História Uma pequena suicida... (terceira temporada) - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Casal Psicopata, Menina Psicopata, Menino Psicopata, Originais, Psicopata, Psicopatas, Sangue, Tortura, Uma Pequena Suicida
Exibições 44
Palavras 491
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 36 - Você esta bem?


Fanfic / Fanfiction Uma pequena suicida... (terceira temporada) - Capítulo 36 - Você esta bem?

Eu não conseguia ver nada, apenas um clarão

Estava claro demais, e tentava abrir meus olhos com uma certa dificuldade, até que vi a silhueta do rosto de alguém

Homem Bomba: Emilly?

Não reconheci a voz, que saiu como um eco.

Senti minha bochecha ser acariciada. 

(Homem Bomba on)

Emilly: quem é você?: as palavras dela saiam com uma certa dificuldade 

Após ouvir aquela voz doce, mesmo estando baixa.

A abracei contra meu corpo, ela estava viva, e agora, segura, em meus braços

Homem Bomba: sou eu Emilly, o Homem Bomba

Emilly: me a-ajuda: pronunciou meio entorpecida: eu quero Le-levantar

A ajudei ficar de pé, mas ela quase caiu de novo, e eu consegui impedir isso

Só agora fui perceber que ela estava se sutiã e calcinha.

Toquei nos braços da mesma, estavam gelados

Rapidamente, retirei minha jaqueta de couro comprida, e a coloquei nela, assim... a fechei

Agora ela estava mais protegida...

A peguei no colo, e corri até um lugar coberto, bem longe daquele lugar...

Quando me deparei, já estávamos na rua da casa Dela...

Assim que chegamos, a ajudei tomar banho, mas em momento algum ousei me aproveitar da situação, foi complicado, ela poderia cair, e eu não queria abrir os olhos, isso seria constrangedor para ela

Porque eu fiz isso? Porque ela poderia pegar uma gripe bem forte

Assim que nós acabamos o banho, a sequei, e tratei de vesti-la com uma roupa bem quentinha

Ela mal conseguia ficar de pé, e eu estranhei... ela estava dopada? 

Coloquei o pequeno corpo de Emilly em sua cama, e a cobri...

Fechei as janelas e a porta...

Peguei uma seringa, e retirei um pouco de sangue da mesma

Com um aparelho especial que tenho conectado em meu computador, consegui ver todas as substancias que ela havia ingerido, e que havia em seu sangue...

Se eu não parar este tipo de substancia, ela ficara com seqüelas

Eu: droga: falei para mim mesmo

Rapidamente, peguei em minha maleta alguns frascos com remédios que eu mesmo fazia, contra este tipo de coisa. E acredite, eles funcionam

Havia apenas um pequeno frasco, e que sorte a minha!

Coloquei na seringa, juntamente com o sangue dela, e a devolvi, já com a substancia  do remédio

Ela se remexeu um pouco na cama, percebi que seu rosto, era de alguém morto

Seu coração voltou a bater lentamente... fraco...

Me sentei na cadeira, e esperei...

Assim que me aproximei novamente, seus batimentos já haviam voltado ao normal. Sua pele pálida, foi voltando ao normal, assim como os lábios roxos e inchados, foram ficando normais e levemente rosados, como sempre eram 

Suspirei, em sinal de alivio

Ela estava salva, mas ao mesmo tempo... um sentimento de culpa me consumia. Se não fosse eu, nada disso teria acontecido

Mas, parei e pensei. 

Ela não é descuidada, não deixaria ninguém pega-la desprevenida, isso é sinal que ela estava pensando, ou até incomodada com algo... mas... com o que?


CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...