História Uma Oportunidade Inesperada - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias K.A.R.D
Personagens J.Seph, Somin
Tags Drama, Jiwoo, Jseph, Kard, Matthew, Romance, Somin
Visualizações 38
Palavras 1.271
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura!
Espero que gostem e gostaria de saber as opiniões.
Beijinhos!

Capítulo 6 - Provocações


Já era manhã e Somin havia acordado determinada a se apresentar formalmente ao chefe e deixar clara suas reais intenções como funcionária.

De pé, ela já havia tomado um banho e estava a vestir uma blusa branca de mangas e um vestido preto de alças como sobreposição. Usava uma bota preta de salto baixo que ia até seus joelhos. Prendeu o cabelo em um rabo de cavalo baixo e passou apenas um gloss em seus lábios rosados.

Pegou sua bolsa de couro e chaves, e foi em direção a saída de seu apartamento.

Calmamente ela caminhava até a cafeteria, onde comprou um frappuccino de morango.

O dia estava bem bonito, o céu estava bem azul, cheio de nuvens que pareciam até que tinham sido pintadas no céu. Ela apenas vislumbrava aquela bela vista Até chegar na Concept.

Entrando na empresa ela avistou Jiwoo com uma cara de sono entretida lixando suas unhas grandes.

- Bom dia Jiwoo! – falou a loira toda sorridente a sua colega de trabalho que desviou sua atenção das suas unhas para cumprimentá-la de volta.

- Bom dia Som! – falou para outra loira, já havia inventado um apelido para sua nova amiga e colega de trabalho.

- Sabe me dizer se o senhor Kim chegou? – pergunta para a recepcionista.

- Sim, inclusive ele está a esperando na sala.

- Muito obrigada Jiwoo! Até logo!- agradeceu pela informação e foi em direção a sala de seu chefe.

Chegando na sala de seu chefe, ela bateu duas vezes e escutou um “entre” vindo do outro lado. Tratou de obedecer e adentrou a sala.

Ao entrar, ela o homem sentado em sua poltrona, virado de costas para a vista imponente de Seul que seu escritório lhe proporcionava.

A secretária estava um pouco reclusa, entretanto lembrou- se de sua promessa na noite anterior e seu real objetivo do dia.

- Bom dia Senhor Kim! Meu nome é Jeon Somin, sou sua nova assistente, e estou aqui para fazer meu trabalho e dar o meu melhor.

Curvou- se após se apresentar e o homem ainda virado, resolveu pronunciar-se também.

- Já que você é minha assistente, trate então de pegar este livro aí em cima da minha mesa.- fez menção com as mãos.- quero que decore cada uma das regras que este possui, inclusive quero que escute bem o que eu vou dizer agora.- virou-se encarando fixamente a loira que também o encarava da mesma forma.

A loira apenas assentiu pegando o livro.

- Regra número um: Nunca entre na minha sala sem bater na porta. Regra número dois: Não toque em nada que eu não disser que pode. Regra número três: Não se atrase de maneira alguma. - falou de forma autoritária e começou a assinar a papelada que estava em sua mesa

Somin após ouvir aquilo, resolveu que era a hora de esclarecer o ocorrido de dois dias atrás.

- Senhor Kim! – falou chamando a atenção do mesmo que a fitou curioso para saber o que ela queria falar. - Sobre o ocorrido de dois dias atrás, eu gostaria de pedir que pudéssemos separar o pessoal do profissional. – falou e na mesma hora virou-se indo em direção a saída da sala deixando um Kim surpreso pelo pedido da loira.

Somin saiu da sala aliviada por ter dito o que queria sem gaguejar ou seu quer corar. E percebendo que estava com aquele livro nas mãos viu que teria muito trabalho pela frente, afinal que tipo de assistente precisa de um livro de regras, seu chefe era realmente alguém muito prepotente.

 

 

Passou- se um mês e Somin se sentia exausta por tanta cobrança, portanto não passava sequer em sua cabeça a ideia de desistir do trabalho, afinal havia sido uma oportunidade e tanto.

Todos os dias o Kim a chamava várias e várias vezes durante o dia, apenas para submetê-la às suas perguntas desnecessárias quanto ao trabalho e cobrá-la de relatórios absurdos todos dias. Fazia ela ficar até o horário em que este saía, arrumando toda a papelada deste.

Agora, encontrava-se arrumando uma pilha de papéis de uma negociação do chefe com outra empresa, enquanto este estava em uma reunião com seus empregados, discutindo sobre a aposta dos novos produtos que seriam lançados.

Após organizar tudo, era hora de seu intervalo e esta resolveu ir até a recepção chamar Jiwoo para almoçar com a mesma e jogar conversa fora, coisa que as duas faziam muito para se esquecerem um pouco da cobrança do trabalho e passar o tempo.

A amiga também loira de Somin, estava sendo abordada por Bm, apelido do qual Jiwoo havia dado a Matthew por motivos desconhecidos. Apenas o que se sabia era que esta gostava de dar apelido a todos dos quais era próxima e mesmo Bm sendo alguém do qual Jiwoo mostrava- se sempre indiferente, ela tinha sim um certo afeto pelo charmoso supervisor.

Este como sempre enchia Jiwoo com seus elogios e convites para sair, enquanto ela apenas o ignorou quando viu Somin vir na direção dos dois colegas de trabalho.

- Jiwoo quer vir almoçar comigo?- falou a loira toda saltitante chamando a atenção de Jiwoo que estava prestes a responder, quando de repente Somin sente seu celular vibrar dentro do bolso de seu blazer.

Ao retirar o aparelho do bolso, ela verificou o nome que estava a brilhar na tela e logo uma expressão de descontentamento atinge o seu rosto. Era seu chefe. Vendo que não tinha saída senão atender, ela o fez.

Há um tempo que o Kim resolveu pegar o numero de Somin, para que pudesse importuná-la, relembrando- a de seus afazeres.

- Alô? O que quer agora Senhor Kim? – ralhou secamente a assistente.

- Senhorita Jeon, estou esperando que venha deixar meu almoço. - falou em tom de indignação.

Somin automaticamente tomou uma expressão de incredulidade, afinal era demais para ela ter de lidar com uma situação dessas.

- Não lembro de ter lido no contrato que eu estava sendo paga para servir refeições. – falou em tom debochado. - A propósito, você irá aumentar meu salário caso eu exerça a função de garçonete?- perguntou e antes que pudesse ouvir a resposta do outro, esta tratou de desligar o telefone.

Jiwoo que ficara atenta a conversa dos dois, empurrou Bm e tratou de questionar Somin.

- O que ele queria desta vez? – perguntou a colega de trabalho, não se contendo em curiosidade.

- Apenas designar-me a levar seu almoço e claro que eu recusei, pois não sou paga para isso. – revirou os olhos, hábito que havia adquirido após o tempo de convivência com a recepcionista de cabelos descoloridos. - E então vamos almoçar?- mudou de assunto.

- Acredita que eu estava fazendo esse convite a Jiwoo nesse instante Somin?- falou Matthew  se metendo na conversa das duas colegas de trabalho e exibindo aquele costumeiro sorriso caloroso do mesmo, que fazia as mulheres derreterem por ele.

- Não se meta Bm, Som está falando comigo e eu não aceitei almoçar com você. – falou a recepcionista de forma ríspida para o supervisor e desviou para responder ao convite da amiga. - Som, vamos almoçar e mais tarde, ao final do trabalho, quero que vá a um bar tomar uns drinques comigo, estamos precisando relaxar e hoje é sexta.

- Tudo bem então, me espere no bar de sempre às 20h.

- Estou precisando me divertir também, será que posso ir com vocês? - falou colocando o braço em volta dos ombros de Jiwoo que tratou de tirar na mesma hora, arregalando os olhos e estava prestes a responder um não, porém foi interrompida por Somin que disse docemente a Bm que este podia ir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...