História Un Amor Diferente - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carinha de Anjo
Personagens Cecilia Santos de Larios "Irmã Cecília", Dulce María Larios Valle, Estefanía Larios de Gamboa "Tía Pelucas", Padre Gabriel Larios Rocha, Personagens Originais
Tags Carinha De Anjo, Gaju, Juju Almeida, Novela, Padre Gabriel Lários, Romance
Visualizações 139
Palavras 2.188
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, meus amores!!
Como vocês estão?
Prontos para o penúltimo capítulo da fanfic? Não né? Mas... Tudo sempre tem que ter um final, infelizmente.
Bora ler?
Espero que gostem...

Capítulo 32 - Lua de Mel


Fanfic / Fanfiction Un Amor Diferente - Capítulo 32 - Lua de Mel

Os minutos se passam e já no salão onde aconteceria a festa de casamento, Zeca se aproximava de Juju e Gabriel. O moreno sentia seu sangue ferver só de ver o rapaz se aproximar. Teria que trata-lo bem, afinal, era um dos convidados.

- Juliana, Gabriel... Como estão?

- Estamos perfeitamente bem, Zeca. Algum problema? – Gabriel pergunta abraçando possessivamente Juju pela cintura.

- Não, imagina. Ér... Eu sei que há alguns meses atrás fiz algumas coisas erradas e bom... Me afastei de todo mundo. A verdade é que... Eu estou arrependido pelo que fiz naquele dia e... E queria pedir perdão à vocês dois. Hoje, mais maduro, eu percebo que jamais seria o cara certo pra Juju. Somos completamente diferentes. Bom, vocês também são mas... O coração dela o escolheu, Gabriel e eu não posso ir contra esse amor. Ér... Será que vocês um dia irão conseguir me perdoar?

- Zeca, eu acredito de verdade que o que você fez, fez porque estava de cabeça quente. Com ciúmes e irritado. Já passou. Passado é passado e deve ficar lá. Não é, Gabriel?

- Claro. Considere-se perdoado, Zeca.

- Muito obrigado... Aos dois. Bom, eu... Eu vou voltar pra minha namorada. E... Parabéns pelo casamento. Está maravilhoso. Com licença. – Zeca fala e Juju e Gabriel acenam positivamente.

- Gabriel, não precisava ficar com essa cara. – Juliana fala repreendendo o marido que demonstrava irritação quanto à aproximação de Zeca.

- É a única que eu tenho quando ele está por perto.

- Está com ciúmes?

- O que você acha? Juliana, ele foi seu namorado e...

- E agora VOCÊ é o meu marido.

- Tá, mas... Não numa o fato dele ter sido seu namorado.

- Ah é? E por um acaso eu fico perguntando sobre as suas ex-namoradas? Aliás, eu espero nunca encontrar nenhuma delas por aí. Porque vão se ver comigo.

- Tá com ciúmes é? – Gabriel pergunta ironicamente. O ex-padre segurava o riso ao ver Juju com ciúmes.

- Mas é claro que sim. Vai saber quantas namoradas você já teve antes de ser padre. Elas que não se atravessem na minha frente porque vão apanhar.

- Ai meu Deus! Como eu adoro mulher ciumenta. – Gabriel fala e gargalha enquanto Juju o encara seriamente para logo em seguida cair na gargalhada também. – Fica tranquila, meu amor. Ninguém se iguala a você. Ninguém chega aos seus pés.

- É bom mesmo, seu Gabriel. – Juju fala sorrindo e beija apaixonadamente Gabriel

- Mas esse casal tá apaixonado mesmo, hein? Estou vendo que logo, logo teremos surpresas vindo por aí. – Estefânia fala maliciosamente fazendo Juju sorrir e baixar o olhar ao mesmo tempo em que Gabriel revira os olhos.

- Estefânia, menos. Bem menos, prima. Eu adoro criança, mas por enquanto... Quero curtir esse casamento a dois.

- Eu concordo com o Gabriel. Acho que temos que compensar o tempo que ficamos separados.

- Concordo. E vocês dois são jovens. Ainda terão muito tempo pra pensar, ou melhor, encomendar filhos. Rsrs. – A Tia Perucas fala fazendo o casal cair na risada.

- Do que estão rindo? Posso saber? – Dulce se aproxima com a mão na cintura fazendo todos caírem na risada mais uma vez.

- Estamos felizes, Dulce. É por isso que estamos rindo.

- Ah bom... Entendi, mas... Quando é que a Juju vai ter filhinho?

- Ah... Ér... Logo, meu amor. Logo. – Gabriel fala constrangido com a pergunta da sobrinha. Dulce Maria sabia como deixar as pessoas sem graça. E isso era algo impressionante.

- Iupiii! Mas... Titio, como as crianças são feitas e... Como elas nascem?

- Dulce...

- Meu amor, vem... A titia quer te contar uma coisa muito importante. – Estefânia fala interrompendo Gabriel que cai na risada juntamente com Juju.

- Então, Gabriel... Como as crianças são feitas? – Juju pergunta seriamente para o moreno que sorri.

- À noite eu te mostro, pode ficar tranquila. – Gabriel sussurra com a voz rouca no ouvido de Juju fazendo a jovem estremecer.

[...]

- Bom, pessoal... Todos aqui sabem como o nosso relacionamento começou. Hã... Creio eu que não precisamos comentar tudo o que passamos e sofremos, mas sim só os momentos felizes. Engraçado que... Até um certo tempo atrás, eu jamais sonhei em me casar, em construir uma família, porque a minha família era Deus, o meu irmão, a minha prima e a minha sobrinha, óbvio. Mas... Depois que essa mulher aqui entrou na minha vida... Tudo mudou e eu vi que precisava construir a minha própria família. Só Deus sabe o quanto eu neguei meu amor pela Juju. Dizia ser loucura, ser admiração, mas... No fundo... No fundo eu sabia que o sentimento era de verdade. Que o nosso amor seria pra sempre. É por isso que hoje, eu me sinto extremamente feliz por estar compartilhando a minha felicidade com a Juju e claro, com todos vocês. – Gabriel fala emocionado. O moreno é abraçado por Juju que sorri e também decide falar algumas palavras antes de partirem para a praia, onde seria a lua de mel.

- Não é segredo pra ninguém, o quanto eu amo esse homem. No começo, eu achava que era desejo, atração, mas... Depois de um tempo, eu vi que a coisa estava ficando séria. Muito séria. Rsrs. Eu simplesmente não pude evitar. Me apaixonei por esse homem maravilhoso. O Gabriel é incrível, é... Carinhoso, apaixonado, bondoso... Resumindo tudo isso, rsrs... Gabriel Lários é o homem da minha vida.

- E você é a mulher da minha vida. Juliana Lários. – Gabriel fala e beija Juju que sorri emocionada em meio ao beijo e aos aplausos de todos os convidados. – A festa está maravilhosa, mas... Temos uma lua de mel pra ir.

- Titio, a lua tem gosto de mel mesmo?

- Eu... Eu não sei, Dulce. Mas... Te prometo que quando voltar, te conto se tem ou não gosto de mel. – Gabriel fala sorridente enquanto dá uma piscadela para Dulce, fazendo todos rirem. O casal se despede dos amigos e parentes e entram no carro do moreno rumo à praia para a tão sonhada lua de mel.

[...]

- Eu nem acredito que estamos casados. – Juju fala ao entrar no quarto do hotel.

- Nem eu, meu amor. Eu nem sequer imaginava que um dia... Estaria aqui com você. – Gabriel fala ajeitando as malas num canto do quarto. – Vem cá... Vamos tomar um champanhe. Essa noite merece.

- Concordo. – Juju fala se aproximando de Gabriel. O moreno já se encontrava servindo duas taças de champanhe para brindar com a garota. assim que as serve, Gabriel volta a colocar a garrafa de champanhe no gelo e entrega uma taça para Juju.

- Vamos brindar ao nosso amor. A nossa felicidade. A tudo o que vivemos e à tudo o que iremos viver daqui pra frente.

- É um sonho estar aqui com você, Gabriel. E eu não quero acordar nunca. Saúde.

- Saúde. – O moreno fala enquanto bebe o líquido juntamente com Juju.

- Estou louca pra colocar meus pés na areia. – A jovem fala animada para as atividades do dia seguinte.

- Relaxa, meu amor. Amanhã poderemos fazer isso, mas hoje... Precisamos fazer coisas muito mais importantes que colocar o pé na areia. Precisamos... Pensar em algo bem mais importante que a praia.

- Ah é? O que, por exemplo?

- Nós dois em cima dessa cama. – Gabriel fala maliciosamente enquanto acaricia os braços de Juju.

- Gabriel...                                 

- Que foi? Vai dizer que não quer? – O moreno pergunta se fazendo de desentendido.

- Eu quero. Eu quero muito.  Eu te amo.

- Eu te amo mais.

- Eu é que te amo mais.

- Bom, nós dois nos amamos na mesma intensidade. – Gabriel fala e pega a taça de Juju colando ela juntamente com a sua na mesinha ao lado da cama.

- A não, mas tem que ter alguém que ama mais pra poder comandar. – Juju fala com cara de inocente.

- Comandar o que?

- A cama. – A jovem fala e empurra o moreno pra cima da cama. Juju se aproxima e deita por cima de Gabriel. – Eu é que vou comandar isso aqui.

- Mas não vai mesmo. – O moreno fala e troca as posições. Ele encara Juju e em seguida a beija intensamente. A jovem bem que tenta inverter as posições novamente, mas claro... Não consegue. Gabriel não iria lhe dar o gostinho de vitória.

O clima começa a esquentar e Gabriel começa a tirar o vestido que Juju usava naquela noite. Entre beijos e carícias, ele retira a peça de roupa do corpo da jovem e coloca ao lado da cama. Ao vê-la apenas de calcinha, o homem dá um sorriso malicioso e se aproxima novamente para beijá-la. A jovem corresponde ao beijo e o ajuda a tirar a camisa e a calça. Ambos ficam apenas com suas roupas íntimas. – O que foi? Porque está me olhando assim? – Gabriel pergunta ao ver o olhar “sedento” que Juju lhe direcionava.

- Porque você é maravilhoso. Já tinha reparado nesse seu corpo, mas... A cada dia que passa, você fica ainda mais gostoso.

- Humm. Bom saber. Na verdade, eu já sabia disso. Eu sei das minhas qualidades.

- Convencido.

- Convencido e muito apaixonado por essa jovem garota indefesa aqui na minha cama.

- Garota indefesa? É isso o que pensa de mim? – Juju fala se fazendo de ofendida.

- Aham. É muito indefesa... Apenas comigo. – Gabriel fala e beija novamente Juju. O clima volta a esquentar entre o casal e o moreno distribui beijos e chupões por todo corpo da jovem. Juliana soltava gemidos cada vez mais altos quando sente os lábios do homem em sua intimidade por cima da calcinha. Lentamente, Gabriel vai tirando a peça e isso faz a garota ficar ainda mais excitada.

- Isso é muita tortura, Gabriel. Ahhh... – A jovem fala entre gemidos.

- Eu sei. E é por isso mesmo que estou fazendo isso. Pra te torturar. Essa é uma tortura prazerosa, não acha?

- Sim. Muito... Muito prazerosa. – Juliana fala e solta outro gemido quando sente a boca do moreno começando a chupar sua intimidade. Ele introduz dois dedos na mesma enquanto a jovem se contorce de prazer. – Ahhh... Gabriel...

- Delícia. – O moreno sussurra contra a intimidade da garota sentindo a mesma ficar cada vez mais encharcada pela excitação do momento.

- Ahhh... Gabriel... Ahhh... Eu...

- Goza, meu amor. Goza...

- Ahhh... – Juju geme. Em poucos segundos, a garota goza na boca de Gabriel que dá um sorriso satisfeito e cheio de malícia.

- Você me deixa louco, Juju. Completamente louco.

- Você é que me deixa louca, Gabriel. Louca, excitada, apaixonada e com muita vontade de fazer amor.

- É? Vamos matar essa vontade agora mesmo então.

- Calma... Também quero te dar prazer.

- Ju...

- Calado. Agora é a minha vez de te chupar. – Falando assim, Juju empurra Gabriel para se deitar na cama e fica em cima do mesmo. Ela então retira a cueca de Gabriel e sorri ao ver o membro completamente duro do ex-padre. – Você é uma delícia.

- Então aproveita essa delícia... Porque ela é toda sua. – Gabriel fala maliciosamente.

- Com o maior prazer. – Juliana fala e se ajeita para começar a chupar o membro de Gabriel. O moreno solta um alto gemido ao sentir a boca de Juju em seu membro. Ele já havia experimentado aquela sensação com a própria Juju antes, mas naquele momento... Era algo mais que especial. Era algo ainda mais intenso, pois agora ambos estavam casados. Eram marido e mulher.

- Ahhh... Juju... Ahhh... Delícia... – Gabriel fala enquanto sente a boca de Juju sob seu membro. Ao mesmo tempo em que o chupava, a jovem o masturbava com as mãos fazendo o moreno estremecer a cada movimento.

Alguns minutos passam e vendo que iria gozar, Gabriel puxa carinhosamente Juju para cima. – O que foi?

- Quero gozar dentro de você – Falando assim, Gabriel inverte as posições e ajeita no meio das pernas da jovem. Juju sente o quanto ele estava excitado e geme quando seu membro toca sua intimidade. Lentamente, Gabriel vai penetrando a jovem que sufoca um gemido enquanto recebe um beijo do mesmo.

O casal começa a se mover lentamente em uma sincronia que beirava a perfeição. Beijos, gemidos e carícias eram trocados pelo casal completamente apaixonado. Enquanto se moviam, Gabriel sentia as unhas de Juliana arranharem a pele de suas costas e isso o deixava ainda mais excitado. Ele não deixava barato e também lhe dava chupões no pescoço. Algum tempo depois, entre beijos e gemidos, Juliana e Gabriel gozam juntos e o homem a puxa para deitar em seu peito. – Eu nunca amei tanto uma mulher... Como eu te amo, Juliana.

- Eu também nunca amei alguém como amo você. Eu te amo demais, Gabriel.

- Eu também te amo. Aqui, selamos o início dessa nova vida. Uma vida de casados. Uma vida que eu jamais imaginei viver, mas que agora... Não sei mais viver sem ela. – O homem fala e Juju dá um sorriso apaixonado. Ambos dormem abraçados depois de mais um momento tórrido de amor e prazer.


Notas Finais


Gostaram? Odiaram?
Mereço comentários?
Essa lua de mel está sendo mais que perfeita, não acham?
Mais um hot pra vocês. Gostaram?
O casal merece e claro, todos nós merecemos algo quente dessas duas pessoas maravilhosas aí, hehe...
Bom... Vejo vocês no próximo e último capítulo.
Bjs e até mais... #GajuForever!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...