História Uma última chance - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Tags Alice, Amor, Carol, Esperança, Filha, Liam Payne
Visualizações 316
Palavras 1.458
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 42 - Capítulo Quarenta



Narrado por Carol
 

- Você está bem?- Liam murmura com os lábios grudados no meu pescoço me fazendo sentir um leve arrepio. 

Estávamos sentados no gramado de sua casa a algum tempo sozinhos. Alice parecia tão concentrada ajudando Karen a cuidar do pequeno canteiro de flores mais a frente que sua atenção se voltada para nós de tempos em tempos, quando conseguia fazer algo certo com lindo sorriso orgulhoso nos lábios 

Eu estava entre pernas de Liam, com as costas apoiada em seu tronco, com o olhar perdido nelas, enquanto recebia um carinho gostoso na cabeça. Eu poderia dormir aqui. 

- Estou. Por quê?- levanto minha cabeça e Liam franze os lábios me encarando sério. 
- Seus olhos..- passa o polegar das maçãs do meu rosto até abaixo dos meus olhos. - Ainda estão vermelhos. Você andou chorando.- disse.

- Eu nã..

- Não foi uma pergunta.- me cortou- Eu vi quando a conversa com Ruth pareceu ser mais séria do que qualquer outra, Caroline. Eu podia estar com Alice aqui, mas eu reparei em vocês, okay? E se você não chorou, pelo menos tentou não chorar.- gruniu.- Seus olhos não mentem amor..

- Babe, está tudo bem.- sorrio e deixo um beijo no seu maxilar travado. - Não foi nada demais, tá? 

- Do que vocês estavam falando, então?- arqueou uma sobrancelha ainda com o maxilar cerrado e feição séria. E Isso foi sexy. Suspirei. 

Qual a necessidade de tanta beleza assim, Deus? Liam era lindo, de fato. Nem parecia que era de verdad...

- Caroline?- perguntou confuso. Eu tenho um sério problema de concentração. 

- Eu..hum..oi?- balanço a cabeça afastado qualquer pensamento que estava por vir e ele sorri percebendo que eu o encarava descaradamente. - Nós estávamos falando sobre a Ali..sobre a recuperação dela, você sabe..- disse e em partes eu não estava mentindo. 

- Tem certeza que foi só isso?- pergunta e eu concordo. 

- Absoluta..- sorriso antes de deixar um selinho em seus lábios e me levantar limpando a minha calça. - Você não iria mo mercado para a sua mãe?- me virei para ele. 

- Nós iremos..- falou destacando o "nós" também se levantando. Arqueei uma sobrancelha ele deu de ombros.- E sem discussões sobre isso 

Ri. Liam passou o braço por cima de meus ombros e me puxou para perto, enquanto íamos ate Alice e Karen. 

- Hey amor, o que você está fazendo?- Alice tinha as mãos sujas de adubo e carregava em uma delas um pequeno regador. 

- A vovó está me ensinando a cudar' das flores. Olha só que lindas. Foi eu que dei água pra elas!- levantou o regador e apontou para uma orquídea sorrindo orgulhosa.

- Ficou linda, babe! Mas você quer ir ao mercado com a mamãe e o papai?- perguntei.

Alice olhou para as flores parecendo em dúvidas e voltou a nos encarar. 

- Pode compra chocolate?- olhou para mim e em seguida para Liam. Abro a boca, pronta para dizer que não pois ela já tinha comido muita besteira hoje, mas Liam interrompe. 

- Pode. 

- E sovete'?- olhos pidões em direção a Liam e eu deixo um suspiro escapar. 

- Não.- digo. Alice me olha fazendo um biquinho adorável e eu nego. Aquilo não iria colar comigo. 

- Papai?- seu queixo tremeu e seus olhos se encheram de lágrimas enquanto olhavam para Liam. Ela sabia que se fizesse isso ele cederia. 

Ele me olhou como se me pedisse para deixar e eu apenas cruzei os braços negando. Alice estava ficando muito mal acostumada e a culpa era de Liam. 

- Não. Está frio, lembra?- ela abaixa a cabeça e assente.- Eu queria muito poder te dar, babe. Mas não podemos arriscar..- passo a mão pelo seu rosto e ela suspira sorrindo fraco. 

- Tudo bem..- olha para o regador e o entrega para Karen. - Vovó, cuida bem delas tá'? A Ali volta daqui a pouquinho ..- sorriu e sacudiu o vestido.

Pegou a mão de Liam e o puxou em direção a casa com uma certa urgência. 

- Vamos mamãe! Tenho que tomar banho pra ir!- gritou e eu me permiti rir da sua mudança de humor. 

Deixei um beijo estralado na bochecha de Karen e segui para onde eles tinham entrado. 

- Já estou indo, filha.

 

***


Depois de ter ajudado Karen com o canteiro, ido ao mercado, brincado com as tias até a hora do jantar Alice praticamente capotou emburrada no colo de Liam. 

Ela tinha um bico enorme no rosto durante e depois de todo o jantar porque eu simplesmente neguei dar mais chocolate a ela. O fato é que ela já tinha comido uma barra quase inteira e além de poder dar uma boa dor de barriga, enjôo ou qualquer coisa do tipo, se ela comesse mais não iria jantar nada. 
Tudo bem, ela supera.

- Hey amor - Liam apareceu na porta do quarto tirando minha atenção da ela só notebook.- O tanto você faz aí?

Se aproximou até estar em cima da cama.

- Eu estou olhando a decoração para festa de aniversário de Alice..- me afastei para o lado esperando ele sentar. 

Alice dormia encolhida no canto da cama e contando com o fato de que ela pouco se mexia dormindo, não teria perigo dela continuar lá.

- E já achou alguma coisa?- apoiou o queixo em meu ombro enquanto olhava para a tela. 

- Anotei os números de alguns salões de lá, são legais até e não tão caros..- dou de ombros e escuto ele bufar. 

- São grandes pelo menos?

- Não muito, para falar a verdade, mas é o suficiente.. Eu acho - digo. 

- Acha?- murmurou irônico.- Amor tem que ser um espaço bem grande.- e essa foi a minha vez de bufar. 

- Liam não precisa disso tudo! Eu sei que você quer dar uma festa grande de aniversário para Alice, mas não precisa tanto. Você sabe que qualquer coisa que fizermos vai ser importante para ela se nós estivermos juntos com ela.- me virei e sorri.

- É, eu sei! Mas babe, é a minha filha, minha princesinha! Esse é o primeiro aniversário que passo com ela. Alice merece a melhor festa de todas e se eu posso dar isso a ela, porque não fazer?- olhos castanhos brilhantes me fitaram e eu quis me dar um soco por ceder isso. 

Liam é teimoso e não iria desistir de fazer uma festa dos sonhos para Alice. Não adiantaria desistir. 

- Tudo bem!- suspirei cansada - Mas é você quem vai se virar para achar um salão grande o suficiente para o seu gosto. 

Ele riu. 

- Na verdade eu já tenho um.

- Ótimo.- resmungo. 

- E sobre a decoração?- pergunta. 

- Ela quer muitos temas ao mesmo tempo mas uns dias desse nós chegamos a um consenso que pelo visto não vai rolar..- ele me olha confuso. 

- Por que?

- Porque é capaz de eu falar princesas e você querer alugar um castelo.- falo brincando e segurando a risada. Embora no fundo o que falei tenha uma pontinha de verdade. 

Nunca confie em Liam quando o assunto é agradar Alice da melhor forma 

- Isso seria fantástico!- seus olhos brilharam. Eu disse.- Aposto que ela ficaria encantada...

- Não, não, não Payne. Nem pense nisso! Você não acha que está exagerando?- digo quando percebo que ele pareceu levar a sério o que eu disse.- Você já escolheu o salão e fim, nada de castelo ou qualquer outra coisa chamativa demais. Vamos focar somente na decoração, no buffet e nos convidados e essa última parte é por sua conta, tá?

Silêncio. 

- Tá.- resmungou parecendo decepcionado. 
Ri fechando o notebook e colocando em cima da pequena cômoda ao lado da cama. Voltei para meu lugar inicial e me virei de frente para ele. Lhe dei um selinho demorado e sorri

- Você com certeza está fazendo o seu melhor para que essa festa seja inesquecível pra nossa garotinha, mas de qualquer forma vai ser. E não é só porque vai ter princesas, brinquedos ou milhares de docinhos saborosos, mas sim porque nós estaremos lá pela primeira vez juntos como uma família, entende?- ele sorriu largo e assentiu- Juro que Alice não se importaria se não tivesse festa, pois para ela tudo isso aqui é suficiente.

- Você tem razão, me desculpe.- concordei, embora não houvesse motivos para o desculpar. 
Senti seus braços circularem a minha cintura e então deitei sem seu peito. Passamos um tempinho assim até o sono começar a aparecer. Deixei mais mais um beijo nos lábios de Liam e bocejei o desejando boa noite. E antes de pegar no sono completamente senti alguém se enfiar entre nós e murmurar um doce e sonolento boa noite.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...