História Uma Vida Comum - Karolyne - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 5
Palavras 728
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Drogas, Estupro, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Estava sem criatividade mais espero que gostem <3

Capítulo 2 - Sem dúvidas o melhor! By : Karolyne


Fanfic / Fanfiction Uma Vida Comum - Karolyne - Capítulo 2 - Sem dúvidas o melhor! By : Karolyne


29/11/10 
O dia estava tão claro, acordo de manhã escutando somente suspiros, era meu irmão dormindo ao meu lado, parecia tão inocente
com as mãos me apalpando.. quando vi o que ele estava fazendo fervi, não conseguia me mexer sem dar gemidos, até que percebo..
e quando ouço sua risada, tenho certeza de que... sim ele estava acordado...
''Hmmm... Gostou né maninha? hehehe'' .. Ele fala dando risadas
''C-Claro que não idiota!'' Falo quase que sem ar... tendo meu rosto totalmente corado pela vergonha..
'' Não acredito que ainda tem vergonha depois de tudo'' Mickael diz com um ar de irônia..
'' AAAAAAH... Vai se foder''
   Após isso fui fazer o almoço pois já eram 11:30...
''Dá pra levantar da porra da cama e me ajudar Mickael?'' Falei quase que indo arrastar ele...
''XIUUU.. Maninha nessas horas você não fala... Só trabalha'' 
Sinceramente queria ter metido um murro na cara dele... 
Depois de comermos fui me arrumar para a escola...
''Xau maninha <3 te amo tá?''
''Também te amo Mickael, bye bye''
   Fui para a escola sentindo um pressentimento horrível não sabia nem explicar...
Quando cheguei em casa por volta das 18:30... vi sapatos na porta... 3 sapatos... um era do meu irmão e outros dois de mulheres
abri a porta devagar... e fui em direção ao quarto dele... a porta estava trancada, olhei pelo trinco da maçaneta e vi ele
com duas mulheres deitado na cama... elas estavam nuas... e quarto uma bagunça... meus olhos se encheram de ódio e lágrimas
queria matar elas mais lembrei de tudo o que aconteceu... larguei minhas coisas... e fui para o quarto... comecei a chorar
cortei meus pulsos, meus braços, minhas pernas, meu pescoço.. tudo... eu me droguei... e depois de tudo consegui levantar, e 
olhar no espelho... ''Odeio o que eu virei'' era só o que sabia pensar... botei minha melhor roupa e sai... 
   Conheci um cara que me convidou para dar uma volta, entrei no carro dele, e fomos para sua casa, sei que era loucura por mal
conhecer ele mais não estava me importando com ninguém nem comigo mesma... quando cheguei na casa dele haviam 5 meninos de 
idades entre 14 e 20... não queria mais nada apenas esquecer o Mickael então entrei...
Um por baixo, um por cima, um em minha boca e dois em minhas mãos, fiz de tudo, chupei, me lambuzei e não me importei... estava
doendo muito, mais queria tudo aquilo, queria todos... pra tentar esquecer... no fim me vesti e falei que foi maravilhoso... 
mais nada mudou... a dor continuava ali só que... mais forte.
  Quando cheguei em casa ele continuava lá, arrumei minha bagunça e fui dormir deixei um bilhete em cima da mesa... não fale comigo
não me importo mais com você... de manhã eu escutei ele bater em minha porta várias vezes ele ficou a manhã toda me esperando... 
mas eu não abri, me vesti para a escola depois de tomar meu banho e comer umas bolachas que estavam em meu armário... pulei
minha janela e fui para a escola... quando cheguei lá fiquei fechada e não queria falar com ninguém, até que um dos caras que 
tinha transado comigo naquela noite.. estudava na minha escola e eu não sabia... quando o vi, ele veio falar comigo não puxou
muito assunto e também disse que não ia contar para niguém mais que esperava me ver novamente... quando cheguei em casa...
meu irmão estava na porta me esperando... 
'' Por favor espera, fala comigo ... Não consigo aguentar... eu estava drogado... não queria aquilo''
'' NÃO FALA COMIGO MICKAEL! Me deixa passar... e não toque mais em mim''
Eu vi as lágrimas escorrerem do seu rosto... e ele então engoliu o choro, me puxou com força pelo braço e falou
''Nunca mais vou te soltar!''
Eu tentei escapar e ele me agarrou com mais força me pondo contra a parede e me beijando...
me deitou no chão da casa.. e chupou meu pescoço... puxou minha camisa e lambeu meus peitos... eu estava quente
ele sabia do que eu gostava ele começou a acariciar ela e enfiou seu pau com tanta força que eu não consiguia me segurar, 
gemi tão alto que qualquer um ao redor poderia escutar, eu fiquei de quatro e implorei por mai e mais, quanto mais fundo
mais eu gostava... seu pau sem dúvidas era o melhor!
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...