História Uma nova vida - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Elizabeth Midford, Hannah Annafellows, Personagens Originais, Sebastian Michaelis
Tags Ciel, Sabastianxciel, Sebastian
Exibições 182
Palavras 1.257
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpe pela demora gente. Mas tenho uma novidade ..estou fazendo mais um fic do nosso lindo casal Sebastian e ciel.
E esse motivo da demora. Enfim..!

Boa leitura.

Capítulo 16 - Capítulo 16


Sebastian on

Logo após ater deixado ciel na escola resolvi ir na empresa verificar como estava indo o trabalho de Hiro. Chegando na empresa vou direto para meu escritório e vejo que está tudo organizado do jeito que deixei, me aconchego em minha cadeira e abro meu notebook para pode verificar com estava os processos de entrega dos celulares e afins.

Fiquei por volta de duas horas analisado tudo, peguei meu celular era por volta das 10hs ainda era cedo e já estou sentido falta do meu anjo. AH! Se concentra sebastian. Trabalho. Trabalho....Quer saber não consigo para de pensar naquele corpo delicado, frágil, sua pele branquinha, seu gosto tão bom com esses meus pensamentos já fico excitado só de imaginar entrando naquele buraquinho apertado. Estava tão distraído em meus pensamentos pervertido.

- Sebastian? – Era a voz de Claude. – Está me ouvindo?

- Hã?

- Eu estou te chamando já faz uns 10 minutos. O que te faz tão distraindo hein? -Perguntava Claude.

- Ora é simples. Meu lindo irmãozinho.

- Ah! Já se reconciliou?

- Sim e ainda melhor que isso.

- Serio? Então pode contar agora.

Claude sabia do meu envolvimento com ciel e assim ele me dava bastante apoio, dica e opiniões, por fim contei tudo que havia acontecido desde a viagem de ciel até os momentos íntimos que tive. Realmente eu contei tudo não tenho vergonha não Claude sempre me ajudou e sou grato ter conhecido. Ficamos conversando até o horário de almoço que provavelmente ciel já estava de saindo na escola.

- Bom tenho que pegar meu anjo na escola. – Falei.

- Ok! Vai lá que eu cuido de tudo aqui. Ah, uma coisa que esqueci de avisar e é muito importante você terá uma reunião no final do mês na cidade vizinha.

- Certo, me mande tudo por mensagens que agora preciso ir.

Sai disparado para escola de ciel e ainda bem que cheguei no horário certo os alunos nem havia saído ainda. Fiquei esperando por alguns minutos até eu ver meu lindo amado abraçado o loirinho, realmente aquele menino me tira do sério. Mas calma Sebastian, você é um adulto se comporte com um. Ciel se aproximou e assim estramos no carro ficamos em silencio pelo resto do caminho. Não quero admitir, mas eu realmente estava com MUITO ciúmes e com raiva.

 Chegamos em casa fui direto para um banho e me acalmar. Depois de longos minutos sai do banho me sequei e vestir apenas uma box preta. Me deitei na cama e assim me apaguei. Quando acordei ouvi alguém me chamando.

- Sebastian.

Senti ele se aproximando e em um só movimento lhe puxei para meu colo. E assim lhe abracei, por mais que sentir ciúmes eu não consigo ficar sem falar com esse pequeno.

- Sebastian, o que foi? Porque está assim? – Me perguntou, mas isso não é meio obvio?

- Sinceramente? Fiquei com ciúmes daquele loiro oxigenado. – Falei a verdade tenho certeza de que ele já sabe, mas porque pergunta?

- Sebastian, para com isso. Ele é sou meu amigo.

- Mesmo assim.

- Para com isso. Está bem ele é só meu amigo. A pessoa que gosto é você. – Fiquei tão feliz por ter falado uma simples palavra “ Gostar “ Que nesse momento esqueci de tudo até do ciúme bobo que tive. Sendo assim me aproximei de seu rosto e lhe beijei. Aproximei de seu ouvido e sussurrei.

- Te amo meu pequeno.

- Eu também. – Novamente a felicidade voltou com toda força após essa confissão lhe beijei novamente.

Depois de alguns caricias e beijos conversamos sobre como foi o primeiro dia na escola. Pelo jeito que ele me contou tudo parecia que gostou. Conversamos até hiro bate porta dizendo que estava com fome.

- Sebastian to com fome - Gritava Hiro do outro lado da porta – Para de namorico e faz a comida.

- Já estou indo. - Gritei de volta.

Descemos para cozinha e preparamos o jantar. Conversamos bastante, ciel já estava mais soltou. Não era tão tímido como assim, fiquei observante e realmente ele havia mudado.

(...)

Logo após o jantar com tudo arrumado cada um foi para seu quarto e é claro ciel foi para o meu porque agora não é mais MEU é NOSSO. Estávamos deitamos ciel brincava com seus dedos em meu abdome enquanto acariciava seus cabelos que agora estava mais longo. Estava tudo em completo silencio e o quarto permanecia na escuridão uma única luz que iluminava era da lua a janela estava aberta pois estava um clima quente.

- Ciel – Quebrei o silencio.

- Sim.

- No final do mês eu irei viajar para uma reunião da empresa. – Logo ciel me interrompe.

- Posso ir com você? – Me perguntou.

- Bom se não tiver nada de importante na escola sim. - Falei.

- Obrigado. – Falou e logo subiu em meu colo me abraçando.

Me endireitei na cama e assim puxando mais seu corpo no meu e assim segurei seu rosto com delicadeza e lhe dei um selinho logo após virou um beijo cheio de volúpia introduzi minha língua em sua boca pedindo passagem que em seguida foi concedida. Passei minha mão em seu cabelo puxando de leve fazendo meu pequeno arfa desci minha outra mão em sua cintura passando pela sua coxa e apertado com força pude até ouvi seu gemido.

- Ah. Sebastian.

- Sim?

- Estou tão quente. – Olhei para seu membro já estava duro.

- Quer ajuda?

Ele apenas assentiu. Logo joguei seu corpo para traz fazendo o mesmo deita sobre a cama tirei sua box e puder ver seu membro rosado pulando para fora. Tirei a minha também e logo após puxei ciel novamente para meu colo. Pude perceber que ele encarava meu membro.

- Está tudo bem? – Perguntei.

- S-Sim.

 Olhei para ciel seu rosto pude ver que estava completamente corado, me aproximei de seus lábios e o beijei e ao mesmo tempo começei uma masturbação dubla, movimentei para cima e para baixo ciel gemia entre os beijos e assim comecei a acelerar. Entre gemidos e urros gozamos ao mesmo tempo.

Ali daquele jeito trocamos mais alguns beijos e nos limpamos. Ciel deitou novamente em meu peito e não demorou muito para adormecer.

 

Acordei de manhã ciel já não estava mais no quarto sendo assim me levantei e me arrumei. Desci as escadas puder ouvi ciel conversando com hiro.

- Nossa ontem nem dormi direito sabe. – Dizia Hiro.

- Ah sério? – Perguntei entrando na cozinha.

- Sim, umas certas pessoas não sabem ficar quietas – Vi ciel ficar vermelho de vergonha.

- Hiro você só reclama, tenho certeza que está na seca. – Rir com esse pensamento.

Conversamos mais um pouco e depois tinha que levar ciel para escola. Chegando na frente do portão antes de ciel sair do carro lhe puxei para um beijo e assim me despendido em seguida. Vi meu pequeno sumir entre a multidão de alunos logo em seguida dei partida no carro direto para casa.

A manhã foi tranquila fiz alguns trabalhos, mas quando deu 11hs não sabia se eu ia ter tempo de ir buscar então lhe mandei mensagem.

“ Meu anjo houve um imprevisto e não conseguirei lhe buscar, vou pedir para Claude lhe levar para casa “

11:02

“ Tudo bem, o Alois vai lá para casa. Temos um trabalho em dupla para fazer “

11:11

“ Está bem, até mais tarde “

11:12

 

Mandei uma mensagem para Claude e assim seguir para reunião.

“ Claude busca ciel e o amigo dele na escola “

11:15



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...