História Under The Lie - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Personagens Personagens Originais
Tags Chakra, Magia, Magos, Ninjas
Exibições 17
Palavras 830
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - O bilhete


Fanfic / Fanfiction Under The Lie - Capítulo 1 - O bilhete

P.O.V Boruto

Eu conversava tranquilamente com Mitsuki enquanto íamos a casa de Sara. De manhã, havia um bilhete estranho na porta de todos do meu bairro. Mitsuki disse que com ele foi o mesmo. Magos não eram muito citados em Konoha. Apenas um ou outro livro de história continha dados, e de qualquer jeito eram bem escassos. Isso, foi o que minha mãe disse. Ela também acrescentou que chegou a ler um desses livros, mas foi quando era bem pequena, e seu pai - no caso, meu avô materno - havia o queimado de propósito. Eu observei aquele papel desgastado mais uma vez e pude observar um símbolo estranho. Deve ser a marca da suposta guilda.

- Que estranho. - admiti - Eu nunca ouvi falar em magos. - observei a rua movimentada, cheia de pessoas conversando sobre esse tal papel. Algumas crianças estavam fingindo ser magos, com alguns chapéus de bruxos e vassouras. Os pais apenas olhavam para os filhos de modo desaprovador, o que me levou a crer que talvez os magos não tenham essa aparência.

- O quê deve ser Fairy Tail? - dei de ombros - É um nome que já entrega um pouco o jogo, não acha?

- Acho. - fiz uma pausa e Respirei fundo - Eles deviam explicar melhor, nunca ouvi falar de Guildas também. Mas, vamos perguntar a Sara. O pai dela deve ter explicado a ela sobre isso. - Mitsuki concordou e apertamos o passo. E batemos à porta da casa dela.

Tia Sakura abriu a porta.

- Oi meninos. Vieram ver a Sarada? - assentimos - Esperem um momento. - ela fechou a porta e começamos a escutar gritos - Sarada! Acaba logo de tomar banho! Tem gente te esperando aqui!

- Só mais um pouco! O dia está quente! - Sara respondeu.

- Sarada! - a casa tremeu - Você está a duas horas nesse banho que não termina nunca. Toma vergonha nessa cara! Tem gente te esperando aqui fora, não escutou essa parte não?

E então, elas pararam de gritar e alguns minutos depois, Sarada atendeu a porta com o cabelo molhado. Nós a encaramos com um ar de ironia e a mesma revirou os olhos.

- O quê querem? Hoje é meu dia de folga. Sem missões, sem nada para fazer. Não me digam que aquele urso maluco se soltou de novo?

- Eu ainda acho que é um panda.

- Boruto... Pela última vez... É só um urso. Ele só tem os pelos iguais ao de um panda. Mas, o que houve?

- Você recebeu algo assim? - Mitsuki mostrou o bilhete a ela.

- Ah, sim. Achei legal ter uma temporada de Magos aqui em Konoha. Só acontece de dez em dez anos. - todos ficamos em silêncio por um instante e Sarada continuou - Mas, minha mãe diz que eu não posso ficar feliz com isso porque... Eles são muito briguentos e destroem tudo. Isso é do ponto de vista dela. Ela já conheceu um quarteto de magos da Fairy Tail. Ela diz que tem razão para achar melhor ficar longe.

- Só por isso existe essa lei? - Indaguei.

- Boruto... Devo lembrar que essa lei existe a quatrocentos anos. - Sara se manifestou - E, além disso, eles não possuem correntes de Chakra pelo corpo.

- Como eles estão vivos então? - Mitsuki se assustou.

- Eles possuem magia. Isso é o que move o corpo deles. Cada uma mais sortida que a outra. Algumas até são parecidas com alguns jutsus. Dizem que é lindo ver, desde que não seja em você.

Eu ri.

- Mas, o que isso tem de errado? - perguntei após rir.

- Se, você puxar briga com alguns deles, eles vão com tudo para cima de você. Aliás, eles não estariam errados, se você sabia desde o início que eram magos. Ainda mais um membro da Fairy Tail.

- Por quê eles tem tanto preconceito com alguém pertencente à essa guilda? - assim que Mitsuki perguntou isso, Sarada rebateu:

- Se estão tão interessados nisso, vão até uma biblioteca e peguem algum livro. - ela fechou a porta na nossa cara. Não demorou muito para abrir novamente e acrescentar - Mas, dizem que a Fairy Tail é uma das Guildas mais fortes. Eles possuem caçadores de Dragões. - por um momento, um arrepio percorreu por minha coluna - Mas, é tudo que eu sei. Se quiserem saber mais, realmente terão que ir a uma biblioteca. - a porta se fechou novamente.

Resolvemos então deixar ela em paz. Voltamos a conversar sobre isso e sobre qual tipo de magia existiria, o que sinceramente foi novo para mim. Não sabia que magia existia.

Assim que deu quatro da tarde, cada um foi para sua casa.

E então, antes que eu pudesse virar a esquina e entrar em casa, esbarrei em alguém encapuzado.

- Me desculpa. - era uma voz feminina, que por algum motivo, parecia agradável aos meus ouvidos.


Notas Finais


Desculpa.... Cap muito curto. O próximo será mais longo. Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...