História Eu Voltaria Por Você - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Romance Gay
Visualizações 98
Palavras 753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


cap hot
ou n, kkk n sei

Capítulo 35 - Melhor Amor?


Fanfic / Fanfiction Eu Voltaria Por Você - Capítulo 35 - Melhor Amor?

Enquanto minhas mãos desciam para o botão de sua bermuda, senti as deles subir pelos meus braços, uma repousou no meu rosto, e a outra adentraram em meus cabelos e os puxaram de leve para trás. Desabotoe sua bermuda a puxando para baixo, ele parou de mim beijar e terminou de tira-la, olhei para sua cueca que estava bem volumosa, ele ri se aproximando colocando as mãos em meu cinto e o tirando depressa logo depois o botão, e foi a baixando minha calça. Estávamos de frente pro outro, apenas de cueca. Ele volta a mim beijar e nossas peles se encostam, suas mãos deslizavam pelas minhas costas, assim como as minhas nas dele, ele me apertava contra ele fazendo minha ereção encosta na dele o que me dava arrepios gostosos. Suas mãos deslizaram pelas minhas costas e adentraram em minha cueca. Ele apertou meu traseiro e o empurrou mais ainda contra seu membro, o que me fez gemer. Até que ele foi abaixando minha cueca e indo junto e eu sabia o que estava por vim. Foi quando sua boca tocou em meu membro e o chupou com intensidade, me fazendo gemer e recuar encontrando a cama, sentei e abri mais as pernas inclinando o corpo para trás, ele não pensou duas vezes e começou a chupar com uma certa delicadeza. Sua mão posara em minha cintura que vez ou outra era apetada pelos seus dedos, ou suas unhas arranhavam minhas coxas. Inclinei a cabeça para trás gemendo baixo. Coloquei minhas mãos em sua cabeça e meus dedos deliraram em seus cabelos escuros e cerdosos. Meu membro era engolido pela sua boca de varga, me deixando cada vez mais duro e com vontade de fuder a boca dele.

- oh por... favor.... Mais rápido... –falei em gemidos. Pude sentir o sorriso dele. Então ele acelerou drasticamente, sugando com mais força quando chegava na glande. Comecei a gemer mais alto e empurra sua cabeça contra meu membro. Comecei a sentir minhas pernas tremerem, foi quando ele segurou na base do meu membro apertando e o chupando forte. E o liquido esbranquiçado saiu e eu cai na cama ofegante.

Mal respirei e senti sua língua percorre meu membro, chegando em meu umbigo ele chupo e foi subindo, chupando e mordiscando cada gominho da minha barriga, ele chupou os bicos dos meus peitos e deu leve mordidas. E deu um chupão em meu pescoço que com certeza ficaria uma mancha roxa. Pude sentir seu pênis encostar em minha barriga quando sentou, deu uma leve mordida em meu queixo. Chupei sua língua que estava com o gosto salgado, segurei em suas coxas apertando-as e seu traseiro. Ele foi descendo o quadril a procura do meu membro, segurou com uma das mãos e foi colocando de vagar dentro de si. Enquanto abríamos a boca em um “o”. eu estava completamente dentro dele, se erguendo ele apoiou as mão em meu peito e começou a subir e descer em cima do meu pênis subindo e descendo e gememos alto, apertando suas coxas e sua bunda, ele gemia colocando a cabeça para trás, uma das suas mãos pegou na minha e a conduziu até seu membro para que eu o masturbasse e foi o que fiz começando com os movimentos de subida e descida em seu membro e ele subia e descia em cima do meu, gemíamos muito alto, estava tendo tanto do prazer que não conseguíamos falar apenas gemer e gemer muito alto. Seus movimentos foram se acelerando eu o acompanhei e ele gozo em minha barriga, jogando a cabeça para tras e gemeu, ficando todo mole ele olhava para mim com a boca aberta e a respiração acelerada, continuei a empurra me contra ele, e em um gemido alto quase um grito eu gozei. Ele caiu em cima de me, beijando meu pescoço.

- o que foi isso? – ele pergunta caindo a meu lado ofegante.

- não sei – ri. – só sei que foi o melhor sexo da minha vida.

- da minha também. – ele se virou de bruços o se apoiando nos cotovelos e olhou pra me.

- que foi? – perguntei, pois já estava ficando sem graça dele está me encarando. Um leve sorriso surgiu no rosto dele, ele se inclinou e seus lábios encostaram de leve nos meus.

- já fizemos o melhor sexo de nossa vida.... Quer fazer o melhor amor?

- quer fazer amor? – perguntei deslizando os meus dedos nas costas dele. Ele concordou com a cabeça. Puxei ele pela nuca e o beijei.


Notas Finais


postei e sai correndo. não sei se a cena ficou muito boa, não levo jeito pra isso.
se vc ja leu esse cap, foi pq ele foi postado errado a alguns minutos atras. se não leu, ignore


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...