História Uma paixão peculiar - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~VirginiaOtaku

Postado
Categorias Infinite
Personagens Dongwoo, Hoya, Myungsoo (L), Sunggyu, Sungjong, Sungyeol, Woohyun
Tags Amizade, Amizade Colorida, Celebridade, Comedia, Dongwoo, Família, Hoya, Infinite, Kpop, Lemon, Mangá, Myungsoo, Revelaçoes, Romance, Sexo, Sunggyu, Sungjong, Sungyeol, Woogyu, Woohyun, Yaoi
Visualizações 30
Palavras 1.699
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


AAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHH CHEGAMOS AO ÚLTIMO CAPÍTULO, GENTE! HELP!

Para quem estiver chorando que acabou, NADA TEMAM. @annelise616 e @VirginiaOtaku têm síndrome do pânico da fic acabando e já começaram a postar outra fic WooGyu, mas dessa vez com MyungYeol forte e crossover com ASTRO =D Chama Colisão de sentimentos e é uma de nossas histórias favoritas de todas as que já fabricamos juntas no Stripped Stories, haha! ~ignorem que Annelise acabou de revelar o nome secreto da unit de fanfics delas

Deixamos o link lá nas notas finais, então aproveitem o último capítulo de Uma paixão peculiar! Muito obrigada a todos que nos acompanharam nessa história mágica <3

Agora a parte boring com avisos: essa fanfic conterá cenas de sexo entre homens, relacionamentos abertos, amizades coloridas, mil ships, muitos micos do WooHyun, muitas broncas do SungGyu e uma certa dose de drama para colar tudo isso junto. Se algum desses elementos não descer redondo para você, NÃO TEM PROBLEMA! O Spirit é um lugar maravilhoso cheio de gente talentosa - é só achar outra fanfic para ler. Prometemos não ficar tristes <3 Oooh, e é sempre bom relembrar que essa história é literalmente ficção de fã para fã: nada na história necessariamente reflete a realidade ou sexualidade dos personagens envolvidos.

Capítulo 7 - Nada é por acaso


Fanfic / Fanfiction Uma paixão peculiar - Capítulo 7 - Nada é por acaso

@Visão SungGyu

Eu e o L nos olhamos e começamos a rir. Ou melhor, a rir muito. Todos nos olharam, confusos, e eu logo fui até o mais novo, lhe dando um highfive.

- Plano executado com sucesso.

Woo olhava pasmo para mim e eu expliquei:

- Eu avisei que comigo não se brinca, amor. Precisava mostrar isso aos seus amigos.

- E eu precisa fazer o Yeol confessar seus sentimentos de uma vez por todas, embora eu admita que você me mandar embora me deixou surpreso, Yeol. Isso só prova que me apaixonei pelo cara certo.

Falou Soo, feliz, e Hoya perguntou, confuso:

- Era tudo mentira?

Sorri para o Soo e comentei:

- Eu e o Soo não nos odiamos. Somos melhores amigos. Minha família sempre me apoiou com o meu trabalho e, resumidamente, fizemos isso para assustar vocês e para fazer esse tonto alto se confessar de uma vez.

- Eu cansei de esperar pelo Yeol. Já são três anos.

Reclamou Soo, explicando:

- Quando ele me disse o endereço da festa, eu logo reconheci que era a casa do meu primo. Eu liguei para ele e nós bolamos o plano.

@Visão WooHyun

Fiquei pasmo, mas logo estava rindo. Meu Deus, meu peixinho era brilhante!

- Gyu, amor, você é o melhor!

Gritei, soltando Yeol e pulando em seu colo, o beijando sem reservas.

@Visão Yeol

Eu estava em choque. Soo gostava de mim? Há três anos? Eu estava tremendo com todas aquelas emoções, sem saber o que fazer.

- Por que você não disse nada, Soo? Por que me deixou sofrer por três anos?

Perguntei, sem olhar em sua direção. Ainda não sabia como lidar com aquela situação.

@Visão MyungSoo

- Eu deixei? Yeol, até em namoro eu te pedi. Você que não entendeu e achou que eu estava brincando.

Eu falei, frustrado, me sentando no sofá e começando a comer o pedaço de bolo. O mesmo me olhava, petrificado.

- Eu já falei que te amo mil vezes; falo isso todos os dias. Você que insiste em achar que eu estou brincando. Nunca me leva a sério. Por isso, tive que fazer isso. Quem sabe assim você acredita em mim.

@Visão Yeol

Chorei ainda mais, indo até o Soo e o abraçando, forte. Como eu era tonto, bem que meus amigos falam.

- Desculpe, Soo... Eu não achei que alguém como você fosse se interessar por um garoto sem graça como eu... Eu te amo.

Choraminguei, me aninhando nele.

@Visão WooHyun

Ver aquela cena linda me fez querer abraçar mais Gyu. Entre outras coisas. Vendo o sorriso lindo dele, beijei sua bochecha e sussurrei.

- Amor, e se hoje à noite nós comemorarmos esse novo namoro com você dentro de mim?

O olhei inocentemente, esperando que ele não se lembrasse do meu castigo, que ia longe ainda na minha concepção.

@Visão SungGyu

Sabia que o Woo não ia se aguentar mais muito tempo e, admitindo que também queria aquilo, eu sussurrei:

- Já que você me defendeu mais cedo, vou parar com o castigo. Você merece um mimo essa noite.

Ele ficou tão feliz que parecia uma criança, pulando no sofá. Os meninos nos olharam, confusos, e eu falei:

- Não perguntem. Vocês não vão querer saber.

@Visão WooHyun

Praticamente expulsei os meninos lá de casa depois da sobremesa, querendo muito que Gyu me tocasse. De qualquer jeito. Agora.

Mal ficamos sozinhos e já grudei nossos corpos, virilha com virilha, beijando seu pescoço.

- Quero você, peixinho...

Sussurrei, mordiscando sua orelha.

@Visão SungGyu

O Woo estava com um fogo que senhor, achei que ele ia me deixar nu ali na sala mesmo. Em meio a beijos e carícias, eu consegui o levar para o quarto. Nos despimos e falei, olhando para aqueles abdominais lindos e comentando enquanto saboreava-os:

- Amo esse seu tanquinho, mas ainda mais esse pirulito.

Abocanhei seu membro logo após falar tal comentário vergonhoso e comecei nele um saboroso boquete.

@Visão WooHyun

Gemi alto ao sentir a boca de Gyu em mim daquela forma, abrindo mais as pernas para ele sem vergonha alguma. Queria que ele me tocasse por tudo, sentir sua boca em todo o meu corpo. Logo estava investindo em sua boca, acariciando seu cabelo.

- Sou seu, Gyu... Me usa... Quero te dar todo prazer do mundo...

Gemi mais alto quando ele começou a brincar com minha entrada, relaxando para ele. Mal podia acreditar que ele cedera mesmo.

@Visão SungGyu

O Woo estava realmente necessitado e, por um minuto, eu fiquei pensando se seria capaz de lidar com aquele fogo todo diariamente. Sorri ao ouvir ele gemendo e perguntei o que ele queria. O mesmo implorou como eu desejava e eu, sendo um bom samaritano, o penetrei, mas o fiz de forma lenta e enquanto o beijava.

- Essa é a diferença, Woo. A diferença de fazer sexo e amor.

@Visão WooHyun

Quase chorei de alívio ao sentir o membro de Gyu entrando em mim, me preenchendo. Me segurei nele com força, quase com medo de que ele desistisse e tirasse aquela maravilha de mim. Ele segurou meu quadril com força, não deixando eu me mover até que ele instituiu o passo.

O olhei confuso quando ele me disse aquilo. Eu genuinamente não sabia a diferença.

- C-como... Assim?

Murmurei entre gemidos, arqueando minhas costas para ele.

@Visão SungGyu

- Quando é só sexo, não existe sentimento envolvido, Woo. Não existe cuidado com o parceiro, beijos suaves, carinhos e, principalmente, você não escuta coisas como o que vou te dizer agora.

Eu falei, me movendo e beijando seu pescoço delicadamente enquanto explorava seu corpo com as minhas mãos. O olhei nos olhos e intensifiquei os movimentos.

- Nossas almas estão ligadas. Eu te amo, WooHyun.

@Visão WooHyun

Me arrepiei inteiro com suas palavras, o sentindo ainda mais fundo dentro de mim. Eu admito que nunca tive sensações tão intensas com ninguém antes de Gyu, mas quem diria que amor deixa tudo mais gostoso?

Gemi alto seu nome quando Gyu mudou suavemente o ângulo de suas investidas, atingindo meu ponto mágico.

- Ahhnn Gyu... Eu também te amo... Demais...

Falei, querendo mais dele, tentando me mover com ele mesmo que sua mão me parasse. Precisava de muito mais.

- Mais...

@Visão SungGyu

Eu passei a gemer juntamente com o Woo, atingindo aquele ponto que tanto lhe dava prazer e enlouquecendo consigo.

- Ahhhhh... Woo... Ahhhh...

Eu estava começando a perder o controle do prazer e, após algum tempo, ambos chegamos ao ápice, delirantes, e eu falei:

- Obrigado por voltar para o meu lado.

@Visão WooHyun

Eu ainda arfava muito quando Gyu me falou aquilo. Olhei para ele e sorri, acariciando seu rosto.

- Eu só queria entender por que você escolheu bem a mim. Me sinto o homem mais sortudo do mundo. Acho que meu trauma de namoro está finalmente passando.

Falei sem pensar, mordiscando o peito de Gyu.

@Visão SungGyu

- Trauma? Que trauma?

Eu perguntei, ao ouvir sobre isso pela primeira vez. Notando que este não se sentia seguro de falar, eu pedi:

- Seja sincero comigo. Estou com você agora e vou permanecer ao seu lado, independentemente do que me contar. Eu prometo, Woo.

Comecei a lhe fazer cafuné enquanto ele me contava a verdade.

@Visão WooHyun

Respirei fundo. Era agora ou nunca.

- Eu na verdade sou bissexual e descobri bem cedo. No colegial, eu estava namorando uma menina, mas entrou esse garoto novo de transferência e eu não conseguia tirar ele da cabeça. Depois de terminar com a menina, me declarei para ele e, para o meu espanto, ele aceitou namorar comigo. Por uma semana, fui um adolescente normal e feliz com um novo namorado.

Senti meu corpo tremendo com o que viria, mas me forcei a continuar. Gyu tinha o direito de entender isso.

- Aceitei perder minha virgindade com ele. Até aquele momento, só tinha ido para a cama com meninas e estava ansioso para saber como seria com um garoto. Fomos para a casa dele e aconteceu. Foi lindo e mágico até que ele levantou da cama e disse que ele não acreditava que eu tinha mesmo me entregado tão fácil. Que isso era um tédio. Que ele nem devia ter sido meu primeiro pelo jeito como eu gemia na cama.

Me abracei e lutei contra as lágrimas. Agora sim Gyu me odiaria.

- Ele me colocou para fora da casa dele assim que eu estava minimamente vestido e, no dia seguinte, me mandou uma mensagem, dizendo que se arrependia. Eu acreditei e fui me encontrar com ele no vestiário depois da aula. Com ele e com todo o time de futebol. Acho... Acho que você sabe como termina essa história, Gyu. Foram 12 garotos. E eles me ensinaram que, se eu me jogasse primeiro e escolhesse meus alvos, nunca mais seria forçado a fazer nada que eu não quisesse. Desculpe por ser tão indigno de um homem maravilhoso como você...

Desabei de vez ao terminar minha história. Era tanta dor e eu ainda achava em um cantinho maldito da minha mente que um dia Gyu iria acordar e me por pra fora porque eu era entediante. Fácil.

@Visão SungGyu

Lágrimas começaram a percorrer meu rosto. Aquele que eu sempre julguei ser um pegador, na verdade, se tornou um por medo. Para não voltar a se machucar com as pessoas, para não confiar em ninguém novamente. Ser o pegador para não ser pego. Tudo foi uma forma de proteção.

Sentei-me na cama e abracei o Woo após fazer o mesmo se sentar ao meu lado. O beijei de forma doce e sequei suas lágrimas, falando rapidamente com meus verdadeiros sentimentos:

- Me desculpe por ter te julgado e te obrigado a confiar em mim. Não se preocupe. De hoje em diante, eu sempre estarei com você.

Depois daquela noite, eu cumpri a minha palavra e permaneci ao lado do WooHyun. Após três anos de namoro, eu o pedi em casamento. Nós nos casamos e passamos a morar juntos. Nós temos nossas brigas como qualquer casal, mas isso só nos fortalece mais e mais, me fazendo perceber que, aconteça o que acontecer, eu vou permanecer ao seu lado.

Para sempre.

*~.FIM.~*


Notas Finais


MUITO OBRIGADA POR TER LIDO! Esperamos que tenham gostado do final <3

PS: Se você amou essa história e quer mais, @annelise616 e @VirginiaOtaku são meio que uma fábrica de fanfics (elas têm até um nome secreto besta entre elas para a tal fábrica) e você pode ficar no nosso mundinho com a gente em outra fic agora que essa acabou =D SEGUE A LISTA:

-Em publicação
ASTRO & INFINITE: Colisão de sentimentos (Binwoo/MyungYeol/WooGyu): https://spiritfanfics.com/historia/colisao-de-sentimentos-9678825

-FINALIZADAS
ASTRO, LongShot: Troca de favores (Binwoo): https://spiritfanfics.com/historia/troca-de-favores-9403472/
ASTRO, LongShot: Corpo versus coração (Binwoo): https://spiritfanfics.com/historia/corpo-versus-coracao-9264054/
ASTRO, LongShot: A vida é um quebra-cabeça (Binwoo): https://spiritfanfics.com/historia/a-vida-e-um-quebra-cabeca-9092041
ASTRO, ONESHOT: O que sinto por você (Binwoo): https://spiritfanfics.com/historia/o-que-sinto-por-voce-9012437
INFINITE, LongShot: Uma paixão peculiar (WooGyu): https://spiritfanfics.com/historia/uma-paixao-peculiar-9368743/
INFINITE, LongShot: Algo em você (MyungYeol): https://spiritfanfics.com/historia/algo-em-voce-8954258
NU'EST, LongShot: Proteja meu coração (BaekRen): https://spiritfanfics.com/historia/proteja-meu-coracao-9205139/
UP10TION, ONESHOT: Um começo em Nova York (Kuhngyeol): https://spiritfanfics.com/historia/um-comeco-em-nova-york-9440849


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...