História Uma vida juntos - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Aria Montgomery, Ezra Fitzgerald, Personagens Originais
Tags Ezria
Exibições 61
Palavras 596
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente desculpa a demora pra postar, a faculdade está tomando todo o meu tempo livre 💔

Capítulo 5 - É só uma virose


Acordo sentindo uma dor forte no estômago, me reviro na cama e saio correndo. Coloco tudo e nada pra fora, já que não tinha conseguido comer muito na noite anterior. Escuto os passos lentos de Ezra vindo até o banheiro, mas estou cansada demais pra levantar o olhar.
- Ainda se sente mal? - ele pergunta, sinto cheiro de café e faço uma careta - com certeza, fazendo careta para café! - ele diz colocando a xícara longe.
- Eu odeio virose - digo lavando a boca.
- Tem certeza que é virose? 
- O que mais poderia ser? - digo olhando pra ele e ele sorri - não - sei o que ele se refere, mas não pode ser.
- Tudo bem, seu corpo, você o conhece melhor que eu.
- Aparentemente só vou conhecer por mais um pouco de tempo. Nada fica no meu estômago! - digo frustrada.
Ele me estende a mão e me leva pra cozinha, o cheiro de torradas recém feitas faz meu estômago roncar. Me sento na bancada enquanto ele termina de fazer os ovos mexidos.
- Você está preparado para a tour de lançamento? 
- Não posso esperar!
- Espero estar melhor até segunda - digo amuada. Não vai ser nada legal ter que sair a cada dez minutos do local pra passar mal. Estremeço só de pensar.
- Você vai estar, não se preocupe - ele diz se aproximando de mim, beija minha testa e deixa o prato do meu lado.
- Certo - digo revirando os olhos.
Por um lado eu quero que Ezra esteja certo em relação aos meus enjoos, por outro lado eu tenho medo que ele esteja certo. Vejo Spencer, vejo que ela está muito feliz, mas muito cansada. Nick é um bom menino, mas toda criança dá trabalho. Temos uma vantagem, eu trabalho tempo integral em casa. Depois que os livros de Ezra fizeram sucesso, foi uma facilidade que eu consegui negociar. Ficando em casa eu poderia estar acompanhando o desenvolvimento de seus livros.
- Você vai tomar o que? Já que, aparentemente, café está fora de questão.
- O cheiro anda irritando meu estômago, mas meu estômago anda me irritando... - digo e ele ri.
- Suco?
- Tá, pode ser - falo derrotada. Olho ao redor do apartamento - isso tá uma bagunça, a que ponto chegamos? 
- Meu amor, você está doente. Não ache que vai arrumar a casa, não assim - ele diz apontando pra mim e minha doença estranha.
- Eu estou ótima - digo.
- Uhum, sei.

Assim que Ezra sai eu termino de limpar a cozinha. Assim que o faço olho ao redor, a bagunça era resumida em almofadas espalhadas, cobertas e toneladas de livros. Comecei por eles. Olhei pra estante e suspirei. Definitivamente, precisamos de uma maior. Começo pelos clássicos. Shakespeare, Jane Austen, Fitzgerald... Fantasia e distopia (tinham começado a conquistar o meu coração), romance, romance de época, suspense (incluindo Sherlock Holmes), por fim todos os nossos livros publicados.
Olho a estante e gosto do resultado final, mas o meu corpo está exausto. 
Certo.
Talvez não seja virose mesmo.
Pego meu casaco, sai correndo e vou até a farmácia. Logo depois vou pro escritório da Spencer.
- você tem que fazer logo! - ela diz batendo o pé no chão.
- Eu sei, você pode parar de bater esse pé? Está me deixando agoniada - digo.
- Não! Vai logo, você sabe onde é o banheiro.
- Está bem.

O maior um minuto da minha vida passa. Olho o palito. Não sei o que sentir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...