História Undercastle - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Chamas, Dragões, Harem, Lemon, Sofrimento, Yaoi
Exibições 14
Palavras 590
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Fluffy, Harem, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olá!
Bem vindos~ Não, pera quê?
Esse na capa é o Lynn, o nosso albino <3
Boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Undercastle - Capítulo 1 - Prólogo

“Dizem que a vida é como um arco-íris: Encontramos dificuldades para subir, mas no final há um pote de ouro nos esperando. Porém, às vezes alguém rouba-nos esse pote, deixando apenas uma imensa dor.”

— Me

 

Mais uma vez, inúmeras gotículas de sangue caíam no chão frio do banheiro, tendo como inicio de corrida os braços e pernas feridos do rapaz sentado no chão. Já não era mais visível o brilho nos olhos que havia ali quando era criança, restando apenas um olhar morto e sem vida. Seu corpo despido seria atraente ao olhar, se não fosse pelas feridas presentes em seu corpo. Uma voz masculina foi ouvida do lado de fora do banheiro; demonstrava raiva e impaciência. Nada mais era que seu padrasto. Aquele que deveria estar ajudando-o, na verdade está fazendo-o sofrer ainda mais.

Os cabelos brancos do rapaz encontravam-se molhados pelo chuveiro recém ligado, enquanto gotas frias de água caiam na pele pálida do albino, arrepiando-o. Pensava que nem a morte o queria, pois perdeu as contas de quantas vezes havia tentado matar-se.

Achou que já era hora de levantar-se, ou seu padrasto ficaria ainda mais irritado do que estava. E assim o fez. Não demorou mais do que dois minutos para secar-se e vestir-se com uma roupa larga, afinal, seu corpo ainda estava machucado das surras que levou dele antes mesmo de ferir-se. Abriu a porta do banheiro e deu de cara com Rover — seu padrasto —, furioso por o albino ter demorado tanto tempo e ainda não ter feito sua comida.

— O que estava fazendo todo esse tempo?! Vá logo fazer minha comida, seu imprestável! — Exclamou, desferindo um soco no rosto do rapaz, que não demorou muito para começar a sentir o gosto de sangue em seus lábios. Estava mais sensível que antes.

Assim que viu que Rover havia saído, apressou-se a ir para a cozinha, começando a preparar o almoço do mais velho; afinal, Lynn apenas poderia ficar com as sobras, tanto que algumas vezes nem isso tinha.

O albino nunca teve oportunidade de estudar, Rover não se deu o trabalho de fazer isso pelo pequeno. Sim, pequeno, pois Lynn tem apenas 1,52 de altura, apesar de já ter 16 anos. Seu padrasto acha que o albino nunca terá capacidade para aprender algo a não ser fazer comida e limpeza da casa.

Por isso, Lynn sabe apenas o alfabeto e como escrever seu nome, pois aprendeu na televisão escondido enquanto Rover dormia.

Nunca pôde sair de casa, então apenas gostava de ficar observando as crianças brincando pela janela.

Lynn não sabe o motivo de seu padrasto ser assim, afinal, sempre foi um garoto bom. Talvez foi por causa da morte de sua mãe, quando nasceu.

Assim que acabou o almoço, serviu Rover, que já estava irritado com a demora, resultando em mais um soco no rosto do albino, que, mais uma vez, nada vez. Ficou perguntando-se se podia fazer alguma coisa para agradá-lo, afinal, gostava de Rover apesar de tudo, pois achava que ele estava apenas confuso com o que aconteceu com sua mãe.

 E mais uma vez ficou com as sobras do almoço, começando a fazer a limpeza da casa para, em seguida dormir. Dito e feito. Minutos depois, Lynn encontrava-se em seu fino colchão desgastado no porão, tossindo pela poeira do mesmo, acomodando-se de alguma forma, para em seguida, entrar no mundo dos sonhos.

 

E esse foi mais um dia na casa dos Brendon’s.

Ou pelo menos é o que Lynn acha. Mal sabe que um reino de dragões e amores o espera.

 

 


Notas Finais


Desculpa ter ficado tão pequeno assim, foi apenas para mostrar como é a vida do Lynn e também, é um prólogo.
Espero que tenham gostado.
Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...