História (Un)breakable – Imagine Kim Taehyung - 2ª Temporada. - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~Malupuddinn

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, High4, Red Velvet, TWICE
Personagens Alex, Baekhyun, Chanyeol, D.O, Dahyun, Irene, J-hope, Jimin, Jin, Joy, Jungkook, Lay, Momo, Myunghan, Personagens Originais, Rap Monster, Sana, Seulgi, Suga, Sunggu, Tzuyu, V, Wendy, Yeri, Youngjun
Tags Bangtan Boys, Chanbaek, High4, Imagine Bts, Imagine Taehyung, Imagine V, Malupuddinn, Minrene, Myinfireszzz, V!bts, Wenseok
Visualizações 249
Palavras 1.917
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HELOU!
DEMOREI? DEMOREI!
Meu Spirit bugou negada, Sorry
Então meninas!
Estão prontas para mais uma sofrência? Opss, capítulo**
Bom, esse capítulo não vai começar de onde terminou🌚 sou muito mal, eu sei!
Reparem que o Taehyung tem quase a mesma rotina que a S/N..
Nome: Eu Sinto muita falta de você..
AIN
VAMO LER!

Capítulo 6 - F I V E — So much i miss you.. — UKTH.


Fanfic / Fanfiction (Un)breakable – Imagine Kim Taehyung - 2ª Temporada. - Capítulo 6 - F I V E — So much i miss you.. — UKTH.


Mas os dias que eu compartilhei com você agora estão desaparecendo..

Quando a noite chegou com as estrelas

Eu sinto muita falta de você..

Quando eu choro, sem qualquer som

Eu sou você, você, você..

Sua voz..

Eu sinto muita falta de você

De ontem para hoje,

Eu sou você, você, você..

Mamamoo — I Miss You.


Kim Taehyung.

Me acordei mais cedo que o combinado.

Minha vida tem sido muito corrida. Estamos acabando com os três últimos capítulos do dorama que estou fazendo.

Me levantei cansando.

Caminhei até o banheiro, e tomei um banho rápido, era tudo ou nada.

Depois de vestir meu terno, desci.

— Bom dia, Sana. — digo, a garota sorri.

— Bom dia senhor! — diz. — Aqui está.

Pego o café de sua mão e dou-lhe um gole.

— O senhor não se esqueceu não é? — perguntou.

— Do que? São tantas coisas na minha cabeça. — respondo.

— Hoje é apresentação da Haru, e Hoje também é o dia em que os meninos vem para cá. — diz.

A semana passou tão rápido assim?

— Oh.. — me lembro — Se tiver tempo eu vejo.

Sana assente.

Vejo as horas no meu relógio, pronto. Agora eu estou oficialmente atrasado.

— Tchau Sana! — digo dando um beijo na testa da loira.

— Bom trabalho, Senhor Kim! — diz.

Entro no carro totalmente apressado.


[...]


— O que temos pra hoje de tarde? — pergunto caminhando pelo o corredor do studio.

— Ensaio, Gravação da música do Dorama, gravação, ensaios, gravação do penúltimo capítulo do dorama, ensaio, mais gravação, Ah.. o senhor.. Jeon Jungkook quer te vê-lo. — diz.

Olho rápido para Myungjun.

— J-Jeon Jungkook? — pergunto um tanto sorridente.

— Sim.. — ele diz.

— Ótimo! Diga que ele já pode vim. — digo.

— Ok, o senhor Jeon saiu agora pouco, dizendo que mais tarde retorna.

Assento e entro no Studio.

— Bom dia! — digo.

— Bom dia senhor Kim! — todos dizem.

— Vamos começar logo com isso.. — digo. E então, começa o ensaio.

— Vire o rosto mais para esse lado. — pede o fotógrafo, assim faço. — Uma pose de durão Senhor Kim!

Faço a tal pose.

— Charme! — diz. E logo sinto um flash em meus olhos acompanhado de um "click".

Foram várias fotos, já estava cansado desses ensaios.

Meu celular vibrou, talvez seja Jungkook.

— Só um minutinho.. — digo, e sem ao menos receber um "sim" corro para pegar o celular.

Sana Babá: Senhor, disseram que a apresentação de Haru irá passar na televisão! (happy emoticon)


Me: Ótimo! Em que canal?


— Senhor Kim, ande logo, não temos tempo.

— Só mais um minutinho!


Sana Babá: KBS 32. Às 16:54.

Sorri. Daqui a pouco verei minha pequena. Nem que seja pela a televisão.

Voltei para o ensaio, logo.


[...]


— Pausa! — disseram depois de algumas outras fotos.

Me sentei na cadeira, exausto.

Liguei  meu celular, na tela, havia uma foto minha, de S/N e meus três filhos.

Você deve está se perguntando, o por que eu tenho essa foto ainda.

Simples, não é tão fácil esquecer o amor de sua vida..

— TAEHYUNG!! — ouvi um grito bem familiar.

— Senhor, tentamos de tudo, mas o senhor Jeon quis entrar sem ser anunciado.

Sorri.

— Está tudo bem.. eu conheço ele. — digo secando minha testa com a toalha branca.

O segurança saiu.

— Jungkook. — o chamei.

— QUAL É O TEU PROBLEMA?! — Jungkook me puxa pelo o colarinho da camisa.

— Mas.. do que você está falando?! — Pergunto me soltando de suas mãos.

— Mas que droga, Taehyung! — O moreno meche nos cabelos — Você simplesmente se esquece dos filhos, ao invés de ir buscá-los, você pede para a Sana fazer isso.. Não quer que a S/N veja o que você se tornou?!

Abaixo minha cabeça.

— Hoje teve a reunião de pais do Seung e do Bae. — diz. Elevo meu olhar para olha-lo. — E você não foi! Eu estava lá!

— Ninguém me avisou! — digo me levantando da cadeira.

— Você é o pai delas Taehyung! — Ele grita — Bae passou mal mais uma vez na escola. E eu estava lá! Onde é que você é o pai nisso, Taehyung?

— Eu não sabia..

— VOCÊ NUNCA SABE DE NADA! — Jungkook grita — Do que adianta ser pai, se você não é presente na vida de seus filhos?! Se você não vai buscá-los! Parece que você não os ama!

— NÃO DIGA ISSO! — grito, vejo um segurança entrar. — Está tudo bem, Myins, pode ir.

Ele se retira.

— Eu sou quem mais ama essas crianças! — digo. Jungkook ri soprado.

— Ah! Faça-me o favor, Tae! — Ele ri — Você nem parece ser pai delas! Fica aí! Com seus Doramas! Seus filmes! Você não liga para o seus filhos!

— Tudo isso é culpa minha, não é? — abaixo meu olhar — A separação.. a guarda das crianças ter ficado com ela.. essa briga toda é minha culpa..

Eu ainda amo a S/N, com todo meu coração. E sinto que tudo que fiz, foi errado.

— Sim Taehyung. É sua culpa sim! — Jungkook respira fundo — Você só pensou em si mesmo quando fez aquilo! Você traiu ela!!

E então é assim que Jungkook consegue me ferir mais uma vez. Lembrando dessa minha vergonha.

— Foi um deslize.. — tento me defender.

— Eu vi tudo Taehyung. — Jungkook diz — Eu que te arranquei de lá! Por mais que eu te ame, sinto que minha irmã não merece isso!

Irmã?

— Irmã? — pergunto.

— Sim.. Eu a considero como irmã. Cuidei tanto dela quando você esteve ausente.. — Jungkook ri soprado mais uma vez — Não devia ter feito isso..

— É passado..

— Mais ainda está fresco na memória de quem viveu isso!

— Era isso que você tinha pra me dizer?! — Me levanto — Estou indo gravar o último episódio do dorama. Estou ocupado.

— Está com medo de ouvir as verdades, Taehyung?

— Sai daqui Jungkook! — digo.

— Covarde! É isso que você é! Não aguenta ouvir o que os outros dizem! — ele grita.

— Seguranças!! — grito, logo dois seguranças entram — O senhor Jeon já falou tudo que tinha para falar!

— Você é um covarde mesmo! Só espero que mude sua atitude! — ele diz, os dois seguranças caminham ate o Jeon — Me soltem! Eu posso ir sozinho!


[...]


Abri a porta de casa, ainda estou pensando no que Jungkook me disse..

E sim.. eu sou um grande covarde!

— Sana.. posso ir buscar as crianças hoje? — pergunto, pois ela que sempre ia buscar as crianças.

— Claro senhor Kim! — ela sorri — Pode buscar todos os finais de semana se quiser!

— Sana! — a repreendo.

Pego a chave do carro. Acabei me esquecendo da apresentação de Haru. E me sinto realmente culpado por isso.

Entro no carro. E dou a partida até a minha antiga moradia


[...]


Estaciono o carro em frente a casa.

A mesma que me lembrou de várias coisas..

Eu revi S/N nessa casa.. Nossa primeira vez foi aqui.. eu a pedi em namoro nessa casa..

Essa casa.. era nossa casa..

Penso em apenas buzinar. Não sei se teria coragem de encarar ela depois de longos três anos.

~ celular toca ~

Minho?

Oi Tae! Tem como você vir aqui agora? Taemin acabou de chegar de viagem!

Penso em ir e ligar para Sana para ela vim buscar as crianças..

Você só pensou em si mesmo! — me lembrei do que Jungkook disse.

Desculpe Minho, mas hoje eu vim buscar minhas crianças.. mas diga a Taemin que eu mandei um abraço! — digo sorridente.

Tudo bem! — ele ri soprado — Não faz mancada! Boa sorte!

Desligo o celular e respiro fundo.

Desço do carro, e por alguns segundos, penso em voltar.

Eu sou muito covarde mesmo!

Não Taehyung! Você vai tocar a campainha! Falar com ela! Agir normalmente!

Toco a campainha.

Escuto passos, como se estivesse correndo.

A porta se abre rapidamente. E vejo uma linda mulher em minha frente..

— Taehyung?! — ela me olha. Flashs parecem passar por minha mente..

Senti vontade de correr e abraça-la. Mas me contive.

— Olá S/N. — digo, e em seguida sorrio.

Ela fica muda. E continua a me encarar.

— Papai!! — ouço a voz de Bae e Haru. Os dois logo vieram me abraçar.

S/N deu espaço, e eu entrei na minha antiga casa..

Seung conversava com Tzuyu.

— Não vai me cumprimentar, filho? — pergunto de braços abertos.

S/N olha para mim, e em seguida para Seung.

— Oh.. — o garoto parece se levantar sem vontade — Essa é a parte que eu corro e abraço o senhor dizendo que senti bastante saudades?

Engoli em seco. Tenho que me acostumar com Seung desse jeito..

Mas parece impossível.

— Seung!! — S/N o repreende.

— Está tudo bem.. — digo em um fio de voz.

— Olá Appa! — ele sorri falso — Vou buscar minhas coisas!

Em seguida o mais velho dos gêmeos corre pela as escadas.

Me sento no sofá com a companhia de Haru e Bae. S/N falava algo com Tzuyu na cozinha.

Vejo Seung descer com as coisas dele e dos irmãos.

— Vamos! — digo.

— Não! — Seung diz seco — Eu quero comer pizza.

S/N arregala os olhos.

— Nós podemos comprar um pizza se quiser.. — digo.

— Eu quero a pizza que a minha mãe está fazendo! — ele diz. E logo se senta na cadeira — Se quiser esperar, espere.

Abaixei o olhar, e fiquei em silêncio.

S/N parecia triste com a atitude de Seung.

Mas fui eu quem causou isso tudo..

Vejo ela ir até o terraço.

O mesmo terraço em que um dia ela me contou que teríamos um filho.. nunca me esquecerei..

Segui ela devagar.

A brisa gelada da noite, deixava tudo mais velho para mim.. como um FlashBack daquela noite..

— S/N.. — A chamei — Eu..

— Por que veio buscar as crianças hoje?! — ela me olha, parece querer chorar.

— São meus filhos S/N.. — respondo.

— Desde quando se importa com eles!?

Abaixo minha cabeça.

Eu só queria vê-la. Senti muitas saudades..

— Eu senti-

— Não devia ter vindo! — ela me interrompe. — Nem ao menos compareceu na apresentação de Haru.

— Tive meus Problemas.. — digo.

— Mais uma vez colocando nossos filhos em segundo lugar! — ela diz irritada. Dou razão a ela..

— Me desculpe.. — digo — Eu.. eu estou pensando em levar as crianças amanhã para tomar um sorvete.. não quer vim também?

Ela parece pensar.

Quando de repente o celular toca.

Alô? — ela atende — Sim, Hoseok? Ok.. entendido.. amanhã.. de manhã? Ele está aqui!!? Ok.. obrigada. Tchau.

— Eu queria ir Taehyung. Mas estou bastante ocupada.. — diz desligando a chamada.

Assento.

— Ok..

— Papai! — Bae chama. Sigo meu filho até a sala.

Tzuyu está embalando umas pizzas para a viagem. Noto a cara emburrada de Seung.

Sinto que ele não queria ir.

Pego as coisas. S/N nos guia até a porta.

Vejo as crianças entrarem no carro.

— Bom.. — sorrio.

— Traga elas segunda feira! Sem atraso! — ela diz.

Respiro fundo. E tomo a coragem que não tenho.






Em um passo rápido, lhe dou um abraço.












— Eu Senti muitas saudades..


Notas Finais


UEPAAAAA!
Perceberam** que ele teve quase o mesmo dia que a S/N?
E mesmo assim Kim vacilão Taehyung não viu a apresentação da pequena..
O MENINO JUNGKOOK TA PISTOLA!
SEGUREM O SEUNG!
EU QUERO PIZZA!!
EU SENTI MUITAS SAUDADES.. HMMM..
E QUEM SERÁ ESSE CARA QUE A S/N VAI VER..?
Bom, próximo capítulo é com a myinfires..
Até a próxima.. 🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...