História Under Death - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Doggo, Flowey, Frisk, Greater Dog, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, Vulkin, W. D. Gaster
Tags Alphys, Asgore, Asriel, Chara, Mettaton, Muffet, Napstablook, Sans, Toriel, Under Death, Undertale, Undyne
Visualizações 13
Palavras 1.073
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ps: A ALMA da Chara e do Asriel são parecidas já que os dois meio que compartinham a mesma ALMA assim cada dor que o Azzy sentir a Chara sente e vice-versa..

Capítulo 5 - O Começo da Rota Genocídio! E a morte dele..


Fanfic / Fanfiction Under Death - Capítulo 5 - O Começo da Rota Genocídio! E a morte dele..

Chara.

Corremos como se não houvesse amanhã, paramos em um na pousada em Snowding Town, não pagamos nada, nos três corremos e entramos na pousada, olhei para ele, quando estava prestes a terminar a reserva Undyne apareceu atrás dela estava Papyrus. Droga! Não há como impedir isso! Não dá para impedir desculpe Human@ mais e para um bem maior.

Sorri, saímos para fora daquela pousada e observei Undyne, estava prestes a começar a tentar impedi-la de pegar a ALMA d@ Human@ de outro jeito, não acho isso certo.

- Undyne.. Não faça tal coisa. Não pegue a ALMA d@ Human@. -olho para ela que me olha em seguida abaixa a cabeça.

- Desculpe, Princesa. Isso não é possível, todos aqui precisam da ALMA del@ e de mais um outro humano que cair aqui, assim conseguiremos nossa liberdade entende? -ela diz sorrindo e Papyrus olhava para a Humana sorrindo, a mesma sorria de volta.

- Entendo, bem.. apenas não esperava isso se repetir de novo, como vi há 10 anos. Mas tudo bem.. voltarei as Ruínas se Papai quer assim.. -digo e sinto a Humana segurar a ponta da minha camisa sorri e prossegui. -Iria agir assim mas sabe.. O Azzy não @ deixou sair das Ruinas à toa, el@ provou o quanto pode ser forte, então a deixem passar. -digo a Undyne que ri.

- Não podemos! ASGORE ordeu que a levássemos para a Capital. -disse ela estava começando a me irritar.

- Aaah.. Sério? Irá seguir ordens dele e não minhas? Certo. Eu ordeno que você Papyrus retire todos os monstros daqui, vá junto com ele Sans. -os ordeno os mesmos obedecem e saem dali e vão fazer o que eu pedi, Undyne me observa.

- Princesa o que vai fazer? -ela diz curiosa.

* Você iniciou uma luta *

Fight Action Item Mercy

❤️ Action

❤️Talk her

- Não pegue a ALMA d@ Human@. Todos nos podemos nos dar bem se el@ não fizer aquela rota. -digo a ela.

- Acha mesmo que tudo dará certo? -ela pergunta e eu balancei a cabeça que "sim".

* Undyne está poupando você *

❤️ Mercy.

* Você encerrou a luta *

Nos olhamos e ela sorriu e se retirou junto ao Papyrus me deixando ali, com @ Human@. Saímos dali, mostrei para el@ toda Snowding e após mostrar Snowding, el@ iria lutar contra o Papyrus..

- Um dica sobre lutar contra o meu irmão, não lute. -disse Sans olhando para a criança que após aquilo andou em direção ao caminho para lutar contra Papyrus.

Observei aquilo escondida numa árvore, olhei e vi Sans também junto a mim onservando a luta, ainda bem que ela não o matou nem nada demais, Papyrus lhe atacava quando ele a matou , ele se retirou e carregou o corpo daquele lugar e quando estava prestes a ir para a capital a humana havia voltado do seu ultimo "savepoint" olhei para ela que mantinha sua expressão de indiferença.

Eu olhei e para o Sans e percebi que ele também sentiu um distúrbio temporal, o huaman@ havia RESETADO. Me teleportei junto ao Sans para as Ruínas, Sans foi para atrás da poeta das Ruínas, ouvindo tudo. Ao ver o que esta a acontecendo me choquei ela iria fazer aquela rota. Porquê? Qual a lógica? O que mudaria em sua vida?

Observei todos os atos del@, tentei convencer o Azzy de que ela poderia o matar, ele não acreditou e continuou a depositar sua fé naquele ser. Saí dali, observando todos os atos del@, cansei disso, vi o Azzy tricotando, o observei tricotar esperando @ human@ vir para cá. Human@ estava lá, sua roupa suja de poeira, observamos o human@ e nos chocamos, o Azzy se entristeceu, trocamos olhares.

- Eu te disse Azzy.. Eu disse... -digo a ele.

- Desculpe... Você estava certa.. -disse ele a mim.

- Tudo bem... -digo a ele.

Me teleportei para a porta das ruínas, ao chegar lá iria falar com Sans, mas algo mudou.. Fiquei de Joelhos, me teportei para dentro da das ruínas quando presenciei a pior cena em minha vida inteira. @ human@ iria dar um corte em Asriel, entrei na frente e o protegi, em seguida sorri.

- C-Chara!?! Acorda... Vai.. P-Por favor.. -disse Asriel.

- Azzy.. Fique tranquilo eu voltarei.. Afinal eu sou sua estrela lembra? E por favor não chore.. Odeio te ver assim.. -digo e seco suas lágrimas em seguida me teleporto dali, meu HP diminuí ainda mais, vou até onde Sans está e o aviso.

- S-Sans.. Se não conseguir impedir @ human@ de sair das Ruínas por favor o faça e avise a Undyne junto a Alphys para evacuarem todos os monstros do subsolo. Em seguida comi um Doce monstro não era muita coisa mas já ajudava. E dessa vez cai de joelhos olhei para o meu pingente que significa minha ALMA e ele estava rachado, um grande corte em minha, a outra metade estava nas ruínas.

@ human@ ao sair de lá, obsevei el@, @ mesm@ estava com um pingente em mãos e com um sorriso no rosto.

- Chara.. Chara.. Sabe.. Isso até que foi fácil. Mata-lo.. -disse el@, lhe observei e criei um laminas no chão que a perfuraram, peguei o pingete de suas mãos e ordenei a Sans.

- Não a deixe matar nem mais um monstro se ela adquirir mais L.O.V.E será um serio problema. Ah! Não se esqueça que se algo acontecer a mais algum monstro a culpa será sua S-A-N-S... -digo e me retiro dali adentrando as ruínas, vou ao meu quarto e vejo um presente na minha cama, observei o presente e vi um pequeno bilhete que estava escrito assim "Chara, esse talvez seja meu último presente para você espero que goste e o use.. Com amor do seu pequeno Azzy."

Ao ler aquilo não consegui aguentar, chorei ao terminar de ler aquilo, desembrulhei o laços de cor amarela e sorri ao ver que era parecido com o suéter que a mamãe fazia para nos, junto ao suéter tinha um pequeno cachecol branco, sorri.

Tentei fechar a ferida que estava em mim, depois de algumas horas consegui a fechar, vesti o suéter e coloquei o cachecol em meu pescoço, em seguida saí dali, indo para Snowding Town. Ao olhar minha alma percebi que ela parecia muito com a de um monstro só que nela havia a cor vermelha da DETERMINAÇÃO e se depender de mim o monstro que fez aquilo ao Asriel irá sofrer para sempre..



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...