História Underhard - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Tiamavic79

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Frans, Frisk X Sans, Sans X Frisk, Undertale
Visualizações 125
Palavras 806
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Não, eu não morri, e estou aqui com mais um cap pra vcs pq hoje eu to doido, então, tenho um aviso rápido, o Thiago não vai mais poder me ajudar a fazer os caps por causa daquelas coisas que eu já expliquei pra vcs, mas tudo bem, isso não vai afetar a fic de modo algum, bem, bora pro cap

Capítulo 9 - Frisk, tenha determinação


Fanfic / Fanfiction Underhard - Capítulo 9 - Frisk, tenha determinação

        P. O. V frisk on

Por que? Por que a pessoa que eu mais amei fez isso comigo? Ele foi, o meu primeiro amigo, por que a vida sempre me tira as coisas que eu amo de mim? Meus pais, o sans, a minha felicidade, e a vida sempre me dá as coisas que me deixam triste, bem, eu tenho que ir lutar com a undyne 

       *Um longo e temeroso tempo depois*

Cheguei no local e estava tudo muito quieto, apenas ouvia o vento uivando e sentia um cheiro de sushi, então undyne aparece em cima de uma torre ou..... sei lá oque é aquilo

–humana, você parece mais triste, oque aconteceu com você?

–por favor, só acaba com meu sofrimento e me mate

–você tem certeza que não vai querer lutar?

–não, quer saber, vamos lutar, e eu prometo uma coisa, eu vou te vencer

–muito bem então, vamos começar *ela arremessa várias lanças em minha direção, várias me acertaram e ficaram em meus braços e minhas pernas, e a dor era insuportável*

–undyne, eu prometo que ainda serei sua amiga e você ainda vai gostar de mim *tento sorrir pra ela, mas acabo chorando*

–nem se eu quisesse, isso iria acontecer *ela deixa minha alma verde e eu acabo ganhando um escudo pra me defender* pelo menos eu te dou uma chance de sobreviver, agora é só se defender *ela arremessa muitas lanças pra perto de mim, será que esse é meu fim?*

              P. O. V frisk off 

              P. O. V sans on

Por que eu fui ser tão.......idiota? Se ela morrer, eu nunca vou me perdoar, ela foi a melhor garota que eu já conheci na minha vida *esses pensamentos fazem eu chorar* minha vida nunca foi boa mesmo, eu só sou um comediante fracassado e preguiçoso, viciado em ketchup, e que sonha que um dia essa vida inútil dele vai melhorar, então papyrus se aproxima

–SANS, VOCÊ TA SE SENTINDO BEM?

–papyrus.....Eu, eu to bem *tento mentir mas volto a chorar* a f-frisk talvez não volte m-mais *algumas palavras minhas foram cortadas por meu soluço* e é tudo minha culpa

–SANS, SE VOCÊ NÃO TA SE SENTINDO BEM, EU O GRANDE PAPYRUS FAREI UM SPAGHETTI PRA VOCÊ, TA BOM?

–papyrus, não precisa, sério mesmo, eu......Eu vou atrás da frisk

–TUDO BEM SANS, MAS TENTE NÃO VOLTAR TARDE

–ok papyrus *saio pela porta (autor:não me diga, vai sair por onde?) (Sans: por onde não te interessa) (autor: aff povo chato) e me teleporto para a arena da undyne, então vejo frisk caída no chão com um escudo e vejo undyne a atacando, sem pensar duas vezes eu a defendo com meus ossos*

–s-sans? *Ela me abraça e começa a chorar em meu ombro* 

–kiddo *a abraço com força* me desculpe por ter te atacado, eu.....Eu te amo

–eu também te amo, seu saco de ossos sorridente 

–o casalsinho, da pra ir logo aí, eu quero pegar essa alma da humana ainda hoje *undyne diz*

–só por cima da minha poeira (autor: foi um trocadilho porque monstros não ficam em estado de cadaver)

–então é hoje que eu consigo essa alma *começo a atacar o sans e a humana com minhas lanças por todos os lados*

–*começo a desviar das lanças da undyne e eu dizia pra frisk por onde elas vinham, assim ela desviava também, até que uma hora, todos ficamos cansados e a undyne acabou desmaiando* acho que nos conseguimos vencer essa luta *respiro ofegante*

–sans, oque a gente faz com ela?

–deixa ela aí, ela vai acordar depois

–O-Ok

–vamos então *nos teleporto pra casa e papyrus vem nos receber*

–SANS, HUMANA, ENQUANTO VOCÊS ESTAVAM FORA EU APERFEIÇOEI MINHA RECEITA DE SPAGHETTI, E FIZ ESPECIALMENTE PRA VOCÊS 

–obrigado bro, mas eu to sem fome

–eu não acho uma má ideia comer um pouco 

–ÓTIMO O SPAGHETTI ESTA NA COZINHA *o papy vai pro quarto dele*

–hey kiddo, me perdoa mesmo por tudo o que eu te fiz *ela chega perto de mim e me dá um tapa super forte no rosto* aí kiddo, porque fiz isso?

–isso foi por você ter me jogado na parede seu idiota *então depois ela me puxa pelo casaco e me beija* e isso é por você ser um idiota que eu amo

–eu também te amo, e prometo que sempre te amarei

–eu prometo sempre te amar também 

Então depois de tudo isso acabou ficando tarde e fomos dormir

–sans, o sofá é muito duro, aonde eu vou dormir?

–ué, dorme comigo *falo zuando*

–*coro um pouco* t-tá bem *vou pro quarto do sans*

–mentira, isso é sério? *Falo baixo*

então vou pro quarto, eu deito na cama, deixando um espaço pra frisk, então ela se deita e me abraça, eu abraço ela também e nós dois acabamos dormindo assim

P. O. V sans off

 

 

 


Notas Finais


Bem, então é isso né gente, espero que tenham gostado, então é isso, e até o próximo cap


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...