História Under-Hell (aleatória) - Capítulo 1


Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Alphyne, Anjos, Demonios, Friskriel, Undertale
Visualizações 19
Palavras 845
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Magia, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


:') Um ou dois meses depois apareço com uma nova fic
Espero que gostem pq vai durar muuuuito

Capítulo 1 - 01


Fanfic / Fanfiction Under-Hell (aleatória) - Capítulo 1 - 01

torPov's 

Era uma tarde chuvosa, e, molhadas Frisk e Chata chegaram de casa após à escola




- Chegamos okasãn, okasãn! - Fala Chara em um tom levemente elevado 




- Bem vindas - Diz Lucy, mãe de ambas meninas com um sorriso dócil no rosto


- Okasãn... ainda estão maltratando a Onee-chan - Fala Frisk com uma expressão triste em seu rosto

- Frisk! O acordo era você não falar para mamãe! - Grita fazendo Frisk se encolher

- Não grite com ela! - Diz fazendo a mesma murmurar um "tanto faz" - O que eles fizeram? 

- Nada mãe, nada - Fala enquanto sobe as escadas andando em direção à seu quarto 

- Chara! - Diz antes da mesma entrar em seu quarto - Ao menos venha para janta...

- Mãe, hoje eu posso fazer a janta também? - Pergunta animada mesmo em meio à essa situação ela ainda não entendia o que estava acontecendo em sua família 

- Claro minha pequena - Diz escondendo sua tristeza da menina tão inocente - Descansar na minha frente, eu já vou indo...

- Claro - Diz sorrindo enquanto caminha

- Chara eu sei que essa "mudança" em seus olhos lhe causou muitos problemas já que a escola não é um bom lugar par ser diferente mas... Não desconte isso na Frisk sua situação é complexa mas ela não entende a gravidade das 0alvarás que ela mesma fala... Ela é só uma criança. Você me entende Chara? - Diz esperando uma resposta, mas a mesma não à recebe 

Alguns minutos após a conversa entre Lucy e Chara a janta ficou pronta e assim Frisk foi chamar Chara para jantar, após chama-la três vezes a mesma resolveu dar sinal de vida. Todos jantaram e consequentemente cada um lavou seu prato.

00:02

Tudo escuro e ventos gelados estavam pelas janelas do quarto de Frisk, deixando a mesma completamente assustada devido o pesadelo que acabará de ter. Ela foi ao quarto de sua irmã em busca de consolo mas ao entrar não encontrou sua irmã apenas uma carta sobre a cama da mesma, ao terminar de ler estava pasma com as mãos trêmulas em sua mente o motivo de sua irmã ter partido era por que ela descumpriu o contrato que havia feito com sua irmã, quando recobrou os sentidos passou a olhar pelas janelas procurando um lugar onde sua irmã poderia se encontrar, mas ao olhar pelo janela esquerda teve uma vista que só lhe permitia pensar uma coisa "eu tenho de encontrar você Chara, onde quer que esteja"  saiu as pressas da casa mas quando saiu lembrou que estava em meio a uma tempestade com apenas uma blusa regata fina e um sorteio de pijama, com seu corpo fraco ficar lá certamente não a faria bem mas ela já não se importava, enquanto subia o monte avistou sua irmã quando chegava ao topo, ao chegar teve certeza que era ela

- Chara! Sai daí! - Gritou tentando chamar a atenção dela, conseguindo e fazendo a mesma virar-se bruscamente 

- Engraçado não é? - Diz sorrindo enquanto uma única lágrima escorrendo vagarosamente pelo rosto dela e instantes depois seus olhos ganharam um brilho avermelhado 

- Chara... Seus olhos - Fala espantada e recuando alguns passos

- Vermelhos? Eu sei... Eu poderia ficar explicando tudo mas... Tudo se resume a uma coisa: ninguém deseja saber toda verdade

- Chara a vida não é fácil pra ninguém 

- Eu não quero uma vida fácil quero uma vida feliz - Diz chorando mais intensamente fazendo seus olhos ganharem um brilho mais forte - Eu só preciso de um novo mundo

- AQUILO ERA UM LIVRO CHARA - Diz se exaltando 

- Parte de mim sabe... - Sussurra com um sorriso no rosto enquanto chora com seus olhos agora em um vermelho opaco

"CHARA!" foram as últimas coisas que Chara conseguiu ouvir antes de perder a consciência ao bater a cabeça contra o chão 

"Isto não está acontecendo" "É um sonho, tem de ser!" Era tudo que se passava em sua cabeça, com sua mente longe Friso só saiu de seus devaneios ao um raio quase à acertar. Ao voltar para casa todos ainda dormiam e Frisk nem se preocupou com isso apenas trancando o quarto de sua irmã e ir para seu quarto.

- Frisk por que o quarto da Chara está trancado? - Pergunta Lucy

Frisk engoliu seco, as memórias a invadiram como uma avalanche, seu corpo agora trêmulo não respondia mais à seus comandos, ela abria sua boca mais o som não à acompanhava, seu cotação batia forte com uma sensação estranha de dor e angústia. Frisk hesitou por um momento recompondo-se novamente 

- É que... Ela não está aí...

- Sei... Onde ela foi - diz preocupada

- Ela foi ao monte Ebott e se perdeu em meio a tempestade 

Chara Pov's 

- Você está bem?  - Pergunta ao perceber que eu havia recobrado a consciência 

- Onde eu estou? 

- Na superfície certamente não é - diz abafando o riso 

- Eu morri? - Pergunto sem entender nada




- Que isso?  Claro que não. Na verdade se você continuar assim vai morrer em mais ou menos 5 minutos



Notas Finais


É isso 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...