História Uma vida normal de uma adolescente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 2
Palavras 460
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Eai seus viadus?
Essa é a primeira fic que eu faço sozinha, espero que gostem e um beijo pra vocês!

Capítulo 1 - Prólogo


P.O.V Beatriz

Sabe aquela sensação de humilhação?

Onde todo mundo olha para você com um sorriso debochado, ou cutuca a pessoa do lado e diz: "Olha a trouxa passando". Para mim, essa é uma das piores sensações de todas, ninguém leva você a sério, ninguém confia em você. E aquela única pessoa, que pode te fazer sorrir nos piores momentos, aquela pessoa que você tem medo de perder, e aquela pessoa que você tem medo que vire aquelas que riem de você.

Você chinga mentalmente cada pessoa que olha para você daquele jeito, que debocha da sua cara. E pelos olhos dos outros você está de cabeça baixa, olhando para os tênis em busca de uma saída, que não existe. Pelos olhos dos outros você é fraca.

Fraca? Você levanta todo dia, esperando os outros olharem você como se fosse uma piada! E você é fraca?!

Bom, se você nunca sentiu isso, eu faria de tudo para ser você.

E nesse momento estou no colégio, o lugar que era para ser inesquecível, o lugar que eu quero apagar para sempre.

Todos me olham com aquele olhar, em quanto eu estou em busca da única pessoa que consegue me fazer sorrir. Minha melhor amiga, Luna.

Conversamos sobre assuntos diversos, onde eu pude fugir um pouco da realidade, a aula começou e eu só fiquei desenhando no meu caderno, onde pude fugir mais um pouco da realidade. Parecia que até os professores sabiam o que tinham acontecido, pois não me perguntaram e nem dirigiram a palavra para mim. No intervalo, Luna me pediu para contar tudo, mas eu não estava pronta, ela entendeu, mas ficou meio aborrecida por não querer tocar no assunto, provavelmente ela deve achar que não confio nela. Mas é claro que confio, ela é pessoa que eu mais confio além de mim mesma, só não estava pronta para falar sobre isso.

Até Matheus não falou comigo, não entendi o porque, ele me odeia, porque simplesmente não joga tudo na minha cara?

Logo que cheguei em casa, agradeci, pela primeira vez, que meus pais não estivessem ainda em casa. Me joguei na cama, gritei, chorei, botei tudo para fora.

Até que veio um pensamento em minha cabeça... e se eu me matasse?

Não, melhor não, deve machucar não?

Mas deve doer menos do que eu estou sentido agora não?

Quer saber, isso é loucura, não posso me matar, ainda não.

Tomo um banho quente onde mais lagrimas teimosas caiem sobre meu rosto, que já está vermelho e inchado.

Sem querer saber sobre dever de casa, me deitei na cama, não queria comer, não queria fazer nada, só olhar para o teto e pensar na minha vida.

Mais lagrimas teimosas caiem sobre meu rosto, e dormi, imaginando como eu sobreviveria amanhã.



Notas Finais


Ok, eu sei, ficou uma merda? Ficou, mas eu juro que começa a ficar mais legal ao decorrer da história.
Comentem, por favor
Beijo até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...