História Uma pequena manipuladora - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Elijah Mikaelson, Klaus Mikaelson, Kol Mikaelson, Rebekah Mikaelson, Tyler Lockwood
Tags Delena, Klaroline
Exibições 131
Palavras 1.775
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente voltei!
Temos um bônus totalmente de Klaus, mas que será importante para fic
Leitura bem leve
Espero que gostem
boa leitura
;*

Capítulo 42 - BÔNUS- O supermercado


Fanfic / Fanfiction Uma pequena manipuladora - Capítulo 42 - BÔNUS- O supermercado

POV. KLAUS

Empurrava o carrinho de compras do supermercado de Mystic Falls, quer dizer , Caroline disse que isso era um supermercado mas para mim não passava de um mercearia um pouco maior, suspirei alto quando vi que passava pela decima vez em frente aos produtos de limpeza.

Não reclamo mais do tamanho, já entendi o recado.

Como a pessoa se perde em um supermercado que é menor que as salas de cinema de New York? Não sei, não faço mínima ideia, mas era a situação que eu me encontrava, olhei para enorme lista que Caroline tinha me passado de mantimentos para nossa estadia e para festa de Enzo.

Eu tentei explicar a ela que eu nunca fiz compras em toda a minha vida, que nunca fui a um supermercado, mas ela me escutou?, Claro que não, aquela mandona apenas disse:

’Eu te dei uma missão, então vá cumprir.’’ Enquanto me empurrava para fora da casa.

Olhei para o decimo item da lista “CURRY’’, mas por Deus o que é isso?, o desespero começou a bater já que era o quarto item que eu não tinha a mínima ideia o que era e isso porque ainda não olhei todos , o carrinho estava vazio, a não ser pelas varias garrafas de água , porque pelo menos não morreríamos de sede.

Curry..Curry...

Andei em varias sessões atrás de alguma embalagem com esse nome, podia ligar para Caroline mas ela me proibiu, já que ela e Elena foram para casa de Enzo fazer um café da manhã surpresa e saber o que estava acontecendo para que Bonnie não gostasse delas.

Eu não podia culpar Bonnie de forma alguma, eu mesmo já tive ódio de Enzo, mas por algum motivo o desgraçado me conquistou.

Eu também podia procurar ajudar a um funcionário, mas eu não estava tão desesperado a esse ponto, poxa eu administrava uma empresa de bilhões de dólares posso da conta de uma simples compra no supermercado.

Meu celular começou a tocar me tirando dos meus devaneios, olhei para tela e era Damon agradeci mentalmente talvez ele possa me ajudar.

LIGAÇÃO ONN

‘’Preciso da sua ajuda.’’ Nós dois falamos juntos.

‘’Você primeiro.’’ Falei

‘’Ok, como exatamente seria a cor Azul Royal ?’’ Ele disse pausadamente.

‘’Não sei, para mim azul era azul e pronto.’’ Falei enquanto infelizmente passava novamente na sessão de produtos de limpeza, mas dessa vez pegando um detergente para disfarça para os outros clientes que eu estava andando em círculos.

‘’Eu também, mas sua namorada me mandou comprar um painel azul Royal, e eu tenho certeza que não vou levar o certo.’’ Ele bufou tristemente.

‘’Você é um homem morto.’’ Falei

‘’Eu sei, agora é sua vez.’’

‘’Bem, você sabe o que Curry?’’

‘’Curry..Curry lembro de ter escutado esse nome em algum restaurante , mas não sei o que é.’’ Ele disse

‘’Pelo menos agora sei que é comida, já é de alguma ajuda.’’

‘’Não, senhor está tudo bem, não estou precisando de ajuda.’’ Damon falou para alguém ao seu lado.

‘’O que foi?’’

‘’Um vendedor me oferecendo ajuda, como se eu não pudesse comprar algumas coisas de decoração.’’ Ele bufou.

‘’Pois é, vários já me perguntaram também aqui.’’

‘’Deixa eu ir, tentar encontrar o tal do azul Royal.’’

‘’Certo, boa sorte.’’

‘’Boa sorte com curry.’’

LIGAÇÃO OFF

Com o curry em mente comecei a andar pelos corredores, depois de algumas voltas o nome curry saltou das prateleira, eu corri até ele e quando eu peguei o pequeno pacote com um pozinho, não acreditei que era apenas isso.

Tanto sofrimento...

Para isso?

Onde Caroline estava com a cabeça, era louca com certeza,  para que colocar essa coisa na lista, aposto que não vai fazer nem falta.

‘’Klaus.’’ Uma mulher me chamou, atrapalhando meu momento especial com o curry.

Quando virei vi a ruiva de ontem correndo até mim..como era o nome dela?..Anna..Anne..Aura...Aurora, é isso Aurora.

‘’Oi Aurora.’’ Falei jogando com gosto finalmente o curry no carrinho e começando a o empurrar.

‘’Está precisando de ajuda?’’ Ela falou ao meu lado.

‘’Não obrigada.’’ Falei apressando meus passos.

Ela era bonita não tanto quanto minha Caroline mais era, Caroline me mataria se descobrisse que estou falando com ela, meu corpo começou a ficar tenso quando lembrei das suas palavras.

‘’Nunca mais seja simpático com ela, ou dirija a palavra a ela, ou melhor, nem respire perto dela.’’

Como reflexo prendi minha respiração..ok isso foi ridículo, voltei a respirar devagar mas tentando não olhar para mulher que ainda estava ao meu lado.

‘’ Eu vou te ajudar, você não parece tão familiarizado com esse ambiente.’’ Ela disse sorridente.

‘’Eu sou capaz de andar em um supermercado.’’ Falei com raiva..droga eu sou capaz!!

‘’Eu sei, mas comigo seria mais divertido.’’

‘’Não seria divertido quando Caroline arrancasse minha pele, comigo ainda vivo, se soubesse.’’ Falei com a voz tremula imaginando a cena.

‘’Ela tem ciúmes de mim? Ela tem motivos?’’ Aurora perguntou enquanto apertava os seios para ficar mais evidente no decote.

‘’Ela não tem motivos, nem com você ou mulher alguma.’’ Falei olhando para minha lista de compras.

‘’Não se fala em outra coisa na escola, só de como um cara conseguiu conquistar Caroline, não sei se você sabe, mas Caroline não se apega a ninguém, ela sempre fez os homens de brinquedos. ’’

‘’Estou ciente do passado dela , mas a sempre uma primeira vez para tudo.’’ Falei sem querer da muita atenção

‘’Acho que sim, eu vi na internet que vocês sãos sócios, né?’’

‘’Somos.’’ Falei revirando os olhos.

‘’Hum, você é tão rico quanto ela?’’ Que menina descarada

‘’Olhe não me leve a mal , mas eu preciso terminar as comprar e sem sua ajuda.’’

‘’Isso tudo é porque ela não quer? Pode deixar que eu não conto nada.’’

‘’Também por isso, mas principalmente porque eu não quero.’’ Falei o mais grosso que pude e quase corri com o meu carrinho, olhei para trás e felizmente ela não me seguiu.

Ok, vamos ao próximo item

Bacon...

Ver o nome do bacon me deu um alivio, pelo menos sabia que não ia passar fome, apesar que estava quase convencido de quando sair daqui comer o curry puro para valer a pena tanto esforço . O problema seria achar o bacon nesse supermercado.

Bacon..Bacon

Meus celular apitou quando chegou uma mensagem;

WHATSAPP ONN

CAROLINE: Cadê você?

KLAUS: Terminando as compras

Olhei brevemente no meu carro que só continha água, detergente e o infeliz do curry, que tipo de festa seria essa?

CAROLINE: Mas já se passaram mais de 3horas, não tem como demorar tanto.

KLAUS: Daqui a pouco eu chego por ai, estou quase acabando.

Mentira..

CAROLINE: Você está precisando de ajuda?

KLAUS: Eu já disse que te amo hoje?

CAROLINE: Varias vezes , eu também te amo, mas não mude de assunto.

KLAUS: Não preciso de ajuda, relaxe, amor da minha vida.

CAROLINE: Vou tentar, mas venha logo.

KLAUS: Estou a caminho love.

WHATSAPP OFF

Agora era definitivo eu estava completamente ferrado, estava exausto e agora entendia porque a empregada lá de casa reclamava quando tinha quer ir mais de uma vez ao supermercado, por Deus, isso aqui é pior do que o tempo que passo na academia.

Peguei meu celular e olhei o grupo do whatsapp dos 4 mosqueteiros e pude notar as mensagens de desesperos de Damon e Stefan. Stefan também tinha uma missão em uma floricultura e estava indo de mal a pior.

WHATSAPP ONN

DAMON: Vocês acreditam que ela mandou Kol ir comprar bebidas.

KLAUS: Droga!! Isso eu podia fazer de olhos fechados.

STEFAN: Nem me fale e enquanto Rebekah e Davina estão apenas ajudando na decoração.

DAMON: Klaus, porque você não transou com ela ontem?

KLAUS: Ei! Nós transamos e foi ótimo.

STEFAN: Mas não parece, porque ela está com ódio da gente.

DAMON: Ele não faz o serviço direito.

KLAUS: Eu fiz muito bem feito, por sinal, isso tudo é porque ela está com ciúmes de Aurora.

DAMON: Vamos matar essa Aurora então, é melhor do que ficar na merda com Caroline.

STEFAN: Eu concordo, sua namorada pode ser bem vingativa quando quer.

KLAUS: Eu sei, é de meter medo em qualquer terrorista.

ENZO: Meninos andem, Caroline está bufando aqui em tempo de sair e correr atrás de vocês.

DAMON: Que merda!

WHATSAPP OFF

Deixei o celular de lado e me concentrei em achar o Bacon antes que Caroline aparecesse, enquanto andava tive a melhor visão que eu podia querer agora, Elijah e Hayley vindo em minha direção.

‘’Vocês já chegaram?’’ Falei animado.

‘’Acabamos de chegar, e Rebekah falou que você tinha ido fazer compras e eu quase não acreditei e como todos estavam fazendo alguma coisa que Caroline mandou, decidimos te ajudar.’’ Elijah disse.

‘’Rebekah disse que você saiu faz mais de 3 horas, e só comprou Curry, água e um detergente?’’ Hayley falou olhando para o carrinho.

‘’Você sabia o que é curry?’’ Falei surpreso.

‘’Claro que sei, quem não sabe?’’

Eu e Elijah trocamos um olhar cumplice mostrando que ele também não sabia o que era, mas ficamos quietos para diminuir a humilhação.

‘’Eu estou tendo dificuldade para encontrar as coisas. ’’ Falei, é claro amenizando a situação porque a palavra dificuldade não descrevia nem a metade do meu sofrimento.

‘’Você podia ter pedido ajuda a algum funcionário. ’’ Ela falou

‘’Nunca. ’’ Eu e Elijah dissemos juntos

‘’Homens.., deixa eu ver a lista.’’ Hayley disse puxando o papel de minha mão.

Passaram dez minutos e nos já estávamos na fila do caixa com o carro totalmente lotado, mesmo Hayley não conhecendo o supermercado ela explicou que todos seguem a mesma linha de organização ...Bom saber.

Descobrir também que Curry é um tempero..

‘’Muito obrigada Hayley.’’ Falei a puxando para um abraço.

‘’Ei, solte minha noiva.’’ Elijah a puxou

‘’Espere Ai, noiva?’’ Falei surpreso

‘’Sim, ele me pediu em casamento ontem e eu claro aceitei.’’ Hayley disse sorridente e mostrando o anel de diamantes em sua mão.

Eu fiquei de boca aberta, totalmente surpreso.

‘’Feche a boca Klaus.’’ Elijah disse

‘’Eu estou surpreso, mas feliz por vocês dois.’’ Falei

‘’Eu não tinha como dizer não.’’ Hayley disse

Ouvir ela falar tão animada me deixou inquieto, lembrei da pequena caixinha que estava escondida na minha mala na casa de Caroline, eu comprei o anel assim que voltamos a namorar e que eu  e os meninos discutimos somos os padrinhos, aquela ideia cresceu e por algum motivo eu não consigo mais imaginar voltar para casa sem ela, ou dormir todas as noites sem Caroline. Programei em pedi-la em casamento aqui em Mystic Falls.

Mas será que ela ficaria tão feliz como Hayley?

Ou será que, ela dirá sim?

 

 


Notas Finais


E ai o que acharam?
Elijah e Hayley se casando?
E será que Caroline vai aceitar o pedido de casamento?
Vamos ver
Próximo capítulo vamos ver o café da manha de Caroline, Elena e Enzo (Eles são muito fofos)
Até o próximo
bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...