História Uma staff e sete garotos - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Tags 2jae, Jinyu, Markson
Visualizações 124
Palavras 1.428
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Mistério, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa a demora amoras, é que eu tava terminando meus deveres de casa!
Espero que gostem!
❤️❤️❤️🌸🌸🌸🌈🌈🌈

Capítulo 6 - My new favorite thing


Fanfic / Fanfiction Uma staff e sete garotos - Capítulo 6 - My new favorite thing

-Ana ON

Faz 2 semana que estou trabalhando para os meninos, eles me fazem se sentir em casa, acho que ainda vão acabar virando minha família. 
Estávamos voltando de um fotoshoot que eles fizeram, aí meu Deus pensa em uns meninos bonitos, quase dou um ataque do coração. BamBam continua o mesmo, só se comunica com os meninos, só fala comigo se for sobre algo relacionado ao trabalho, mas acho que ele está certo.. Esse devia ser o relacionamento de patrão e empregado, mas os meninos são tão fofos, é mais forte do que eu. Comecei a notar mais em BamBam, ele é beeeem mais bonito quando está rindo ou fazendo palhaçadas com os meninos, as vezes me pego até dando uma olhadinha, mas nada de mais. 

Youngjae: Aaigo, to com fome. 

JB: Eu comeria um boi inteiro.- Fala passando a mão na barriga e eu a escuto roncar.

Jinyoung: Nana, faça comida pra gente hoje. Acho que de tanto pedir comida a gente acabou enjoando. 

Ana: Irei pensar no caso de vocês.- Falo rindo.- O que vão querer?

Yugyeom: O que acha de uma comida brasileira.- Fala ele com cara de pensativo.

Ana: Pra falar a verdade, não sou muito fã. Mas no Brasil tem muitas besteiras gostosas... aaaaaahh.- Os meninos pulam no banco da van que estávamos. - Desculpem, é porque lembrei da cesta que trouxe pra vocês. Das besteiras gostosas do Brasil. Que tal eu fazer um jantar normal e logo depois vocês experimentam?

Mark: Acho uma boa ideia... Faz tempo que eu não como pacoça. (Pra quem não sabe, Mark morou 2 anos no Brasil)- Ele fala e eu começo a rir.

Ana: Paçoca, é PA-ÇO-CA Mark!- Ele rir.

Chegamos em casa e eu faço comida para os meninos, não estava com fome, então deixo eles comendo e vou tomar um banho. Deixo a água cair em minhas costas e começo a relaxar, aaah aquilo era bom. Ponho um shorts, é uma blusa muito grande, acho que era do Thomas e eu roubei, como pode seu irmão ser mais novo que você e mais alto? Quando coloquei a blusa, até pareceu que eu tava só com ela, prendo meu cabelo em um rabo de cavalo e pego a cesta. 

Ana: Volteiiiii!- Falo colocando a cesta na mesa de centro da sala, os meninos já haviam terminado de comer e estavam assistindo.- Primeiro os hyungs. 

Jackson: Nana me chama de oppa só uma vez, por favoooor!- Nego com a cabeça e começo a rir.- Você sabe que só a gente que não liga se você chama a gente de hyung né?- Assinto.- Então uma hora você vai ter que chamar alguém de oppa, por que não eu? Vaai por favor. 

Ana: Ah não, é muito estranho, parece que quando chamo de oppa, é como se eu tivesse toda apaixonada.- Esfrego minhas mãos em meus braços como se tivesse arrepiada. 

Youngjae: Vai Nanaaa, eu também to curioso.- Fala ele tentando abrir o laço da cesta. 

Ana: Aigooooo, tá bom.- Olho pra Jackson e ele estava sorrindo.- Jackson Oppa, me passa a tesoura.- Ele coloca a mão no coração e cai no sofá.

Jackson: Ai que coisa mais fofa.- Os meninos começam a rir e eu reviro os olhos.

Ana: Eu sério hyung, passe a tesoura antes que o Jae parta a certa no meio.- Olho pra ele que começa a rir.

JB: Iiih, Jackson. Tudo que é bom dura pouco... O hyung voltou de novo.- Eles riem e eu começo a abrir a cesta. 

Ana: Aah, experimentem esse.- Falo e dou um sonho de valsa pra cada um, havia sete. Ofereço a BamBam e ele pega, que milagre. 

Yugyeom: Woooaah, o que tem aqui?- Fala ele colocando o resto do chocolate inteiro na boca. 

Jinyoung: É muito bom mesmo. 

Fiquei feliz que eles gostaram dos doces do Brasil, até BamBam queria tomar o dos meninos. Pelo menos isso ele não reclamou né...

Jinyoung: Espera aí. Nana, você não iria ensinar a gente a dançar daquele jeito.

Ana: Um outro dia, vocês devem está cansados.- Falo jogando as embalagens no lixo. 

Todos: Eu to bem.- Estranhei, até BamBam falou. 

Ana: Tá bom, tá bom. Tem como dançar daquele jeito com qualquer música praticamente, mas as brasileiras são as melhores, vou colocar uma e mostro pra vocês. - Coloquei YouTube na TV, que nem no dia que dancei, fiquei pensando um pouco e claro, por que não MC Kevinho!? Explosão! A música começa a tocar e eu puxo Gyeom.- Coloque as mãos nos joelhos assim, agora é só mexer a bunda pra cima e pra baixo, assim.- Faço do jeito que vocês sabem né bininazzz. 

Yugyeom: Aish, é difícil, mas a música é da hora. 

Ana: Vem gente! É só seguir a música.- BamBam continua sentado, com aquela cara de bunda. Mas os meninos começam a dançar e eu esqueço dele.- Façam assim agora.- Eu faço o quadradinho, e eles ficam tipo ":O" 

Mark: Da mortal é comigo mesmo, agora isso aí não é normal.- Fala rindo. 

Ana: Ah com um tempo vocês aprendem.- Eles pediram pra eu colocar mais musicas brasileiras, e eu mostrei do funk ao sertanejo pra eles. Nos divertimos muito, até ficarmos pingando suor.- Tá agora to indo tomar outro banho gente. 

Jackson: Nana, fala oppa só mais uma vez.- JB entra na frente. 

JB: Dessa vez comigo.- Reviro os olhos e dou uma risada. 

Ana: Até daqui a pouco...- Faço que vou andar, mas paro.- JB oppa.

Agora vejo todos os 6 colocarem a mão no coração e se jogarem no sofá. Dou uma risada e volto a subir as escadas. Mas antes grito um "É a ultima vez que falo isso." 
Tomo outro banho e vejo que já tá tarde, os meninos terão 5 dias de folga então vou deixar eles jogando o resto da noite. Resolvo ir dormir, estava um pouco cansada eu assumo. Praticamente me jogo em minha cama, pego meu celular e vejo as chamadas perdidas de Rayan, respondi a umas mensagens da minha tia e meu irmão, ignorei totalmente as mensagens de Maddison, bom aquilo tava se tornando um hábito. Escuto minha porta se abrindo e aparece duas figuras.

Ana: Vocês não iam jogar?- Youngjae e JB se aproximam e se deitam em um de cada lado meu (Quero mostrar muita intimidade entre os meninos e Ana, então se acostumem).

Youngjae: BamBam nunca perde e Mark e Jackson vivem pedindo revanche.- Fala ele que agora entra embaixo de minha coberta. JB faz o mesmo. 

JB: Enjoei desse jogo, também estou cansado de tanto dançar. 

Ana: E os bonitos vêm, grudar em mim é?- Falo olhando pra um depois para outro.

Youngjae: Ah, claro né.- Os dois colocam as pernas em cima de mim e se abraçam. 

Ana: Gente a Nana, precisa de oxigênio.- Eles era muito maiores que eu, então fiquei parecendo um ursinho entre os dois. 

JB: Aigoo, pronto!.- Ele se desgrudam e me dão espaço para respirar. 

Youngjae: Nana, meu aniversário é daqui dois dias.- Eu já sabia, tinha encomendado o presente do Jae ontem, espero que ele goste de colares. 

Ana: Sim eu sei, encomendei seu presente.- Eles levantam a cabeça que estava até então em meus ombros e se olham.- O que foi? 

JB: Nenhuma staff nos dava presente de aniversário.- Fala se deitando de novo.

Youngjae: Muito menos comprava antecipado.- Fala fazendo cosquinha em mim. Rio um pouco e ele para.

Ana: Aishh, esquece elas. Huh?- Falo e começo acariciar o cabelo dos dois.- Não sou como elas.

Youngjae: Vou organizar uma festa da psicina, você pode me ajudar?- Fala ele olhando pra mim com carinha de cachorro que caiu da mudança. 

Ana: Claro que sim!- Falo e ele sorri.

Youngjae: Boa noite, Nana!- Beija minha bochecha e fecha os olhos. 

JB: Bom sonhos Nana!- Ele beija minha testa e se aconchega mais pra perto, fechando os olhos e alçando a mão do Jae, que se encontram em minha barriga. 

Ana: Vou dormir espremida com vocês!? Tá bom.- Vejo que eles ainda dão um pequeno sorriso e suas respirações vão ficando mais lentas.- Boa noite, meus bebês.- Dou um riso nasal e fecho os olhos, logo o sono bate...

-BamBam ON 

Estava escutando a conversa dos meninos com a Ana, realmente, ela é diferente. Aish, como posso ter tratado ela assim esse tempo todo? Vou acreditar em você Ana, por favor não me decepcione, não aguentaria mais uma.  
Saio da porta de seu quarto e entro no meu, fico pensando em como irei agir daqui pra frente e acabo pegando no sono.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostadoooo!
❤️🌸❤️🌸🌈🌈🌈 Sarangheeeeeee ❤️🌸❤️🌸🌈🌈🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...