História Uma Nova Vida- Camren Version - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Tags Camila Cabello, Camren, Lauren Jauregui
Visualizações 47
Palavras 2.729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como eu sou um amor vou postar 2 cpt hj, mais tarde tem mais

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Uma Nova Vida- Camren Version - Capítulo 2 - Capítulo 2

Havia chegado o dia do meu teste, eu estaria fazendo uma prova para conseguir bolsa para estudar em uma conceituada escola particular, eu precisava ser a melhor, porque além de ser candidata a bolsa eu precisava mostrar meu nível de conhecimento para não ficar atrasada em relação aos alunos da minha idade. Meus nervos estavam conseguindo o melhor de mim, eu nunca estive em uma escola antes, estava completamente apavorada.


Estava em uma sala com mais um monte de adolescentes e pais.


- Boa tarde pessoal, meu nome é Sr. Laritate, eu sou o diretor dessa escola, vocês todos vieram com interesse nas bolsas de estudo que esta instituição oferece. Nós temos apenas algumas disponíveis, será aplicada uma única prova, e os alunos que conseguirem as notas mais altas, a escola estará entrando em contato.


- Como vocês são muitos, estaremos dividindo em duas salas para aplicação. Vocês terão duas horas. Todos entenderam? – houve um coro de sim – Ótimo. Os primeiros nomes que eu chamar irão se dirigir a sala com a Sra. Preston e os demais irão com o Sr. Dempsey – Sr. Laritate foi falando os nomes e cada criança se dirigiu ao seu professor designado, sobrando apenas eu – Você deve ser Camila Cabello, certo?


- Sim.


- Dona Marta me falou ótimas coisas sobre você, como você está aqui não só por causa da bolsa, mas também para a prova de nível, eu estarei aplicando essas duas avaliações.


- Ok.


- Me acompanhe até meu gabinete – eu o segui até sua sala – Você terá apenas uma hora a mais que os demais alunos para fazer as duas avaliações, então sugiro que esteja bastante concentrada.


- Eu estou Senhor.


- Ótimo, você pode se sentar naquela mesa – me sentei e logo em seguida Sr. Laritate me entregou a prova – Esta é a avaliação para sabermos seu nível de conhecimento, assim que terminar, te entregarei a avaliação da bolsa, tudo bem?


- Tudo bem – comecei a fazer a prova e achei tão fácil que comecei a questionar se havia um monte de pegadinha na prova.


Assim que terminei a primeira avaliação, já comecei a segunda que era muito importante, se eu não conseguisse entrar aqui teria que procurar uma escola publica mesmo, não que eu me importasse, mas eu queria conseguir estudar aqui para deixar a D. Marta orgulhosa, ela acreditava tanto no meu potencial que eu não queria desapontar. A segunda avaliação estava bem mais difícil do que a primeira, mas mesmo assim consegui responder todas as questões antes do meu tempo acabar.


- Nós entraremos em contato com você Srta. Cabello – Sr. Laritate falou quando eu entreguei minha avaliação.


- Ok. Obrigada pela oportunidade...mas quando exatamente eu vou ficar sabendo se eu consegui a bolsa ou não?


- Três dias.


- Ok. Obrigada novamente, fico esperando por seu telefonema.


Assim que sai do prédio Cristian estava me esperando juntamente com Miranda, meus dois melhores amigos.


- Hey Cris, Mi.


- Como foi? Você acha que conseguiu? Estava muito difícil? Será que você conseguiu responder a todas as questões? – Cris perguntou sem me dar chance para responder nenhuma das perguntas.


- Ok. Qual resposta você quer que eu responda primeiro? – falei em tom de deboche.


- Argh. Que tal todas?!! Vamos, estou morrendo de curiosidade.


- Ok. Eu acho que fui bem, a prova para saber meu nível estava muito fácil, então acho que vou ser capaz de ficar no mesmo nível das pessoas da minha idade – os dois me abraçaram apertado me fazendo rir – Já a avaliação da bolsa eu achei um pouco difícil, mas acho que mesmo se eu não conseguir os 100% que eu queria. Eu vou ser capaz de pegar um bom desconto.


- Que ótimo amiga, a prova devia tá foda mesmo pra você que é a pessoa mais inteligente que eu conheço, falar isso, devia estar em nível de faculdade – Miranda falou.


- Obrigada, mas não exagera, e quantas vezes vou ter que pedir para você parar de xingar?


- Desculpa, força do habito.


- Ok. Como você conseguiu pegar o carro sem estar trabalhando? E porque vocês dois estão aqui?


- Eu estou trabalhando, sai para comprar um remédio para megera filha, ela só não precisa saber que eu vim aqui primeiro – Cris falou com um sorriso.


- Você sabe que ela vai questionar do porque você demorar tanto, certo?


- Tive que rodar em um monte de farmácia para encontrar seu remédio Srta. Cadela, mas eu finalmente encontrei – Cris falou como se estivesse falando com Gigi, fazendo eu e Miranda rir alto.


- Eu estou de folga, então pedi Cris para me pegar, nós queríamos estar aqui para te dar um apoio moral – Miranda falou.


- Obrigada, vocês são os melhores amigos que alguém poderia pedir – falei abraçando os dois – Eu amo vocês dois.


- A gente também te ama, mas agora vamos antes que a fedelha comece me ligar dando piti.


- Vamos.


Jogamos conversa fora no caminho para casa. Cris deixou Miranda em sua casa e continuamos nosso caminho.


- Quando você vai saber a resposta? – ele me perguntou assim que estacionou na garagem da mansão.


- Três dias, estou tão animada para estudar – falei sorrindo pra ele.


- Que bom que pelo menos uma pessoa neste mundo gosta de estudar, ainda bem que não preciso me preocupar com isso mais – Cris tem 20 anos um ano mais velho que Miranda.


- Você tem que se preocupar com isso sim, e a faculdade você não pretende fazer nunca?


- Não. Eu odeio estudar e estou confortável desse jeito.


- Como você pretende cuidar de Miranda se você não quer se aprimorar para conseguir um emprego melhor – sim ele era apaixonado por ela mas tinha medo de falar, mas ela também gostava dele, eles eram um pouco estúpidos que ainda não perceberam, mas eu já estou trabalhando nisso.


- Você pode falar isso baixo, alguém pode escutar – falou olhando para todos os lados se certificando que ninguém escutou – Eu ganho bem trabalhando aqui Mila e eu gosto do que eu faço, eu não tenho a mesma ambição que você tem, eu gostaria de ter, só que não é para mim entende. Eu sei que você vai longe e isso já me deixa feliz, então agora pare de falar para eu ir estudar, senão vou deixar de ser seu amigo – falou em um tom falso de seriedade.


- Ok, não falo mais, eu só quero o melhor pra você também.


- Eu agradeço isso, mas eu estou legal tudo bem?


- Tudo bem – estávamos caminhando para a casa principal, nós nem tínhamos chegado a porta e ouvimos aquela voz desagradável que fazia parte dos meus pesadelos.


- Cristian que inferno, onde você foi comprar este maldito remédio? Na Sibéria? – Gigi perguntou só me notando depois – Você demorou tudo isso para ir buscá-la? O que é isso agora? – ela estava furiosa.


- Não Srta. Gigi, não achei seu medicamento nas farmácias próximas daqui, então tive que ir mais longe, eu apenas encontrei Camila no caminho e dei uma carona – ela ficou olhando para nós decidindo se acreditava ou não.


- Que seja, onde está o que eu te pedi – Cris entregou o pacote e ela saiu sem olhar para trás.


- De nada Cadela – Cris falou baixinho me fazendo rir – Sério eu acho que essa menina nunca aprendeu a palavra obrigada.


- É...não sei porque ela me odeia tanto, quer dizer, ela odeia todo mundo mas me sinto até especial – ele riu.


- Você tem sorte que não vai estudar na mesma escola que ela.


- Nem me fala – nós rimos de novo. Gigi estudava na melhor escola particular de Nova York ela já estava no ultimo ano, então se eu tiver sorte o próximo ano ela estará na faculdade e eu não a veria com tanta freqüência.


Havia se passado quatro dias desde que eu fiz minha avaliação, eu não tinha recebido nenhuma ligação ainda, estava desanimada, ele tinha falado três dias, então acho que não consegui nem a bolsa e devo ter ido muito mal no meu teste de conhecimento de nível.


- Mila! Ele já ligou ?– Miranda compartilhava do meu drama.


- Ainda não.


- Não fique desanimada, vai ver que ele não ligou ainda, porque era muita gente e muitos testes para corrigir, ele vai ligar.


- Espero que sim – suspirei – Estava tão empolgada mas agora não sei o que pensar, será que eu fui tão mal assim?.


- Impossível, desculpe a palavra, mas você é a maior nerd que eu já conheci em toda minha vida, e eu conheci bastante, acredite – falou sorrindo.


- Não sei se isso é um elogio ou não, mas obrigada.


- Pode considerar um elogio, você é muito inteligente Mila, eu ainda não consigo acreditar como você sabe de tantas coisas sem nunca ter estudado, apenas através de livros, quer dizer você tem um dom garota – eu sorri.


- Obrigada Miranda, só mesmo você para me animar neste dia horrível – falei enquanto continuava limpando a piscina.


- Mila seu celular está tocando – D. Marta havia me dado o celular para poder se comunicar comigo sem precisar ficar pedindo para alguém me chamar toda vez que ela precisava de mim. Eu tinha deixado meu telefone em cima de uma das cadeiras da piscina e estava tão envolvida no meu próprio mundo que não escutei tocar.


- Alô – respondi ansiosa.


- Camila Cabello? – veio uma voz grossa do outro lado da linha.


- Sim, sou eu.


- Aqui é Mendes da escola Waverly High School, você poderia comparecer na escola ainda hoje?


- Claro, qual horário?


- Estarei aqui até às 5. E traga seus documentos pessoais.


- Sim Senhor, estarei ai – ele falou tchau e desligou o telefone


- E ai quem era? – Miranda me perguntou depois que eu não consegui falar nada.


- Era da escola, eles querem que eu vá até lá e leve meus documentos.


- Isso quer dizer?!


- Eu não sei ainda, eu preciso ir até lá para descobrir.


- E o que você está esperando?


- Eu preciso terminar de limpar isso, senão Gigi vai ficar no meu pé ainda mais – Miranda me olhou e depois começou a olhar para os lados.


- CRIS VENHA ATÉ AQUI – ela gritou machucando meus ouvidos.


- Você poderia ter me avisado que iria berrar desse jeito – Cris venho correndo preocupado.


- Aconteceu alguma coisa? Vocês estão bem?


- Sim estamos bem. Mila acabou de receber uma ligação da escola, ela precisa ir até lá mas ela não terminou de limpar a piscina e está preocupada porque você conhece a piranha da nossa chefe. Você pode terminar isso para ela?


- É claro que eu posso, O que você está fazendo aqui ainda? 


- Obrigada, vocês dois – falei abraçando os dois e corri para minha casa. Me troquei, peguei meus documentos e me dirigi para a escola. Ela não ficava muito longe de onde morava, eram 10 quadras até a escola era um pouco cansativo ir andando, mas desde que eu estou economizando todo o dinheiro que eu ganho, resolvi caminhar mesmo.


Cheguei na escola me dirigindo a secretaria.


- Oi, Sr. Mendes me ligou pedindo para eu vir até aqui – falei com a moça que estava na mesa.


- Sim. Qual seu nome?


- Camila Cabello– ela ficou olhando uns papeis que estavam em cima de sua mesa.


- Você pode se sentar naquelas cadeiras e aguardar que o Sr. Laritate vai falar com você


- Obrigada – fiquei um pouco surpresa que o diretor da escola vai falar comigo, sentei na cadeira esperando ser chamada.


- Camila você pode entrar agora – a mesma moça me chamou depois de 15 minutos esperando – Só bater e entrar.


- Ok. Obrigada – me dirigi até a porta, bati e entrei logo em seguida.


- Camila, sente-se por favor – Sr. Laritate falou enquanto olhava para uns papeis em sua mesa.


- Obrigada.


- Você deve estar se perguntando, ele não disse que seria três dias? Por que estou sentada em sua mesa quatro dias depois? – ele falou tentando imitar minha voz, eu ri para isso porque foi uma imitação ridícula, pelo menos eu espero, porque se eu tiver uma voz assim, vou precisar dar um jeito.


- Não, quer dizer sim, eu estava ansiosa e quando o Senhor não me ligou achei que tinha falhado em ambos os testes.


- Não, não, tinha muitas provas para serem corrigidas por isso levou um dia a mais – ele falou olhando para mim – Você me disse que nunca havia estudado antes?


- Não, eu nunca frequentei uma escola, mas estava sempre lendo e isso me ajudou, eu tenho uma boa memória, então aprendo rápido.


- Eu posso ver – ele estava me dando um olhar curioso que estava me deixando desconfortável – Você obteve a melhor nota de todos que fizeram a prova.


- Sério?! – não consegui conter minha felicidade.


- Sério.


- E o que isso quer dizer, será que eu consegui a bolsa? – falei esperançosa.


- Sim você conseguiu a bolsa, eu vejo que você tem muito potencial Camila, D. Marta me contou sua história, eu estou impressionado de como você conseguiu passar por tudo aquilo sozinha em uma idade tão jovem, e mesmo assim não se desviar para um caminho obscuro.


- Obrigada – falei de cabeça baixa porque estava um pouco envergonhada.


- Nunca abaixe a cabeça para iisso Camila, você não tem nada com o que se envergonhar, você é uma guerreira e o mundo precisa de pessoas como você.


- Obrigada Sr. Laritate, significa muito pra mim.


- Não precisa agradecer – ele falou com um sorriso – Vamos ao que interessa certo? Sua avaliação para saber que nível você estava me surpreendeu, você acertou 49 das 50 questões, e só errou essa ultima por um numero errado, uma confusão numérica no começo do calculo, talvez uma distração, mas isso é o de menos, então você estará na mesma grade que as outras crianças de sua idade – meu sorriso cresceu tanto depois de ouvir isso – Quanto a avaliação para bolsa, como eu disse antes você foi o melhor aluno, então a escola vai oferecer a bolsa de 100% para você.


- Sério?! Muito obrigada, o Senhor não vai se arrepender, vou dar o melhor de mim para aprender.


- Eu acredito em você – ele falou sorrindo – Só tem mais uma coisa.


- O que é?


- Eu tenho muitos estudantes que tem problemas para se concentrar e entender a matéria que o professor está explicando, eu posso contar com você para me ajudar com esses alunos dando aulas de reforço? Claro você seria paga pelos pais desses alunos.


- Sim, o Senhor pode contar comigo, eu só não posso ficar muito tempo porque tenho que trabalhar.


- Não se preocupe, nós vamos conciliar tudo isso, bem vinda ao Waverly High School Camila, você pode entregar sua documentação para minha secretaria para fazer sua matricula – ele estendeu a mão e eu apertei – Até o próximo ano Camila.


- Até o próximo ano Senhor. Obrigada mais uma vez, mal posso esperar para estudar aqui – sai da sala e entreguei meus documentos para a moça na recepção, ela fez minha matricula e me deu um papel com todas as regras da escola.


Assim que cheguei em casa fui abordada por duas pessoas frenéticas me questionando sem parar.


- Eu consegui a bolsa de 100% - eles pularam e gritaram e eu não me contive e comecei a pular e gritar com eles.


- Eu sabia que você ia conseguir, como eu disse você é a garota mais inteligente que eu conheci – Miranda falou.


- Na verdade você falou que eu era nerd – ela riu.


- Dá na mesma.


- Se você conseguiu a bolsa de 100% quer disser que você vai entrar na mesma grade que os alunos de sua idade certo? – Cris perguntou.


- Exatamente, eu consegui acertar 49 das 50 questões – falei orgulhosa.


- Como eu disse, nerd – Miranda falou rindo.


- Que seja. Obrigada por vocês terem me ajudado tanto, eu não conseguiria se não fosse com o apoio de vocês dois – eles dois me abraçaram.


- Temos que comemorar, que tal uma sessão de cinema hoje, eu pago – Cris falou.


- Eu topo – concordei


 Estou dentro – Miranda.


- Ok, quando terminarmos nossas obrigações, nós vamos – concordamos e fomos terminar o resto de nossas tarefas.




Notas Finais


Logo logo vai ter o encontro de camren, mas não vai ser tão bom assim, pelo menos no começo.
Mais tarde tem mais bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...