História Unbreakable - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Demi Lovato, Gigi Hadid, Hailey Rhode Baldwin, Justin Bieber, Miley Cyrus, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Dallas Lovato, Demi Lovato, Gigi Hadid, Hailey Baldwin, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Miley Cyrus, Ryan Butler
Exibições 34
Palavras 2.770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Mais um capítulo pq não aguentei heueheueh
Agradeço a primeira leitora a comentar, ~Carol-Luz. Cada comentário é importante pois me motiva a escrever.
Agradeço aos que favoritaram também, vcs são demaaiixxxxxxxx
■■■ Boa leitura ■■■

Capítulo 2 - Ela vai saber disso


POV Justin Bieber

- Ela pode estar mentindo - digo pela milésima vez

- Justin você aprendeu a confiar na gente, porque você não pode confiar nela? - Miley pergunta brava

- Vocês são meus amigos, é diferente 

- Ela pode se tornar nossa amiga -  Miley responde afiada - Justin eu já te contei a história, nós não podemos largar ela por aí sem nada e outra ela foi declarada como morta se ela voltar o Markus vai tentar matá-la - eu fico olhando o chão pensativo

O que eu devo fazer? 

- Olha Justin, eu sei que você tem um coração bom aí dentro, sei que jamais deixaria alguém sofrer por algo que não merece, você pode até matar pessoas mas você só mata os maus, você é como um herói, um herói meio diferente dos outros mas é um herói. Se o seu medo é de achar que ela vai nos entregar para a polícia ou algo assim, ela não vai fazer isso porque ela meio que já faz parte desse mundo então relaxa Bieber - ela se levantou e me olhou nos olhos - sei que vai fazer a escolha certa - ela saiu do meu escritório

Pensei, pensei, pensei e cheguei a uma decisão, vou deixar ela ficar.

POV Demi Lovato

Eu estou colocando uma roupa para ir na reunião que vai ter no escritório do Justin, Gigi vai vir me chamar quando for a hora. Estou vendo TV quando escuto batidas na porta

- Demi já está pronta? - ela pergunta através da porta

- Sim - eu desligo a TV e vou para a porta e abro

- Vamos - ela diz sorrindo - Dormiu bem? 

- Mais ou menos e você? - ainda estou abalada com o que aconteceu

- Dormi bem mas isso vai passar- ela diz sorrindo e logo chegamos ao escritório, ela abre a porta revelando todos na sala, eu sento ao lado da Miley que era o único lugar vago 

- Então Demi - eu olho para Justin assim que ele começa a falar - A Miley me contou o que rolou ontem e ela veio falar comigo sobre você ficar mais. Mesmo eu não confiando em você eu vou te deixar ficar mais tempo mas escuta bem - ele apontou o dedo pra mim - qualquer deslize e você está fora - ele passa a mão no pescoço mostrando que estarei morta - ENTENDEU? 

- Sim - respondo 

- Geralmente com as pessoas que eu grito elas só assentem mas você teve coragem para responder, meus parabéns - ele diz com um sorriso maléfico no rosto

- Obrigada - eu o respondo e ele fica sério

- Reunião encerrada - ele fala com os olhos ainda em mim

Todos nós levantamos e quando eu estou na porta, Justin me chama

- Demi

- O que? - eu me viro para ele

- Tenha muito cuidado com o que você faz e fala - ele diz sério 

- Tudo bem - eu respondo e saio mas volto na porta - Obrigada por me deixar ficar - ele me olha sério e volta seu olhar para uns papéis na mesa, eu saio e vou até a sala onde está todo o pessoal

- Demi, vem, vamos assistir um filme - Miley grita 

- Miley, eu estou do seu lado não precisa GRITAR - eu grito a última parte fazendo todos rirem

- Me respeita nessa porra mulher - ela fala fazendo voz de homem 

- Uui mulher - eu digo sentando no sofá

- Vou fazer pipoca enquanto o Chris coloca o filme - Hailey fala se levantando - Vem comigo Demi? 

- Claro - eu me levanto e vou atrás dela, chego na enorme cozinha - Essa casa é linda 

- Ta fica quieta - ela fala vindo perto de mim - O que o Justin falou quando nós saímos? - ela cochichou

- Ele falou pra mim tomar cuidado com o que eu faço e falo - digo cochichando também

- Não entenda ele mal tá? - ela fala e eu faço que sim com a cabeça - Porque ele e os meninos são traficantes daí eles desconfiam de todo mundo, acham que todos são inimigos sabe? 

- Sim eu sei, mas ele tá desconfiado com razão - eu falo normal já

- Quem está desconfiado com razão? - Justin pergunta entrando na cozinha e vai direto para a geladeira

- Você - eu respondo baixo e a Hailey me dá um tapa no braço - Ai - falo passando a mão na cabeça e o Justin ri me fazendo rir também e sai da cozinha

- Porque falou? - ela pergunta pegando as coisas para fazer a pipoca

- Ele falou pra mim cuidar com o que eu falo e faço então acho que começar mentindo não seria boa idéia - eu falo sentando no banco

- Você tem razão - as pipocas começam a estourar - Que tal irmos no shopping hoje? Talvez iremos na boate dos meninos hoje - ela fala sorrindo de orelha a orelha 

- Não sei, acho melhor ficar em casa 

- Porque? - ela pergunta desmanchando o sorriso - Você já não está melhor? - eu afirmo com a cabeça - Então? 

- Não quero atrapalhar vocês e eu só sou a refugiada - eu falo a olhando - Mas eu acompanho vocês no shopping, vou tentar lembrar o número da minha conta

- Demmii você não é a refugiada, você faz parte do grupo agora mas se não quiser ir não precisa, não vou insistir - ela fala colocando a pipoca na bacia - Vamos? - levanto e vamos para a sala

- Já achei que tinham se perdido no caminho de volta pra sala - Ryan fala rindo 

- Viado - Hailey sentou no sofá e eu sentei do seu lado 

- Calem a boca porque o filme vai começar - Chaz fala 

- Tu saiu da onde? - eu perguntei e ele me olhou

- Da minha mãe - falou e começou a rir fazendo todos rirem também

[...]

O filme terminou e nós fomos almoçar

- No que tanto pensa Demi? - Chaz pergunta vendo que eu estava com a cabeça na lua

- Estou tentando lembrar o número da minha conta no banco para mim poder pegar dinheiro - todos começam a tossir com o que eu acabei de falar 

- Você está louca? - Chaz pergunta de olhos arregalados, a atenção está toda pra mim

- Demi se você sacar dinheiro sua família vai saber que você está viva - Gigi fala erguendo as sobrancelhas

- Ninguém sabe que essa conta existe - falo e tomo um gole de suco - fiz essa conta caso acontecesse uma emergência como essa - sorri e coloquei uma garfada de lasanha na boca

- Boa Demizinha - Chaz fala e eu o olho com a sobrancelha erguida - Ta bom então DEMI - todos riram

- Boa Dems - Hailey falou e eu a olhei - O menina, não gosta de nenhum apelido? - ela fala levantando as mãos

- Gostei dos dois apelidos só estranhei - falo sorrindo

Assim que terminamos de almoçar fomos nos arrumar, Gigi Me emprestou uma roupa e eu fui me trocar no banheiro 

- LEMBREI - dei um grito no banheiro e sai correndo do banheiro indo anotar em um papel 

- O que aconteceu? - as meninas entram correndo no quarto e eu começo a rir

- Eu lembrei o número - falei pulando e elas suspiraram 

- Ai Demi - Miley fala fazendo nós rirmos e elas voltam para os seus quartos para se arrumar

[...] 

De roupas e sapatos comprados, unhas e cabelos feitos. Eu fiz uma mudança no meu cabelo que eu amei, sai do preto curto e coloquei aplique e pintei de castanho. Chegamos em casa as 18:00, eu fui assistir TV no quarto e as meninas foram se arrumar para ir na boate. Escuto batidas na porta

- Posso entrar? - é a Miley 

- Pode

- Como estou? - ela está linda com um vestido azul colado que vai até os joelhos, um salto nude, maquiagem leve, cabelo arrumado pra cima já que ela tem corte joãozinho e brincos cheios de pedras 

- Você está maravilhosa Miley, vai arrasar - ela deu uma volta

- Obrigada mas que quero te perguntar um negócio - ela fala se olhando no espelho do meu quarto

- Pergunta

- Você gosta de música? Sabe tocar algum instrumento? - ela pergunta e eu dou um sorriso de orelha a orelha

- Muito, sei tocar alguns - digo animada 

- Então vem comigo - ela pega minha mão e começa a me levar a algum lugar, ela abre uma porta e me puxa para dentro

- Aahhh quanta coisa - eu falo olhando os violões, as guitarras, a bateria, o piano, as caixas de som e as outras coisas da sala

- Você pode tocar se quiser, já que vai ficar em casa achei que poderia gostar - ela diz sorrindo

- Nossa eu amei, vou tocar sim, obrigada - digo a abraçando 

- De nada mas agora eu preciso ir todos já foram e eu como sou a mais demorada sempre fico por último - ela fala saindo da sala - Se cuida Bjs

- Você também se cuida, Bjs - eu falo saindo da sala de música - Depois eu venho fazer uma visita para vocês primeiro vou tomar banho e assistir um pouco de TV - falo sozinha indo para o meu quarto

[...] 

Tomei banho, jantei e fiquei assistindo mas acabei caindo no sono. Acordei as 3:00 da manhã e resolvi ir para a sala de música, fui direto para o piano que é meu favorito e o mais lindo. 

Comecei a cantar uma musica que eu fiz quando eu sai da reabilitação depois de ter tratado diversos problemas. O nome dela é Skyscraper, ela é sobre como eu me reergui depois de ter sofrido tanto, de como eu me tornei forte, eu sempre choro quando toco ela porque eu lembro pelo que eu passei, me dá vontade de me auto mutilar novamente mas aí eu me deparo com a tatuagem que fiz em meus pulsos "Stay Strong" que significa "permaneça forte" e eu esqueço isso. 

Já estou na metade da música mas estou chorando muito, toda essa história de eu ter sido dada como morta e eu ter que ficar longe da minha família e amigos está me afetando. Parei de tocar e cai no choro, estou soluçando de tanto chorar, eu escuto um cochicho atrás de mim me viro e está todo mundo me olhando com cara de curioso

- Você está bem pequena? - Chris pergunta vindo me abraçar

- Estou - digo secando as lágrimas

- Não parece amiga - Gigi, Hailey e Miley vem e se ajoelham na minha frente - O que aconteceu? 

- Nada, isso é passado - eu falo já parando de chorar

- Você vai nos contar o que aconteceu? - Ryan fala encostado na porta junto a Justin que só olhava tudo que está acontecendo

- Não 

- Vai sim, dá pra ver que precisa por isso pra fora - Hailey fala 

- Tudo bem eu conto, só que outro dia, agora já está tarde e eu estou cansada,  garanto que vocês também estão - digo olhando pra eles

- Tudo bem Dems - Gigi fala levantando - Mas olha, promessa é dívida - eu dou uma risada fraca

Todos saímos da sala de música, e eu vou pegar um copo de água na cozinha

- Aquilo foi patético sabia? -Justin aparece na porta rindo

- Aquilo me machuca até hoje - eu disse servindo água no copo e ele ficou sério

- O que seria aquilo? - ele pergunta

- Eu realmente não quero falar isso agora Justin - eu disse parando em sua frente - Outro dia eu falo, boa noite - subi para o meu quarto

[...] 

Acordei as 10:00 com batidas na porta

- Entra 

- Boom diaaa - as meninas entraram com biquínis - Vamos acordar porque nós vamos para a praia

- Só vou colocar o biquíni - disse pulando da cama e indo me trocar. 

Coloquei o biquíni que tinha comprado no shopping, a parte de cima é com algumas flores e a parte de baixo é azul, não é muito decotado mas é bem sexy. Coloquei um vestido branco meio transparente por cima, arrumei as minhas coisas e sai so banheiro

- Vamos? - pergunto

- Vamos - elas falam juntas e nós descemos, os meninos estavam nos esperando lá 

- Porra, como vocês demoram - Justin diz já saindo e indo para o seu carro - Quem vai comigo, vem logo - ele diz gritando da garagem

- Vamos caras - Ryan diz indo para a garagem, Chaz e o Chris vão atrás

- Nos encontramos lá gatas - Chris diz fechando a porta

- Vamos meninas - Miley diz erguendo a chave do carro e sai dançando para a garagem - Alguém quer dirigir? Não estou afim - ela pergunta e ninguém responde - Tudo be...

- Eu dirijo - digo pegando a chave do Bugatti Veyron Mansory preto e entrando no carro, Miley vai na frente comigo e as meninas vão atrás

- Pisa fundo e vamos chegar primeiro que os meninos - Miley diz ligando o rádio

- É pra já - digo e piso fundo no acelerador saindo cantando pneu

Estamos andando a uns 160 km/h pela rodovia, a praia que estamos indo é meio afastada quase ninguém vai lá segundo as meninas. Estamos voando na pista até que vejo um Bugatti  Veyron 16.4 Grand Sport branco andando não muito rápido

- São eles - Miley fala eu a olho e ela me olha, eu entendo o recado e piso fundo no acelerador. 

Estamos passando ao lado deles agora e a Miley abre uma fresta do vidro e mostra o dedo do meio pra eles

- Só pisa fundo - ela falou olhando para trás vendo Justin se aproximar de nós e foi o que eu fiz

Nós estamos na frente deles já faz um tempo e o Justin não consegue nos ultrapassar 

- Ele deve estar se comendo de raiva, Justin odeia ficar pra trás - Miley disse gargalhando

- Vamos deixar ele sonhar um pouco então - eu deixo ele nos ultrapassar e eu só vejo um dedo de meio passar pelo meu lado 

- Porque? Você nunca vai conseguir passar ele de novo - Miley diz se jogando no banco

- Eu não acho isso - digo sorrindo de lado

Eu piso no acelerador assim que vejo uma curva

- Demi não faz isso - Hailey diz segurando meu ombro

- Calma, vai dar certo, confia em mim - eu digo confiante

Quando estamos chegando na curva, eu piso no acelerador e assim que Justin abre para fazer a curva eu passo pelo seu lado o deixando para trás, eu olho pelo espelho e vejo Gigi e Hailey abraçadas de olhos fechados e começo a rir 

- Meninas já passou - elas abrem os olhos e suspiram aliviadas

- Demi você é louca, como sabe dirigir assim? - Miley pergunta

- Aprendi participando de rachas que eu ia com Sebastian - disse olhando pelo retrovisor e vejo Justin tentando nos passar de novo

Andamos mais um pouco e chegamos, para chegar com estilo ainda dou um cavalinho de pau. Assim que paramos os carros Justin sai puto do carro batendo a porta e chutando o chão. Eu abro a porta do carro e os meninos me olham de olhos arregalados. Justin vem caminhando na minha direção e eu finjo que não estou vendo

- Quem você acha que é sua vadia? - ele diz empurrando meu ombro

- Eu sou a mulher que ganhou de você em uma corrida - digo olhando nos olhos

Eu vi os olhos do Justin encherem de raiva, ele ia partir pra cima de mim mas os meninos o seguraram e eu saí de perto dele indo com as meninas para a areia. Eu fiquei com um pouco de medo do que ele poderia fazer se os meninos não o tivessem o segurado mas ninguém me chama de vadia. 

POV Justin Bieber

- Eu não acredito que ela disse isso pra mim - digo mais calmo 

- Calma aí cara, ela só estava tirando onda - Ryan diz 

- Ela não tem o direito de fazer isso, eu tirei ela da rua - disse apoiando as duas mãos no capo do carro

- Se acalma e vamos curtir o dia, esquece isso foi só uma corrida sem valor - ele diz batendo nas minhas costas e caminhando até o resto do pessoal 

Pode até ter sido uma corrida que não estava valendo nada mas o que está me incomodando é que ela falou 

" Eu sou a mulher que ganhou de você em uma corrida"

Eu nunca perco para ninguém em uma corrida e ela vai saber disso. 











Notas Finais


Hey hey hey gostaram do capitulo? Me falem o que estão acharam dos dois primeiros capítulos.
Estou pensando em postar amanhã de novo, não tenho certeza mas vou tentar.
Até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...