História Under glass - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Grillby, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Visualizações 13
Palavras 1.232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Canibalismo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


desculpe o pré assassinato do português :'( sou uma serial killer das letras!

Capítulo 2 - Prólogo parte 1.


Fanfic / Fanfiction Under glass - Capítulo 2 - Prólogo parte 1.

''SONHO ON''

Um belo jardim de flores douradas,um céu límpido,um cheiro doce espalhado pelo ar,era um sonho tão real,frisk dançava sobre as flores douradas com um imenso sorriso em seu rosto,ele parecia estar se divertindo até que ele cansou de brincar nas flores e passou a olhar cada canto que seu sonho lhe mostrava,avia algumas crianças brincando longe da onde ele se encontrava,a visão era turva e seus rostos pareciam borrados,era estranho sonhar com essas pessoas,sem ver seus rostos,saber seus nomes e a cada dia que passa esse sonho se repete,elas falavam com ele,mas grande maioria das vezes suas vozes eram difíceis de entender,certo eram como chiados de TV,em meio aos barulhos estranhos apenas algumas palavras eram entendidas.

frisk tem esse sonho desde a quebra da barreira,a mais ou menos 5 anos atrás,toda vez ele estava brincando nesse jardim,perto dele avia uma casa,suas paredes de madeira pintadas de amarelo eram simples,mas belas,sempre rodeada de flores que pareciam mudar a cada sonho que passava.

Frisk tinha muita vontade de entrar dentro da pequena casa de madeira,mas sempre acordava quando encostava na maçaneta da porta.

As flores que rodeavam a casa hoje eram douradas,era a primeira vez que avia visto as flores douradas na casa,ele estava acostumado a ver ela repetir cores,mas essa era a primeira vez que viu flores douradas rodeando a pequena casa.

Frisk era atraído pra dentro da casa,não sabia o por que,mas tinha a necessidade de entrar lá,ele estava determinado a explorar a casa de seus sonhos.

 

A passos rápidos frisk se aproximou da casa,colocou sua mão na maçaneta a girando.

 

*A porta esta aberta,um rangido alto pode ser escutado ao abri-la*

 

''Eu não acordei!''.

 

frisk adentrou na casa se deparando com um enorme corredor,as paredes eram de tom creme e avião várias portas de cores variadas,frisk se aproximou da primeira porta,ela era de uma coloração de lavanda e avia um coração roxo forte ao meio,frisk colocou a mão da maçaneta a girando.

 

*esta trancada,são ouvidos risos do outro lado*

 

Como não podia abrir a primeira,frisk foi até a porta azul escuro a frente da porta de tom lavanda.

 

*esta trancada,pode ser ouvido um vento forte do outro lado junto do choro de um bebê*

 

Não conseguindo abrir a porta,ele foi até a porta azul claro do lado da porta lavanda.

 

*trancada,pode-se ouvir alguém gritando...gritos de dor*

 

Frisk ficou assustado com a porta azul e se afastou da mesma indo para a porta verde que estava de frente para a azul clara.

 

*esta trancada,não pode-se ouvir nada....sente-se a presença de alguém encostado do outro lado..esta tremendo*

 

Ele se afasta da porta,aquilo não o agradava em nada,mas ignorando aquilo ele foi até a porta ao lado da azul claro,ela era amarela,ela estava manchada de algo vermelho e descascava um pouco.

 

*esta trancada,não pode ser ouvido nada além do som de um monitor cardíaco...o som parou*

 

Frisk passou para a próxima porta laranja de frente da amarela,aviam manchas escuras em suas laterais.

 

*esta trancada,ouve-se gritos do outro lado,aparenta ser uma briga*

 

Frisk se afastou da porta e andou até a porta vermelha ao lado da amarela,frisk vê que tem uma carinha tristonha''sorrindo'' desenhada na porta.

 

*a maçaneta da porta esta quebrada,pode-se ouvir alguém pedindo desculpa*

 

Frisk se afastou da porta indo até a outra porta vermelha de frente para aquela,nas suas laterais era pintada de dourado,avia uma poker face desenhada na porta.

 

*esta trancada,pode-se ouvir alguém cantando uma melodia nostálgica do outro lado*

 

Frisk conhecia aquela musica ou era isso que ele achava,logo passou para a porta ao lado daquela com o rosto tristonho,ela era rosa e estava escrito bem grande em letras vermelhas a palavra ''FEAR''......''não sou bom em inglês -_-'..''

 

*esta trancada,não se pode ouvir nada,um liquido vermelho sai por debaixo da porta*

 

Frisk se afastou rapidamente,ele estava sinceramente agradecido por aquilo for um sonho,mas falando a verdade que porra de sonho para um pacifista sonhar.

Ele se aproximou de uma porta transparente de frente para a rosa.

 

*trancada,apesar da transparência nada pode ser visto do outro lado além de um espelho*

 

Logo frisk passou para a antepenúltima porta,ela era uma mistura da cor preta,vermelha e cinza.

 

*esta trancada,ouve-se o barulho de alguém ''caindo''*

 

frisk saiu de perto da porta indo para a próxima,era uma mistura de todas as cores das outras portas,escorria um liquido preto pelas laterais.

 

*trancada,pode-se ouvir crianças,elas choram chamando por alguém*

 

Frisk logo se afastou,e olhou para a ultima porta no corredor,uma porta branca,estava meio suja.

 

*aberta,o ranger da porta ecoa por todo o local*

 

Frisk adentrou dentro do quarto da porta branca,se deparando com o mesmo jardim aonde estava brincando antes,mas diferente de antes agora era de noite,a lua cheia brilhava no céu,duas crianças estavam sentadas em meio as flores douradas,com suas mãos entrelaçadas elas olhavam para lua,os rostos borrados não eram algo que frisk poderia reconhecer,as almas das duas crianças brilhavam em meio a escuridão, laranja e vermelho.

Frisk se aproximou ficando de frente para as duas crianças,acenou pra elas mas sem ter resposta e logo percebeu que não podia ser visto,então passou a observar as duas crianças,até que a de alma laranja falou.

 

(alma laranja)- Ei! ____ eu ouvi dizer que chegou uma nova família na cidade irmão!-

 

(alma vermelha)- uhum..e oque eu tenho a ver com isso?-

 

(alma laranja)- DEIXE DE SER GROSSO___!!eu te conheço cara e sei que daqui a mais ou menos 1 dia tu vai ir lá dar boas vindas pra eles -

 

(alma vermelha)- Bem...hee oque tem isso?

 

(alma laranja)- ouvi dizer que os ___ tem uma filha muito esquisita,então por  isso tome cuidado!-

 

(alma vermelha)- você fala como se existi-se alguém normal-

 

(alma laranja)-Não!não tu não ta entendo aonde eu quero chegar!!-

 

(alma vermelha)- então aonde tu quer chegar dona coragem =)-

 

(alma laranja)- Argh..QUER SABER ESQUECE!! só não vai lá!!-

 

(alma vermelha)-.......:3-

 

(alma laranja)- Tu vai né?? -_-' não sei se te chamo de louco ou de burro...-

 

(alma vermelha)- prefiro louco...e ela não deve ser tão ruim assim.

 

(alma laranja)- tu nem a conhece ! quando vê ela te morde ou algo parecido!

 

(almas vermelha)- Exatamente!! eu não a conheço e por isso eu vou=) -- falou o garotinho apertando as bochechas da menina a deixando um pouco vermelha e alterada-

 

(alma laranja)- ARGH VOCÊ É MUITO CHATO!!- gritou a menina enquanto tirava as mãos dele das suas bochechas e sai correndo--

 

(alma vermelha)- também te amo maninha :3 - e logo ele foi junto dela.

 

Frisk que observava a cena percebeu que a sua visão ficava embaçada.

 

''SONHO OF''

 

frisk acordou na sua cama e olhou para os lados se levantando.

 

*Uma chave branca cai no chão*

 

Frisk derrubou algo,ele se levantou pra ver oque tinha derrubado e viu um chaveiro,nele tinha uma chave branca com um coração preto em sua ponta,junto dela tinha um bilhete escrito.

 

* casa dos ____*

 

(frisk)- estranho...-

 

Frisk pendurou o chaveiro no colar junto da sua alma e se levantou ainda meio sonolento olhando para o relógio em cima da estante 15:42...frisk ia saindo do quarto para se arrumar pra escola,mas logo voltou de ré olhando para o relógio.

 

(frisk)- não...NO NAUM!! EU FALTEI O PRIMEIRO DIA DE AULA!!!

 

Chara entra no quarto comendo uma barra de chocolate olhando para frisk sorridente.

 

(chara)- sim..sim irmãozinho fudeu pra ti =) pronto pra levar uma chifrada??

 

(Asgore)- frisk vamos conversar um pouco :)- 

 

''Não...NÃO chara por que não me acordou!!!''



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...