História Uma pétala - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Rap Monster, Suga
Tags Bts, Noiva, Rap Monters, Romance, Suga
Exibições 94
Palavras 463
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pensei bastante sobre esse final, espero que gostem.

Capítulo 22 - Finalmente


Fanfic / Fanfiction Uma pétala - Capítulo 22 - Finalmente

Estava aflito, já tinha passado das 5 da tarde, a igreja estava cheia , tinha pessoas que eu nunca tinha visto na vida. 
A decoração estava formidável, como sempre minha mãe tinha se superado, mas eu conseguia vez os toques da mundos, como as flores nos bancos da igreja , as pétalas claras caídas no tapete vermelho,(o que cortava a igreja todinha). 
Eu estava com um smoking preto com uma gravata branca, e perto do peito uma rosa clara, a mesma que estava em toda a decoração.
No meu bolso estava uma pequena caixa onde estariam as alianças, as duas de ouro branco e somente no dela diamantes fazendo a volta. As portas da igreja foram fechadas , eu já sabia que ela tinha chegado .
Os violinistas atras de mim começaram a tocar, demorei um pouco para entender qual era a música , até que percebi que era tema Beauty And The Beast  instrumental. 
Entraram uns menininhas vem fofas, devem ser parentes da Manu, e logo após estava ela, tão linda, ela caminhava com uma leveza ao lado do pai.
No inicio ela não olhou para mim, mas quando ela olhou eu soube que ela me amava, e que estaríamos juntos , nada iria nos impedir. 
A igreja toda olhou para minha mulher, a igreja toda vou ela se tornando minha, viu que ninguém nunca mais iria trocá-la sem ser eu:
-você aceita Min Yoongi como seu marido? 
-sim.
-você aceita Manuela Ramalho como sua esposa? 
-sim.
-eu os declaro marido e mulher. Podem beijar a noiva.
A festa de casamento estava linda, mas eu nao conseguia tirar os olhos de minha mulher, eu queria sair dali , queria poder fazer amor com ela, não via a hora. 

 


-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.-.
Dois anos mais tarde...
Cheguei em casa tarde, estava muito cansado e a Manuela não parava de falar, (acho que tudo isso por que estava estressado com a saída do meu pai da empresa e que agora somente eu cuidaria de tudo), eu olhava para o nada enquanto ela falava:
-você está me ouvindo?
-tô amor ...
-então está tudo combinado não é? 
-pera? O que?
-falou tarde de mais amor , toma (ela me deu uma caixa enorme azul)
-o que é isso?
-abre.
Eu abri o pacote azul, dentro estava um monte de seda vermelha por cima, não estava entendendo , até que eu peguei em algo macio,
Puxei o objeto e me deparei com uma roupinha de neném , sapatinhos é um papel estranho.
-o que é isso?
-leia amor, é meu presente de casamento .
Li o papel apressado 
-você está grávida? 
-sim, depois de várias e várias fertilizações em vitro conseguimos, você vai ser papai.
-o que? 
-você vai ser papai, parabéns
-eu te amo
-também te amo,amor.
 

 


Notas Finais


Bom pessoal , esse foi o último capítulo :')
Convido vocês a lerem o próximo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...