História Uma Vida Atrás do Espelho. - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias My Little Pony
Personagens Apple Bloom, Applejack, Button Mash, Caramel, Diamond Tiara, Discórdia, Flash Sentry, Fluttershy, Personagens Originais, Pinkie Pie, Príncesa Cadance, Princesa Celestia, Princesa Luna, Rainbow Dash, Rarity, Rei Sombra, Scootaloo, Shining Armor, Soarin, Spike, Spitfire, Sunset Shimmer, Sweetie Belle, Trixie, Twilight Sparkle, Vovó Smith
Tags Drama, Família, My Little Pony, Romance
Visualizações 30
Palavras 1.936
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Como vão? :3

*desvia de facas*

DESCULPAAA!!! >-<
Eu sei que demorei ;u; (bem mais do que eu previa mais ok) mais eu voltei tá? ;u; n precisam me matar. (se eu sumir de novo me mata mesmo.)
Bom, acho que a rotina original da fic pode acabar voltando a partir de amanhã ou segunda<3
tudo bem pra vcs? ;u;

Boa leitura!

Capítulo 4 - Twilight Sparkle.


10/07/1999 - Cidade de Canterlot - Hospital municipal Albert Einstein

04:51 da madrugada.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

- Por favor se acalme Night Light!  - Lindsay pedia ao amigo vendo o mesmo andar para os lados impaciente.

- Por que é sempre assim?!  - Ele parecia irritado.

- Vai saber amigo. - Suspirou Gregory.

- Sua sinceridade é comovente.  - James riu baixo com um dos gêmeos no colo.

- Fazer o que.  - Gregory riu baixo.

- Sossegue Night!  A Velvet está bem!  - Charlotte falou apoiando a cabeça com a mão.

- Como tem certeza?  E a nossa filha? e se...  - foi interrompido.

- E se...  nada!  Senta e espera Night!  ela está bem, você sabe que ela é uma mulher forte.  - Christina tentou confortar o irmão.

Acabou não dando em nada.

- Vou atrás de um chá gelado pra ver se ele se acalma.  - James se levantou de onde estivera sentado e levou o pequeno garotinho com sigo.

- T-tio Night...  - o pequeno garotinho de cabelos azuis escuros tentou chamar a atenção do tio.

Mais foi em vão.

- Night,  o Flash quer te falar algo...  - Lindsay encarou o amigo.

- Pode falar...  - Night nem prestava a devida atenção.

- M-me d-desculpa..  - o garotinho encarou o chão. - e-eu não queria.. q-que.. a-a t-t-tia V-Velvet se... - parecia difícil para ele achar as palavras certas. Afinal, ele ainda é muito pequeno.

Night pareceu entender a preocupação do garoto. Se abaixou na frente dele, e deu seu melhor sorriso enxugando as lágrimas de desespero do garoto.

- Foi só um acidente!  - o garotinho pareceu engolir o choro. - não se preocupe Flash, ela deve estar bem... - Night se sentou ao lado de Gregory naquela sala de espera entediante.

Minutos antes...

Flashback  on:

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

01:02 da madrugada...

Mansão Sparkle, corredor do segundo andar/quarto da Velvet & Light.

- Amor... - Velvet tentava acordar seu esposo, pedindo por sua atenção calmamente, ele a abraçava pela cintura apertando um pouco sua barriga. - eu quero levantar! - ela pediu novamente por atenção, tentando acordar o mesmo.

- Eu sei que quer... - resmungou ele a abraçando um pouco mais, fungando em sua nuca no décimo terceiro sono.

- Acorde!! - ela o empurrou com um pouco de violência, já que foi necessário...

Ele se assustou, quase caiu da cama puxando ela junto, sua expressão fez Velvet rir por alguns segundos. Mais ele logo se recompôs, a olhando com ternura e carinho, feliz em acordar no meio da noite e ver ela ali. Um sentimento bom o preenchia sempre que ele a via assim, sorrindo.

- O que foi meu amor? - ele indagou curioso, pelo simples fato de ter sido acordado as 01:08 da madrugada.

- Estou com fome... - começou ela, ele logo riu com o comentário da esposa. - e minha barriga anda doendo... - ela o encarou enquanto ele beijava suas mãos com carinho e... sono?

- Quer que eu vá buscar algo pra você comer? - ele fez uma pergunta meio óbvia.

- Na verdade não. - parece que o jogo virou não é mesmo? - Te acordei mais porque você não parava de me apertar. - ela foi sincera se sentando na cama, olhando o esposo com seus cabelos bagunçados com dificuldade no escuro, apenas a luz da lua entrava através das cortinas finas e brancas, da porta dupla da sacada.

- Tome cuidado. Está escuro e não quero que se machuque. - ele foi sincero beijando a mão esquerda da esposa antes que ela saísse da cama, como se dissesse, um carinhoso e simples "adeus".

- Já volto. - informou ela calçando suas pantufas.

Ela se dirigiu até a porta do quarto abrindo a mesma com cautela, para não acabar fazendo algum barulho. Olhou em volta na procura de ver alguma luz acesa, uma luz, vinda do primeiro andar, parecia vir da cozinha ou da sala de jantar lá em baixo, a visão dela era das escadas do segundo andar, que eram no final do corredor do primeiro andar a direita. (na visão de Velvet, se é vista da porta de entrada da mansão, é vista da esquerda por quem entra.)

Ela desceu cada degrau com cautela, movimentos e sombras na luz vinda do andar de baixo pareciam se mover insistentemente. Chegando nas escadas do segundo andar, depois de ignorar alguns corredores a sua esquerda, que levavam aos quartos de  visitas, uma sala de jogos, um escritório, os banheiros de visitas e lavabos do andar, ela tomou cuidado com os degraus assim como fez na descida de escada anteriormente. Mais uma coisa lhe fez olhar pra trás rapidamente: Flash, o pequeno garotinho de dois anos e meio passou correndo ao seu lado, por um segundo se apoiando em sua perna esquerda pra não cair. 

Mais isso fez com que Velvet se desequilibrasse, o garoto a encarou enquanto descia com uma expressão de panico, ela não queria que ele acabasse caindo também, muito menos que se machucasse, estendeu a mão ao garoto que rapidamente segurou e puxou o mesmo contra seu corpo. Abraçando o pequeno garoto contra seu peito, para evitar um possível ferimento no pequeno, ela acabou caindo das escadas, foi parar lá em baixo, o garoto não sabia o que fazer ao ver sua "tia" (não de sangue) caída no chão da sala de estar, logo abaixo das escadas. 

O pequeno ficou sem reação nos primeiro momentos, manteve uma expressão de culpa e de medo. Logo depois de um curto tempo, optou por gritar por ajuda...

- SOCORROOOO!!! - o grito desesperado do garoto ecoou pela mansão, acordando a todos que dormiam ou que tentavam realizar esse mesmo feito.

O primeiro a chegar foi o seu irmão gêmeo, mais velho por minutos, (já que saiu primeiro) ele logo conteu sua  expressão de desespero e tentou acalmar o irmão, foi logo gritando e chamando a todos que podia, acalmando o irmão e tentando acordar a "tia" que estava desacordada a sua frente.

- O QUE ACONTECEU?! - Gregory apareceu indo logo verificar a pulsação de Velvet, com sorte ela ainda respirava. Lindsay apareceu logo em seguida com James, Light, Lilly, Charlotte e Christina.

Todos estavam espantados, o mais preocupado obviamente era o Night, ver sua esposa naquele estado o deixou primeiramente sem reações,  mais logo o mesmo tomou a esposa nos braços e pediu para que alguém acordasse o motorista ou chamasse uma ambulância.

- N-Night... - Christina chamou a atenção do irmão incrédula e espantada.

- S-sim? - sua voz foi falha por um segundo, enquanto abraçava firmemente a esposa.

- A-a bolsa...  - ela apontou para a barriga da cunhada. - E-estourou!  - todos concentraram seus olhares na barriga de Velvet. 

A bolsa tinha mesmo estourado na queda.

- ... - o silêncio predominou por alguns instantes naquela sala mau-iluminada.  E ninguém se atreveu a falar algo durante esse tempo.

Alguns estavam sem reação ali,  outros tentando acalmar o pequeno garoto que chorava, se sentindo culpado pela queda da tia. O motorista foi acordado as pressas por algumas das empregadas domésticas da mansão, que o chamavam desesperadamente, o informando sobre o acontecido.

- Coloquem ela no carro! Todos para a garagem por favor!!  - pediu o motorista,  já vestido e pronto para sair.

Todos obedeceram e foram rápidos. Entraram no primeiro carro: O motorista, Night Light, James, e Christina. Charlotte foi no segundo carro com Gregory, Lindsay e os gêmeos já que Night foi no banco de trás do primeiro carro com James e Velvet.

( ... )

Ao chegarem no hospital, eles foram logo atendidos e colocados como prioridade.

Os médicos foram colocar Velvet em uma maca, para levar a mesma para sala de parto. Eles pediram para que todos esperassem na sala de espera, próxima ao local onde Velvet seria encaminhada.

- Por favor, alguém pode me dizer o que aconteceu? - um médico perguntou ao Night, que estava aflito e nervoso perto do corredor.

- E-ela caiu das escadas... agora como, e-eu não sei te dizer. -foi sincero.

- Eu entendo, foi o senhor que a socorreu? - perguntou o médico.

- Não, quando eu cheguei na sala, todos já estavam lá... - respondeu - mais, eu ouvi o grito de socorro de um dos gêmeos... - completou olhando na direção dos dois garotos. eles pareciam assustados ou confusos.

- Ah, claro. Porque não tenta conversar com eles depois? - opinou o médico transbordando simpatia.

- Sim, sim... - Night tentava esconder dua preocupação e nervosismo mais do que tudo...

Minutos e até horas se passaram, e agora estamos aqui... 

Flashback  off:

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

- Aqui Night. - James retornou com o chá gelado que pegara da máquina de bebidas do corredor.

- Obrigado James. - agradeceu Night bastante pensativo.

- Não fique assim Night, você sabe que ela vai ficar bem. - disse o loiro ao irmão.

- Assim espero... - Night já estava cansado de esperar.

Por sorte, o médico que atendeu Velvet apareceu com uma expressão, "boa". Mais não era ruim.
Todos se levantaram e esperaram o médico se pronunciar, o mesmo pegou sua prancheta e o óculos do bolso.

- Por favor, pode nos dizer como ela está? - Lindsay se pronunciou antes de tudo.

- Ela está bem, desculpem a demora. - o médico sorriu e todos fizeram o mesmo aliviados. - queria ter vindo lhes avisar antes, Karl também. Mais o  parto foi meio complicado... - o médico deu uma pausa e sorrisos se formaram.

- Parto?! - Night avia esquecido que sua esposa estava no nono mês da gestação.

- EU SABIA QUE IA DAR TUDO CERTO! - James gritou pulando com um dos gêmeos no colo.

- Acalme-se James! - Gregory pulava por dentro.

- P-podemos ver ela? - Night perguntou.

- Sim! Claro! Ela quer te ver assim como seu irmão. - o médico abriu passagem a todos no corredor da sala de espera, Night sorriu e correu com James até o quarto onde sua amada se encontrava. Suas irmãs e o casal de amigos os seguiam alegres.

Entrando naquele quarto branco de hospital, Night não segurou as lágrimas ao ver sua esposa com sua filha nos braços, já enrolada em uma pequena coberta lilás do hospital. James já estava chorando antes de entrar no quarto, o mesmo ainda tinha um dos gêmeos no colo. Simplesmente não largava o garoto.

- Amor! - Velvet olhou para o esposo na porta do quarto. James ficou de joelhos ao lado da cama, onde a mulher se encontrava.

Night foi logo dar um beijo em sua esposa, com lágrimas nos olhos a olhou com ternura depois de um beijo carinhoso, aquele momento era muito especial.

- Quer pegar? -perguntou Velvet ao esposo se referindo a pequena garotinha em seus  braços, a mesma não escondia seu sorriso. 

- S-sim. - concordou ele limpando uma lágrima insistente.

Sua esposa colocou a pequena garotinha nos braços do marido com cuidado e cautela. O mesmo a segurou com carinho e olhou para o seu rostinho pequeno, já chorando novamente.

- Pare de chorar ou eu choro também! - Velvet disse ao marido ainda sorridente.

- NÃO CONSIGO! - James gritou fazendo o pequeno garotinho em seu colo rir.

Logo, suas irmãs e o casal de melhores amigos da família chegou ao quarto, felizes por tudo ter dado certo. Karl terminou uma consulta médica e se dirigiu onde a cunhada, o irmão e mais nova sobrinha estavam. O resto da madrugada foi cheia de alegria. Ninguém tinha palavras para descrever os sentimentos bons que sentiram depois de tudo.

 

 

 

Continua?? :3

 


Notas Finais


Esse foi o cap pessoas<3
até o próximo! :3

Link da imagem do cap:
https://d.wattpad.com/story_parts/27/images/14ba47237ad8cd1724863483431.jpg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...