História Uma nova sereia - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção, A Sereia
Personagens Akinli, America Singer, Aspen Leger, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Kahlen, Kriss Ambers, Lucy, Marlee Tames, Maxon Calix Schreave, May Singer, Princesa Nicoletta, Rainha Amberly, Rei Clarkson
Tags A Seleção, A Sereia
Exibições 97
Palavras 331
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Mistério, Suspense, Violência

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Um dia no cruzeiro


Fanfic / Fanfiction Uma nova sereia - Capítulo 2 - Um dia no cruzeiro

eu estava em meu quarto do cruzeiro terminando a maquiagem para ir ao salão de festas, pois iria ter uma "balada" e estava louca de vontade de não pensar em Maxon. A balada durou até as três horas da manhã e eu só saí no final.

Eu estava quase caindo de bêbada  no corredor, quando uma menina me encontrou e perguntou:

- qual seu nome?

-América - respondi com uma tontura imensa.

- o meu é Amanda, se precisar de alguma coisa estarei aqui tudo bem? - ela falou com uma voz doce e calma.

- tudo be.... - não consegui nem terminar de falar e tudo escureceu.

um tempo depois acordei na ala hospitalar do cruzeiro porque segundo o médico eu havia desmaiado.

P.O.V. Maxon

havia se passado mais ou menos um mês que a seleção acabou e eu estava louco de saudades da América, eu seria tão feliz com ela e não do jeito que eu estou com Kriss já que ela não parava quieta um minuto.

depois do jantar fui até o antigo quarto da América, estava igual como eu havia deixado, de repente minha mãe entra e fala:

- filho venha dormir.

- hoje eu vou dormir aqui mãe - eu respondi

- seu pai vai brigar. - ela falou com doçura

- mesmo assim eu quero lembrar da minha verdadeira querida - falei

a porta se abriu e meu pai entrou

- Maxon saia já desse quarto inútil - falou ele com o rosto vermelho de tanta raiva

- eu vou dormir aqui hoje - respondi

- não você não vai Maxon - ele respondeu e começou a me bater

- bata em mim não nele Clarckson - minha mãe falou , mas ele começou a bater em nós.

depois de um tempo acordamos os dois ( eu e minha mãe) na ala hospitalar e soubemos que meu pai havia renunciado o trono e eu seria coroado como rei, mas eu só conseguia pensar em América.


Notas Finais


espero que tenham gostado desse capítulo.
bjos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...