História Underfell Death by Hate - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook
Tags Death By Glamour, Luta, Mettaton, Mettatonfell, Napstablook, Pink Floyd, Suícidio, Underfell, Undertale
Exibições 48
Palavras 1.494
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Drama (Tragédia), Luta, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem,talvez,isso seja um pouco diferente,do que eu estou acostumado a postar,só um pouquinho sabe,e bom,talvez tenha algumas referencias a algumas musicas,mas enfim,só trouxe isso aqui mesmo pra descontrair um pouco.
Espero que gostem.

Capítulo 1 - Capítulo Único


  - Você não consegue entender,não é mesmo ? O como isso é dificil,como eu tenho dado tudo de mim,e mesmo assim,as pessoas nem sequer notam o que eu fiz por elas.Elas apenas vêm para descontar os problemas delas em mim,cuspir a realidade na minha cara,apontar cada uma das minhas falhas,cada um dos meu erros.Você sabe como é isso,não sabe ?

   Noite após noite,sentir que longe de estar voando em alto e claro céu azul,está caindo para o buraco no chão,onde costuma se esconder. – Mettaton disse.

 

 

  - Não precisa ser assim... – Frisk tentou falar,se aproximando de Mettaton,o qual tentou atacar ela com um de seus braços.

 

  - Assim que eu matar você,e pegar sua alma,meus problemas finalmente vão acabar,eu finalmente irei cruzar a barreira,e me tornarei uma estrela de verdade,e quanto a Alphys...

  ...EU NÃO  VOU MAIS TER QUE ME PREOCUPAR COM AQUELA MALDITA LÉSBICAZINHA QUERENDO ACABAR COMIGO. – Mettaton gritou,enquanto investia na direção de Frisk.

 

  Frisk apenas desviou,sem dizer nada.

 

  - LUZES,CAMERAS,AÇÃO. – Mettaton gritou,os olofotes do palco,então se acenderam.

 

  Mettaton começou a atacar Frisk,com seus braços,em uma intensidade cada vez maior,sempre errado a garota por pouco,acertando ela de raspão.

 

  - Frisk,faça alguma coisa,você não pode continuar desviando para sempre. – Flowey falou.

 

  Frisk caiu de joelhos,após ser pega de surpresa por um soco de Mettaton.

 

  Mettaton tentou atacar Frisk novamente,mas dessa vez,com chute,a criança rolou para o lado,derrubando Flowey de suas mãos.

 

  - Agora não querida,temos que continuar filmando o show,a superficie me espera,no final do arco-íris. – Mettaton disse,ao ver Frisk tateando em sua blusa,a procura por sua arma.

 

  Mettaton mais uma vez tentou atacar Frisk,mas dessa vez,foi surpreendido por um contra-ataque.

  Após rolar,para escapar do ataque de Mettaton,Frisk sacou a pistola antiga,que ela havia comprado,e disparou um tiro,o qual pegou de raspão no rosto de Mettaton.

 

  A audiência aumentou de uma forma imensa,após o ato de Frisk.

 

 

   - Ora,ora,parece que alguém finalmente decidiu começar a lutar. – Mettaton disse,enquanto posava de forma extremamente drámatica.

 

  As visualizações diminuiram,um pouco,durante o ato de Mettaton.

 

  Mettaton novamente tentou atacar Frisk,que desviou e possou drámaticamente em frente as cameras.

  O robô veio correndo em sua direção,ele tentou acertar um soco na criança,a qual apenas desviou,deixando seu pé para que Mettaton tropeçasse e caísse.

 

  Frisk não estava entendendo,tudo o que ela fazia resultada em uma enorme soma nas visualizações,enquanto tudo o que Mettaton fazia,acabava afastando a audiência,era algo que ela simplesmente não conseguia entender.

 

  A criança foi trazida de volta a realidade,por um soco de Mettaton.

  O soco a jogou para longe,ela caiu de cara no chão,ela tentou se levantar,a visão ainda meio turva,o mundo ao seu redor girando.

   Ela tateou ao redor,procurando por sua arma,ela acabou encontrando após alguns segundos.

 

   Frisk viu Mettaton se aproximando,ela apontou a arma e disparou.

 

  As visualizações explodiram,Frisk ouviu o grito de dor de Mettaton,a plateia gritava de animação,ela se levantou e olhou ao redor,o disparo que ela havia efetuado,havia perfurado um dos vários olhos de Mettaton.

 

  Ele gritava e se contorcia de dor,era possível sentir a dor e o ódio em seus gritos.

 

  A plateia ia ao delirio,pela dança contorcida,sendo ritmada pelos gritos do robô,Frisk conseguia sentir a felicidade e o prazer nos olhares e gritos da plateia,as visualizações não paravam de aumentar.

 

  - FODA-SE TUDO ISSO. – Mettaton gritou,ficando parado de costas para Frisk.

 

  Um liquido pingava do rosto do robô,aquilo lembrava sangue para Frisk,de alguma forma.

 

  - Eu estive me contendo,eu substimei você,não devia ter me segurado,agora...

   ...você vai conhecer o meu verdadeiro poder,do mestre do entretenimento,e rei da televisão. – Mettaton falou,investindo em Frisk.

 

  Frisk foi pega de surpresa,ela tentou desviar dos ataques,mas falhou.

 

  Ela sentiu seu corpo colidir contra uma pilastra,a arma deslisou para longe de seu alcance.

 

  - Sabe,talvez,assim que conseguir sua alma,eu faça algumas outras coisas antes de cruzar a barreira. – Mettaton disse,erguendo Frisk pelas bochechas.

 

  - Afinal,nesse mundo é matar ou ser morto. – Mettaton disse,arremessando Frisk para um canto qualquer do palco.

 

  - Vai ser uma sensação deliciosa,matar cada um deles,um por um. – Mettaton disse,e começou a rir.

 

  Frisk reuniu todas as suas forças,para conseguir se levantar,ela correu em direção a arma,e a agarrou no chão,e ficou parada frente a frente com Mettaton.

 

  - Você simplesmente não consegue entender,não é mesmo ? – Mettaton disse,soltando um longo suspiro.

 

  - Eu nem sempre fui assim,eu também era uma criança cheia de sonhos,mas o tempo passou,as coisas mudaram,eu me tornei essa coisa...

  ... a criança cresceu,o sonho se foi... – Mettaton falou,deixando lágrimas escorrerem pelo seu rosto.

 

   Frisk ficou em silêncio,ela observou,a audiência aumentava cada vez mais,ela se sentia culpada,de certa forma,algo estava ressoando dentro de sua alma.

 

  - Mas...  ...infelizmente,eu não tenho muitas opções,se eu não te matar,Alphys vai acabar tomando esse corpo de mim,e novamente,meus sonhos e esperanças vão ser arrancados de mim,e eu não posso permitir isso,pelo menos,não novamente. – Mettaton falou.

 

  A cada segundo,Frisk se sentia mais e mais sendo puxada para baixo,como se uma pedra a estivessem arrastando para o fundo.

 

  - V-você consegue me entender ? – Mettaton falou,gesticulando,com as mãos no ar.

 

  - Então,você pensou que iria gostar de vir ao show ? – Frisk falou.

 

  Mettaton ficou confuso,por alguns instantes.

 

  - Coloquem-no contra o muro. – Frisk falou.

 

  Nenhum movimento vindo de nenhum dos dois.

 

  Frisk lentamente caminhou,até a borda do palco,ela olhou para a plateia,com uma cara de desgosto.

 

  Ela apontou a arma para a platéia,as visualizações subindo a cada segundo.

 

  - SE TIVÉSSEMOS FEITO TUDO DA MINHA MANEIRA,TODOS VOCÊS SERIAM FUZILADOS. – Frisk gritou o mais alto que pode,e disparou contra Mettaton.

 

   O disparo atravessou o peito robo,o qual caiu de joelhos,a plateia indo ao delirio.

 

  Mettaton juntou todas as suas energias,e ao se levantar,atacou Frisk,com tudo o que tinha,enchendo a garota de chutes e socos.

 

  Porém,isso teve resultados que afetaram drásticamente Mettaton,suas pernas e quase todos os seus braços,acabaram por cair,devido ao alto gasto de energia,feito por ele.

 

  As visualizações chegaram a um nível nunca visto antes no subsolo.

 

  Frisk se levantou,ela cambaleou até a arma,e a chutou na direção da pláteia,agora,a arma era só um lixo vazio,sem munição.

 

  - Mettaton,já basta dessa luta sem sentido. – Frisk disse.

 

  - Frisk...  eu preciso dizer algo...

 

   Eu já estou cansado disso tudo,dessa dor toda,eu queria poder falar,o quanto dói,o quanto eu estou machucado.

   Eu já cansei de correr,de me esconder,de usar meu disfarce favorito,de usar meu sorriso vazio,e de ter meu coração faminto,eu já cansei de correr o dia todo e a noite inteira,eu não aguento mais guardar meus sentimentos sujos no fundo do meu interior,na parte mais intima de minha alma.

  Mas,se eu não matar você,Alphys vai acabar me tirando esse corpo,e então,eu nunca poderei ser uma estrela,e eu prefiro morrer,a deixar esse corpo com aquela nojenta. – Mettaton disse,em meio a tosse.

 

  O “sangue” de Mettaton escorria por todo lado,manchando o chão.

 

    Enquanto se arrastava,Mettaton disse:

 

  - Ah... Olhe essas ''visualizações''!... Esse é a maior audiência que já tive. Ouça querida, Eu não posso voltar atras. Sou eu ou você. Se você não me matar, eu vou apertar o botão se auto-destruição. Mas... eu vou atender uma ultima ligação... antes de eu deixar o Subsolo para sempre.

 

  O telefone tocou,era aquele fantasma das ruínas,Napstablook.

 

  - Oh... Oi... Mettaton... Eu realmente odeio o seu show. Ele é o pedaço mais inutil de lixo na TV. Te ver na tela me ENFURECE. – Ele falou,do outro lado da linha.

 

  - Eu acho que esse é o ultimo episódio?... Graças a deus. Então... você apertar esse botão ou o que? Eu estou ficando entendiado. Mas é normal. ''Olhe essas visualizações'', oh meu deus. As pessoas só querem te ver morto. – O fantasma continuou.

 

  - Deixa pra lá. Eu sabia que você não ia ter coragem pra fazer isso, tudo o que você faz é babozeira... – Napstablook disse,e após isso,desligou o telefone.

 

  - Espera!... Isso não é verdade!... Eu vou atender outra ligação!... – Mettaton falou,tentando segurar as lágrimas.

 

  - Mettaton,por que você está fugindo disso tudo ?

 

  “Mettaton. Você é provavelmente a coisa mais irritante da tv. Eu achei que você ia fazer isso. Serio, vai logo! Só aperta esse botão omg. Finalmente sem mais MTT. EU ODEIO O SEU SHOW! SE MATA LOGO IDIOTA! Que rainha do drama!” – As vozes no telefone falavam.

 

  - Mettaton,por favor,me escute... – Frisk falou.

 

  - NÃO,EU NÃO PRECISO DE MÃOS AO MEU REDOR,SE AFASTE DE MIM,EU NÃO PRECISO DE NADA DISSO,EU-EU-EU NÃO PRECISO DE DROGAS PARA ME ACALMAR. – Mettaton gritou,com a audiência subindo cada vez mais e mais,apenas esperando por seu ultimo ato.

 

  - Mettaton,por favor,não precisa acabar assim... – Frisk começou.

 

  - EU JÁ DISSE,EU NÃO PRECISO DE MÃOS AO MEU REDOR. – Ele gritou.

 

  Após isso,ele deu um ultimo grito de raiva,que se estendeu pelo ar,e penetrou a sala,enquanto apertava o botão de auto-destruição.

 

  Seu gritou foi cortado,pelo barulho da explosão.

 

  - Você venceu... – Flowey sussurrou.

 

    Alphys estava sentada em seu laboratório,assistindo a luta de Mettaton e Frisk,na tela de seu computador,ela negou com a cabeça,ela se levantou e desligou a tela,enquanto era reprisada lentamente as ultimas imagens de Mettaton morrendo.

 

  - Patético... – Ela falou,enquanto ia embora.


Notas Finais


Enfim,espero que tenham gostado,e eu tenho dois avisos importantes.
1-Os pedidos para oneshots LGBTs aindam estão abertos,vocês tem até segunda de manhã para me pedirem oneshots de cassais LGBT,então aproveitem.
2-TALVEZ amanhã tenha um novo capítulo de Alphyne.
3-Não é um aviso,e sim um pedido,por favor,curtam a page,pois eu vou tentar divulgar mais lá,e também,lá é mais fácil de vocês mandarem pedidos e sugestões,sem contar que esses dias deu treta uma das minhas divulgações,então,to com bastante medo de divulgar fora da page.
Enfim,abraços,até mais.

Link da page: https://www.facebook.com/DudsLao/?ref=bookmarks


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...