História Uma vida comum para uma garota estranha - Capítulo 8


Escrita por: ~ e ~Leex2ndre

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Dorgas, Girllife, Magia, Pornografia, Traps
Exibições 25
Palavras 1.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Eu vou ser breve aqui, apenas curtam o cap pq isso ta uma delicia ASHUSAHASHUASUHSA
Se divirtam ^^

Capítulo 8 - Uma "briguinha" e momentos super quentes!


Luna PoV

Acordei no meio da noite com um barulho estranho, mais relacionado com um rugido seguido de alguma coisa que eu não consegui identificar. Então levantei silenciosamente colocando uma blusa pra cobrir a camisa do meu pijama que era um pouco transparente e desci as escadas em silêncio pra tentar identificar a fonte do som mas eu não consegui mesmo me concentrando, então sai de casa e caminhei por ai tentando identificar o som novamente, e sentia que cada vez estava mais perto dele. Até que eu parei em frente a um prédio abandonado e ouvi o som vindo de lá dentro, receosa e concentrada entrei ali dentro e andei um pouco por ai ainda tentando localizar o som do rugido, até que senti um vento forte como uma nevasca preencher o local e o local mudar, pra uma caverna de cristal, de puro gelo e cristal. Então notei um dragão branco com partes de puro cristal azul sendo atacado por um grupo de homens mas eu não senti a intenção dele de matar ou lutar, eu senti que eles queriam matar o pobre dragão... decidi interferir aquela luta entrando na frente do grupo de dois homens e duas mulheres e eles me olharam surpresos.

- O que você faz aqui criança ? não vê que estamos matando esse dragão ?

- De primeiro eu não sou uma criança, segundo o que ele fez pra vocês quererem matar ele pois eu não sinto a intenção assasina dele contra vocês, terceiro, por que não dão meia volta e vão embora antes de se arrependerem ?

- Calada menina insuportável, esse dragão matou gente, PESSOAS, e você ainda defende ele ? - então olhei pro dragão atrás de mim e ouvi uma voz na minha mente.

- Eles estão mentindo, pensam que a tempestade de neve que aconteceu foi minha culpa mas eu sou inofensivo! - olhei o pequeno grupo com ódio no olhar.

- Me-mestre e-e-ela ta com o olhar pegando fogo e o cabelo dela ta ficando ver-vermelho! - comentou uma das meninas surpresa e medrosa.

- Pouco importa essa garotinha mimada não vai conseguir matar o melhor grupo de caça da cidade de Eden.

Sorri, eles estavam se gabando demais, então fiz um circulo mágico com a minha mão e o circulo se fez no chão em forma de triangulo fazendo então pequenas linhas no mesmo e ele tomou forma tridimensional fazendo grandes rajadas de fogo nas paredes queimando os quatro que estavam dentro do mesmo e não conseguiam sair e então ouvi os gritos dos mesmos mas não estava contente com tudo aquilo. Fiz minhas mãos pegarem fogo materializando a seguir uma espada de puro fogo e a fazendo crescer a um tamanho grande o suficiente para os alcançar, comecei a os golepar enquanto ainda queimavam em puro fogo e o dragão atrás de mim apenas se protegia com um gelo que minhas chamas não conseguiam derreter. Materializei selos explosivos e fiz uma corrente de selos em minha frente e sai correndo os jogando indo do primeiro ao ultimo e ouvindo os barulhos de explosão e gritos, de precaução coloquei as duas mãos em frente ao corpo desfazendo a espada e então um grande circulo mágico se fez em minha frente, e dele saiu um raio de fogo intenso que queimou tudo a minha frente e eu tinha os matado a sangue frio, ao terminar todo aquele espetáculo flamejante me virei para o dragão e o mesmo direcionou uma de suas garras a frente do meu rosto, e me deu uma bola de cristal que tinha algo que pulsava dentro... como um coração...

- Esta é a essência de gelo que viveu comigo, acho que você tem alguém que necessita disto muito mais que eu necessito.

- Certo, obrigada senhor dragão.

- Denada, agora vá. - disse me fazendo voltar a minha dimensão normal e então voltei pra casa segurando aquela esfera brilhante e gelada, eu tinha que esquentar minha mão um pouco pra não acabar com a mão congelada. Então ao chegar em casa encontrei Lilith encostada na porta.

- Então você sabe Luna ?

- Saber o que ?

- NÃO SE FINJA DE IDIOTA!

- EU NÃO TO ME FINGINDO DE IDIOTA LILITH!

- Então o que é essa bola nas suas mãos ?

- É...

- Não sabe mentir pra isso não é ? eu sei muito bem o que é isso sua demente.

- Pelo que eu sei eu não te dei a liberdade de me xingar seja do que for senhorita Lilith, e mais se VOCÊ sabe o que é tudo isso então cale-se pois eu não vou saber, além do mais eu nunca te dei liberdade a porra nenhuma. Vamos ser iguais uma ignorando a outra, isso seria certo no começo. - então ela ficou calada e eu apenas entrei em casa e vi Nêmesis em cima do sofá, o acariciei um pouco e subi pro meu quarto vendo Eru praticamente se movendo dormindo e deitando no peito do Akira. Sorri com essa cena... eles dariam um ótimo casal. É, um ótimo casal, coloquei aquela escência super gelada embaixo do meu travesseiro e apenas adormeci depois de ter lutado e protegido um ser místico (ou não) e cai no sono novamente ouvindo Lilith abrir a porta, deitar  e dormir.

Akira PoV

Acordei sentindo um peso em cima de mim, mesmo de olhos fechados senti que era o Eru dormindo e usando meu peito como travesseiro e abri os olhos olhando pro mesmo que dormia tranquilamente em cima de mim, acho que vou decidir ficar nessa dimensão por um tempo... me movi um pouco apenas pra apoiar sua cabeça no meu colo mas o mesmo despertou me olhando com um olhar de quem não estava entendendo nada, por algum motivo desisti de o deixar apoiado no meu colo e apenas subi em cima dele e me aproximei o suficiente pra sentir sua respiração e encostarmos nossos narizes, vi ele ficar corado e apenas avancei o beijando e já pedindo passagem com a língua, o mesmo cedeu facilmente e aprofundou novamente o beijo colocando as mãos na minha nuca. durante o beijo senti ele colocar uma das mãos por baixo da minha camisa e ficar vagando por ali com a mão, desisti de beijar sua boca e interrompi o beijo deixando um rastro de saliva entre nós dois mas quebrei esse fio partindo pro seu pescoço e dando chupões no mesmo, coloquei uma das minhas mãos dentro de sua roupa íntima e agarrei seu membro fazendo movimentos de vai e vem e o fazendo gemer um pouco alto. Mas tomei consciência de que Luna e Lilith estavam no quarto e o avisei pra tentar abafar os gemidos e ele colocou o pulso na boca pra não sair nenhum som alto demais dali, então continuei as carícias o ouvindo gemer mais ainda enquanto chupava seu pescoço e deixava marcas, tirei o seu braço da boca e o beijei novamente e nossas línguas dançavam enquanto eu o acariciava. Até que o mesmo se desfez na minha mão melando a mesma e o gemido foi abafado pelo beijo, mas decidi parar com aquilo pois não era momento e nem hora apropriados pra isso e além do mais podiamos ser pegos no flagra.

- Vamos parar por aqui, podemos ser pego no flagra.

- Ma-mas tava tão bom... - comentou com a voz falhada por causa da sensibilidade que sentia no momento.

- Mesmo assim, eu prometo que vou te recompensar mais tarde. - falei em seu ouvido a seguir dando outro chupão em seu pescoço e fazendo o mesmo gemer e saindo dali a seguir indo tomar um pouco de água na cozinha.

-Fim do cap-


Notas Finais


Espero que tenham gostando minha gente, té o proximo cap ahusauhsauh


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...