História Uma Nova História de Crepúsculo. - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alice Cullen, Bella Swan, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jasper Hale, Personagens Originais, Rosalie Hale
Exibições 144
Palavras 2.280
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoal, como estão???

Se algum de vocês acompanham as minhas outras fanfic's, devem ter percebido que eu atualizei todas as outras menos essa, bem, em primeiro lugar me desculpem, porém como eu tive prova a semana inteira, no sábado arrumei todo o meu quarto que estava parecendo que um furacão passou por ele, no domingo meu pai resolveu fazer churrasco e foi mais uma bagunça e não tive tempo para escrever esse capitulo, principalmente que essa é a unica fanfic que não segue o livro, então é bem mais difícil conseguir mante - lá e bem terça eu também tive prova e quando cheguei minha mãe resolveu arrumar o quintal e acabei não tento tempo nenhum, só consegui sentar hoje para escrever e terminei faz pouco menos de uma hora esse capitulo e estou aqui para posta - ló.

Para aqueles que ficaram curiosos para lerem a fanfic que falei anteriormente, sobre os Cullen's lendo Crepúsculo é só olharem no meu perfil, eu já estou postando ela.

Espero que entendam....

Mais uma vez me desculpem....

Boa Leitura....

Capítulo 17 - Perseguição, Morte e Promessa de Vingança


Fanfic / Fanfiction Uma Nova História de Crepúsculo. - Capítulo 17 - Perseguição, Morte e Promessa de Vingança

No outro dia depois de acordar tarde e tomar um reforçado café da manhã, mandei uma mensagem de texto para tio Charlie avisando que iria ficar na casa dos Cullen’s, então me despedi de Nina e desapareci, reaparecendo na casa dos Cullen’s, utilizando meus poderes confirmei o que eu já sabia, a casa estava vazia, segui então para o quarto do Edward e deitei na cama confortável. Depois de um tempo levantei e coloquei um CD para tocar no aparelho de som sofisticado, deitei novamente na cama e fiquei ali, depois de horas ouvi um barulho lá em baixo, porém não me movi, sabia que eram os Cullen’s.

-Pelo jeito a Bella, chegou. – ouvi a voz de Alice no andar de baixo.

-Sim, é o cheiro dela. – Edward falou e então em poucos segundos ele estava na porta de seu quarto. – Bella. – ele falou assim que me viu.

Sorri e logo ele me abraçou, ficamos alguns segundos abraçados e então nós separamos e ao olhar para porta encontrei toda a família dele ali.

-Carlisle, me desculpe pela forma como falei com você ontem, porém quando perco o controle de minhas emoções acabo descontando minha raiva em qualquer pessoa. – falei um pouco envergonhada pela forma que tinha tratado ele.

-Está tudo bem Bella, não se preocupe, eu entendo. – Carlisle falou com um sorriso gentil.

Foi só nesse momento que percebi que as roupas deles estavam rasgadas em algumas partes e Rosalie e Esme tinham folhas em seus cabelos.

-O que aconteceu com vocês? – perguntei surpresa.

Eles se entreolharam e então Jasper começou a explicar.

-Ontem à noite depois que você sumiu e voltamos para casa, eu e Emmett saímos para ver se conseguíamos pegar o rastro de James e Victoria e realmente conseguimos, porém ele levava a sua casa, não tocaram em Charlie, porém pelo o que descobrimos eles estavam tentando pegar alguma informação sobre você e deste então temos tentado os achar, porém está difícil. – Jasper falou.

-Eles de alguma forma conseguem escapar. – Alice falou frustrada.

-Esse é o dom de Victoria. – falei calmamente e quando eles me olharam confusos expliquei. – Ela consegue fugir de qualquer lugar ou situação, por isso James a mantem por perto.

-E como você sabe disso? – Emmett me perguntou confuso.

Eu rolei meus olhos, afinal isso estava bastante obvio, Victoria tinha jogado a verdade na cara deles e Emmett ainda me fazia uma pergunta dessas.

-Ela é uma bruxa Emmett, você não ouviu Victoria jogar isso na nossa cara? – Rosalie perguntou impaciente.

-Achei que ninguém tinha prestado atenção nisso. – falei sarcástica.

-Então você é mesmo uma bruxa? – Edward perguntou me olhando surpreso.

-Sim. – respondi calma.

-Isso me deixa bem mais tranquilo. – Edward falou calmo.

-Por que? – perguntei confusa.

-Por que, assim não tenho que ficar me preocupando se você está correndo perigo, me deixa mais tranquilo saber que você tem como se proteger. – ele falou beijando minha cabeça.

-Imagino que vocês tenham muito para conversar, então eu e os outros estamos indo caçar. – Alice falou e os outros concordaram com a cabeça e saíram.

Eu e Edward ficamos algum tempo em silencio e então ele me beijou, o beijo era doce no começo, porém logo ficou mais sensual e apressado, Edward em beijava sem medo, parecia um homem que sedento em um deserto. Minhas mãos subiram para seus cabelos e se enroscaram ali, a mão esquerda dele se infiltrou pela minha camiseta e só foi parar em baixo do meu seio, a outra se enroscou em meu cabelo, com um movimento rápido estava sentada em seu colo, podia sentir seu membro totalmente ereto, mesmo com as nossas roupas no caminho, sem nem mesmo perceber comecei a rebolar em seu colo o fazendo gemer, com um movimento rápido e brusco ele rasgou a minha camiseta jogando os pedaços dela pelo quarto, eu me afastei arfando, precisava de um pouco de ar, me deixando respirar ele voltou sua atenção para o meu pescoço, me fazendo gemer, com dificuldades consegui retirar a camisa que ele usava e a joguei pelo quarto, com um movimento rápido demais para mim ver ele me deitou na cama e rasgou a minha calça e logo a calcinha e o sutiã também seguiram o mesmo caminho, ele voltou a me beijar e com dificuldades consegui retirar sua calça e também a cueca boxer que usava, ao ver aquela perfeição me olhando com adoração não aguentei mais e o puxei para mim, abri minhas pernas permitindo que ele se colocasse no meio delas, logo seu membro estava encaixado em minha entrada.

-Tem certeza? – ele perguntou com a respiração pesada.

-Tenho. – falei arfando.

Ele sorriu maliciosamente e me penetrou com um único movimento, aquilo era demais para mim aguentar em silencio, acabei gritando quando ele me penetrou e mesmo ele sendo um vampiro, arranhei suas costas, o fazendo gemer e estocar com ainda mais força, ele me segurou pela cintura e me levantou, envolvi minhas pernas ainda mais firmemente em volta de seu quadril e segurei firme seu cabelo, em poucos segundos ele me jogou com força na parede mais próxima e me penetrava com ainda mais força e velocidade, se eu fosse humana com certeza estaria morta a uma altura dessas, porém eu sentia a tensão se acumular pelo meu corpo e também pelo dele, senti os dentes dele arranharem meu pescoço e eu sabia o que ele queria.

-Morta. – falei arfando.

-Tem certeza? – ele perguntou ainda se movendo dentro de mim.

-Sim. – falei e deixei meu pescoço a mostra.

Ele aumentou a velocidade e mordeu meu pescoço com força, não sei se gemi ou se gritei, só sei que o orgasmo passou pelo meu corpo e depois de uma última estocada, Edward se colocou dentro de mim até o máximo que conseguiu e se concentrou em se alimentar enquanto seu gozo me preenchia. Depois de longos minutos Edward se afastou de mim e me carregou até a cama e depois de me deitar ali, me cobriu com o lençol e se deitou ao meu lado me envolvendo em seus braços.

-Você está bem? Eu a machuquei? – ele me perguntou preocupado.

-Estou bem sim e você não me machucou. – falei sorrindo.

Ele riu e beijou minha testa, sem nem perceber acabei adormecendo em seus braços gelados.

No outro dia, acordei com Edward passando as mãos em meus cabelos, assim que ele viu que eu estava acordada sorriu e beijou minha testa.

-Bom dia meu anjo. – ele falou sorrindo lindamente.

-Bom dia, meu amor. – falei sorrindo.

-Alice trouxe uma muda de roupa para você. – ele falou.

Eu o olhei meio sem entender, não me levem a mal, eu ainda estava com sono, só então percebi que estava dormindo nua, olhei para Edward e percebi que ele estava vestido.

-Alice venho trocar de roupa depois da caçada e aproveitou para deixar uma roupa para você, ela viu que você iria precisar, principalmente que eu rasguei suas roupas. – Edward explicou.

Acenei com a cabeça e levantei da cama, escudei um rosnado e me virei para Edward, ele olhava com pura luxuria para meu corpo, rindo segui para o banheiro e liguei o chuveiro, depois de tomar um rápido banho, me enrolei em uma toalha e voltei para o quarto, Edward estava confortavelmente sentado na cama, assim que entrei no quarto ele me olhou e indicou a onde estava a roupa. Segui até o divã que tinha no quarto e peguei a muda de roupa que Alice tinha deixado para mim, era uma calça jeans preta, uma blusinha azul de manga cumprida, uma jaqueta de couro cinza e um par de tênis all star da cor preta. Assim que terminei de me vestir, virei para Edward que cantarolava para si mesmo.

-A onde estão os outros? – perguntei me sentando ao seu lado.

-Estão à procura do rastro de James e Victoria. – ele explicou olhando para mim.

-Não acha que deveríamos nos juntar a eles?

-Tem certeza? – ele perguntou preocupado comigo.

-Tenho sim. – respondi com firmeza.

Ele acenou com a cabeça e levantou, pegou a minha mão e me puxou para fora do quarto, seguimos de mãos dadas até a cozinha, na mesa tinha bastante comida, apesar de que eu sabia que era só para mim não iria reclamar, pois estava morrendo de fome, depois de comer quase toda a comida, para a surpresa de Edward, levantei e voltei para o quarto dele para escovar os dentes e então juntos fomos até onde os outros estavam.

Cerca de uma hora depois encontramos Carlisle, Esme, Rosalie, Emmett, Alice e Jasper, pelo o que eles falaram já tinham procurado por todos os lugares, porém sem nenhum sinal daqueles dois, comecei então a utilizar os meus poderes para ver se assim conseguia algum rastro deles. Já fazia horas deste que procurava aqueles dois junto com os Cullen’s, porém nada, isso só me deixava mais frustrada, já tinha começado a pensar em desistir quando senti a presença de James e Victoria, na mesma hora comecei a seguir o rastro, os Cullen’s estavam um pouco longe e não perceberam quando sai.

Corri por cerca de uma hora até chegar a uma cabana de madeira que parecia ter sido construída a muitos anos, pois em alguns lugares estava podre, dessa vez utilizei meu escudo mental para verificar se tinha alguém na casa e mais uma vez estava certa, James e Victoria estavam ali dentro, me aproximei furtivamente do lugar e com todo o cuidado e utilizando meus poderes para não deixar que nenhum deles percebessem minha presença, olhei pela janela, James estava sentado confortavelmente no chão e Victoria estava de pé a sua frente vestida com uma calça e com uma camiseta de pano leve, pelo jeito ela tinha arrumado roupas novas, antes que eu pudesse fazer alguma coisa James levantou a cabeça e farejou o ar, nessa hora os Cullen’s entraram na clareira.

-Droga. – falei baixinho, ao mesmo tempo em que James e Victoria saiam da cabana.

James atacou Edward e Victoria foi tentar fazer a mesma coisa, porém eu fui mais rápida e saltei sobre ela, enquanto eu e Victoria rolavamos no chã literalmente, Emmett, Edward e Jasper cuidavam de James, Victoria conseguiu me tirar de suas costas e me jogou na árvore mais próxima, com um gemido baixinho levantei e a encarrei com raiva, porém antes que eu fizesse alguma coisa Alice e Rosalie entraram na briga, Alice saltou sobre Victoria e tentava arrancar sua cabeça, Rosalie tentava a imobilizar, em poucos segundos eu entrei na briga e eu e Rose tentávamos segurar a ruiva para Alice arrancar sua cabeça porém não estava sendo nada fácil.

Um grito chamou a atenção de todos e assim que nos virarmos na direção dele, vimos quando Emmett e Jasper conseguiram imobilizar James e Edward com um único movimento arrancar a cabeça de James, assim que eles soltaram o corpo de James, eu gritei para eles se afastarem e com um único pensamento coloquei fogo. Victoria gritou enfurecida e como estávamos distraídas ela nos jogou longe e saiu correndo, Edward estava na mesma hora ao meu lado e me ajudou a levantar, ao mesmo tempo que Emmett e Jasper ajudavam Rosalie e Alice.

-Vocês estão bem? – Carlisle perguntou preocupado.

-Sim. – respondi me apoiando em Edward.

Tentei colocar meu pé esquerdo no chão, porém gemi de dor, pelo jeito eu tinha torcido o tornozelo.

-Droga. – falei me apoiando em Edward para não cair.

-O que aconteceu? – Carlisle perguntou preocupado.

-Acho que torci o tornozelo esquerdo. – falei.

Carlisle se aproximou e se ajoelhou na minha frente, ele ergueu minha perna esquerda e com cuidado retirou o tênis e começou a testar o meu tornozelo.

-Não quebrou e nem trincou o osso, você só torceu mesmo, porém vai ficar uma semana de molho na cama. – Carlisle falou se erguendo.

Na mesma hora Edward me pegou no colo e todos correram em direção a casa dos Cullen’s, assim que chegamos Edward rosnou e Alice e Rosalie se colocaram na frente de Edward, Jasper e Emmett se aproximaram da casa e logo voltaram com um papel na mão.

-O que é isso? – Carlisle perguntou.

-Deixaram esse bilhete para a Bella. – Jasper falou me entregando o bilhete.

Eu o peguei confusa, a letra eu não conhecia, porém assim que o li sabia muito bem quem o havia escrito.

A morte de James não ficará em pune, você e seu namoradinho iram me pagar, se preparem, pois, logo voltarei e vocês iram morrer.

Então Victoria iria querer vingança, isso seria muito interessante. Edward pegou o bilhete da minha mão e assim que terminou de ler rosnou furioso. Carlisle colocou a mão no ombro do filho e pegou o bilhete, assim que leu suspirou.

-Resolvemos isso depois, Edward, agora preciso cuidar do tornozelo da Bella. – Carlisle falou olhando para o filho.

Edward acenou com a cabeça e entrou dentro da casa sendo acompanhado pelos outros, me colocou sentada no sofá e se sentou ao meu lado segurando a minha mãe, logo Carlisle voltou com sua maleta e começou a colocar a facha no meu tornozelo, depois que tudo isso foi feito, Edward me levou para o seu quarto, depois de ter uma longa conversa com ele sobre Victoria e também depois de o fazer prometer que não iria atrás de Victoria. Eu queria vingança sim, porém minha prima já estava morta e eu tinha que proteger Edward e sua família a todo custo, pois algo me dizia que Victoria era muito mais perigosa do que os Cullen’s imaginavam.

Depois disso eu acabei pegando no sono, sabendo que Edward estaria ali velando meu sono e me protegendo.

Não me importava com o que teria que enfrentar no futuro, deste que Edward estivesse ao meu lado.


Notas Finais


Espero que tenham gostado....

Beijos...

P.S.: Se tudo ter certo eu posto mais um capitulo na sexta feira.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...