História Uncover - Capítulo 17


Escrita por: ~ e ~Unicorniium

Postado
Categorias Magcon
Personagens Cameron Dallas, Personagens Originais
Tags Cameron Dallas, Dove Cameron, Gigi Hadid, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Kendall Jenner, Maia Mitchell, Matthew Espinosa, Nash Grier, Scarlett Leithold, Shawn Mendes, Taylor Hill
Exibições 68
Palavras 1.490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


GRITOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
1 FAV PARA 100 FAVS EU AMO VOCÊS DEMAIS!!!!!!!1!!!!11

iai galerous, estamos rápidas agora, né?

espero que gostem!!!!!!!!!!!!!

Capítulo 17 - I'm sorry.


Fanfic / Fanfiction Uncover - Capítulo 17 - I'm sorry.

Scarlett Pov

Ela só podia estar de graça com a minha cara, né? Com Sammy tudo bem, agora Shawn? Um dos meus melhores amigos?

– Isso é sacanagem. – Falei rindo falso.

– Claro que não, querida. – Respirei fundo ao me chamar daquele modo.

– Se você não quiser, não precisa. – Shawn disse, todos nos olhavam esperando alguma reação.

– Se você não quiser fará algo pior.

– Ai garota, o que deu em você hein? Credo. – Falei nervosa levantando para cumprir o desafio.

– "O que deu em você" digo eu, não aguenta ser corna? 

Aquilo foi o limite.

– Só não te bato porque não vou me rebaixar a esse nível, mas se falar mais alguma coisinha, aí sim, eu terei um motivo muito bom para te dar uns belos tapas, alías, é o que eu to querendo faz horas, né? – Desdenhei.

– Então a gatinha já sabe? Foi pelo namoradinho traidor, alguém te contou, ou você viu?

– Kylie, você quer parar? – Cameron se pronunciou pela primeira vez.

– Olha quem deu as caras, o namoradinho traidor.

– Quer fazer o favor de ficar quieta? Scarlett é muito melhor que você. – Meu coração acelerou por um momento ao ouvir aquilo.

– Não foi o que pareceu ontem. – Debochou. Bufei de raiva.

– Ela é muito melhor que você em muitas coisas, agora cala a boca e vamos continuar a brincadeira.

– Ok, vamos. – Concordei e olhei para Shawn. – Tem que ser na frente de vocês? – Olhei Kylie.

– É claro, flor.

– Enfia esse flor no seu... – Ia falar, mas Johnson me interrompeu.

– Opa, enfia o flor no seu jardim, lindo de flores, né Lett? – Disse com voz de gay, ri baixo.

– Vamos. – Shawn disse. Fui até ele, mas antes de iniciar o beijo, uma voz irritante atrapalhou.

– Eu quero ver línguas. – Kylie quase gritou. Quase revirei os olhos.

Eu não queria atrapalhar o desafio, mas...

– Eu voto na Maia para vir no meu lugar. – Maia levantou o olhar no mesmo momento e sorri para ela, que retribuiu.

– Eu também. – Jade, Aria e Hanna disseram.

– Eu voto sim. – Nash concordou obviamente e Cameron também.

– O que é isso? – Kylie disse.

– Não faço a mínima ideia do porque disso, mas voto sim porque a voz da Lett é a voz de Deus. – Johnson disse e eu ri. Como eu adorava aquele garoto.

– G?

– Sim também. – Respondeu.

– Se é assim, a maioria ganhou. – Fui me sentar o lado da Maia, a mesma estava se levantando. – Arrasa. – Sussurei para ela.

Maia levantou e foi até Shawn, que a puxou pela cintura. Aquele alí tinha pegada.

Minha amiga colocou os braços em seus ombros e as mãos em sua nuca, o puxando para um beijo calmo.

– Isso sim tem emoção, olha! – Exclamei.

Quando o beijo acabou, Maia se sentou novamente ao meu lado.

– Acho que já chega, né? Vamos para a parte da festa? – Gilinsky falou, todos concordaram.

Preparamos uma mensagem falando sobre a festa, colocando endereço e tudo o que era preciso e mandamos para a escola inteira.

Os meninos não se importavam muito com roupa, e acho que a deles estava ótima, não precisava trocar, apenas arrumar o cabelo. Isso eles poderiam fazer aqui. Eles iriam sair para comprar petiscos, salgadinhos e bebidas. Enquanto isso eu e as meninas fomos nos arrumar, cada uma para seu quarto. Tomei um banho demorado e lavei meu cabelo, assim que saí oloquei um short jeans com um cropped preto da adidas, o mesmo mostrava minha barriga. Um salto alto preto e pulseiras e anéis. Sequei meu cabelo e fiz uma prancha, pegando o Babyliss para fazer cachos nas pontas. Terminando o cabelo, fui para a maquiagem: batom vermelho e sombra escura, aquilo me deixava extremamente poderosa. Saí do quarto e desci as escadas, a música tocava muito alta, haviam muitas pessoas alí já, o que me fez pensar: Quantas horas eu demorei para me arrumar?

Os meninos já estavam alí, mas as meninas não, o que queria dizer que ainda estavam se arrumando. Peguei uma bebida e falei com algumas pessoas que conhecia. Enquanto andava ia dançando no ritmo das músicas, cheguei na parte da frente da casa, onde tinha a piscina e ali tinham mais pessoas. Em todo canto tinha alguém, o que me fez lembrar de trancar a porta do meu quarto, não queria ninguém se pegando lá. Subi correndo e tranquei o mesmo, coloquei a chave dentro do sutiã, já que meu short não tinha bolso. Quando ia descer, encontrei as meninas, estavam lindas. Kylie não estava ali, já devia ter descido.

Ainda com o copo na mão, eu e as meninas ficamos dançando ali na sala da casa – que agora era a pista de dança.

[...]

Entre um copo e outro, já me sentia alterada com o tanto de bebida que ingeri. Me sentia cansada, então sentei em um banco que tinha nos fundos, era meio isolado. Me encostei e olhei para cima, não querendo ver tudo girar e fechei os olhos. Senti um vento forte, abri os olhos e vi Cameron sentado alí ao meu lado.

– Me desculpe. – Ouvi sua voz, ele não parecia estar bêbado.

– Tá. – Respondi seca.

– É sério!

– Tá bom! – Respondi no mesmo tom, ainda encarando o céu estrelado

– Olha... Eu não que você não quer uma explicação, mas eu posso explicar, se quiser.

– Comece então. – Pedi para ele prosseguir.

– Ela foi pra cima de mim e...

– Mas você correspondeu. – Respondi fechando os olhos.

– Sim, mas eu pensei em você e em tudo, e eu me arrependo, sou humano, lembra? Só quero que me perdoe, só peço isso. Eu correspondi sim e admito, mas foi só um beijo e não significou nada para mim. – Fiquei um tempo em silêncio ainda com os olhos fechados, até que enfim, os abri. Cameron me olhava esperançoso.

– Tudo bem. – Suspirei e vi um sorriso em seus lábios. E que lábios! – Mas não pense que vai ser fácil assim, você foi um idiota e nossa amizade não vai ser como antes porque ainda sinto raiva de você.

– Ok, não vai se arrepender. – Ele beijou minha bochecha esquerda mas o empurrei.

– Não vai ser fácil, esqueceu? – Disse autoritária e senti que ele queria rir. – Quer rir de mim, é isso?

– Não, só... nada! – Riu fraco. Fechei os olhos novamente e encostei no banco.

– Eu não fiz. – Falei baixo.

– Não fez o quê? – Pelo seu tom de voz, ele parecia confuso com a minha frase.

– Não peguei Sammy.

– Olha para mim, é ruim falar com você assim com os olhos fechados, parece que você dormiu. – Abri os olhos. – Mas... é sério?! Isso é bom, ele não fez nadinha com você?

– Nada, ele viu uns vídeos na internet e fingiu estar daquele jeito, eu me surpreendi.

– Eu também, depois de tudo o que aconteceu, ele se mostrou uma pessoa melhor que Matthew.

– Matthew foi um idiota, deve estar caídinho pela Kylie, por isso fez aquilo.

– Faz sentido, por que acha isso? – Perguntou pensativo.

– Porque eu vejo os olhares que eles trocam e com certeza eles se pegam escondido. – Disse convicta do que estava dizendo.

– Uau, quanta certeza! – Arqueei as sobrancelhas para ele.

– Quer apostar?

– Hm, parece uma boa. Se eu ganhar, qual será o meu prêmio?

– O que você quer? – Coloquei o dedo no queixo pensando.

– Um beijo.

– Pode ser. – Concordei.

– E se você ganhar? Que não é o caso, mas temos que pensar nos dois lados.

– Idiota! – Dei um tapa fraco em seu braço. – Eu quero vários pacotes de m&m!

– Sério? Olha a diferença do seu pedido para o meu! – Riu.

– Não! Tem uma coisa em comum: os dois envolvem amor! – Respondi.

– Mas é convencida mesmo, é lógico que eu não te amo, você tá bêbada.

– Nem tanto, ainda vou me lembrar disso amanhã. – Falei olhando a multidão mais a frente.

– Eu espero que se lembre, não vou me desculpar novamente.

– Vou fazer questão de me lembrar, porque Cameron Dallas pedindo desculpas é épico! – Dei risada e ele arqueou as sobrancelhas, indignado.

– Não sou tão orgulhoso.

– Tá bom. – Dei uma risada falsa.

[...]

Cameron já tinha saído dalí, depois da nossa conversa de umas três horas, repito: três horas! Ele saiu e foi dançar e beber, ele não tinha bebido nada ainda, porque queria falar comigo, estar consciente e se lembrar de tudo.

– Obrigada! – Ouvi a voz de Shawn.

Todo mundo resolveu falar comigo?

– De nada, eu sabia que você queria aquilo.

– Eu vou sair com ela. – Ele parecia envergonhado, que fofo.

– Me agradeça novamente! – Falei e ele deu risada. – Até que enfim, ela me falava de você mas não fazia nada, estava na hora de fazer alguma coisa. Maia é uma pessoa incrível, você e ela vão se dar super bem.

– Sim, desde que vi aquela garota gostei dela.

– Eu sabia! Percebo as coisas fácil!

Shawn parecia feliz, aquilo era incrível, Maia sempre gostou dele e pelo visto, ele dela. Eles vão se dar super bem.

– Aproveita o passeio com ela! – Gritei enquanto ele saia dalí.

– Pode deixar! Eu te amo! – Gritou também.

– Eu também te amo!


Notas Finais


BEIJO PRA QUEM ACHOU QUE A CRUSH DO SHAWN ERA A SCARLETT HAHAHAHAHHA TROLLAMOS VOCÊS!

amo vocêsssss, espero que tenham gostado
comentem o que estão achando amores!

minha outra fanfic: https://spiritfanfics.com/historia/things-of-the-past-3839016

dia 20 de outubro é meu aniversário e esto aguardando os presentes, beijosssssss!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...