História Unbreakable ties - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), G-Friend, TWICE
Personagens Chaeyoung, Eunha, J-hope, Mina, Rap Monster, Sana, SinB, Sowon, Suga
Tags Twice Bts Gfriend
Exibições 25
Palavras 1.473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Policial, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Segundo capitulo porque eu sou bonzinho.. ou não vocês nunca vão saber mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
PREPAREM OS PACOTES DE LENÇO PORQUE HOJE EU VIM PRE DESTRUIR VOCÊS EMOCIONALMENTE
Deixa eu explicar uma coisinha, Chaengie e Mina aqui se conhecem muito antes de debutarem juntas assim como Rapmon e suga

Capítulo 5 - Flashback parte 2


Fanfic / Fanfiction Unbreakable ties - Capítulo 5 - Flashback parte 2

P.O.V Mina

flashback on.

Estava cantarolando uma melodia qualquer quando meu pai bate na porta

Minha querida posso falar com você ?- Perguntou em um tom de voz estranho.

Sim appa o que aconteceu? parece triste- O olhei preocupada

Minha filha o que vou lhe contar pode e vai mudar sua vida para sempre mas por favor tente manter a calma ok?- Me sentei na cama e ele veio em seguida e me abraçou sem dizer nada 

Appa o que aconteceu? está me assustando- Falei depois de me separar do abraço.

Mina.. s-seu i-irm-mão e s-sua m-mãe sofreram um acidente muito grave, eles estavam indo até o aeroporto, infelizmente a pista estava bem molhada e o carro derrapou de uma faixa para a outra, um caminhão que vinha em direção ao carro parou a tempo antes de bater porém sua mãe não conseguiu parar e o carro foi com tudo contra uma mureta de pedra e capotou várias vezes, sua mãe morreu na hora, seu irmão... bom S-seu irm-irmão- O interrompi já chorando desesperada, meu irmão é a segunda pessoa que eu mais amo na minha vida e eu temia o obvio.

O que ? meu irmão está bem não é ? por favor diga que eles está bem ele nao pode ter morrido também appa por favor me diga que ele está lá embaixo me esperando para brincar comigo- Falei em meio as lágrimas e soluços já bem altos.

M-Mina i-infelizmente s-seu irmão f-faleceu, ele foi arremessado para fora do carro a mais de vinte metros de distancia e quebrou várias costelas, os médicos que foram até o local o levaram para o hospital mas ele teve uma hemorragia e não resistiu, mina por favor seja forte, não torne as coisas mais difíceis- Me ajoelhei no chão o encarando.

APPA NÃO, ELE NÃO MORREU, ELE ESTÁ VIVO, POR FAVOR ME DIGA QUE ISSO É APENAS UM PESADELO E ME TIRE ELE POR FAVOR.. EU NÃO POSSO PERDER O MEU IRMÃO, NÃO POSSO FICAR SEM ELE, COM QUEM EU VOU VER MEUS DESENHOS? COM QUEM EU VOU JOGAR VIDEOGAME? COM QUEM EU VOU OLHAR AS NUVENS ?TOMAR SORVETE? COMPOR MUSICAS? ELE NÃO PODE TER MORRIDO APPA, POR FAVOR ME DIGA QUE É MENTIRA E QUE ELE ESTÁ AQUI E CASA SÃO E SALVO DESSE ACIDENTE POR FAVOR APPA EU NÃO POSSO TER PERDIDO MEU IRMÃO...- Meu choro era cada vez mais forte e ele novamente me abraçou tentando em vão me acalmar.

Filha infelizmente estou falando a verdade seu irmão e sua mãe morreram no local, disseram que as ultimas palavras de seu irmão foram "Mina eu amo você e vou estar do seu lado sempre" e veja o que acabaram de me entregar- Pegou uma pequena caixinha que eu logo abri revelando um colar com um pingente em forma de coração com as minhas iniciais e as dele gravadas na parte da frente.. percebi que poderia abri-lo então o fiz sem hesitar e vi que dentro tinha uma foto recente nossa... ah meu irmão... nunca vou esquecer você.

NÃO APPA É MENTIRA- Joguei o objeto para longe e chorei abraçando meu próprio corpo enquanto as lágrimas caiam, provavelmente eu já estava toda vermelha de tanto que tinha chorado nesses poucos minutos, eu realmente entrei em desespero e chorava como nunca tinha chorado, parecia que todas as minhas forças estavam indo embora.

Filha, veja bem, eu sei é difícil mas nós teremos que superar temos que seguir em frente, você deve seguir seus sonhos seu irmão infelizmente não realizará os dele mas você poderá realizar os seus um dia, será uma grande cantora e uma grande dançarina e fará um sucesso enorme deixando todos de queixo caído com seu talento minha pequena, você tem que seguer seus sonhos independente do que os outros vão pensar porque só você pode fazer seu futuro do jeito que deve ser e saiba que seu pai estará sempre torcendo por você mesmo de longe sempre vou estar do seu lado... e seu irmao também.. ele sempre vai estar com você, acredite em mim- Sorriu e segurou meu rosto me fazendo encara-lo.

Appa por favor.... pare com isso.... eu só quero o meu irmão de volta.... me deixe sozinha por favor appa, eu preciso ficar sozinha- Pedi triste

Não...-O interrompi.

POR FAVOR APPA VÁ EMBORA- Gritei e enfiei a cabeça embaixo dos travesseiros me escondendo dele.

Filha por favor tente ficar calma.... você um dia vai superar isso, eu prometo- Parou de falar e ficou apenas me olhando por um tempo.

Appa como pede para eu me acalmar depois de receber uma noticia dessas? tudo bem, eu sei que um dia vai passar, ou melhor, eu acho que vai passar não tenho certeza mas appa... por favor não me peça para ficar calma eu acabei de perder uma das pessoas que eu mais amo no mundo como quer que eu fique? - Ele permaneceu calado mas não chorou.. pelo contrário sua expressão parecia fria e sem emoção alguma... porque ele ficou assim??

Mina vejo que não quer conversar a deixarei um pouco sozinha, vou a uma reunião da empresa, fique bem Pequeno cisne negro- Me deu um beijo na testa e saiu dando um sorriso meio- Eu amo você querida- Saiu e eu voltei a mesma posição de antes enfiando a cabeça debaixo do travesseiro e chorando alto como se não tivesse outra saída, e na verdade não tinha mesmo.... apenas chorar me conformar que não terei mais meu oppa ao meu lado...

Ao entardecer, por volta das 18:00 meu appa volta e vem ao meu quarto.

Mina tem alguém que quer te ver- Confesso que tive a vaga esperança de ser meu irmão mas logo se dissipou e eu sorri fraco ao ver a figura ali parada sorrindo tão meiga quanto meu appa

Chaengie- Fui até ela e a abracei com todas as minhas forças, nos conhecemos a uns 2 ou 3 anos, não me lembro bem apenas lembro que ela estuda na mesma escola que eu, e que é mais nova.

Minari, vem cá, - Apertou o abraço e fez carinho em mim- Vai ficar tudo bem, eu estou aqui com você agora- Sua voz era calma como sempre ela é minha melhor amiga então tê-la por perto me faz muito bem embora hoje esteja sendo um dia horrível.

Bom, appa, ela pode dormir aqui?- Perguntei ao meu appa que permanecia na porta.

Claro que sim, na verdade eu já combinei tudo com a mãe dela Chae, eu vou buscar um colchão para você poder dormir certo- A olhou e sorriu.

Certo- Ela retribuiu o sorriso e se sentou do meu lado.

Não appa não precisa ela pode dormir aqui na cama comigo, aliais eu ia pedir que ela dormisse aqui mesmo na cama para não me sentir sozinha- Uma última lágrima escorreu e eu a limpei.

Tudo bem então.. eu pedi umas pizzas que já devem estar chegando, quando chegarem eu trago aqui no quarto para as duas- Sorriu de novo e se retirou me deixando a sós com Chaeyoung.

Minari... como está? ahh chaeng que perguntinha mais idiota foi essa- Disse a si mesma e me fez rir um pouco.

Não muito bem... mas sabe... eu tomei uma decisão... não vou realizar apenas os meus sonhos, vou realizar os do meu irmão, é o mínimo que posso fazer por ele- Sorri decidida.

Que lindo, queria eu ter uma relação assim com meu irmão mas é meio complicado- Ela riu baixinho e se deitou fitando teto cheio de estrelinhas que brilhavam no escuro.

Flashback off

Minari...- Chaeng entrou no quarto e me viu abraçada as minhas próprias pernas chorando- Ei... o que houve?- Perguntou se aproximando.

Nada chaengie, não se preocupe comigo- Ela logo me abraçou e eu retribui.

Ei.. eu prometi sempre estar do seu lado não foi? então... me diga o que está acontecendo.. o que está te causando tanta dor nesses dias minari?- Perguntou me abraçando ainda mais.

Você sabe...- Chorei mais vez, eu não sei quando isso vai passar mas pelo visto vai demorar anos para acontecer.

Entendo... ei.. seu irmão ainda está vivo- A encarei- Aqui-Apontou meu peito- e aqui- Depois apontou minha cabeça e limpou as lagrimas restantes.

Eu sei... mas dói muito- Me deitei na cama fitando teto e ela se deitou ao meu lado.

Sempre faziamos isso quando éramos menores lembra?- Perguntou com um sorriso no rosto.

Sim, é uma das poucas lembranças boas desde aquele dia- Suspirei.

Passamos um bom tempo conversando até que ela foi para o seu quarto e eu permaneci parada na mesma posição.

"Que saudade meu irmão... saiba que estou bem, não totalmente, mas estou... e eu sei que seja onde for.. você está me observando...e sabe... eu sinto que estamos mais perto do que imaginamos""- Fiquei pensando nisso e adormeci lentamente  


Notas Finais


Espero que tenham gostado...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...