História Uma razão para viver - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hunter x Hunter
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Hunter X Hunter, Killua, Romance
Exibições 49
Palavras 2.729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yoo!!minna-san,Bom me desculpe pela demora mas hj vim com outro cap para vcs( ehhh!!!)
boa leitura meus queridos e amados leitores!!❤❤

Capítulo 6 - Amigos...


No capítulo anterior....

 

-não e óbvio?,kil parece gostar da garota,o que e desprezível,mas isso será o fato principal pois para ele se tornar um assassino perfeito ele não pode se preocupar demais com que irá matar-a mulher andava pelo quarto enquanto explicava o plano para seu filho-e para isso ele terá de matar alguém que é importante para ele,e isso o fará um verdadeiro assassino como seu pai,que não se importa com quem terá de matar apenas faz...

 

-então quer dizer que...

 

-sim depois que tudo já estiver feito,killua matará a garota.

 

 

Fim

 

Dois Meses depois...

 

Dois meses haviam se passado,e Mayumi continuava a ajudar killua em seu treinamento,mas a mesma não imaginava estar se aproximando dele,mesmo sempre tentando manter os limites impostos por kykio.

Killua evoluía assim como Mayumi,tendo sempre bons resultados tanto enxergados por eles mesmos quanto pela sua própria família.

Muitas vezes,na maioria de suas ações a pequena sentia seu corpo ser controlado,mesmo estando com sua consciência intacta,o que não parecia ser sua nova companhia,Mahiro,a qual já estava se acostumando com a mesma,mesmo que aquilo tudo ainda seja estranho e novo.

 

Algum tempo depois...

 

-parece que desta vez ganhei.-diz killua se posicionando em frente a garota.

 

-muito bom killua-sama...-diz a mesma com seu tom de voz e expressão de sempre.

 

-Hm...Bom que tal uma pausa?-diz o garoto colocando as mãos atrás da cabeça enquanto observava Mayumi de cima a baixo perecendo coisas as quais não havia reparado,e uma delas sendo o tamanho onde killua era aproximadamente quinze centímetros maior que a mesma,dando para perceber caso a colocasse ao lado do mesmo.

 

-hai,killua-sama-Mayumi uni a ponta de seus dedos indicadores uma a outra-Ilusion off-ao dizer estas palavras,o campo onde treinavam começa a sumir.

 

-serio,isso e incrível quem te ensinou a fazer isso?-diz o mesmo esperançoso aguardando a resposta da garota.

 

-Gotoh-san...-diz Mayumi mantendo seu olhar voltado ao garoto a sua frente.

 

-suge...-diz o mesmo maravilhado.

 

Killua nunca se mostrou surpreso ou alegre para nenhum dos membros de sua família, mesmo que a maior parte do tempo ele ficasse sério,ele parecia se soltar mais na presença de Mayumi.

 

Killua andou até perto da parede escura e se assentou escorando suas costas na mesma.Depois de se aconchegar, o garoto de cabelos brancos perceber o olhar curioso da menina sobre ele.Nestes dois meses que os dois passaram juntos,killua pôde ter uma experiência de quem Mayumi realmente era,mesmo ainda não a conhencendo muito bem.

 

-pode perguntar....-diz com uma expressão cansada a espera da fala da menina.

 

-sua família...-diz juntando suas mãos.

 

-hm...-killua abre um sorriso de lado com a pergunta da garota.

Feito isso o mesmo olha para Mayumi a sua frente e da dois tapinhas no chão ao seu lado pra que a mesma se senta-se no lugar indicado.

Ela hesita um pouco mas logo se assenta ao seu lado com as pernas por baixo de seu corpo continuando com a coluna ereta como sempre manteve.

 

-bom o que realmente quer saber?

 

-como eles são...-diz com sua voz inocente.

Mesmo que Mayumi já soubesse um pouco sobre a família,ela queria conhecer o ponto de vista dele,para saber se há algo sendo escondido.

 

-Bom,eles são loucos realmente loucos se eu pudesse capturaria minha familia toda e os entregaria para o governo-diz com um sorriso esperançoso no rosto por simplimente gostar da ideia.

 

-malvado...-diz a garota totalmente sem emoção como sempre foi.

 

-Haha...-solta um surpiro e observa o teto-mas assim..-ele fecha seus punhos com força-as únicas pessoas que realmente me escutam são meu pai a Alluka e agora...você...-diz o mesmo com um sorriso para a garota que desvia o olhar sentindo-se envergonhada.

 

-hm...-diz a loira com a cabeça abaixada escondendo seu rosto corado.

 

-E eu sei que o proposito de me manterem aqui e me tornarem um assassino sem assim como meu pai,mas não é isso que eu quero...e agora a única coisa que eu quero saber e o porque de minha mãe estar fazendo isso...

 

-isso?...

 

-de colocar você no meio de uma família de assassinos...-diz colocando mais força em seus punhos.

Ao dizer estas palavras a mesma se sentiu culpada por estar fazendo isto não por si mesma,mas sim pela kykio.

 

-Mas,não que eu ache ruim,para falar a verdade as coisas até melhoraram depois que te conheci...-após dizer isto ele recebe o mesmo olhar da garota,só que desta vez ela parecia estar confusa julgando pela sua cabeça a qual estava inclinada para o lado.-...sei lá, eu não sei explicar apenas acho divertido.-diz killua colocando suas mãos atrás da cabeça.

 

Dito isto a pequena volta a sua posição normal,mas desta vez, deixando escapar um pequeno sorrisinho.

 

-também gosto de estar com killua-sama...-diz Mayumi não pensando bem em suas palavras.

 

Ao dizer isto o garoto a observa incrédulo por nunca ter ouvido isso de ninguém.

 

-sei lá eu não como explicar...e apenas divertido-diz a mesma repetindo as mesmas palavras de seu mestre.Killua logo abre um sorriso voltando a sua posição normal.

 

-bom...você nunca falou sobre si mesma...-após ouvir isto Mayumi volta seu olhar ao chão se mantendo em silêncio.-mas caso não q--

 

-não é isso...-diz o cortando-na verdade,eu não sei o que sou...

 

-hm...-killua se encontrava confuso mas sabia que a garota não estava mentindo.-não sei se isso vai servir outra vez mas...você pode confiar em mim caso precise de ajuda e você sabe disso...-diz o mesmo se levantando.

No impulso Mayumi okha para sua cicatriz na coxa e apenas sorri por ter lembranças do mesmo a ajudando.

 

-hai...-diz a garota se levantando e indo até perto dele.

 

Algumas horas depois...

 

Apos Mayumi ter se encontrado com kikyo,a mesma foi liberta como sempre em silêncio, mas para sua surpresa killua a esperava do lado de fora.

 

-killua-sama?-pergunta confusa.

 

-Resolvi te esperar,preciso falar com Gotoh...

 

-hai...-diz a garota se posicionando ao lado de seu mestre,mas mantendo a distância,e seguiram a caminho da outra mansão.

 

-Parece que Kil está começando a ficar muito apegado a garota-diz Kikyo enquanto os encarava através da janela de sua sala com certo ódio.

 

- Mamãe eu ainda não gosto da ideia de deixar killua ao lado dela...-kalluto se pronuncia nervoso.

 

-Não se preocupe kalluto,só faltam mais três meses e tudo literalmente irá acabar,isto é apenas uma farsa para torna-lo um assassino assim como seu pai,um assassino sem sentimentos que não se imposrta com quem seja,simplesmente ira mata-lo-ao dizer estas palavras um sorriso de orelha a orelha nasce em seu rosto.-e ela já sabe o que irá acontecer se a mesma não aceitar isso...

 

No caminho...

 

Os dois conversavam de vários assuntos,descobrindo coisas novas sobre cada um,isso mesmo com as poucas pronúncias de Mayumi.

 

-Nossa você sabe fazer muita coisa então...-diz killua com as mãos guardadas nos bolsos de sua calça.

 

-Hm...-Mayumi apenas balança a cabeça confirmando a afirmação feita pelo garoto ao seu lado.

 

-oi mayu...o que minha mãe fala para você todas as vezes que vai lá?-fiz o garoto mudando sua expressão para uma séria e o assunto.

 

-gomen killua-sama,não posso te contar...-ao dizer isto a mesma correu até a porta da mansão a abrindo e esperando que seu mestre passasse.

 

-ah...garotas são realmente difíceis de entender...-diz se lemanetando.

 

Ao adentrarem a casa,foram educamente recebidos por todos os outros mordomos,principalmente por causa de killua,por ficarem surpresos com a presença do mesmo

 

-Killua-sama,o que o traz até aqui?-pergunta Gotoh se crivando para o mesmo.

 

-Quero falar com você-diz calmo.

 

-como quiser...-o mais velho olha para a menor ao seu lado e a mesma entende o que ele quaria dizer.

 

-com licença killua-sama-diz Mayumi se curvando.

 

- até mais-diz com um pequeno sorriso.

Após Mayumi se retirar indo em direção ao seu quarto,killua volta seu olhar para o mordomo a sua frente.

 

-Bom,sobre o que queria falar?

 

-sobre a Mayumi...-diz o garoto sério.

Ao entender o olhar de seu superior,Gotoh sabia qual assunto iriam discutir.

 

-Vamos ate minha sala,assim poderemos falar sobre isso mais a vontade-diz Gotoh mantendo sua posição apenas acrescentando um pequeno sorriso.

 

No quarto...

 

Ao adentrar seu quarto,Mayumi foi direto ao banheiro tomar um banho quente e colocar suas roupas típicas apenas mudando a cor de sua saia que desta vez era rosada.

 

Depois de algum tempo se lavando,a mesma veste suas roupas e se retira indo até o espelho que havia em uma das paredes de seu quarto.Ficando de frete para o objeto,ela se vira de costas,coloca seus longos cabelos por cima do ombro esquerdo e observa a cicatriz em sua nuca a qual parecia ter sido feita a poucos dias,não a anos como era antes.

 

-horrível não é? ela estraga sua beleza-diz uma voz femimina um tanto familiar ao seu lado.-se tivesse me aceitado antes isso não estaria ai...

Logo Mahiro aparece ao seu lado,também olhando para o espelho.

 

-isso não e nada-diz Mayumi arrumando seu cabelo de modo que escondesse a cicatriz.

 

-a claro-diz a garota de cabelos marrons ironicamente.

 

Mayumi apenas ignorou isto e se assentou em sua cama sendo acompanhada por Mahiro que fez o mesmo,em seguida a pequena pega seu caderno de desenhos e continua sua arte inacabada.

 

-então o que vai fazer agora que aquela maluca quer você morta?...de novo...-diz a Mahiro soltando risadas baixas com sua piada.

Ao tocar neste assunto,Mayumi voltou a pensar sobre isso,o que deveria fazer já que a mesma estaria salvando sua família de uma punição severa por algo que fez.O maior medo dela era de alguém machucar sua família não só ela como killua,o qual se tornou  importante para a garota,e também receberia punições de acordo com a ameaça feita por kikyo.

 

-eu não sei...-diz a garota cabisbaixa.

 

-eu sei que e inútil mas você deveria parar de pensar nos outros principalmente naquele garoto.

 

-eles são minha família...

 

-não são!pois a sua já esta morta...-Mahiro levanta a voz para a garota que se sentiu abatida por alguns segundos.

 

-mas isso já não importa agora...-diz Mayumi tentando controlar seu humor...

 

-Hm...tanto faz...parece ate que você gosta dele...

 

-gostar dele?...-pergunta Mayumi voltando ao seu normal.

 

-nossa como você muda rapidamente...-ela solta um suspiro e continua-sim...

 

-mas eu gosto dele...

 

-eu não disse gostar dessa forma...eu disse mais intensamente...-diz mahiro mexendo suas mãos para dar mais ênfase na palavra.

Mayumi apenas inclinou a cabeça confusa, certamente não entendendo muita coisa.-ah eu desisto de explicar um dia você vai saber o que é... e provavelmente se arrepender...

 

-mas eu não me arrenpendo de ficar com ele...-a garota dos cabelos loiros dizia as palavras com a maior inocência em sua voz.

 

-você não sabe a vergonha que eu sinto de estar vendo meu outro eu falando essas coisas...-diz a mesma com olhar de reprovação.

 

De repente as duas ouvem um barulho de algo acertando a janela,como se fosse um alguem jogando pedras na mesma.As duas se entreolharam e foram até a janela a abrindo com cuidado e observando todo o espaço a procura de alguém.

 

-está procurando alguém-uma voz masculino um tanto sinistra ecoa atrás das duas garotas.

No impulso as duas se viram e em seguida se assustando com a presença de Illumi.

 

-I-Illumi-sama-diz Mayumi se curvando tentando se manter firme diante dele.

 

-v-voce...-diz Mahiro com uma expressão assustada enquanto dava passos para trás amedrontada.-ainda esta vivo...

Ao ve-la daquela forma,Mayumi volta seu olhar para a garota ao seu lado.

 

-Para onde está olhando?-diz Illumi procurando o que a pequena via.

 

-n-nada...-depois de dar mais outra olhada,Mahiro havia sumido deixando a menina confusa pela atitude da mesma.

 

-hm...-Illumi aproveitou este momento para visualizar melhor sua possível vítima-Vendo você de outra forma...você se parece muito com uma pessoa que matei a um tempo atrás.

 

Dito isto Mayumi sentiu seu corpo se estremecer e suar frio.

 

-deve ser isso que me faz ter vontade de mata-la...mas não teria a mesma graça,ela tinha cabelo marrom não loiro...

Estas ultimas deixaram a pequena confusa e pensativa,julgando pela descrição da garota e o sumiço de mahiro.

 

-mas não estamos aqui para falar sobre isso...-diz ele a encarando com aqueles olhos assustadores que pareciam estar lendo sua mente.-você continua a se aproximar do amado irmão sem pensar nas consequências não é?-diz com seu mesmo tom de voz sem levantar o mesmo.-parece que o meu aviso não adiantou....

 

-Me perdoe Illumi-sama,mas killua-sama não é como pensa...-diz Mayumi seriamente.

 

-Hm...você me deixa surpreso...tendo a coragem de enfrentar um assassino que poderia te matar a qualquer minuto.-diz o mesmo se aproximando da menor.-você sabe muito bem que é apenas uma isca...uma inútil... desista logo de viver e me deixe acabar com isso-diz o mesmo colocando a mão sobre a cabeça da garota, onde ela sentiu uma forte pontada da última vez que ele fez isso.

 

Na sala...

 

Depois de Gotoh contar sobre Mayumi,killua tentava controlar a sua raiva pelas pessoas que fizeram a mesma sofrer.

 

-e isto...

 

-eles já estao mortos?-pergunta killua o encarando sério.

 

-creio eu que sim...

 

Gotoh havia contado apenas de onde a pequena veio e o que aconteceu com a mesma enquanto esteve lá.

 

-Mas porque o senhor estaria interessado nisto?

 

-Hm....eu apenas queria saber onde a conheci e ajuda-la a entender a si própria-diz se lembrando da conversa deles de mais cedo.-eu quero saber o que ela passa para poder ajuda-la ,além do mais...e isso que os amigos fazem não?-diz o mesmo com um sorriso vitorioso colocando os braços atrás da cabeça.

 

-hum,isso nem eu posso negar-Gotoh possuía uma sorriso orgulhoso de ver o quanto killua havia crescido.

 

-Bom vou lá ver como ela está...-diz o garoto de cabelos brancos se retirando.

 

-Com licença, mas kikyo-sama não pode saber que está aqui.

 

-Não se preocupe,se depender de mim ela não poderá fazer mais nada a Mayu,vou vou proteje-la...

 

-o senhor esta certo disto?

 

-sim...-dito isto o mesmo fecha a porta atrás de si.

 

killua andava pela casa tranquilamente enquanto observava os quadros nas paredes tão bem feitos e que deixavam o lugar mais vivo,sendo a maioria deles paisagens nunca vistas antes.Mas o mais incrível de tudo e que todos eram feitos por Mayumi,como visto pela sua assinatura na parte debaixo deles.

 

-você tem um talento realmente incrível-diz maravilhado com os quadros.

 

No quarto

 

Illumi manteve sua mão sobe a cabeça da garota enquanto a  mesma o olhava assustada sendo intimidada por seu olhar.

 

-Saiba que você não é nada para mim,apenas parte do meu jogo...Então respeite as regras...

 

De repente os dois ouvem alguém bater na porta, no impulso Mayumi olha para a porta e antes que pudesse voltar a encarar o homem a sua frente,ele simplismente some a deixando confusa.

 

-hum,p-pode entrar-diz a garota do lado de dentro do quarto.

Ao ver a porta ser aberta revelando um garoto de cabelos brancos bagunçados e olhos azuis chamativos,sua expressão se muda para uma de surpresa.

 

-Killua-sama?...-diz a garota o olhando confusa.

 

-Oi...-diz o mesmo levantando sua mão a cumprimentando.

 

-o que o faz vir até aqui?-pergunta educadamente.

 

-Eu só queria ver você antes de voltar para aquele hospício....-diz com um sorriso de lado enquanto encarava os olhos da garota sendo iluminados pela luz do pôr do sol.

Ela apenas sorriu em resposta para o garoto escorado na porta.

 

-sinta-se a vontade-diz a pequena.

Ao adentrar o lugar o mesmo se senta na cadeira da escrivaninha que ficava em um canto do quarto.

 

-eu falei com Gotoh-san,e ele me contou sobre o que aconteceu com você...

 

-ah...-diz a pequena abaixando a cabeça.

 

-Mas foi lá que nos vimos você lembra?...

 

Ao dizer estas palavras,as lembranças que faltavam, rapidamente voltaram a sua mente,deixando tudo mais claro.

 

-S-se eu soubesse pelo que você esteve passando naquele lugar...eu teria feito algo e tirado de lá...-diz o mesmo fechando os punhos novamente com muita força onde suas unhas começavam a  machucar a palma de suas mãos.-eu teria matado eles...

Ao ver sua expressão de culpa,Mayumi não hesitou em ir até ele e colocar uma de suas mãos sobre um de seus punhos.Feito isso killua olha surpreso para a garota sentada no chão a sua frente.

 

-já passou...agora está tudo bem,não se culpe por isso...eu já estou aqui-disse com sua voz calma e inocente.

Ao ouvir estas palavras ditas tão serenamente, toda aquela raiva que sentia havia se passado em um segundo.Para ele a presença da garota era o que mais o acalmava,se dependesse do mesmo ele poderia ficar ouvindo aquela voz e adimirar os olhos dela o dia todo,pois nunca se cansariam deles.

Ao sentir o toque da mão gelada da pequena sobre seu punho,o mesmo a agarrou,envolvendo-a entre suas duas mãos a esquentando.

 

-sim...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continua...


Notas Finais


Bom pessoal espero que tenha gostado,do cap de hj,ent deixem seus comentários sobre ele PF!!
Eu tive alguns problemas familiares e semana de prova por isso demorei!!mas minhas férias estao chegando vou tentar não atrasar mais!
Bjs de Nutella e um abraci de ursinho da neko-chan❤❤ela ama vcs!! (Caso eu não responder os comenta e pq o site ta travando)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...