História Uma Vida Nova - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 18
Palavras 942
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Mutilação, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem!

Sorry se demorei, tenho mais 2 fics...

Vou trabalhar mais vezes nesta, Tavares sem wi-fi em casa (T-T)...

Bom, leiam aí <3

Capítulo 4 - Um terceiro dia


Fanfic / Fanfiction Uma Vida Nova - Capítulo 4 - Um terceiro dia

Peguei uma toalha e um vestido amarelo, minha segunda cor favorita, e entro no banheiro do meu quarto.

Tomo um banho rápido e me visto, depois desço as escadas e me deparo com algo que há muito tempo não acontecia.

Minha mãe é meu pai estavam brigando, pelo jeito eu não era o motivo, isso me deixou feliz.

- E você acha que largado por aí ele vai arranjar emprego?! Óbvio que não Clara!- meu pai disse.

- Acha que eu consigo mandar sozinha naquele garoto? Ele tem 28 anos, nem devia morar mais aqui George!- minha mãe responde.

- Primeira vez que concordamos sobre o Thomas!

Eles se calaram. Minha mãe olha para mim, eu tinha subido as escadas novamente, e fiquei ouvindo lá de cima, agora desci a escada como se não tivesse escutado nada.

- Olá filha!- minha mãe diz calma, escondendo a briga, ela sempre faz isso.

- Oi...- disse no meu tom frio e baixo de sempre.

- Parece que você voltou a agir desanimada depois que o tal professor foi embora hein?- meu pai disse.

- Verdade, você estava tão alegre com ele... Não sei não Akemi!- minha mãe disse e os dois riram juntos.

- Não sejam tontos.- eu respondi- Só estou com preguiça.- peguei meu celular e me sentei no sofá.

--//--

Não demorou muito para que a janta ficasse pronta, mas enquanto esperei eu brincava com a Bibi usando um novelo de lã . 

Jantei e lavei meu prato.

- Boa noite para vocês!- dei um sorriso um pouco forçado e subi as escadas, entrando no meu quarto.

Eu não costumo sorrir mesmo, sou um tanto fria em casa, mas quando me divirto não seguro a cara feia, eu gosto do meu sorriso, mas não tenho muitos motivos para usá-lo.

Deitei ainda no celular, conversando com Liry, uma amiga. Ela disse que estava indo dormir, então desliguei o celular.

Li algumas anotações minhas que fiz na aula de inglês, até que meus olhos começaram a pesar. Guardei o caderno e não demorei a pegar no sono.

--//--

Acordei olhando no relógio. 8:29 da manhã. Eu ainda tenho um minuto...

Fechei meus olhos novamente, mas minha mãe entrou gritando no meio quarto:

- Vamos garota, aquele seu professor veio te dar um "oi"!

- Manda ele me acordar depois...- Falei meio dormindo e mudei de posição.

Não deve ter dado nem 5 minutos, pois nem voltei a dormir e ouvi a voz do Jimin do lado de fora do meu quarto, conversando com a minha mãe.

- Tem certeza...?- ele perguntou.

- Ela que disse!- minha mãe respondeu e eu ouvi passos descendo as escadas e minha porta abrindo.

- Er.... Acorda, flor do dia~

Dei um pulo, me sentando na cama ao ouvir o Jimin. Olhei para o espelho que estava pendurado na porta do meu guarda-roupa.

Meu cabelo estava mais arrumado que quando eu penteio, que milagre. Volto a realidade quando Jimin, que havia se sentado na minha frente estala os dedos.

- Terra chamando Akemiii... Você está bem?- ele disse.

- Hã, tô eu só... Esquece.- eu esfreguei meu olho com o pulso- O que quer?

- Precisava te contar que você já pode começar as aulas hoje mesmo.- ele procura algo no bolso- Aqui, o endereço. Yoongi te espera lá.

- Eu não sei as ruas...- ele revirou os olhos.

- Eu te levo...

- Obrigada! Que horas?

- Venho te chamar as 18:00. Esteja arrumada.

- Pode deixar!- ele se levanta e eu também- Agora é melhor você ir...

Jimin me olhava, eu me olhei e reparei que meu pijama era um pouco curto demais... O cobri com o cobertor e ele riu.

- Seu pijama está cheio de pelos de gato. Você tem?

- Er, tenho uma gata...- respirei aliviada por ele estar reparando em outra coisa.- Eu me limpo depois!

Descemos as escadas enquanto ele falava de como Yoongi é exigente, e usa linguagem imprópria. Eu disse que me acostumava. Eu acho.

Ele saiu e bagunçou um pouco meu cabelo enquanto dizia tchau. Quando ele sumiu da minha vista, entrei novamente e me sentei na mesa.

- Você é bem amiga dele hein?- meu pai perguntou.

- Quantos anos ele tem mesmo?- minha mãe diz.

- Eu sei lá mãe.... uns 22.- respondi.

- Hum...- ela olhou meu pai- é novo.

- Vocês podem parar com isso? Ele veio passar o endereço de onde vou ter aulas de música nos finais de semana.- disse.

- Hum, e como vai até lá sem saber as ruas?- meu pai disse- Ah, me deixa adivinhar! Ele vai te levar né?- ele cutuca minha mãe- Que amizade íntima!

Nós três rimos juntos, porque todos os meus amigos são mais que isso para eles?

--//--

Fiquei em casa de pijama mesmo até às 16:00, depois me levantei e tomei um banho rápido, pois estava muito calor. 

Vesti uma regata branca com um shorts médio preto. Com uma escova e muita paciência tirei os pelos da Bibi do meu pijama.

Ainda faltava uma hora, então penteei os pelos da Bibi. Troquei o lençol da minha cama, junto com a fronha do travesseiro.

Depois fiquei sentada no sofá assistindo TV até que a campainha toca, eu abro a porta, era o Jimin.

- Vamos aluna nova?- ele perguntou.

- Por que não me chama pelo nome Jimin?- eu perganhei saindo e fechando a porta depois de acenar para meus pais.

- Também não sei. É legal te chamar de aluna nova.

- Você que sabe.- ri.

Caminhamos alguns quarteirões, eu já estava muito cansada, de andar e de ouvir o Jimin dizer: "Presta atencão pra decorar o caminho!".

Chegando lá ele pegou um papel e escreveu seu número, depois me entregou.

- Se esquecer como voltar, me liga.- ele bagunçou meu cabelo (de novo) e acenando foi embora.

Me virei para a porta e toquei a campainha. Um tempo depois o professor abriu a porta.

- Ah, aluna nova. Entre!- ele abrou caminho para mim.


Notas Finais


Sei que tá chato... desculpem, vou tentar melhorar.

2bj!

Confira minhas outra fanfics, são melhores.

São de:

Naruto
Amor Doce
Tokyo Ghoul

Recomendo a última ^^

Té maix :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...