História Uma vida ao seu lado - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, JB, Youngjae
Tags Jb Got7
Visualizações 47
Palavras 3.440
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Me desculpem se ficou meio vago, e sé tiver algum erro.

Capítulo 6 - Casamento


Youngjae pov off 

Jackson pov on

Não fazia muito tempo que cheguei a casa de Zhou e ela me avisou que Milena e a bebê ia passar uns dias aqui, achei estranho então esperei ela chegar pra saber o que havia acontecido depois uns dez minutos ela chega com uma mala e uma bolsa pequena, peguei Yang Mi que já me dava os bracinhos e fiquei olhando sua expressão triste e olhos inchados, o que será que aconteceu.

Pergunto o que houve e não posso acreditar quando ela me diz que Youngjae a traiu , não pode ser verdade ele é doido por ela e Yang Mi isso so podia ser brincadeira , ela me disse como ela o surpreendeu, fiquei quieto com os pensamentos a mil e embalei Yang Mi que ja estava quase durmindo, beijei minha afilhada e a deitei na cama de Zhou, fiquei parado na porta observando o soninho dela, se eu não fosse falar com Youngjae eu ia surtar, Milena tava destruída, chorando em silêncio cabeça baixa, eu não podia deixar ela assim sem respostas , Youngjae ia ter que me explicar o por que disso agora perto do casamento, tava tudo muito confuso, sai dali sem dizer nada so dei um beijo e em Zhou e sai dali.

Minutos depois chego na casa de Youngjae bato na porta e o mesmo abre, ele estava pior que Milena.

-- Por que isso agora?-- perguntei entrando.

-- sabe onde ela tá ?-- ele perguntou sentando no sofá.

-- me responde? Porque traiu ela? Agora?.-- sentei em seu lado com olhar fixo nele.

-- Não foi bem assim, Cristal chegou de repente me dando os parabéns, eu não tive reação ela sentou no meu colo e me beijou, eu não tava entendendo nada.-- ele disse sorrindo com reprovação.

-- Cristal ? Ex do JB?-- fiquei surpreso, será que JB tem culpa nisso.

-- Ela mesmo.-- ele deixava escapar umas lágrimas.

-- Ela tá na casa de Zhou, so não aparece la hoje , ela tá muito magoada é capaz dela falar coisas que estrague o que vocês tem, eu vou conversar com ela hoje ainda.-- ele apenas disse que sim com a cabeça.

Me levantei de lá e fui pra minha casa JB ja deveria estar lá. Quando chego em casa escuto Hani gritando e brigando com ele, não deveria entrar mais eu precisava saber se ele mandou cristal beija Youngjae.

-- acabou Jae Bum, já dei todas as chances que poderia ter dado, mais você passou dos limites.-- Hani disse e logo caindo no choro.

-- o que ta acontecendo?-- pergunto calmamente.

-- JB tava com uma mulher aqui, Cristal se não me engano ela sentada no colo dele, os dois riam e ele disse que deu tudo certo.-- Ela disse pegando sua bolsa, mais quando ia passar pela porta eu a segurei.

-- o que tinha dado certo?-- perguntei a ela.

Ela deu de ombro, ela não tava sabendo que Milena e Youngjae estavam em crise , estranho cristal e JB estarem juntos bem hoje quando ela beija Youngjae e Milena vê tudo, Hani saiu pela porta e JB sorria , mais dava pra ver que ele sentia culpa de algo, conheço ele melhor que ninguém.

-- o que deu certo JB?-- perguntei e ele corou na hora. -- deu certo Milena ver cristal e Youngjae se beijando e ela sair de casa e terminar tudo com ele.-- menti em algumas partes e vi ele se revalando culpado quando sorriu sabendo o ocorrido.

-- Ela ta bem?.-- ele pergunta tentando disfarça a felicidade.-- Ela ta la fora? 

-- Não , ela tá péssima sofrendo por achar que Youngjae realmente a traiu, e não ela não está lá fora.-- disse ainda olhando suas reações.

-- onde ela ta vou buscá-lá , quero minha filha aqui aos meus cuidados.-- ele ja levantando e indo direção a porta.

-- Você não vai a lugar algum, eu sei que foi você que armou isso tudo. -- ele ficou parado sem reação.

-- Não sei do que você está falando?. -- ele disse na maior cara de pau.

Me segurei pra não obriga- lo na força a falar a verdade.

-- engraçado JB no mesmo dia que cristal beija Youngjae ela vem e vocês ficam felizes com algo que deu certo.-- ele me olhava com certo medo-- eu vou descobrir uma hora e se você tiver envolvido você pode perder sua filha.

Dizendo isso ele ficou com expressão assustada mais não disse se foi ele mesmo, isso tava me matando, não queria desconfiar dele mais tava impossível, voltei a casa de Zhou Ela estava parada olhando um ponto aleatório na janela da cozinha, a abracei por trás fazendo ela me olhar.

-- Tudo bem?-- pergunto.

-- Preocupada com isso tudo, Youngjae não pode ter feito isso, eu não me conformo.-- Ela disse e suspirou pesadamente.

Eu a soltei e ela me olhou confusa olhei ao redor pra saber onde Milena estava e acho que ela tinha ido deitar com Yang Mi.

-- Eu acho que JB tem algo a haver com isso.-- disse meio baixo.

-- como assim.-- Ela olhou surpresa.

-- fui falar com Youngjae e ele disse que foi surpreendido por cristal uma namorada bem estranha que JB teve, fui em casa pra saber se ele sabia de cristal e Hani e ele estavam brigando, pois Hani surpreendeu Cristal e JB comemorando algo e eles acabaram se beijando quando Hani entrou.-- disse tudo de uma vez e rapidamente deixando Zhou com as sobrancelhas erguidas e com expressão assustada.

Ela não pode dizer nada, e eu sei bem o que ela tá sentindo a dúvida e o ódio juntos, não podíamos obriga-lo a falar mais eu iria vigiar JB uma hora ele ia se entregar.

-- que cara são essas gente? Desculpa aparecer assim mais me deu sede.-- Milena entrou e Zhou e eu nos encaramos.

-- a casa é sua amiga, fica a vontade.-- Zhou disse mais ela ficou nos encarando.

o que Milena não era, boba, ela sabia quando algo estava errado sem nem mesmo falar nada mais não nos perguntou nada.

-- ainda são dez da noite, será que eu ligo Youngjae? Ou vou lá pra conversar?.-- Ela mudou de assunto.

-- acho melhor chamar ele pra vir aqui, conversei com ele,  e ele não tem  culpa de nada, se você o ouvir vai entender.-- disse a ela e ela ficou confusa se ligava ou não.

Ela decidiu que não ligaria pois o errado era ele e saiu dali pisando fundo e segurando o choro.

Jackson pov off

Milena pov on

No dia seguinte Yang Mi tava tristinha, sentindo falta de Youngjae, e eu também não sei por que ele fez aquilo, se não estava feliz comigo era dizer eu iria entender, eu não iria atrás dele e nem queria ve-lo era so pensar nele que a imagem dele com outra vinha junto e dava raiva dele.

Uma semana depois.

Já fazia uma semana que tava na Zhou, não havia falado com Youngjae e JB tava querendo aproximação, ele tava constantemente me pedindo pra voltar e sermos uma família de verdade. Isso tava estranho ele tava feliz pelo fato de eu não estar com Youngjae. Assim que JB saiu levei Yang Mi que tava dormindo no quarto, a campanhia toca e vou atender.

-- o que faz aqui?-- era Youngjae e eu fui rude, mais queria mesmo era abraça-lo.

-- você precisa me ouvir, eu te ligo, mando mensagem e você ainda não me respondeu.-- ele estava triste, ele não era mais o mesmo estava mais magro e eu o chamei pra entrar.

-- pode falar... eu estou ouvindo.-- eu sentei e ele sentou ao meu lado.

-- Foi tudo tão rápido que eu não pude entender,cristal entrou me desejando felicidades e antes que pudesse falar algo ela me beijou e você entrou em seguida, foi tudo muito rápido so de lembrar minha cabeça da voltas.-- ele disse deixando uma lágrima cair.

Eu estava mais calma e pude pensar direito, pois ela segurava às mãos dele, mais ele a beijava tbm. Não disse nada esperando ele continuar.

-- confesso eu errei, correspondi o beijo, eu tentei me livrar mais ela segurou minhas mãos no alto da cabeça e so pude me livrar quando ela se assutou vendo a porta abrir.-- ele terminou de dizer e me olhou fixamente esperando respostas, ele estava me dizendo a verdade, eu sabia que estava falando a verdade.

-- quem é cristal?-- peeguntei ignorando tudo que ele havia dito.

-- uma ex namorada do JB.-- ele disse dando de ombro.

Como assim a ex de JB, não quero pensar que não mais ta estranho, naquele dia ele queria que aparecesse na empresa pois ele queria falar com Youngjae se desculpar, mais ele não apareceu nesse dia so essa cristal, e esses dias todo ele querendo me convecer a voltar querendo ser família e tudo mais, não queria pensar que ele foi capaz de armar minha separação com Youngjae.

-- Milena?-- Youngjae me tira dos meus pensamentos. O puxei pra um abraço e ele sorriu, não queria falar sobre minhas suspeitas.Nós dois fizemos as pazes, e ele voltou para o trabalho, esperei Jackson aparecer na casa de Zhou pois precisava falar com alguém sobre isso. Zhou chegou mais sozinha.

-- oi Jackson não veio?-- Ela me olha confusa.

-- ele tá guardando o carro, aconteceu algo?.-- Ela parecia saber do que se tratava.

Logo jackson entrou e o chamei pra conversar, sentamos na mesa e Zhou preparou o café.

-- acho que JB tem culpa com o que aconteceu entre Youngjae e eu.-- Jackson não pareceu surpreso.

-- e eu tenho certeza, peguei o celular dele ontem enquanto ele dormia e vi ele combinando tudo, e depois agradecendo e dizendo que vocês estavam separados.

Meu sangue começou a ferver, não pude acreditar que cai nessa armação como pude ser burra desconfiei de Youngjae. Estava me segurando pra não ir atrás daquele idiota e quebrar ele.

-- Não posso acreditar, eu vou quebrar ele.-- disse com muita raiva.

-- calma, ele já vai ter o que merece, Hani terminou tudo, e você pode punir ele voltando com Youngjae.-- ele disse e não acho que seja suficiente.

Levantei arrumei minhas coisas e de Yang Mi e Jackson me levou pra casa, chegamos la e Youngjae ja havia chegado, ele nos recebeu todo feliz e pegando Yang Mi que ainda dormia no colo, eu fui até o quarto levar as malas e arrumar no guarda-roupa ele e Jackson ficaram conversando e quando voltei JB estava na sala com um sorriso cínico no rosto.

-- veio pegar mais roupas Milena?-- ele perguntou me vendo saindo do quarto.

-- Não, aqui é minha casa, nossa casa né meu amor.-- disse abraçando Youngjae e dando um selinho no mesmo.

-- Não acredito que ele te traí e você volta como um cachorrinho?-- ele disse com os olhos cheios de ódio.

Foi o que eu estava esperando, dei um tapa com o maior prazer em seu rosto, me fazendo me sentir mais leve.

-- Ninguém vai decidir meu futuro entendeu Jae Bum? E se quiser ainda ver sua filha, não repita isso nunca mais.-- eu disse a ele que me olhava assustado.

-- você não pode me proibir de ver minha filha.-- ele disse com a mão no rosto.

-- é só deixar essas armações de lado que você ficará perto dela, me deixe viver minha vida, eu não Amo mais você.-- isso foi o suficiente pra ele sair dali sem olhar pra trás e Jackson foi atrás correndo pra que ele não dirija de cabeça quente.

-- o que foi aquilo?-- Youngjae perguntou confuso.

-- ja passou.-- passei a mão em seu rosto e o beijei.

Preparei a janta, e fui ver se Yang Mi havia acordado, ela tava deitada quietinha peguei ela e a levei a te a mesa ela viu Youngjae e começou a rir e se mexer no meu colo querendo que ele a pegasse.

--Ela sentiu sua falta.-- disse dando ela pra ele.

-- so ela?-- ele disse e eu neguei com a cabeça.

Eu estava com muita saudades dele, eu achei mesmo que quando conheci JB ia ser pra sempre mais o sentido de um amor puro e verdadeiro só fez sentido quando conheci Youngjae, estávamos juntos ja fazia um ano, ele acompanhou minha gravidez do começo, tá sendo um ótimo pai pra minha filha e sem contar que ele me conhece tão bem como eu mesma não me conheço, ele sabe quando estou bem so de me olhar no olho, ele me toca e me beija ainda fazendo eu sentir frio na barriga e pernas bambas, eu o amo mais que a mim mesma.

Jantamos e como sempre ele pega Yang Mi a deita em seu ombro e canta pra ela até que ela durma, eu amo ouvir sua voz doce e suave, mesmo cantando músicas de ninar, eu ficava o observando, quando ele a levou para o quarto ele veio perto de mim e começou a cantar em meu ouvido rimos um poucos e sentamos para assitir algo na televisão, eu o abracei forte e beijava seu ombro, pescoço, queixo eu estava sentindo muita a falta dele. Queria o abraça-lo e não soltar nunca mais.

5 meses depois*

O dia de nosso casamento havia, chegado iríamos passar a lua de mel no Brasil como era a vontade de Youngjae, iríamos ficar 4 dias apenas pois deixaríamos Yang Mi aos cuidados de Jackson, eu não estava confortável em deixar minha filha mais Jackson disse que cuidaria dela para que eu Youngjae curtisse sem medo, não sei qual a parte Boa disso iria ficar com a cabeça na minha filha, mais aceitei Iria me divertir e eu confiava o bastante em Jackson ja que ele amava Yang Mi como se foi pai dela isso me deixava menos preocupada, resolvido onde minha filha ia ficar comecei a me arrumar, a cerimônia ia ser simples so com os amigos próximos e nossos familiares, meus pais e meus irmãos vieram, conheceram Youngjae e o amaram so não tive coragem de dizer que Yang Mi era filha de outro homem meu pai não aceitaria esse casamento sr soubesse da verdade, coloquei meu vestido e o adorei Hani havia desenhado e confeccionado e estava perfeito, ele era trabalhado em rendas nas mangas e nas costas, era justo até o quadril e levemente solto nas pernas, vesti a sandália Branca com salto alto e Grosso , não era acostumada e isso me ajudou a me equilibrar direito, a maquiagem foi bem leve uma sombra que quase não deu pra ver e um batom nude os cabelos foi feito uma trança desfiada e o véu que ia em minha cabeça era curto, faltava apenas uns minutos pra sair de casa e eu estava muito nervosa, Yang Mi tava linda com um vestido azul clarinho e um arranjo de flores na cabeça , ela havia crescido bastante já estava com nove meses e arriscava umas palavras como "da" "meu" nada muito difícil.

-- nossa vocês estão tão lindas.-- JB disse entrando no quarto dele, ja que me arrumava lá.

-- isso não diminui o que você fez Jae Bum.-- Hani foi direta.

- Desculpa, so quis dizer.-- ele levantou as mãos se defendendo.-- Jackson me disse pra não dizer em voz alta que eu sou pai de Yang Mi, não entendi.

-- meu pai não aceitaria meu casamento se soubesse da verdade.-- disse mais percebendo um desconforto não o julgo também não gostaria estar nessa situação mais minha mãe disse que assim seria melhor.

-- Hani, ainda vai ficar ao meu lado no altar?-- ele perguntou.

-- somos padrinhos, onde mais ficaria.-- Ela não dava trégua e era engraçado mais segurei pra não rir.

-- eu preciso ficar sozinha um pouco, porque não acompanha JB até a igreja meu pai já deve estar na sala a minha espera.-- ela revirou os olhos e saiu, JB me olhou e disse um obrigado sorrindo, não sei por que ainda gosto desse mané, fiquei cinco minutos me olhando no espelho respirando fundo so ouvia Yang Mi resmungando sentada na cama.

-- Pronta filha?-- meu pai e meu irmão mais velho entram.

-- sim, estou.-- supirei e sorri logo em seguida, meu irmão pegou Yang Mi e saiu logo fomos meu pai e eu.

O trajeto até a igreja foi tranquilo, chegamos la esperei dois minutos e escuto a música anunciando minha entrada, fui até o altar ignorando os poucos olhares sobre mim, so via ele na minha frente com um sorriso lindo, seus cabelos estavam pra cima num topete alto ele tava mais lindo que o normal, chegamos até ele e meu nos desejou felicidades.

-- Milena, receba essa aliança em prova de meu amor e minha felicidade.-- ele pois aliança em dedo beijando a mesma.

-- Choi Youngjae receba essa aliança em prova de meu e minha felicidade.-- coloquei a aliança em seu dedo a beijando em seguida.

-- pode beijar a noiva-- o padre disse.

Ouvimos palmas, e nos aproximamos para um selinho demorado e cheio de amor.

Hoje éramos apenas um, o começo de uma nova família, nos olhamos nos olhos e sorrimos pois nada no mundo ia tirar esse sorriso em nossos rostos e esse amor de nossos corações

Recebemos abraços de todos e claro a famosa chuva de arroz na Saída, a festa foi simples na verdade tudo foi muito simples, com o dinheiro que eu tinha guardado e Youngjae tbm, compramos uma casa maior, com dois andares e mais quartos um jardim maior e mais segura.

Quando voltarmos do Brasil nós moraria nela ja, e eu voltaria a trabalhar. 

Algumas horas depois*

Meu pai ja não entendia porque Yang Mi não saia do colo de JB, ele disse que não achava certo eu deixar ela com estranhos, eu ia contar mais não quis estragar esse clima alegre, logo Youngjae me chama pra irmos ao aeroporto pois tínhamos uma longa caminhada.

Nos despedimos de todos e fomos, meus pais iriam com a gente, mais iriam ficar Seul na casa de uma amiga deles. Chegamos rapidamente a me despedi dos meus pais, e fomos direto ao local de embarque pois ja.

Estavam chamando nosso vôo, partimos de Busan para o Rio de Janeiro, sentamos em nossos lugares e acabamos durmindo.

Acordo com Youngjae me chamando pois havia chegado, no Brasil o clima sempre quente mesmo a noite, chegamos as nove da noite, pegamos um táxi e o trajeto todo Youngjae ficava admirado com as praias o clima quente e mulheres de biquínis, era a primeira vez que via uma coisa dessas, eu não conseguia parar de rir, ele parecia uma criança descobrindo o recheio de algum doce, chegamos no hotel e pegamos a chave e subimos para nosso quarto, ele foi atrás com as mãos no bolso e seu olhar de desejo e luxúria dominava aquele espaço, chegamos no quarto e ele estava todo decorado  com rosas balões e umas fotos nossas espalhadas pelo chão, havia champanhe e uns chocolates e nossa janta.

Tomamos um banho rápido trocando carícias quentes, e saímos pra jantar, não era nada brasileiro, eram sushis e mais umas coisas que não lembro o nome.

-- você pensou em tudo.-- disse o olhando com um sorriso maroto.

-- queria que tudo fosse inesquecível pra nós dois.-- ele retribui o sorriso ja vindo em minha direção, me deixando de pé e me apertando contra seu corpo.-- eu te amo tanto meu amor.

-- Eu te amo mais.-- sorrimos, nos beijamos sentido o desejo tomar conta.

Estar com ele ali estava sendo perfeito, sem ninguém pra entrar de repente, ninguém tocando a campanhia, era so eu e ele num cantinho so nosso.

Esses dias iria ser inesquecível como ele planejou, e toda vez que ele beijava era como da primeira vez, sinto um frio em minha barriga e minhas pernas tremem e meu corpo todo arrepia. Nos separamos por falta de ar e nos olhamos por alguns instante, ele se afasta a e pega duas taças com champanhe para comemorarmos o início de uma vida juntos.

-- Quero que quando nós estivermos brigando, você lembre do quanto é importante pra mim o quanto eu amo você.-- ele disse bebendo um gole.

-- e eu espero, que nossa família cresça, cheia de amor, e que nós dois a cada ano que se passar, não deixar que nada acabe com nosso amor.-- também bebi e ficamos ali parados nos olhando esquecendo do mundo lá fora, e fazendo daquele momento único.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...