História Uma princesa sem coroa - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Girls' Generation, Got7
Personagens Yoona
Tags Colegial
Exibições 6
Palavras 1.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Famí­lia, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


;-; Não sei o que dizer, apenas achei que essa história merecia um final..então resolvi escrevê-lo, nem sei se alguém vai ler (kkkk). Mas é isso.

Capítulo 34 - Mudanças


P.o.v Yoona 

Ja faziam alguns dias que havíamos voltado da casa de praia de Yugyeom, e muita coisa mudou em mim esses últimos dias, não sei direito é algo estranho, isso pôs em duvida todos os meus sentimentos em relação à minhas amigas, a minha avó e até mesmo em relação a Mark....eu passei esses dias no quarto mergulhada em meus livros, dormindo, assistindo séries e doramas, minhas notas no colégio já foram melhores  e isso fez com que o reitor convocasse minha avó para uma reunião, ela já devia estar chegando porque já eram 10:39 da manhã, as garotas estão tendo aula e eu estou aqui folheando uma revista na sala de espera enquanto minha avó não chega, eu estava com um coque frouxo no cabelo usava meus óculos redondos de grau, um vestido floral que ia até a metade das minhas coxas, e um casaquinho cinza de lã, e no pé sapatilhas na cor preta. Depois de alguns minutos esperando ouço passos pesados e apreçados que ecoavam daquele enorme corredor que antes vazio agora podia enxergar silhueta de minha avó que trazia em seu rosto uma expressão de aflição e nervosismo (nada boa aliás). A encarei suavemente escondendo qualquer tipo de expreçao.

-Minha querida que saudades..-se aproximou de mim me fazendo abraçá-la forte com sua expressão antes de angustiada agora só demonstrava saudades..-você está cada dia mais linda..-pôs em seus lábios um sorriso meigo e simples-

-vovó, quanto tempo..-sorri levemente ao sair de seus braços-..Obrigada..-sorri de canto encarando o chão-..Desculpa o incomodo..-me referia a tal reunião, ela apenas negou com a cabeça e foi falar com a secretaria-

Entramos na sala do diretor e nos sentamos nas cadeiras à frente de sua mesa, o mesmo analisava alguns papéis calmamente, minha avó procurava alguma coisa em sua bolsa e eu apenas respirava profundamente tentando colocar em ordem todos os meus pensamentos. Aquele silêncio estava me incomodando era uma verdadeira tortura, suspirei um pouco alto fazendo minha avó me encarar.

-Entao..-ela quebrou o silêncio em um tom impaciente como se tivesse que fazer algo importante, e ela realmente tinha já que cuidava sozinha da rede de restaurantes que nossa família tinha pelo país. Me senti um pouco culpa por ter feito ela vir até aqui , ela é uma mulher muito ocupada e não deve perder tempo com besteiras.

-Ah sim, perdão por fazê-las esperar..-o reitor cumprimentou minha avó com um aperto de mão e apenas sorriu pra mim que retribui. - Muito bem, tenho algumas reclamações dos professores em relação a Yoona..-pegou minha ficha que continha algumas anotações..-Eles têm reclamado da falta de interesse, da desatenção, dos atrasos, e dizem ainda que ela tem deixado de entregar suas obrigações..-ele é minha avó me encararam e pareciam que podiam ver minha alma.-

-Eu sei da sua preocupaçao reitor, mas tenho certeza que isso é apenas uma fase, ela perdeu os pais recentemente tudo é muito novo pra ela, de mais uma chance por favor..-abri a boca em um perfeito Ó minha vó me defendendo?? Aposto que ela não vai deixar barato quando sairmos daqui, apenas fiquei calada esperando a resposta do reitor.

-Lhe darei mais uma chance senhorita Yoona, mas terá que merecer se continuar assim pode perder o ano..-eles me encararam e eu apenas balancei a cabeça assentindo.- É só isso então, tenho outra reunião agora..-ele olhou para o relógio em seu pulso.

-Eu também, desculpa o incomodo tenha um bom dia..-minha avó apertou a mão dele e logo saiu da sala me fazendo segui-la...- eu não entendo Yoona, a única coisa que você faz da vida é estudar e nem isso está fazendo direito, nunca pensei que diria isso, mas você conseguiu me descepcionar..-me olhou desapontada e com insensibilidade.

-Desculpa, eu prometo que vou melhorar..-foi apenas o que consegui dizer a ela antes que entrasse em sua BMW preta, acenei pra ela que nem viu estava no telefone com algum de seus sócios, ganhei dispensa pelo resto do dia estava na hora do almoço, mas não estava com fome tanto nervosismo me fez perder o apetite, estava no corredor indo para a biblioteca quando dou de cara com Mark.

-Hey..-ele disse vindo sorridente em minha direção..- acho que essa é a primeira vez que te vejo essa semana..-pensou um pouco para dizer, eu apenas sorri de canto minhas desculpas já haviam se esgotado.

-É eu, bem eu, ando estudando muito..-disse mostrando minha prova de física que acabara de receber da professora, tinha tirado 9.5 na prova essa era minha única nota boa, e eu nem sei como aconteceu já que também não havia estudado.

-Como se você precisasse estudar..-rimos suavemente co aquilo..-falando em estudar eu preciso da sua ajuda de novo..-coçou a nuca e fez uma expreçao sem graça.

-matematica?..-deduzi e ele apenas assentiu- tá bom, eu também preciso estudar, então hoje depois da aula na biblioteca?..-o encarei sem expreçao alguma.

-ta bem..-ele sorriu me fazendo retribuir, logo o sino tocou e ele teve que voltar pra aula, eu fui para o quarto fazer alguma coisa aleatória. O dia passou estranhamente rápido e logo teria que encontrar Mark pra estudar, as meninas ainda não haviam chegado, logo Sunny entra no quarto silenciosamente.

-Ja estou acordada..-sorri para ela me levantando da cama-..Como foi o dia?..- ajeitei o lenço que estava um pouco amaçado, acho que dormi a tarde toda.

-ah foi normal, sabe como é..-ela suspirou como se tivesse algo a incomodando..-O que houve com você hoje? Porque não foi pra aula?..-mudou sua expreçao para preocupada.

-ah nada..-soltei um riso fraco e sem vida-..Eu ganhei dispensa..-ela me encarou sem entender o porque, mas não insistiu no assunto, peguei meu material e disse a ela que iria pra biblioteca, ela apenas assentiu e eu saí dali.

Entrei na biblioteca que estava vazia, sentei na mesa perto da janela e comecei a observar as pessoas conversando no pátio, fiquei ali por um tempo até Mark aparecer me despertando de meus devaneios.

-Desculpa a demora, eu estava com os garotos..-ele disse meio tímido e se sentou a minha frente colocando seus livros sob a mesa. Apenas assentiu sorrindo suavemente para ele, abri alguns livros no conteúdo em que Mark tinha dificuldade, calmamente expliquei para ele todos os tópicos e tirei suas dúvidas, aproveitei também para estudar.

Ja eram 19:30 da noite e eu e Mark havíamos terminado, era a hora do jantar e provavelmente todos os nossos amigos estariam lá no refeitório.

-Vamos pro refeitório?..-Mark perguntou recolhendo seus materiais de estudo, estava sem fome e não sentia vontade nenhuma de ver o pessoal, mas fiquei com receio de negar já que esses últimos dias eu não tenho dado muita atenção aos meus amigos.

-Ok..-peguei minhas coisas e fui atrás dele até o refeitório, o caminho todo foi silencioso, só se ouvia nossos passos ecoando naquele enorme corredor vazio, chegamos e logo avistamos nossos amigos sentados na última mesa, estavam conversando e rindo de coisas aleatórias, Mark cumprimentou a todos que quando me viram fizeram cara de surpresos.

-Oi pessoal..- disse calma e suave, eu não sei se estava pronta para as perguntas do tipo "por onde andou?" "Nossa você sumiu" "resolveu aparecer né".

-Mark, como conseguiu tirá-la da cama?..-Hyoyeon disse imprecionada com tamanho feito do colega, ele apenas riu e se sentou deixando espaço para que eu me senta-se também. Eles continuaram o assunto é é claro que eu tive que responder a um interrogatório todo. O resto da noite foi normal como sempre, cada um foi para seus devidos quartos e só.

 

 


Notas Finais


Nao sei se alguém vai ler, mas pelo menos fiz minha parte... Sorry


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...