História Uncontrolable Feeling - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Sehun
Tags Baekyeol, Boyxboy, Chanbaek, Exo, Gay
Exibições 298
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Fluffy, Lemon, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heyyyyyy eu voltei com essa história de novo

Espero que gostem pois eu mudei muitas coisas

Boa leitura babes!

Capítulo 1 - Can you help me?


O sorriso ainda se fazia presente no rosto de Chanyeol, mesmo depois de ter recepcionado mais de cinquenta pessoas o sorriso continuava lá e ele não ousaria muda-lo.

A felicidade, ou o que ele achava ser felicidade, o corroia por dentro. Ele estava completando um mês de casado e nunca havia se sentido.tão leve. Tudo estava indo as mil maravilhas, ele e sua esposa se davam bem, seu sogro havia finalmente passado a empresa de advocacia para o seu nome e Hyoyeon, sua esposa, estava com suspeita de uma gravidez, e como qualquer alfa Chanyeol tinha o sonho de ser pai e tinha certeza que desempenharia um otimo papel como tal.

A campainha tocou pelo que parecei ser a milesima vez e lá foi Chanyeol atende-la de novo. Uma senhora estava do outro lado e um jovem a acompanhava, porém o mesmo estava ocupado demais no celular para olhar para cima. Park como o homem educado que era, cumprimentou a senhora baixinha com um singelo beijo na bochecha e fez uma reverência em direção ao garoto que apenas continuava olhando o celular.

Mas que mal educado, pensou o maior,

Os três entraram na casa e no mesmo.instante Hyoyeon apareceu magicamente ali. A mesma sorriu abertamente quando viu a senhora e a abraçou imediatamente, Chanyeol viu quando o garoto olhou para cima revirando os olhos para a cena a sua frente.

- Sra. Byun como a senhora esta? E quem é esse garoto bonito? - Hyoyeon soltou a mulher e se aproximou do garoto que guardava o celular no bolso traseiro.

A Sra. Byun também aproximou-se do garoyo abraçand-o pela cintura enquanto o.mesmo sorria para a mulher ao seu lado.

- Oh, estou muito bem, e esse é o meu filho de quem tanto lhe falo, Byun Baekhyun.

- Muito prazer Baekhyun, eu sou a Hyoyeon e trabalho com sua mãe e esse é meu esposo Park Chanyeol. - O maior foi incluído pela primeira vez na conversa, por isso, fez apenas mais uma reverência para o.garoto que o olhava pela primeira vez desde que havia chegado.

- Muito prazer, espero que se dovirtam, e é um prazer recebe-los aqui para o meu vigésimo sexto aniversário. Agora se me dão licença, tenho mais alguns convidados para recepcionar. - O Park deu um selinho na esposa.e.reverendo os convidados indo novamente em direção a porta onde a campainha havia sido tocada. Novamente.

****

Baekhyun não estava com um bom pressentimento sobre essa festa, porém agora tinha certeza.

Sua barriga estava doendo e suas pernas tremiam. Ele não entendia o que estava lhe acontecendo, só sabia que.precisava urgentemente de um banheiro senão vomitaria tudo o que havia ingerido ali no meio daquelas pessoas esnobes e fúteis.

Sua mãe lhe indicou onde ficava o banheiro, não sem antes perguntar se o filho estava bem. Suas pernas pequenas subiram dois degraus de cada vez, e quando chegou no andar superior abriu todas as portas que haviam descobrindo que a penúltima porta pertencia ao tão procurado banheiro.

Abriu a mesma e entrou trancando-a logo após. Suas mãos foram automáticamente até seu rosto, contatando o que já esperava, ele estava com febre, abriu a torneira rapidamente e jogou um pouco de água em seu rosto que queimava cada vez mais.

Mas parecia que nada adiantava, ele estava mais quente, sua barriga se contraia cada vez mais, seu coração estava mais acelerado do que nunca e ele não sabia o que estava acontecendo. Até que sentiu um líquido escorrendo pela sua calças jeans escura, ele olhou imediatamente para baixo e se surpreendeu ao ver uma enorme ereção ali.

Como não havia percebido aquilo antes?

Estava tão dolorida que  Baekhyun não sabia o que fazer. Os pensamentos broxantes não estavam mais fazendo o menor efeito, e o menor não podia se tocar ali, no banheiro de outra pessoa.

Quando sentiu seu ânus se contraindo e mais líquido jorrando pela sua perna, Baekhyun, finalmente, se ligou no que estava acontecendo. Ele estava no cio e não tinha ninguém para o ajudar.

****

Chanyeol conversava com Sehun quando Hyoyeon apareceu lhe pedindo para que o mesmo fosse até a cozinha buscar mais algumas taças, e como era um marido obediente apenas assentiu e se despediu do amigo e indo até o cômodo desejado.

Ele já havia pegado as taças e estava quase saindo da cozinha quando suas narinas se dilataram automaticamente e um odor penetrou seu olfato.

O cheiro era doce, uma mistura de lavanda com algum tipo de flor que ele não conseguia identificar. Suas mãos automaticamente deixaram as taças na bancada, e seus pés foram em direçáo a escada que levava ao andar de cima. Ele estava se batendo mentalmente, ele sabia que não devia estar indo lá sozinho, e que devia chamar alguma outra pessoa que fosse omega, mas seus instintos estavam tão a flor da pele que não estava conseguindo controlar seus passos, era como se as suas pernas tivessem adquirido vida própria.

Quando chegou ao andar de cima percebeu que o cheiro, que antes era sutil, agora estava tão forte que inebriava Chanyeol dos pés a cabeça, de forma avassaladora. Seu lado alfa estava falando mais alto, e ele, simplesmente não poderia fazer nada para mudar isso, não enquanto estivesse exposto aquele cheiro tão doce.

Andou por cada cômodo do corredor comprido tentando farejar o cheiro, entretanto quando chegou ao fim do corredor, em frente do banheiro de hospedes sentiu seu membro endurecer rapidamente sem nem ao menos ter chance de se controlar. Era automático, o que ele poderia fazer?

Só o fato de ele ainda estar de por era um milagre, a intensidade daquele aroma era tanta que as pernas de Chanyeol fraquejavam enquanto ele ainda continuava em pé em frente a porta de mogno.

Sua mão direita se formou em punho e foi até a porta batendo lentamente três vezes. Ele esperou por alguns segundos e ninguém a abriu, no entanto ele percebeu que o cheiro estava se intensificando cada vez mais e a qualquer momento outro alfa poderia sentir aquele cheiro. Ele.mesmo resolveu abrir a porta, porém arrependeu-se automaticamente.

Lá dentro o cheiro estava duas vezes mais intenso, e Park sentia suas pupilas se dilatarem. Entretanto, o que chamou a atenção de Chanyeol não foi o cheiro, mas sim o pequeno ser que estava.sentado no chão, e abraçava as próprias pernas enquanto chorava.

Park conhecia aquele garoto, era o mesmo que ele havia denominado de mal educado, mas naquele.momento nada disso vinha a sua mente. A única coisa que estava em sua cabeça era a forma lenta de como ele levantou a cabeça, revelando seus olhos brilhantes devido as lágrimas, e a forma como ele corava ao ver ao forma que Chanyeol o olhava, como se fosse o comer vivo. E Chanyeol estava realmente se controlando para não fazer isso naquele momento. Passava e repassava  em sua mente que era um homem casado e que não devia estar sozinho em um banheiro com um omega nesse estado, porém ele mandou tudo para os ares quando o g garoto lhe dirigiu a palavra pela primeira vez naquela noite.

- Você poderoa me ajudar?- Sua voz estava tão carregada de excitação que mal podia ser ouvida.

Como Chanyeol poderia resistor um pedido feito dessa maneira?

Na verdade não havia como.


Notas Finais


BEM É ISSO

AMANHA TEM MAIS, COMENTEM E VOTEM, DESCULPEM QUALQUER ERRO.

AMO VOCES.

All the love. Xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...