História Uma nova proxy! - Capítulo 37


Escrita por: ~

Postado
Categorias Slender
Personagens Personagens Originais
Tags Clockwork, Creepypastas, Hoodie, Kate The Chaser, Masky, Slender, Ticci-toby
Exibições 52
Palavras 944
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii gente. Me desculpem ai se eu deixei de responder alguém nos comentários kk está caindo muita coisa no meu spirit e nem tudo eu fico sabendo. Mas agora eu quero agradecer aos...
27 FAVORITOS AEEEEEE PORRA CARALHOOO!!!!
Obrigado gente serão *--* vo chora
Vocês fizeram a tia aqui muito feliz ^^ fico contente que estejam gostando da história.
Mas agora vou deixar vocês lerem.
Bjao :*

Capítulo 37 - Dia do Evan. Eu não sou o vilão


Fanfic / Fanfiction Uma nova proxy! - Capítulo 37 - Dia do Evan. Eu não sou o vilão

Evan on


Sim eu estou começando a narração e sim eu sei que vocês me odeiam. Mas vocês já viram o meu lado? Eu sei que na história eu passo pelo malvado mas vocês já viram a minha história? Oque eu perdi? Quem eu perdi? Falam que eu não tenho coração, mas, eu tenho um, quebrado e inutilizado pela falta de emoções mas eu tenho. Qual o problema se eu realmente comecei a gostar da Kate? Só porque o mini - cheff gosta dela? O mini - cheff não é o mocinho o tempo todo! Eu passo pelo vilão mas ele também é um! É isso que eu estou pensando nesse exato momento enquanto olho pela janela. Eu sou o mais detestado dos proxies e eu já estou cansado disso. Sei que Hoodie deixou Masky ficar com a Kate, mas eu não vou largar os sentimentos que eu tenho por ela nem tão cedo.


- Hey Evan?


Toby me chamou 


- Oque você quer? 


Perguntei me virando para o moreno mais novo do grupo


- Você está pensativo. Aconteceu alguma coisa?


- Nada.


Falei voltando a olhar para a janela e me perdendo em meus pensamentos. 


Evan off


Hoodie on


- Ele não parece muito bem.


Falei olhando para Toby


- Acho que é por causa daquela treta toda com o Masky. 


- Você acha que isso vai acabar assim?


- Claro que não. Isso é apenas uma página do livro. 


Toby voltou a olhar para seu psp 


Hoodie off


Masky on


Acordei um pouco sonolento, queria dormir mais, porém os barulhos emitidos pelo psp do Toby não me deixavam cair novamente no sono. Olhei para Kate, ela ainda dormia, mas, parecia assustada. Cheguei perto dela e acabei acordando ela que assustada acabou gritando.


- Calma Kate sou eu.


Falei acalmando ela


- Que susto, não faça mais isso.


Ela falou colocando a mão na cabeça


- Ainda tá com dor de cabeça? 


Perguntei olhando para a expressão de dor que ela tinha


- Sim, agora por favor me deixa dormir em paz.


Ela parecia nervosa então deixei que Kate voltasse a dormir.


- Vocês sabem o que está acontecendo com a Kate? 


Perguntei indo até Hoodie e Toby que prestavam atenção na estrada 


- Não sei, talves ela esteja cansada mesmo.


- Eu não acho que seja isso. Ela está estranha desde que fomos a casa do doutor.


- Bem ela pegou uma carta lá mas não quis me mostrar. Acabei deixando de lado. Não devia ser nada importante. 


- Carta? Aonde ela guardou?


- Acho que no bolso da blusa.


- Bolso?


- Aquele lugarzinha de colocar as mãos songamonga!  


Hoodie falou um pouco irritado. 


Fui até Kate na tentativa de não acorda-la, mexi sua mão para poder pegar a carta e por sorte ela não acordou.


- Bem vamos ver oque a carta fala.


Falei abrindo o papel que estava amassado. 


Na carta o Dr.James falava sobre o motivo de ter cometido suicídio. O operador era um dos motivos mas o outro era diferente... ele falava de vozes. Será que era isso que Kate queria ter me falado.


Masky off


Evan on


Continuei olhando para a janela, a voz de Masky estava me irritando, e vai por mim, se eu o chamei de Masky é porque eu não aguento mais. Enquanto eu olhava pela janela eu fiquei pensando na minha vida, na verdade a minha ex vida, eu matei todos os meus amigos, só sobrou o Vine e eu e ele não nos falamos mais. Eu tenho um remorso tão grande do que aconteceu, mas eu fui obrigado. Eu até tentei escapar do operador mas eu falhei miseravelmente. Fico imaginando se eu tivesse uma vida normal, nesse exato momento eu estaria me divertindo com meus amigos. Mas o operador estragou tudo, ele tirou tudo o que eu tinha, as pessoas que eu me importava, as pessoas que eu amava. Tudo! Eu perdi tudo! E o Masky, aquele que vocês pensam ser o mocinho, ele só é um cara egoísta e sem sentimentos algum. Quando eu cheguei implorando por ajuda, ele me tratou da maneira mas fria possível. É por isso que eu acho que ele não merece ela. Ele logo logo vai largar ela como um brinquedinho que já perdeu o valor. Eu não sou o vilão. 


- Alguém quer parar para lanchar? 


Hoodie parou próximo a uma pizzaria.


- Sim vamos!


Toby gritou animado


Descemos do carro e entramos no local. Sentamos em uma mesa qualquer e pedimos 2 pizzas grandes, estávamos famintos então não faria mal algum.


- Você está melhor?


Ouvi Masky perguntando a Kate


- Sim, eu tomei um remédio.  


Ela respondeu um pouco sonolenta.


Fiquei observando ela o tempo todo. Estava com uma cara cansada e uma vez ou outra ela resmungava algo sozinha. Assim que a pizza chegou fomos comer.


- Graças a Deus. Eu achei que ia morrer de fome!


Hoodie falou gritando.


- Gente eu vou ali e já volto.


Kate nos olhou e saiu correndo para algum canto qualquer da enorme pizzaria, logo depois vi um policial se aproximando da gente. Ele segurava um cartaz de desaparecido e adivinha.... a Kate estava no cartaz. Entedemos a reação dela mas eu não consegui entender a situação em questão. 


- Ah droga. 


Masky falou assim que o policial saiu


- Esqueci de que fugimos da casa da tia de Kate. Ela deve estar desesperada procurando a sobrinha.


Kate voltou com o capuz na cabeça.


- Ele já foi Kate.


- Amém. 


Ela falou tirando o capuz. 


Assim que terminanos de comer, pagamos e fomos embora.


Invertemos os lugares no carro. Masky foi dirigindo, Hoodie foi ao lado, Toby atrás com a gente e eu do lado de Kate. Eu estava cansado e resolvi dormir. Não demorou muito para que eu acordasse e me deparasse com uma Kate dormindo no meu ombro. Fiquei com dó de acorda-la e deixe ela ali mesmo


Notas Finais


Espero que tenham gostado do cap de hoje ^^
Um beijo um queijo e um presunto pra vcs :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...