História "Uma vida super normal" - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Noiva-Cadáver, Diabolik Lovers, Once Upon a Time, Supernatural, Tokyo Ghoul, Undertale
Personagens Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Ayato Kirishima, Ayato Sakamaki, Capitão Killian "Gancho" Jones, Flowey, Hinami Fueguchi, Laito Sakamaki, Sans, Sr. Gold (Rumplestiltskin), Toriel, Touka Kirishima, Undyne
Tags Drama Romântico, Gays, Once Upon A Time, Tokyo Ghoul
Exibições 33
Palavras 959
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ois, esse capitulo esta biuriful e se quiserem ver a visão da Nara vejam a fic "Manual de Como Sobreviver ao Mundo" que é da minha amiga GrabStars, olhem lá.

Capítulo 28 - Reencontro


Fanfic / Fanfiction "Uma vida super normal" - Capítulo 28 - Reencontro

Acordei bem cedo hoje umas 4:00 acho,estava muito ansiosa pra ver minha amigona a Nara, ela tem olhos azuis, cabelos longos e pretos é muito tímida e virjonaaaaa,tá tudo bem que ela tem 14 anos e eu com 13 já perdi maiis.....esquece...,nos conhecemos desde pequena mais ela teve que se mudar pra Tokio e eu fiquei aqui em Nagoya.

Eu descidi ir pra lá com o Sans,a Toriel não reagiu muito bem a isso mais eu acho que eu já posso me virar sozinha, eu sou muito lokona pra minha idade, fiquei pensando nisso quando vejo 5:18.

K: Putz, vou me atrazar pro vôo.

Troco de roupa na doida, ligo pro Sans, ele fala que já estava acaminho da minha casa, me despido da Toriel que tinha feito uma café da manhã pra mim, comi nas pressas, do Asgore e do Asriel, eles desabaram no choro menos o Asriel, eu sai e entrei no Taxi com o Sans, ocorreu tudo bem, avisei ao pai da Nara o Sr: Haruno, que tava acaminho e ele se ofereceu pra dormir na casa dele enquanto eu e o Sans encotravamos um lugar pra ficar.

-------quebra de tempo------
Ocorreu tudo bem na viagem, o Sans foi procurar um hotel pra ele e eu fui pra casa da Nara.

K: Nossa, oque aconteceu com o senhor? - falo indo na direção dele e dando um abraço.

Sr: Aa, nada de mais, só o trabalho.

K: Nossa que trabalho é esse? Meu deus.

Sr: Você não viu nada, bem vou lhe mostrar o quarto da Nara, você vai dormir lá, ela tá na escola agora, mais daqui a pouco ela chega.

K: Okay.

Ele me leva a um quarto muito Biuriful, deixo minhas coisa lá e descido ir atrás da Nara, se eu fosse uma pessoa normal ligaria pra ela e nos encontrariamos em qualquer lugar, mais como eu não sou normal  e eu andei treinando com o Laito, agora já consigo controlar meus poderes perfeitamente e descobri que posso sentir qualquer pessoa que eu quiser, então vai ser bem fácil encotrar a Nara nesse mundo.

Começo a pensar nela e como um GPS começo a seguir os meus sentidos, encontro ela num local muito estranho, ela esta lá com um garoto muito bonito "quem sera ele?" (A esqueci de dizer, tabem consigo ficar invisível temporariamente) fico invisível e vou até ela, empurro ela em cima do Garoto eles ficaram um em cima do outro, em posição perfeita (Fiquei com mente poluida depois que perdi a virgindade) eles coraram "aiiii que fofooo" enquanto estava invisível botei um capuz pra fazer uma surpresa, volto ao normal e vejo a Nara levantando.

N: Qual é o seu problema?!

Nossa ela parece está com raiva, tiro o capuz, vejo que o Cara tava todo vermelho e parecia com raiva e......decepcionado? (Pensando bem ele parece ser um lobo sedento por sangue)

N: Krichi?! - ela veio correndo e me abraçou, eu retribuo mais não conseguo tirar os olhos daquele Garoto, algo nele me da uma sensação estranha, algo que eu nunca havia sentido (só sei que eu não to afim dele, isso tenho certeza), depois de 1h de abraço ela me souta.

?:.........

N: Desculpa Ayato, é que minha amiga tem um parafuso a menos na cabeça! - então o nome do bonitão é Ayato, ainda bem que não é o mesmo Ayato o meu irmão, falando nisso eu vim aqui pra procurar ele.

K: Ei...é que eu vi vocês e pensei que eram na..... - ela me dá um tapa nas costas - deixa pra lá.

N: Só um minuto Kiki, eu preciso falar com ele a sós....

Eu olho pra ela com uma cara desconfiada e eles vão pra longos, enquanto eles conversão eu penso "Como vou falar pra ela que eu tenho 2 irmão e que agora eu tenho poderes AMAZINGS e que eu consigo fazer coisa estranhas" ou eu pensei muito ou eles conversaram pouco, porque sem passar um minuto ela volta até mim.

K: Eu so queria ajudar minha amiga virjona.

N: ........

K: .......?

N: Ayato-kun, é uma pessoa, que pro seu proprio bem, eu prefiro que você não conheça.

K: Hã? Então porque você tava lá com ele?

N: Por enquanto é melhor você não saber...

Ela pensa que só ela tem segredos estranhos? Se for isso meu deus, ela não sabe como esta enganada, voltamos pra casa dela, e Sr. Haruno estava na sala.

Sr: Boa tarde.....me desculpe, eu esqueci de dizer que a Krichi viria pra cá.

N: Não tem problema pai, eu acho melhor você descansar um pouco mais...

Sr: Não se preocupe, eu estou bem.

Fomos pro quarto dela, tava tudo bagunçado mais ainda era biuriful, a janela tava aberta, nossa que estranho, a Nara parecia feliz em me ver, mesmo com tudo que aconteceu.

K: Você nunca arruma esse quarto?

N:.........

K: Você esqueceu uma coisinha em Nagoya - macho na minha mochila e pego uma caixinha de músicas.- além de bagunceira é esquecida.

Ela riu, como vou dormir na casa dela hoje fui arrumar umas coisinhas minhas, depois fizemos uma "acampamento" ficamos a noite intera conversando, não toquei no assunto dos meus poderes e ela não falou sobre o Ayato, cara não me acustumo em chamar ele assim, eu só chamava meu irmão assim e muito pouco pois ainda não "conheci" ele, também não falei sobre meus irmãos, acho que vou esperar mais pra contar sobre isso tudo.

Decido ir dormi (não conseguindo) ela pega um livro e começa escrever nele, será que ela voltou a fazer um diário? Huuuum acho que vou dar uma olhadinha qualquer dia desses, ela escreve e eu me viro e fico pensando " Cara, onde será que meu irmão está?"


Notas Finais


Oque vocês acharam?

A fic agora vai está "colada" com a da minha amiga Jubis, então até proximo capítulo, bjim de unicornios drogados (obg leitora por esse comentário Biuriful)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...