História Unbreakable - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Demi Lovato, Gigi Hadid, Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Miley Cyrus, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Dallas Lovato, Demi Lovato, Gigi Hadid, Hailey Baldwin, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Miley Cyrus, Ryan Butler
Exibições 45
Palavras 2.473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heey eu estava ansiosa demais pra começar essa fic, eu ainda estou escrevendo outra mas não aguentei e tive que postar agr.
Então espero que vcs gostem,os personagens são como eles estão atualmente. A Demi vai passar por uma transformação, vcs vão ver como ela está e como ela vai ficar no decorrer dos capítulos.
Enfim boa leitura pessoas ♥

Capítulo 1 - Eu vou até o inferno se for necessário


POV Demi Lovato

A única coisa que eu lembro é que eu estava indo para o meu carro, uma Ferrari branca, e de repente alguém me segurou, colocou uma capuz preto na minha cabeça me colocou em um carro e aí eu só vi a escuridão.

Eu estou largada em um beco com todo o meu corpo cheio de machucados e hematomas e ainda minha intimidade está doendo e sangrando indicando que fui estuprada. Eu estou com a roupa toda rasgada e com algumas manchas de sangue, sem sapatos e com o cabelo bagunçado. Estou me sentindo suja, um lixo, estou com nojo de mim mesma, eu só quero um longo banho, comida e uma cama. Me levanto para sair daquele beco escuro e sujo mas estou dolorida, vou andando corcunda com a mão na barriga mas acabo trombando com uma pessoa eu acabo caindo no chão de tão fraca que estou

- Porra, não sabe onde and...meu deus, você está bem?

Uma menina loira de cabelos curtos, olhos claros que deve ter a minha idade perguntou me ajudando a levantar. 

- Não, nem um pouco - eu falei baixo

- Quem fez isso com você? - ela peeguntou

- Eu não sei, eu estava entrando no meu carro quando alguém pegou colocou um capuz na minha cabeça, me jogou dentro de um carro e a partir daí não me lembro de mais nada porque eu desmaiei e eu fui estuprada - respondi fazendo careta ao sentir dor na minha intimidade

- Você mora aonde? - ela pergunta 

- Aqui é que cidade? - eu pergunto olhando para os lados procurando algo que eu reconheça para saber se eu estava na cidade que eu moro

- Los Angeles porque? - ela fala curiosa com uma sobrancelha erguida

- O QUE? LOS ANGELES? - ela assente - Eu moro em Nova Iorque, como eu vim parar aqui? - eu coloco a mão na cabeça preocupada, nessa hora nem estava mais sentindo tanta dor 

- E você tem como voltar? - ela pergunta assustada

- Não, estou sem celular, dinheiro não tenho nada -eu falo assustada 

- Vamos fazer assim. Eu te levo pra casa onde eu moro e de lá você tenta falar com alguém que possa te ajudar - ela fala seria

- Tudo bem obrigada... - dou uma parada querendo saber seu nome

- Miley - ela sorriu

- Obrigada Miley e me desculpa por te atrapalhar - digo sorrindo e ela ri

- Você não está atrapalhando, eu gosto de ajudar os outros e eu não tenho nada para fazer então você vai me fazer companhia... - ela para querendo saber meu nome

- Demetria mas me chama de Demi - digo simpática

- Demi - ela diz - Então vamos? 

- Vamos

Ela me mostra o carro dela e é um Porsh preto, nós vamos conversando até chegar na sua casa. Quando chegamos ela estacionou na garagem e vasculhou no banco de trás procurando algo

- Veste isso - ela me deu um casaco que vai até os joelhos - tem meninos na casa e do jeito que são assanhados vão querer te comer se for assim - ela apontou pra mim

Eu coloquei o casaco com dificuldade por causa das dores e ela me ajudou a entrar na casa, ela abriu a porta e já gritou chamando alguém

- Eita Miley para de gritar - escuto vozes femininas descendo as escadas - o que você... Quem é? - uma menina loira pergunta me olhando

- Eu achei ela na rua me ajudem a leva-la para um quarto - elas vem correndo me ajudar - cuidado, ela foi estuprada e está toda machucada, eu vou fazer algo pra ela comer e vocês ajudem ela no banho - elas assentem

- Credo, quem fez isso com você? - a outra loira pergunta

- Eu não sei - digo subindo os degraus - mas vou achar e acabar com a pessoa que fez isso comigo - digo brava

- Ai sim - uma loira diz me fazendo rir e eu resmungo de dor, ela percebe - Desculpa - ela sorri sem jeito

- Não foi nada - entramos em um quarto e elas me levam direto para o banheiro

- Meu nome é Hailey - a loira que chegou reclamando da Miley se apresenta

- E o meu é Gigi - a outra loira que me fez rir e minha barriga doeu se apresenta

- O meu é Demetria mas me chamem de Demi - eu digo sorrindo

- Você consegue tomar banho sozinha? - Gigi pergunta e eu digo que sim - Então toma banho, vamos arrumar uma roupa pra você e daí vou deixar aqui no banheiro qualquer coisa é só gritar que estaremos aqui no quarto - ela termina de falar e fecha a porta

Eu tiro a roupa e entro no box, ligo o chuveiro e deixo a água caindo nos meus ombros e escorrendo pelo meu corpo, é um prazer sentir isso, pego o sabonete e começo a me lavar. Cada vez me sinto mais limpa, a dor diminuiu e não tinha mais sangue em mim. Terminei de tomar banho, sai do box me sequei, me troquei e fui para o quarto e dei de cara com seis pessoas conversando que me olharam e sorriram e um homem sentado que me olhou sério assim que eu abri a porta do banheiro

- Você me parece bem melhor - Hailey disse vindo em minha direção e me puxando para sentar na cama

- Cheguei - Miley abre a porta com o corpo pois suas mãos estavam ocupadas trazendo uma bandeja de comida - Isso é pra você - ela colocou na minha frente

- Muito obrigada Miley - eu sorri e comecei a comer

- Então... eu sou o Chaz - um dos meninos me estendeu a mão e eu a apertei 

- Prazer em conheço-lo Chaz - digo

- Prazer só na cama princesa - ele diz fazendo todos rirem me deixando corada

- Eu sou o Chris - outro veio me cumprimentar 

- Praz... Bom conhecer você - eu quase disse de novo fazendo todos rirem alto menos o menino sentado no canto me olhando como se estivesse tentando me matar com o olhar 

- E eu sou o Ryan - ele me deu a mão 

- Bom conheço-lo Ryan - sorri

Ficamos conversando por uns minutos enquanto eu comia quando o menino no canto finalmente se pronunciou

- Reunião no escritório equipe - ele diz saindo do quarto

- Lá vem - Chris diz levantando e saindo, Chaz e Ryan foram atrás 

- Porque vocês não foram também? - pergunto confusa

- A "equipe" são só os meninos - Gigi disse fazendo aspas

- Então vocês podem me emprestar algum telefone para mim ligar para alguém? - pergunto sem jeito

Quando a Miley ia responder o Ryan aparece na porta 

- O Justin quer vocês também meninas - ele diz fazendo elas se entre olharem entre si 

- Eu já volto Demi - Miley diz e todas saem - Assiste TV até a gente voltar 

POV Justin Bieber

- Então - comecei a falar assim que as meninas chegaram - Eu não confio nela e quero ela fora daqui já - digo olhando para cada um

- Mas Justin ela foi estuprada, não tem nada e ela é de NOVA IORQUE,  não podemos simplesmente falar pra ela ir embora - Miley diz calma

- Ela deve ter feito alguma coisa para ter que passar por isso - digo levantando e indo pegar uma bebida

- Credo Justin, ela tem cara de menina filhinha de papai, ela não deve fazer mal nem a uma mosca - Gigi diz 

- As aparências enganam meus amigos - digo sorrindo de lado 

- Realmente enganam, enquanto você está ai achando que ela não é confiável e que é a inimiga, ela pode ser a melhor pessoa que existe - Hailey fala já alterando o tom de voz

- Não fala comigo nesse tom que você sabe as consequências - digo bravo 

- Eu falo no tom que eu quiser, não é só porque você é Justin Bieber o maior traficante do país, que as pessoas tem que te obedecer - ela fala levantando 

- Hailey volta aqui - eu digo me levantando bravo

- Se quiser me bater vá em frente, se quiser me torturar vá em frente, se quiser me matar vá em frente, eu não ligo mesmo, pelo menos eu não vou ter que aguentar você mandando nos outros e se resolver me matar eu falo pra sua mãe que você mandou um beijo - ela diz e sai do escritório

Poxa, ela tinha que tocar na ferida? Eu e Hailey discutimos bastante mas nos amamos, somos praticamente irmãos, o problema é que sempre nossas opiniões são diferentes e isso sempre acaba em briga porque nós dois somos orgulhosos. 

- Saiam e falem pra Hailey que eu não vou fazer nada - eu sentei na cadeira e comecei a chorar. Como eu sinto falta da minha mãe, ela morreu por minha culpa, foi o meu inimigo que tirou ela de mim. Quando ela morreu parte de mim morreu também porque minha mãe era tudo pra mim, ela sempre me ajudou em tudo, me aconselhou e apesar da minha profissão ela ainda me amava,  eu sinto tanta falta dela, tanta falta. Eu não ia fazer nada com a Hailey, ela sempre fala as coisas da boca pra fora quando está brava e antes não foi diferente, minha mãe considerava a Hailey como uma filha pois ela a criou depois que foi abandonada pela família, nós crescemos juntos e eu não tenho coragem de tocar um dedo nela. Depois de ter parado de chorar eu pensei a respeito dessa tal de Demi, eu não confio nela, ela pode ter sido enviada por algum inimigo para vigiar a casa. Pensei melhor e resolvi deixar ela ficar aqui hoje mas depois de amanhã ela terá de ir embora. Chamei o Ryan para avisa-lo

- Essa Demi poderá ficar dois dias aqui mas depois ela vai dar o fora pois nós vamos inventar que vamos viajar - ele assente e vai avisar as meninas

POV Demi Lovato

Assim que as meninas saíram eu liguei a TV e fiquei assistindo até pegar no sono. 

[...] 

Acordei as 19:00 e encontrei um bilhete do lado da cama abri e li

Demi eu e as meninas fomos no mercado, voltamos logo. 

           Bjs Miley 

Fui no banheiro, lavei o rosto, voltei para o quarto e comecei a assistir TV. Alguns minutos depois escuto alguém chegando e batidas na porta do quarto

- Entra - eu respondo e vejo esse tal de Justin entrar - Oi - digo baixo

- Vou ser direto, essa é a minha casa e eu não confio em você e quero que vá o quanto antes, você pode ficar até sexta de manhã, depois fora - ele diz rápido me deixando sem jeito

- Tudo bem, agradeço pela ajuda que me deram - sorri e ele me encarou ainda sério 

- Que seja - ele abriu a porta e deu de cara com as meninas, ele desvia delas e sai do quarto

- O que ele veio fazer aqui? -Hailey pergunta sentando na cama 

- Ele veio me dizer que não confia em mim e que eu tenho até sexta de manhã para ficar aqui - eu disse sentando na cama de casal dando espaço para a Miley e Gigi sentarem

- Não acredito que ele falou isso - Miley fala irritada

- Sim mas ele está certo, uma menina aparecer assim na casa dele não é de se confiar - digo me encostando na cabeceira da cama

- Porque não podemos confiar em você? - Gigi pergunta 

- Ah não sei, eu poderia ser uma psicopata - demos risada

- Mas então você tem alguma idéia de quem pode ter feito isso com você? 

- Na verdade eu tenho mas acho melhor não comentar - fico mexendo na coberta pensando sobre o assunto

- Porque não? Não confia em nós?  - Hailey pergunta com a sobrancelha erguida

- Não é isso, mas é que eu me meti em algumas coisas com meu namorado que são meio perigosas - digo baixo 

- Fala pra gente, não vamos falar para ninguém - Gigi fala implorando

- Tudo bem - eu digo - Uma vez eu conheci um cara numa boate, o nome dele é Sebastian, nos conhecemos melhor daí começamos a namorar depois de um tempo descobri que ele era um... - dou uma parada com medo de falar e elas se assustarem

- Um... - Hailey me inventiva a continuar

- Um traficante - disse e elas se entre olharem - eu terminei com ele mas acabamos voltando a namorar. Ele tem vários inimigos mas tem um que é o número um, o nome dele  Markus - elas se entre olharam novamente - um dia nós estávamos na casa do Sebastian e sofremos um ataque, era o Markus, ele disse que ia se vingar do Sebastian por ele ter matado a mulher dele mas ele disse que ia se vingar me matando então ele deve ter feito isso e agora deve estar achando que eu estou morta - disse triste 

- Caral** - Miley diz com a mão na boca

- Credo Demi, que homem louco - Hailey diz olhando para os lados

- Mas nós dois nos separamos para a minha segurança, isso já faz uns três meses ele nem deve saber que isso aconteceu comigo porque nunca mais nos falamos, eu estou pensando em como minha família deve estar preocupada comigo - digo com lágrimas nos olhos

- Falando em família, vou pegar o telefone pra você ligar pra eles - Miley fala saindo correndo do quarto

- Sinto muito Demi, você é legal e não merece estar passando por isso - Gigi fala me abraçando de lado e ficamos em silêncio olhando para a TV. Estou passando os canais até que paro em um que está passando uma reportagem de um carro capotado e pegando fogo, aumento o volume

- O carro da filha do Sr.Lovato, empresário de Nova Iorque, foi encontrado capotado e pegando fogo uma hora atrás, após os bombeiros apagarem o fogo o corpo foi levado ao IML. Mais notícias você confere no próximo bloco - eu coloco mute e começo a chorar 

- Porque está chorando? Você conhecia ela? - Gigi pergunta 

- Eu sou a filha do Sr.Lovato - digo com voz de choro 

As meninas estavam de olhos arregalados me olhando sem saber o que fazer, eu soluçava de tanta raiva e tristeza. 

- Desculpa a demora - Miley entrou no quarto - O que vocês fizeram?  - ela perguntou olhando para as meninas

Hailey chamou Miley para o canto e contou enquanto a Gigi me abraçava 

- Fica calma Demi, vamos conversar com o Justin e convencer ele a te deixar mais tempo aqui - Miley disse me abraçando

Eu pedi que as meninas me deixassem sozinha para pensar e chorar

- Eu vou descobrir quem fez isso e vou até o inferno se for necessário 

















Notas Finais


Uuuuuhhh quem será que fez isso gente? Será que foi o Markus? Me desculpem qualquer erro porque eu escrevi pelo celular.
Espero que tenham gostado do primeiro capítulo.
Estou pensando em postar hoje de novo.
Enfim até o próximo capítulo
BJJJSSS ♡♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...