..

...

O SASUKE ME BEIJOU!!1!!!111!!!1!!1

-Ahhh!! -Dou um gritinho e empurro o moreno, caindo ao chão obviamente. -P-Por quê fez isso!?!?

Ele me fitou sorrindo safado; me senti como se fosse uma raposinha assustada perante aqueles olhos analíticos de águia julgando minha resposta aquele simples selinho.

-Para testar uma coisa, é claro… -Mudando de sorriso, Sasuke sorri sincero e fecha os olhos.

-Que coisa?!? -Pergunto ainda sentindo meu coração quase explodindo.

Um continuo silencio prorrogou minha pergunta por mais alguns instantes. Finalmente quando tudo em mim se estabilizou, me levanto e encaro o moreno.

-Sasuke!?

-Hum? -Ainda de olhos fechados, responde com um resmungo.

-Por que você me beijou!? Eu quero respost…

-Para testar algo, já disse.

-Que tipo de teste!? -Questiono e nada… Sasuke continua de olhos fechados. -O que foi? Por que não me responde!? -Começo a me irritar. -VAI ME IGNORAR AGORA!?

-Eu só fiz para… -Ele diz tão baixo que não consigo entender a última parte.

-Ein? Fala mais alto! -Exijo.

-Eu só fiz para… -E ainda mais baixo…

-EIN?!? -Grito me aproximando, para ouvi-lo melhor.

Quando nossos rostos estavam bem próximos, Sasuke leva seus dedos para meu queixo e, novamente, fecha os olhos, me hipnotizando a seguir os mesmos movimentos de antes…

-O-O que pensa que está fazendo!?!…? -O empurro e seguro pelos ombros, abaixo a cabeça tentando esconder meu rubor enquanto gritava com ele. -Sasuke! Está ficando louco!?

-Acho que sim… -E volta com aquele maldito sorriso.

Levanto o rosto, encontrando com seus olhos; neste momento, conversamos… apenas com nossos olhos…

Sasuke não precisa dizer mais nenhuma palavra… agora entendi o tal “teste”… Respiro fundo e anseio minha resposta para o momento certo…

 

-VOCÊ ESTÁ TIRANDO UMA COM A MINHA CARA, NÉ SEU SACOLÉ DE CHORUME!!!1!!1 -Grito irritado. -VOCÊ ESTÁ PUTO COMIGO AINDA PELO QUE…

-Não Naruto, nada disso…!

-… ACONTECEU HOJE MAIS CEDO! ESTÁ TENTANDO ME FAZER “APAIXONAR POR VOOCÊ” PRA DEPOIS ME FAZER DE IDIOTA! ISSO NUNCA VAI ACONTECER SEU PUM DE UNICÓRNIO EMO…

Sou interrompido……… macios e suaves… aquela mesma sensação……

 

 

 

 

 

 

O sol brilha intensamente logo em sua alvorada. Por conta da posição das janelas daquela biblioteca, os primeiros raios solares cintilavam sobre aquele sofá velho e um pouco empoeirado…

 

-Sasuke… acorda… já está de manhã… -Falo tentando tirar o moreno de cima de mim; que por sua vez, resmunga e afega o nariz no meu peito de forma manhosa.

-Calado… -Ele diz sorrindo e apertando suas mãos sobre minha pele nua.

Fito o moreno de cabelos bagunçados vestindo apenas sua calça e usando sua própria jaqueta de couro como cobertor. Desço os braços tentando encontrar suas axilas; para que eu pudesse ergue-lo e sair dali… apalpei e apalpei, acabei me perdendo ao meio daquela pele macia e morna… pouso minhas mãos ali mesmo, respiro fundo e volto a fechar os olhos, agora sorrindo.

 

 

-Parece que a noite foi boa…

-AHHHH!!!11! -Sasuke e eu gritamos como se tivéssemos sido pegos fazendo a coisa mais errada.

-Calma… Calma… sou só eu…! -Itachi diz tentando controlar sua risada.

Saímos daquele sofá em busca de nossas roupas; c-céus estou apenas de cueca!!

Após vestir o uniforme da escola, Sasuke questiona:

-O-Oque faz, a-aqui…!? -Tenta não gaguejar, mas seu rosto rubro revela seu nervosismo.

-Vim tirar vocês daqui, oras… -O Uchiha mais velho abre um enorme sorriso para seu irmão mais novo.

-C-Calado! -Sasuke vira o rosto e exige irritado.

-O que foi…? Não estou te julgando! -Ele solta sua risada presa.

-Itachi! -O chamo. -Onde está a Vaca da Rin!? Eu quero tacar uma pedra de calçada naquela coisa!!

-Ei, ei, calma… depois explico. Aqui. -Ele estica duas escovas de dente na embalagem e um creme dental. -Vocês tem aula em 30 minutos, lavem o rosto e escovem os dentes e vão para sua sala.

Antes que Sasuke se pronunciasse, pego a embalagem a camisinha que estavam do lado do sofá e o moreno com a outra mão e os tiro daquele lugar…

 

33 minutos depois…

-Naruto? Sasuke? -Ahhh ótimo! O ÚNICO DIA PARA O KAKASHI CHEGAR ATRASADO E ELE VEM NA HORA CERTA!!1 -Estão atrasados… -Ele sorri, fazendo aquela carinha que todos reconhecem. -Fiquei sabendo do incidente de ontem e…

Antes dele terminar, saio em disparada para minha carteira pois senti meu rosto avermelhar, seguido do Sasuke é claro.

Um “Huuummmm” seguido de risadinhas ecoaram por nosso trajeto. Pela primeira vez da vida sento na carteira ao lado do Sasuke… Os olhares nos consumiam e só pararam quando Kakashi se pronunciou:

-Classe! Prestem atenção em mim…!

E assim Kakashi prosseguiu com sua aula…

 

No intervalo…

Shikamaru e Kiba ficaram em seus lugares enquanto geral saía da sala. Sasuke me seguiu e juntos fomos até os dois.

-Eeeaee broth…

-Vocês transaram na biblioteca? -Kiba pergunta direto.

Shikamaru iria retalha-lo mas… a rubras de nossos rostos já nos condenou…

-Espera! -Kiba exclama. -É sério isso? -Ele questiona quase em desespero.

Sasuke eu sentamos na frente dos dois.

-Achei que era só zoera! -Shikamaru diz com olhos arregalados.

-Que história é essa de “Zoera”?? -Pergunto já sentindo um cala frios.

-Hoje de madrugada, correu boatos pelo Whats que vocês dois ‘ficam’ na biblioteca…

-Quem espalhou isso? -Questiono.

-Dizem que foi o Itachi e outros tem prints mostrando que foi o Kakashi. -Shikamaru ainda diz sério.

-Tsk… -Sasuke resmunga de braços cruzados.

-Se bem que… -Kiba diz quase rindo. -Com essas marcas ae não conseguiriam enganar ninguém…

Observo o pescoço do Sasuke e…

-Bem aqui… -Indico com um pouco de dessagro o lugar; de imediato, Sasuke cobre o local com a mão.

-Ah cara… -Kiba cora um pouco e fecha os olhos enquanto sorri nervoso. -Não sabia que vocês jogam para o outro time…

-Voltando ao lance do Whats…!

 

Explico tudo o que aconteceu ontem na biblioteca, pulando, ÓBVIO!! o que rolou mais tarde…

-… depois disso a genteee… -Sasuke e eu coramos feito dois tomatinhos. -Bem.

-Meu senhor amado…! Os boatos são verdadeiros…! -Kiba ri nasalmente.

-Kiba!

-Que foi Shika…? Ei calma…! Hahahaha…! Eu não estou de preconceito não… -Kiba responde aos risos. -Só estou achando engraçado no que os dois se meteram! Hahahaha!

-Céus…! -Sinto meu rosto corar de novo… o meu Whatsapp…

Uma chuva de notificações. Umas 4563489 pessoas mandaram mensagens para mim. 4950 ligações perdidas da minha mãe e 1834923724357230948239583 mensagens dela que não visualizei… Meu celular toca e é ela…

-Alô, mãe…? -Me levanto e saio de perto dos três para falar com a ruiva.

 

Após alguns minutos de gritaria dela, desligo. Para minha mãe, menti. Falei que passei a noite na casa do Sasuke e esqui de avisa-la.

-Ótimo, estou de castigo! -Falo raivoso. -E Sasuke, qualquer coisa fala que dormi na sua casa.

-P-Pelo que? HAHAHAHA!!! Por transar na biblioteca!?!?! -Kiba pergunta rindo escandalosamente.

-Senhor Uzumaki e Uchiha…

Kiba desfez sua cara alegra para uma em pânico… na verdade, nós quatro… é a Tsunade, a diretora…

-Por favor me acompanham. -Deu meia volta e saiu da sala.

Assim que saímos para segui-la, 827384 de pessoas param de falar e nos olharam… alguns rindo, outros tirando fotos e alguns apenas nos olhando com cara de desgosto.

Todos aqueles olhares pararam quando cegamos na sala da direção.

-Entrem. -Tsunade indica abrindo a porta. Após nós dois entrarmos, a diretora entra e fecha a porta; seguimos automaticamente para as poltronas e sentamos. -Quero que me expliquem exatamente o que aconteceu… -Ela diz enquanto caminha para sua mesa.

-Tudo…? -pergunto quase sorrindo.

-Eu pedirei a censura se caso necessário. -Ela me corta, imponente e brava. -Agora… desembuchem!

-Mas e o lance do Whats!? -Sasuke pergunta preocupado.

-Primeiro me expliquem o que aconteceu. O que vocês disserem pode resultar desde uma suspenção até uma expulsão… ou uma demissão. -Ela responde ao Sasuke. -Ou várias… -Ela inclina na mesa e mantêm os olhos cerrados esperando uma resposta nossa.

-E lá se vai meu orgulho… -Abaixo a cabeça e Sasuke assente…

 

15 minutos depois…

-Daí a gente acordou com o Itachi nos entregando umas escova de dente e nos falando pra ir pra aula.

Tsunade encosta na sua poltrona e nos fita por alguns momentos. Sem dizer nada, avança com a mão para a tela do seu computador e a gira.

-O que é isso…? -Pergunto confuso.

-O vídeo das câmeras de segurança.

Como se tivesse levado um tiro, sinto meu coração para…

-Por sorte, onde vocês ficaram quase não aparece. -Ela indica com o dedo. -O máximo que foi exposto foi quando acordaram e ficam de pé só com a roupa de baixo. -Ela aperta uma tecla no teclado e o vídeo prossegue direto quando me mostra só de boxer laranja na frente do Itachi.

 -Sua vez. -Sasuke diz irritado. -Se explique, de o motivo de dois adolescentes ficarem presos numa biblioteca por uma noite inteira.

Tsunade se cala e olha com cautela para o moreno.

-A senhora Naiomi sofreu um acidente com seu carro ontem e por isso não pode comparecer, não foi nada grave mas mesmo assim está de licença por um mês inteiro. Itachi se responsabilizou em parte do acontecido por não ter cumprido o seu papel em verificar a escola toda antes de ligar o alarme. E por fim, Rin se responsabiliza pelo mais grave, ela admitiu ter trancado vocês dois lá na biblioteca. -Tsunade diz sem pausas para respirar, como se tivesse decorado aquilo tudo. -Nosso sistema de câmeras não é ao vivo, temos acesso apenas no outro dia quando o alarme é desabilitado, portanto, em relação ao vazamento de informações do incidente de ontem, se tiverem alguma prova que foi algum de nossos funcionários que causou isso, ou, um processo à Rin por tê-los causado tudo isso, terei o prazer de testemunhar na justiça caso seja necessário.

Ficamos pasmos… eu, simplesmente, não sei o que responder… Obrigado? É bom que isso não aconteça novamente? …Valeu dona…?

-Rin está afastada de seu cargo na biblioteca por enquanto. -Tsunade volta a falar já que não demos nenhuma resposta. -Adverti Itachi por seu erro e a vocês, 7 dias de suspenção.

-O que? -Questionamos juntos.

Ela coloca duas folhas a nossa frente e começa a ler uma terceira.

-Capitulo 7º, parágrafo 12º do estatuto da…

-Ok, ok, entendemos. -Falo rendido. -É só assinar aqui?

-Sim. -Ela responde apontando para as canetas.

Assim que olho na folha de trás, corro os olhos para a folha do Sasuke… Kakashi e Itachi assinaram como nossos responsáveis.

-Kakashi e Itachi, sendo seus irmãos e de maiores, optaram por responder como responsáveis e não levaram isso às mães de vocês… mas ficaria mais aliviada se contassem para elas…

-Nem pensar…! -Sasuke e eu respondemos assinando a folha o mais rápido possível.

-Os dois estão dispensados a partir de hoje. Itachi irá os acompanhar daqui.

 

 

Um baita silêncio nos ensurdeceu dentro do carro do Uchiha mais velho. Sasuke e eu estávamos no banco de trás; Itachi ficava nos fitando o tempo todo pelo retrovisor e isso já estava me tirando do sério.

-Pois é… -O mais velho puxa conversa. -Será que é… genética…?

-Vá se fuder Itachi! -Sasuke diz irritado; eu apenas coro e fixo na janela.

Itachi solta sua risada presa.

-Pois é irmãozinho, agora não há como negar… -Sasuke iria socar ele, mas o contive antes disso. -Calma! Hehe… chegamos. A mão não tá sabendo disso e então mantenham isso em segredo, ok? -Agora ele fica sério. -Ela chega só as 20:00 então… tentem não dar uma surpresa nela, ok…? -Itachi para o carro na frente da casa do Sasuke. -Ela já tem um filho para se decepcionar…

Climão…

-Naru, tem camisinha do seu tamanho no quarto do meu pai. Pode pegar se quiser. -Itachi sorri e faz um “v” com os dedos e acelera o carro.

Ficamos parados esperando ele sair do campo de visão.

A casa dos Uchihas é particularmente grande! Dois andares, piscina e uma garagem gigante. Bairro de rico que nem usam cercas ou portões, ele é o que eu chamo de burguês safado…

Mal entramos e Sasuke já trancou a porta, não questiono, mas fico olhando para o menor sair pela casa fechando todas as cortinas.

-O que está fazendo…? -Pergunto assim que ele passa por mim para ir no outro cômodo.

-Privacidade. Esses vizinhos fofoqueiros… -Fala pirraçando enquanto fecha a última cortina da sala.

-E o que faremos agoo’…!

Sou interrompido por um beijo do Sasuke…


Notas Finais


Gente, aqui em sp é cinco pastel e um chops. kkkkj não critiquem meus plural ok? kkkkj


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...