História Uma Superação - Capítulo 2


Escrita por: ~

Exibições 24
Palavras 766
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Conversa


Fanfic / Fanfiction Uma Superação - Capítulo 2 - Conversa

Depois de um tempo pensando nos momentos que eu tive com Jake Edu entrou no quarto. 

Edu: Pode se abrir comigo. 

Eu: Eu não entendo vocês homens. Ou é ele que é totalmente estranho. 

Edu: Com certeza ele é totalmente estranho. Quem machuca você é um tremendo idiota.

Eu: Concordo plenamente em você. Eu sou tão doce. 

Edu: Agora machucar você enquanto você carrega o filho. É muita cara de pau mesmo. 

Eu: Será que ele sabe? Ele não tocou no assunto. 

Edu: Se você não sabe imagina eu. 

Eu toquei na minha barriga. 

Eu: Grávida. Bebê. É meio difícil acreditar nisso. Saber que eu vou ser mãe. 

Edu: Deve ser assustador acordar de um coma e saber que está grávida. 

Eu: Muito assustador.  

Edu: Posso tocar na sua barriga. 

Eu: Claro. 

Eu deitei e suspendir a blusa. 

Ele colocou a mão devagar. 

Eu: Pode tocar. 

Edu: É difícil de acreditar mais eu sempre quis ser pai. Ter um filho, pra levar pra escola, conversar sobre garotas, ou ter uma filha e comprar absorvente pra ela, ir com ela comprar sutiã. 

Eu: Tenho dó da sua filha. Você vai ser um pai muito careta.

Edu: Verdade. Chutou. 

O bebê tinha chutado. 

Eu: Eu acho que ela gostou de você. Ou ele. 

Edu: Também acho. 

Eu: Quer ser padrinho? 

Edu: É claro que sim. 

Ele deu um sorriso. 

Joana e Bianca entrou no quarto. 

Joana: O que vocês estão fazendo? 

Eu: Vários nada.

Edu: O bebê chutou 

Joana: Eu já vi uma foto que a mulher está grávida e da pra vê o pé perfeitamente. 

Eu: Credo. Eu posso fazer uma pergunta. 

Elas sentaram na cama

Bianca: Fala ue 

Eu: Jake sabe que eu estou gravida.   

Bianca: Na verdade não. Nós queríamos que você contasse, você demorou de acorda ele parou de te visitar ele visitava 2 vezes ao dia. Por um minuto pensamos que você não iria acordar e o bebê não ia nascer porque poderia matar ele e você. Então não contamos. 

Eu: Que bosta. 

Joana: Bem amarela.

Edu: Eca 

Eu: Sabe o que dá vontade

Joana: Morrer

Bianca: Joana você tá doida? 

Edu: Essa tgmail problemas. 

Eu: Não. Dá vontade de fugir, de ir pra outro país onde ninguém me acha, onde tem pessoas boas, criar minha filha ou filho lá. 

Joana: Não é uma má idéia. 

Bianca: Não mesmo.

Edu: Mais tem Jake e o bebê. Pensa na dor que essa criança nascer sem um pai. 

Eu: É. Eu só quero o bem da minha filha. 

Joana: É o que todos querem

Eu: Chega desse clima. 

Joana: No dia de comprar as coisas do bebê eu posso ir juntas? 

Edu: Também quero. 

Bianca: E eu? 

Joana: A próxima a engravidar é  a Bianca. 

Bianca: Não acho. 

Joana: Eu estou vendo a hora da camisinha furar. A cada dia que passa você e Eric estão melhor nisso. 

Bianca: Também acho. 

Eu: E você Joana? Está com algum boy ou girl? 

Joana: Quem dera. Estou só mandado e recebendo nudez. 

Eu: Acho que vou entrar nessa fila também. 

Bianca: Meu Deus 

Bianca colocou a mão na barriga 

Bianca: Tenho que tampar aa orelha, não pode ouvir essas coisas. 

Todos deram um sorriso. 

Eu: Tenho que conseguir um trabalho. Não quero continuar como policial. 

Edu: Se você quiser ser minha assistente no trabalho.

Eu: Como assim.Você está trabalhando? 

Edu: Sim. Eu sou um dos administradores de uma  pequena empresa. Que está crescendo cada vez mais. 

Bianca: Pequena Impresa. Fernanda, Edu administra uma empresa grande de tecidos. 

Eu: Eu pensei que você queria ser médico. Você não é formado em administração. 

Edu: Não. Mais Eu comecei a fazer administração. Aí eu estava indo muito bom. Um professor da faculdade é dono da empresa. ele achou bom. Então me contratou. 

Eu: Grande história de vida. Tem quantos admistradores? 

Edu: Comigo 8. 

Eu: Impressionante. 

Bianca: Eu não sei porque ele está morando ainda aqui. Eu comprava um aapartamento grande. 

Edu: Na verdade estou providenciando. 

Eu: Eu acho que vou comprar um apartamento também. 

Joana: Pobre do jeito que ta. Você quer roubar dinheiro do bolsa família? 

Eu: Querida lembra que eu trabalhei muito. Pelas minhas contas eu tenho um bom dinheiro pra comprar um pequeno apartamento.  

Edu: Eu posso te ajudar se quiser. 

Joana: Acho que vai rolar um flash back aqui. 

Edu: Nada haver. Somos amigos. E amigos ajudam um ao outro. 

Eu dei um sorriso pra ele. 

Joana: Hmmmmm safadinhos. 

Eu: Para Joana. Na verdade eu iria adorar essa ajuda. 

Bianca: Esperta você em. 

Eu: Só um pouquinho. 

Depois que conversamos fomos assistir um filme, comemos, Edu foi trabalhar, Fomos eu, Bianca e Mãe fomos no cabelereiro. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...