História Uma nova vida - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, Black Pink, Got7
Personagens BamBam, D-Lite (Daesung), G-Dragon, Jackson, JB, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jungkook, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Namjoon Bts Rap Monster
Visualizações 23
Palavras 604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii, as vagas dos novos personagens ainda estão abertas, a ficha está no cap anterior, nos comentários

Capítulo 2 - Cap 02


Fanfic / Fanfiction Uma nova vida - Capítulo 2 - Cap 02

___x___x___x___x___x___x___x___x

                 Cap 02

         Autora on:

Passou uma semana, desde o sequestro de Isabelly. Daniel foi enterrado, aliás ele era um grande amigo de Johnson. Pedro não se alimentava direito, mas nem sair da cama, ele tinha vontade. Ana não sorria mais, Felipe não tirava a cara de paisagem, mas nem um minuto. Johnson estava mais nervoso que o normal. E a Vitória? Bem...... tava sorrindo até pras paredes.

        Johnson on:

Deitado na grande cama, do meu quarto, eu estava à observar uma foto da Isabelly. Tinhamos tirado essa foto, na viagem em que nós dois fizemos pra Paris. Ah! Quanta falta você me faz princesa!

Hilary: ah querido! Tira essa cara vai!_ falou manhosa

Eu: não posso, ela é a única que eu tenho!_ disse para ela. Me levantei, sentando na cama._ ou você quer que eu faça plástica?_ perguntei sarcástico

Hilary: arg! Eu sinceramente não entendo esse seu mau humor. Você deveria estar feliz!

Eu: feliz com o que? Pelo sequestro da nossa filha?

Hilary: sua filha! Eu já te falei que eu não a suporto! E tô dando graças a deus, por ela ter sido sequestrada! Tomara que ela morra!_ quem essa vadia pensa que é? Como se atreve falar da minha filhinha assim? E ainda desejar a sua morte! Bem...como eu sei controlar bastante a minha raiva, dei um tapa na cara dela.

Eu: cala a boca! Repita isso de novo e eu não respondo por mim!_ sai do quarto, batendo a porta forte. Desci até a sala principal e sentei no sofá, tentando me acalmar.                                 Ouvi uns passos até onde eu estava, tirei o braço dos meus olhos pra ver quem era.

Era Ana que estava com uma carinha de choro, segurando um urso de pelúcia branco.

Eu: o que foi?_ perguntei sem paciência

Ana: ninguém quer brincar comigo paiiiiii_ disse fazendo uma voz fofinha

Eu: e o que eu tenho haver com isso?

Ana: brinca comigo, por favor. A única que brincava comigo era a Isa e agora ela não está mais aqui!_disse com os olhos marejados, fazendo um biquinho

Eu: você não acha que já está muito grande pra ficar brincando? Eu não vou brincar com você!_falei rude, aumentando o tom de voz, mas para a minha surpresa, Ana largou o urso e veio sentar no meu colo, me abraçando.

Ana: eu sei que o senhor tá nervoso, todo mundo tá! E para podermos achar a Isa, precisamos ter paciência e ficarmor calmos!_ ela tem razão! Em toda a semana a única que está tentando me acalmar foi ela. Aos poucos foi retribuindo o abraço, eu realmente tô precisando disso

           Autora on:

Do alto da escada, Vitória encarava aquilo tudo com certo nojo.

Vitória: awn, que fofinho! Pai e filha se reconciliando! É bom mesmo que Ana acalme papai, porque eles nunca mais vão ver a querida Isabelly! Hahaha....eu sou de mais! Hahahaha_ disse ela baixinho para que nenhum dos dois escutassem._ isso é patético!






Bem longe dali, Isabelly se encontrava aos prantos. Não lembrava de nada que tinha acontecido, não sabia do por quê de estar ali.

Toda machucada, a garota apanhava todo dia, masmo obedecendo todas as ordens, ela continuava apanhando. O seu único alimento era um pão velho, que lhe davam toda a noite. Ela mesma se perguntava como ainda estava viva.

Amarrada em uma cadeira, Isa estava sangrando. Por uma pequena janela, que tinha naquele quarto escuro e nojento, ela viu que ainda estava de dia, o que significava que mais tarde, iria ter mais uma sessão de espancamento.














Mais longe dali, do outro lado do mundo, na Coréia do Sul, em Seul, Namjoon arrumava as suas malas. Aparentemente feliz, por finalmente ir conhecer  sua futura esposa.

       Mal sabia ele, da bomba que lhe esperava.


Notas Finais


Tchau, até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...