História Uma nova Alice... - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland)
Personagens Chapeleiro Maluco, Coelho Branco, Gato de Cheshire (Gato Risonho), Personagens Originais, Tweedle-Dee, Tweedle-Dum
Visualizações 33
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Peço desculpas, estou reescrevendo os capitulos devido a minha mania de perfeccionismo.

Capítulo 4 - Tchester... o Gato Risonho


Fanfic / Fanfiction Uma nova Alice... - Capítulo 4 - Tchester... o Gato Risonho

Me levantei rapidamente, tentando encontrar quem disse aquilo.

- T-tem alguém ai?- Perguntei com um pouco de medo...

- Cabelos louros como fios de ouro... olhos alaranjados como o por-do-sol...- a vóz pareceu se aprocimar cada vez mais, o que me dava mais medo ainda...e não havia ninguem por perto...-...e a pele tão macia quanto seda...-alguem susurrou ao meu ouvido por trás,  passando o dedo em minha bochecha, fazendo com que um arrepio subisse minha espinha.

-Hoa!!!!- dei um pulo para trás e caindo de bunda mais uma vez ( estou começando a achar que vai ter uma ematoma ali logo-logo... )-Quem é você???- Quando olhei para cima vi um garoto mais ou menos da minha idade à  minha frente, cabelos bordôs com algumas mechas roxas e rosas em diferentes tons, sua franja era jogada para o lado direito de seu rosto, cobrindo parte de seu olho, a pele levemente rosada e olhos gateados verdes. Ele usava uma jaqueta de  couro preta que tinha um colar de  pelos rosa em volta do pescoço,  uma calça bordô com algumas correntes em volta da cintura e botinas pretas. Ele sorriu pra mim inclinando a cabeça para o lado. Logo percebi  que ele também tinha orelhas e cauda de gato. Fiquei pasma.

-hmmm...você não se lembra mesmo de mim né??- Ele pareceu desapontado.- Bem... se esse é o caso...- ele se deitou no ar... estava flutuando. Colocou as mão na nuca como se para apoiar sua cabeça e fechou brevemente os olhos.- Se lembra do gatinho que você salvou... aquele que estava na árvore  e que depois te seguiu até sua casa?

- S-sim...mas com--

- Era eu!!! - Ele se levantou sirrindo e apontou pro próprio rosto.

- Q-que??

- Isso mesmo! Fui eu que te trouxe pra cá! - Ele pareceu estar se divertindo com a situação. Enquanto eu continuei petrificada.

- Por que??? 

- Porque nós precisamos de você... Alice.


-Meu nome não é " Alice "!!- Eu estava começando a perder a paciência. 

- Não? Então qual é??

-Kuniko Tachibana. 

- Ku-o que?

- Ku-ni-ko.

- Ah tah...muito bem, vou chamar você de Niko.

- Hein? Desde quando somos proximos ao ponto de me dar um apelido?

- Desde que me deixou deitar em seu colo.- Eu definitivamente não esperava por isso. Ele me pegou totalmente de surpresa.- Meu nome é Tchéster Chershire.  Mas pra você é Tchés...ou Chersh. Você escolhe o que achar melhor. - Ele sorri.

-  Mas por que me troxe aqui?

- Aah...é mesmo. Eu tinha esquecido... te trouxe aqui porque você é a unica que pode fechar o portal das sombras... ele se abre em diferentes partes deste país, mas em alguns locais, se abre repetidamente.

 Ficamos um tempo em silencio e então descidi perguntar.

- Que portal é esse?

-han, que portal?

- O que você falou. 

-Quem falou? 

-Você. 

-Eu?

-  É.

- É o que??

-Argh, VOCÊ É LOUCO!!!

-"Não sou louco, minha perspectiva é apenas diferente da sua." 

- Não enche!

-Você quer saber sobre o portal certo? ?

-Ah, então  estava me ouvindo...

-Claro, posso ser " louco " mas não sou surdo.

-Desculpe. Pode me contar mais??

- O portal das sombras é um portal que liga Wonderland e  outro país chamado  Shadowland. Dele saem criaturas  tão horrendas que, por onde passam a paisagem morre. 

- Nossa, mas eles fasem mais que isso?

- Aqueles que etram em seus caminhos são punidos das maneiras mais horrorosas possiveis. Há varias cidades que já foram tomadas por eles.

Ele estendeu a mão pra mim.

-Vamos, Niko. Vou te levar pra minha casa. Aqui não é seguro depois que anoitece.- Aceitei sua mão, pode parecer loucura, mas sinto que posso confiar nele. 

Nós andamos mais um pouco até sairmos da floresta. Continuamos na trilha até chegar  a uma grande macieira. Chegando mais perto vi que havia janelas na arvore e duas escadas em espiral que levavam a uma porta escura com ornamentos em ouro.

- É aqui. Você pode morar aqui comigo até conseguir fechar o portal.

- Mas, Chersh. Como vou conseguir fechar o portal se eu nem sei como vou fazer isso?

- Por hora, não se preocupe com isso. Vou chamar um amigo que vai nos ajudar a encontrar o portal e te encinar a fecha-lo.- ele sorriu enquanto abria a porta.

- Wow! É enorme.- fiquei maravilhada com o tamanho da  casa. E isso que ainda tinha mais um andar.

A sala de estar era conjulgada com a sala de jantar e cozinha. Os sofás tinham listras roxas e rosas no estofamento mas a estrutura era de madeira trabalhada. A masma coisa acontecia com a estrutura dos armarios e balcões da cozinha. Havia uma escada que levava ao segundo andar.

- Venha, vou te mostrar seu quarto. É bem em frente ao meu.

Ele me levou ao segundo andar. Onde havia um corredor que levava aos dois quartos. Chersh abriu a porta a nossa direita.

- Esse é o seu quarto.- quando entramos, fiquei ainda mais maravilhada com a decoração. A cama parecia de pricesa, a roupa de cama roxa  tinha flores de cherejeira bordadas nas bordas. Uma escrivaninha com um espelho enorme ao lado e um pequeno sofá na janela que levava o mesmo tecido dos sofás da sala de estar e almofadas em diferentes tons de rosa, a outra janela era maior que a outra e dava em uma sacada meia lua de marmore branco. O papel de parede tem forma de vários losangos  mesclando bordô e rosa cereja.

Entrei no quarto pensando se tinha mais alguma parte da casa que eu ainda não tinha visto.

- Tem o sotão la em cima. Se quiser pode ir lá, tem alguns materiais de arte que pertenciam ao meu irmão.

- Eu adoro desenhar, posso mesmo?

- Claro, a vontade. Ele iria querer que fosse passado adiante, ele foi assassinado pelos Shades.

- Sinto muito.

- Não tem que sentir.- ele deu de ombros-  Ja não importa mais. Bom, se previsar de mim , estarei na sala de estar afiando minha coleção de facas.

- Você tem uma coleção de facas? 

- Sim, Coleciono desde pequeno.

Ele fechou a porta me deixando sozinha no quarto. Fui até uma porta dupla que havia perto da janelinha. Quando abri  vi varios vestidos, alguns mais longos e outros mas curtos, tinha uns mais soltos e outros mais ponposos. Abaixo deles havia vaios calçados de varias cores e nas gavetas tinham meias de um lado e roupa intima do outro. Me pergunto se foi ELE que arrumou Iisso tudo. Na porta ao lado do closet era o banheiro. Aquela casa era luxuosa demais pra mim.

Tomei um banho , me troquei e coloquei uma luva sem dedos para cobrir o meu pulso roxo. Quando desci, escutei Chersh falando com alguém. Fui na direção deles. Vi que quem estava falando com ele era um garoto um ou dois anos mais velho que nós. Tinha cabelos estranhamente brancos, usava um paletó preto por cima de um colete e uma camisa social branca,  seus olhos eram vermelho escuro e ele tinha orelhas de coelho braco. Ele olhou para mim, maravilhado, achei meio estranho porque ninguem nunca me olhou assim.

- Niko, esse é aquele amigo que te falei. William,  ele pode te ajudar a fechar o portal.

- Não se engane senhorita, nós não somos amigos. Ele apenas tem a mania ridicula de pensar que todos a sua volta são seus amigos. Ele me disse que você é amiga dele, mas aposto que não.

- Desculpe mas meu relacionamento com ele é sim de amizade. Ele pode ter me trazido aqui contra minha vontade, mas ele tinha um bom motivo.- "Por mais que ainda pense que é um sonho,  vou ajudar como puder" pensei.

- Tem razão senhorita, peço desculpas. Meu nome é William White,  sou o guardião das chaves deste país.

- É um prazer conhece- lo. Eu me chamo Kuniko Tachibana.

- Srt.Tachibana,  vou deixar a  situação clara............. estou apaixonado por você. 

- QUEEEEEEE??????- Tchester grito enquanto eu entrei em choque. -Como é que você bla, bla ......- Enquanto Ele da um sermão no Will,  eu penso: 

" Esse cara só pode ser maluco, nós nos conhecemos a apenas alguns segundos!!! É isso, só pode ser isso, Todos aqui com certeza são loucos, eu tenho que dar um jeito de dar o fora daqui antes que eu encontre outro egocentrico."

Fim do  Quarto Capitulo...






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...