História Uma vida nova(lésbian) - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 4
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - O festival


Fanfic / Fanfiction Uma vida nova(lésbian) - Capítulo 3 - O festival

A pois toda essa aflição a Samantha retomava sua vida aos pouco,mais ainda reservada,seus pais separados desde pequena,Samantha vivia com os avos.Ela ainda não podia praticar esporte, por seu corpo ainda estar vulnerável a lesões. 

{Samantha on } 

Ficar em casa era um tédio,nunca fui caseira,tinha meus dias,mais eu sou fã do ar livre,Colegas da academia mim avisou que teria festival, seria uma boa oportunidade pra sair,e a academia era o lugar que eu amava estar ,como eu já nem saia direito,decide ir,Tomei um banho e troquei de roupa imediatamente: 

~ Samantha: Voinha, estou saindo.

‎~ Avo: Aonde vai com tanta pressa? 

~ Samantha: vai ter uma festival no judô ,vou La.

‎ ~ Avo: não mim invente arte Samantha Müller, sabe que não pode fazer força ainda.

‎~ Samantha: relaxa.*sorrindo.* Só vou pra assistir.*saiu

 ‎ Não e longe da minha casa,então em minutos chegai,na frente da academia tinha uma pequena praça,tava já tudo arrumado,a energia do lugar era ótima.

 Bruno: Porque que não falou que vinha? *cumprimentou

~Samantha: porque talvez voce não tivesse mim avisado.*Fez cara de seria.

‎~ Bruno: você não deve tar saindo de casa, vai que voce se machuca.

‎ ~ Samantha*Revirou o olho.*Ate você 

 ‎Bruno e meu irmão por parte de mãe,junto comigo minha mãe tem quatro filhos,e meu pai três,eu sou a mais velha,todos ficaram bem abalados com o acidente que aconteceu, sempre fomos bem unidos, já que somos os mais parecidos,ate os esporte faziamos juntos.

Falamos com alguns amigos por uns minutos,ate que achei o treinador e a fundadora,que depois do campeonato mim chamavam de baianinha,eles são casados,donos da academia e projeto,duas pessoa que devo todo o apoio e força no meio do esporte. 

 ~Samantha: Oss {comprimentação usada no judô}

 ~ Marcos: Olha quem ta aqui *abraçou* se não e a baianinha Esther.

~ Esther: Como esta você minha querida?*abraçou

‎ ~ Samantha: Muito bem graças a deus,logo logo estou de volta.*sorrindo

~ Marcos: sem presa,sua saúde em primeiro lugar. 

 A academia e como uma família,a união e algo que se preza.

~pablo: baianinha , faz um favor pra mim?

~samantha: depende.

~pablo:*riu*nao vai ser nada absurdo,pedi a bomba do pula-pula a fran, não posso sair daqui?

~Samantha: ook

A Fran e uma das amigas que tenho na academia,que ama café,sempre que lutavamos era como uma verdadeira competição.De estátura média, morena, olhos castanho claro,o olhar dela sempre mim deixava sem graça.

~Samantha: voce acordada num sábado, as 8hrs?, diga-me, quantas xícaras?*sorrir

~fran:cinco*abraço*ta cheirosa.

~samantha:*corei* pablo quer a bomba pro pula-pula.

~fran:aii que droga, fiquei de trazer e esquece em casa, vamos comigo buscar?

~samantha:ta ok

A fran morava a duas esquina do festival,chegando la chamamos a mãe dela,ela morava no 2º andar mais ninguém atendeu:

~samantha:E agora?

~fran: vamos esperar ela chegar, ela deve ter ido no mercado.

Suspirei, uma coisa que odeio  e esperar,sentamos na escada que dava a sua casa.

~samantha: Toma que ela não demore.

~Fran:Ta com presa?

~samantha: Odeio esperar,mim da tédio .

~fran: apressadinha

Demos risada e se olharmos, seu sorriso era lindo ,e De novo  ela fez aquele olhar que me deixou sem graça, aproximou seu rosto do meu,estavamos tão perto que sentir sua respiração,ou sera que era a minha?,e mim beijo,foi tão rápido que não tive reação,  colocou a mão na minha cintura e puxou-me para mais perto dela ,mesmo  tando assustada não consegui evitar, a sua mão desceu até a minha coxa que de leve apertava,coloquei a mão na sua nuca intensificando o beijo, sentir a respiração afobar,a sua mão foi por dentro da minha blusa subindo ,seu beijo molhado mim fazia pedir cada vez mais,até que ouvimos Alguem se aproximar,oque nos deixamos paralisadas olhando pro começo da escada, alguns segundo e sua mãe aparece, mim fazendo suspirar de nervosismo tentando segurar a respiração.

~senhora:oque estão fazendo sentadas no meio da escada?deixei vcs na rua.*riu subindo as escadas.

~fran: vim pegar a bomba.

A sua mãe passou por nos, oque causou um olhar de tensão entre nos duas.

~Fran: quer subir?

~samantha: Não eu te espero.

Ela acompanhou sua mãe e entrou em casa, naquele momento soutei todo o fôlego preso tentando normaliza a respiração, desci e a esperei do lado de fora,mil e uma coisa passou pela minha mente, uma sensação de confusão mim tomou, quando ouvir a voz da fran:

~fran:Tudo bem ai?

~samantha:Tudo*tentei falar o mais calma possível.*vamos?

~fran: vamos.

No caminho o silêncio tomou conta ,a Fran parecia tá tão confusa quanto eu ,não demorou muito para gente chegar no festival.

~Bruno:Onde você estava, te procurei em todo lugar ?*disse assustado

~samantha:fui na casa da Fran buscar uma bomba,Desculpa não ter avisado.

~bruno:fiquei assustado não faça mais isso.*abracou aliviado.

~samantha: desculpe.

 A Fran já tinha se afastado de mim quando percebi , estava meio confusa do que fazer,então decidir não ir ate ela,horas se passaram e pouco conversa trocadas, decidir ir para casa ,comprimentei todo mundo, dei um abraço na Fran e nossos olhos se cruzaram,nunhuma palavra dita,fui pra casa.

 cheguei em casa comi algo e me joguei na cama,simplesmente olhei para o teto e o pensamento tomou conta, aquela sena nao saia da minha mente  ,100 vezes na minha cabeça, decide se distrair ouvindo música, horas depois peguei no sono. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...