História Uma segunda chance - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Justin Bieber, Meu Doce Sonho, Novela, Romance
Exibições 25
Palavras 1.227
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capítulo espero que gostem bjus

Capítulo 2 - Traição?


Fanfic / Fanfiction Uma segunda chance - Capítulo 2 - Traição?

Hoje é meu aniversário de 20 anos, não ganho muitos presentes pois não gosto muito mas minha mãe e Paulo insistem em me dar roupas ou até mesmo um celular.  Hoje voltei para minha casa, David não estava. Isso me deixou aliviada, pelo menos algum dia ele iria sair de casa. Coloquei uma música do Justin Bieber que eu adoro e comecei a dançar até que, alguém bateu na porta:

-Samantha, cadê o David? - acho que era o Luis, melhor amigo dele.
-sei lá, eu acabei de chegar e não vi ele em casa. - falei e ele olhou para mim com uma cara de surpresa.
-então tá, tchau - falou e correu dali
-garoto estranho-falei fechando a porta.

Coloquei o volume no máximo e comecei a dançar até não aguentar mais. Eu adorava aquela música e sempre tive um sonho de conhecer o Justin.

Anoiteceu, e eu estava estudando peguei meu celular e vi 5 chamadas perdidas de David, mensagens sem parar perguntando onde eu estava e com quem. David é um canalha mesmo.

Fui dormir e ouvi barulho de porta abrindo, já sabia quem era mas ignorei e voltei a dormir. Foi quando David apareceu no quarto ele estava bêbado e só pelo cheiro dele já senti.
-onde você estava vadia? - falou
-Vadia o cacete! E não te interessa onde eu estava ou com quem estive! - falei mas me arrependi depois
-vou descobrir quem é o filho da puta que você está ficando! - disse e fechou a porta
-Seu babaca! - gritei mas este ignorou

Voltei a dormir.
Amanheceu e já era domingo, escovei meus dentes e tomei um banho, estava tudo um silêncio estranho.Me arrumei e fui à cozinha preparar o café foi quando eu vi o celular de David em cima da mesa, peguei e vi que estava sem senha olhei as notificações e vi quase 200 mensagens abri o WhatsApp e vi várias mensagens se garotas e uma em especial que mandou para ele fotos nuas.
Olhei para aquilo e me perguntei :que porra foi essa que vi?
Desliguei o telefone e voltei para fazer o café. Sempre soube que ele era um canalha.
David chegou em casa e me viu fazendo café, ele nem deu Oi, apenas pegou um biscoito e subiu as escadas. Tento ser educada com ele mas ele não deixa. Apenas quero que isso acabe!

Falta apenas 5 dias para eu ir viajar, estou ansiosa pra caralho,imagina se eu conhecer o Justin? Eu sou apaixonada por ele, mas David fica com ciumes e tenta me bater. Sempre quis ter posts dele, algum autógrafo Mas nunca tive espero poder conhecê-lo.
Enquanto tomava o café, andei pensando no intercâmbio que irei fazer, meu inglês é uma bosta, eu quase não passei na prova, fiquei lá por horas na mesa, até dormi lá. Acordei com o grito de David, ele estava meio bravo
-vamos ter que sair daqui agora! - falou puxando meu braço
-o quê? Sair pra quê? - falei soltando-o
-não interessa só fica no carro! - falou e me deixou no carro.

Eu fiquei por horas e consegui fugir do carro e voltei pra casa, tranquei e fui pro quarto me esconder. Algo estava errado e concerteza não queria saber o que era! Adormeci.
Já era quase 06 horas da manhã, numa segunda feira. Não queria ir à faculdade, mas ficar em casa sem fazer nada é uma das piores coisas, então me arrumei tomei café e fui.

A matéria foi de matemática, uma das que eu amo, nem ligo mais para os garotos apenas me concentro e faço as lições.

Cheguei em casa e vi a cena que me deixou bem brava, vi David com uma garota a beijando, fiquei em choque não sabia se dava na cara dele ou deixava eles dois lá só sei que fui rápida eles estavam tão distraídos que nem viram que eu estava lá. Subi as escadas silenciosamente e fechei a porta do quarto. Talvez eu fique na casa dos meus pais até o dia que eu irei viajar, então ligo para minha mãe :

-Mãe, posso ficar aí até eu viajar?
-pode, claro se quiser venha agora! - falou
-então tá já vou pra aí. - falei e desliguei o celular.
Peguei as malas e desci as escadas, foi quando eu vi eles se agarrando estavam tão distraídos mas eu gritei :

-Você é um canalha, seu filho da puta!

Quando gritei eles me viram e se cobriram todo, David olhava para mim com aqueles olhos de culpa, mas eu nem sequer fiquei lá olhando para a cara dele apenas sai da porta e disse :

-tudo acabou entre a gente canalha!

David correu para a porta só com o short eu me distanciava, ele me chamava mas eu não dava ouvidos, abri meu carro e sai dali. Comecei a chorar, porque sempre ouvi os conselhos que Paulo me dava mas nunca os escutei, agora estou assim, fudida. Enfim, irei para a casa dos meus pais talvez resolva.

Cheguei lá e vi um cheiro muito bom de bolo, cumprimentei a todos e coloquei as malas e a passagem no quarto.

Mal posso esperar para viajar!enquanto estava olhando o WhatsApp, notei que David havia escrevido em seus status :
    Cadê você minha princesa?

Esse status me deixou com tanta raiva que logo quis jogar meu celular na parede, mas óbvio que não iria fazer isso. Apenas ignorei, no começo você pode até achar que seu namoro deu certo, mas quando você conhece bem a pessoa, você vê que bateu um arrependimento.

Enquanto comia bolo, ouvia uma música do Justin e foi quando recebi uma ligação, e tá do David não queria atender, mas toda hora me irritando não atendi:

-o que você quer? - falei grossa
-volta pra casa... - falou parecendo que estava chorando
-não, e não ligue mais para mim! - desliguei na cara dele, e joguei o telefone longe, não estava nem aí se quebraria ou não, só sei que não queria ouvir mais o nome dele.

Faltava apenas 3 dias, estava ansiosa demais, decidi ir para a balada que quem sabe eu não fique um pouco melhor.

Me arrumei e fui para a balada, cheguei lá vi David e uma amiga minha conversando ele estava muito aflito. Eu fui para o banheiro, não sei como, mas consegui arranjar uma peruca e óculos escuros, mudei até de roupa. Antes eu estava com um vestido que não era muito curto e um salto, mas agora estava com um Moletom vermelho, calça jeans branca e um tênis de cano alto.
Voltei para a recepção da balada e fui na pista dançar. Dancei demais, foi quando vi uma mão tocando em minha cintura, era David eu tentei o largar mas ele do nada começou a colar a mão em meu peito, eu não entendi aquilo e dei um chute em sua barriga e corri dali.
David correu atrás de mim mas eu já estava em meu carro e consegui sair dali.

Voltei para a casa dos meus pais, eles já estavam dormindo. Subi até meu quarto e me joguei na cama, estava morta de sono. Dormi até não aguentar mais.

2 dias apenas, estava tão ansiosa, contava nos dedos até os dias se passarem.  Minha mãe me chamou para ir fazer compras com ela, eu fui.


Notas Finais


Bjus até a próxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...