História Uma nova vida em Seul - Capítulo 65


Escrita por: ~ e ~LevyStar

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 93
Palavras 990
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Eta ela veio mais cedo, oque aconteceu?"
Tô doente só isso rs, tipo eu não tenho nada pra fazer além de ficar vomitando então vou escrever, talvez uns 2 Cap hoje
Boa leitura

Capítulo 65 - EU SOU GAY


Fanfic / Fanfiction Uma nova vida em Seul - Capítulo 65 - EU SOU GAY

S/N on

Estávamos entrando na sala de jogos quando TaeTae passa na frente gritando "CAMAAA"

V:CAMAAAA.

J-Hope:Matar teu padrinho de susto embuste. Fala com a mão no coração.

Rap Monster:Oque vamos assistir?. Fala se sentando no sofá cama.

Jimin:Qualquer coisa, menos pornô Namjoon.

Jin:Esquadrão suicida?

-Anyaaa, esse é velho.

Suga:Homem Aranha?

Aline:Tenho certeza que você vai dormir.

Suga:Só quero ficar do teu lado.

J-Hope:VOMITEI ARCO-ÍRIS.

Jimin:Vamos colocar, Homem Aranha.

-Eu vou pegar pipoca.

Viki:Vou contigo.

Jungkook:Vai me deixar sozinho? Faz bico.

Viki:Nunca meu bebê, vem comigo.

Jungkook:Ok.

-Não vou segurar vela não, minha unnie é muito nova pra ter filhos.

Kim:Fiquem aqui, eu vou com ela.

Jimin:Eu também vou.

-Tá.

Fomos até a cozinha pegar a pipoca, pego um pacote de pipoca de micro-ondas o coloco no micro-ondas, me sento no balcão e fico esperando.

Jimin:E....como foi passar esses dias com a s/n?

Kim:Ah, normal, ficávamos conversando, brincando com a Angel, falando de como te contar que ela estava gravida.

-Ele tá com ciúmes Kim. Falo fitando o rosto do Jimin.

Kim:Ah não não, com todo respeito, eu considero s/n uma irmã mais velha que eu nunca tive, não faria nada sabendo que ela é casada.

Jimin:Hum, oque você acha dela?

Kim:Ela é bonita, COM TODO RESPEITO.

Jimin:Se ficasse uma noite com ela, oque faria?

-JIMIN CHEGA.

Kim:Absolutamente nada além de conversar, eu não teria coragem de tocar nela com esses pensamentos.

Jimin:AH ME POUPE, QUE PAGAR UMA DE SANTO AGORA? QUE TIPO DE HOMEM É VOCÊ?

-PARK JIMIN, CHEGA, DEIXA O GAROTO. Falo descendo do balcão e pegando uma bacia para colocar a pipoca.

Jimin:NÃO VOU DEIXAR UM BASTARDOZINHO FICAR SE FAZENDO DE SANTO.

-PORRA JIMIN, PARA.

Kim:Eu.... EU SOU GAY.

A cozinha ficou em silêncio e todos que estavam na sala de jogos chegaram na cozinha pelo barulho.

Jimin:Eu....eu.....desculpa. Sobe as escadas correndo e se tranca no quarto.

-Você... nunca me falou isso. 

Kim:Ninguém sabe na verdade, agora vocês sabem.

-Kim, venha cá. Falo indo até o mesmo que deixava algumas lágrimas escorrer por sua face.

Kim:Meus pais não aceitariam. Fala me abraçando e chorando.

-Jin vai atrás do Jimin por favor.

Rap Monster:Ele já foi.

-Ok.

Viki:A gente vai voltar para a sala. Fala chamando os outros.

-Kim venha comigo. Subimos a escada e fomos até meu escritório.

Kim:Me desculpe.

-Não se desculpe, Jimin sempre foi ciumento e ele tem digamos um trauma com as coisas que eu já passei, até eu tenho mais venho superando, mas voltando a você, porque não falou antes?

Kim:Eu não daqueles 100%gay, eu gosto de coisas de homem, mais eu também gosto de homem.

-Entendo.

Kim:De qualquer jeito, meus pais não aceitariam eu ficar com um rapaz.

-Entendo, é uma situação difícil, mas você tem que contar para eles.

Kim:Se eu contar eu apanho.

-Você não quer ajuda? Eu posso ir com você, os hyungs também, a gente não deixaria ele bater em você.

Kim:Eu sei que você quer me ajudar, mas tenho que fazer isso sozinho.

-Ok, você que sabe.

Kim:Mas não agora, esperar mas um pouco, até eu ter certeza disso.

-Ok.

Kim:Eu posso chorar mas um pouco?

-Que pergunta, é claro, vem cá.

S/n off

Jimin on

Jimin:Oque eu fiz? Eu sou um tremendo idiota Jin, eu quero morrer, como eu pude fazer aquilo?

Jin:Calma, foi só o ciúmes que te consumiu.

Jimin:E olha a cagada que eu fiz, ele deve tá mal por minha causa.

Jin:Ele vai entender, s/n está conversando com ele, calma.

Jimin:Ele nunca vai me perdoar, ele vai me odiar.

Jin:Ele nem deve tá falando disso, eles devem tá conversando sobre ele ser gay.

Jimin:Ele deve tá chorando Jin, por minha causa.

Jin:Calma Jimin, pense positivo, você ajudou ele a falar algo que nunca falou nem para a s/n.

Jimin:Obrigando ele praticamente.

Jin:Porra aí fica difícil.

Jimin off

S/n on 

-Eu irei conversar com o Jimin agora.

Kim:Fale para ele que eu fico agradecido.

-Entendi bem.

Kim:Eu vou para a sala de jogos, junto dos outros.

-Vá com Jin.

Kim:OkOk.

Fomos até o quarto, bato na porta e abro, Jimin estava deitado de bruços e Jin sentado passando a mão em seus cabelos.

-Posso entrar?

Jin:Claro, estou saindo Jiminnie.

Jimin:Obrigado Seok.

Jin:Por nada.

Jin saí e eu tranco a porta na chave.

-Jimin, olhe para mim.

Jimin:Me desculpe s/n, eu sou um idiota.

-Você sabia que você acabou de ajudar um rapaz a falar que é gay? Coisa que ele nunca fez para ninguém?

Jimin:Mas foi de uma forma bruta.

-Jiminnie, vem cá. Me sento encostando na cabeceira e chamando ele para meu colo.

Jimin:Você me odeia?

-Você não cresce em? Ou só está fazendo isso para ser mimado?

Jimin:Os dois, eu sou um bebê, você sempre fala isso. Faz uma carinha fofa.

-Você é uma criança que merece levar umas palmadas.

Jimin:Depois eu desconto, mas e o Kim? Ele realmente está bem?

-Sim, ele pediu para que eu falasse que eles está agradecido.

Jimin:Por?.......

-Ajudar ele a tirar isso que já estava sufocando ele.

Jimin:Fico feliz e triste ao mesmo tempo, eu fui meio grosseiro.

-Você tem que parar com esses ciúmes.

Jimin:Olha quem fala, a 100% confiança, turubaum?

-Eu não sou tão igual a você.

Jimin:Vem cá. Se levanta ficando de frente para mim selando nossos lábios.

-Criança atrevida.

Jimin:Essa criança quer o colo de sua Omma.

-Essa criança merece um castigo.

Jimin:Anyo. Fala dando vários selinhos.

-Aigoo, para atrevido.

Jimin:Preparada?

-Para quê?

Jimin:Para isso. Começa a fazer cosquinhas em mim.

-A-Anya, e-eu v-vou morrer, PARA.

Jimin:Vamos. Fala se levantando e indo até a porta.

-Ei. Levanto rápido e vou até suas costas e pulo.

Jimin:Sabia que ia fazer isso.

-Um dos castigos da criança mimada.

Descemos até a sala de jogos e eles ainda não tinham começando a assistir o filme.

Jungkook:ATÉ QUE ENFIM EM.

Jin:Vocês não.... né?

-Anyo.

Nos sentamos e começamos o filme, Kim e TaeTae estavam na frente perto da gente até que....

V:Olhem para trás discretamente.

-Mar que audácia. Estavam todos se pegando, menos Jin e Namjoon.

Jimin:Vamo se pegar também.

-Vai dá merda, vamo trocar de lugar com o Jin e Namjoon. Chamo eles e eles entendem.

Jin:Obrigado, eles estavam atrapalhando.

-Okok.

Jimin:Vem cá. Jimin segurando meu rosto com sua mão direita selando nossos lábios até sua mão esquerda ir até minha cintura e apertar de leve.

-Jiminnie. Paro pela falta de ar.

Jimin:Shii. Coloca um dedo em meus lábios, continuamos o beijo até acabar o ar novamente.

-Eu can...sei.

Jimin:É isso que eu quero.

-Tá errado, eu que tenho que te punir, aigoo.

Jimin:Depois. Fala me puxando novamente, subo em seu colo e continuamos o beijo.

-Agora é sério, chega, vou morrer sem ar.

Jimin:Haha.

-Saio do seu colo e me deito em seu peito.

O filme termina e todos dormem ali mesmo.



Continua.....



Notas Finais


Vou começar escrever o próximo, bye
Desculpa os erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...