História Uma tigresa no meio de vampiros e lobisomens - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo
Personagens Alec, Alice Cullen, Aro Volturi, Bella Swan, Billy Black, Caius Volturi, Carlisle Cullen, Carmen Denali, Demetri Volturi, Edward Cullen, Emmett Cullen, Esme Cullen, Jacob Black, James, Jane, Jasper Hale, Kate Denali, Marcus Volturi, Personagens Originais, Quil Ateara, Rachel Black, Rebecca Black, Rosalie Hale, Sarah Black, Seth Clearwater, Sue Clearwater, Tânya Denali, Victoria, Vladmir
Tags Crepusculo
Exibições 97
Palavras 799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Demorou?
Eu sei, mas tá aquiiiiii!!!!!!!

Capítulo 5 - Loucura


Fanfic / Fanfiction Uma tigresa no meio de vampiros e lobisomens - Capítulo 5 - Loucura

   ---Heyley esses são Sam, Paul, Ambry, Quil e Jared- diz Guilherme

   ---Oi- eu falo

   Eles ficaram quietos, parecia que estavão conversando por telepatia mas eu nem liguei, eu aproveito e encosto no meu carro, fico olhando para baixo em quanto um tsunami de perguntas invadia minha cabeça, é possível que tenha um tigre dentro de mim? É possível minha mãe estar viva? Por que eu não contei para Carlisle sobre o mamífero de quatro patas que fala que está dentro de mim? Ou é só o meu subconsciente brincando comigo? Quais são as possibilidades de eu ser sobrenatural? Bom.... agora eu estou ouvindo  e sentindo coisas absurdas mas dver ser por um tempo né? Eu to ficando louca, a cada pensamento uma nova pergunta (ouço algo vindo da floresta)

   --- Oque foi isso?-falo desencostando  do carro e olhando para trás

   Eram os caras que eu encontrei prestes a lutar contra os Cullens, eu só reconheçi um deles pois ele era o único não transformado

   ---A quanto tempo- um deles fala

   --- Oque vocês querem aqui?- pergunta Sam

   ---Converssar

   ---Pode falar- diz Paul

   ---Não queremos falar com você

   ---Então com quem querem falar?-Paul fala

   ---Com ela

   ---Então espera deitado por que sentado vai cansar

   ---Porque você é tão ignorante?- um deles pergunta

   ---Porque vocês vieram infernizar minha vida, chegaram aqui falando que minha mãe está viva, sendo que ela morreu depois que eu nasci

   ---Ela não morreu

   ---Que provas você tem para me confirmar isso?

   ---Não podemos falar

   ---Ok, também não falo mais nada

   ---Última vez que avisamos, saiam das nossas terras- Sam fala

   ---Não- o menor deles fala

   Do nada Paul se transforma e fica em posição de ataque, eu levo um susto e do um pulo, ouço uma risada baixinha no meu ouvido, era o Guilherme, e eu do outro pulo quando um dos carinhas que eu não  conheço se transforma também

   ---Paul se acalma- diz Ambry

   Ele rosna e ameaça a pular no outro lobo, aquilo já estava me deixando de soco cheio, quando dou um passo para frente Guilherme tenta segurar meu braço mas eu desvio e volto a andar, o lobo desconhecido fica em posição de ataque

   ---JÁ CHEGA- Falo parando entre os lobos

   ---Heyley não!- ouço Guilherme falar

   ---Estou cansada disso, o problema é comigo, deixa minha família e meus amigos fora disso, se ela quer me ver tabom, vocês já sabem onde eu moro é só avisar ela, só quero que isso tudo acabe, e que meus problemas diminuam- Falo diminuindo a voz

   ---Fomos mandados para te proteger

   ---A que ótimo, vocês querem acabar com minha vida- sussurrou

   Bocejo em quanto cambaleava

   ---Heyley-Guilherme fala "voando" para o meu lado

   ---Eu to bem- minha voa falha

   ---Não é o que parece

   ---Só estou trocando o dia pela noite

   Ao falar isso vejo Gui com um sorriso em seu rosto que depois ficou sério

   ---Quando meu mau humor passar vocês podem continuar com essa chatice

   Vou andando em direção ao carro quando Quil para na minha frente bloqueando o meu caminho

   ---Você não pode ir-Quil fala

   ---Prometo que não conto nada

   ---Não podemos confiar em uma Cullen- diz Jared

   ---Olha pelo lado bom se eu for, as pessoas indesejáveis vão me seguir

   ---Quil- Guilherme fala com voz de autoridade

   Quil mesmo não querendo ele saí, ele comessa a me olhar como se eu fosse um monstro, ou algo pior, entro no carro e giro a chave, eu respirei fundo tentando acabar com o sono, mas ele era imbatível, Gui ficou me olhando com cara de quem falasse "tome cuidado", saí de la lá com o maior cuidado para não atropelar ninguém, ao sair dali comecei a pensar, Oque eu vou dizer a eles? Eu conto a verdade? Ou minto? É seu eu ter um ataque de pânico? Eles ainda me aceitariam com oque eu sou? É E se for mentira? E se eu tiver alucinando, em outras palavras, louca
   Perguntas ecoavam na minha cabeça me deixando maluca, eu tentava me consertar em como seria o resto do dia, o céu clareava indicando que estava amanhecendo, quanto mais perto eu chegava de minha casa mais meus olhos se fechavam, lutei contra minhas pálpebras e venci, ao chegar em casa tentei fazer o mínimo de barulho mas  era impossível com a audição deles, eu fui flagrada subindo as escada


---Quer me contar algo?- diz Carlisle


   Balancei a cabeça afirmando, ele se virou para subir comigo mas eu o impedi

   ---Que tal um passeio pela floresta?

   Eu só fazia isso quando eu não queria que ninguém ouvisse, pois era só o Edward ler nossos pensamentos, antes de sair de casa eu fui para a cozinha e fiz café ou pelo menos tava escrito na embalagem que era café, coloquei numa xícara e fui junto com Carlisle para a floresta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...