História UnderLand - Um Outro Mundo (SansXFrisk) *Hiatos* - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland), Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Coelho Branco, Flowey, Frisk, Gato de Cheshire (Gato Risonho), Mettaton, Napstablook, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Frans, Underland, Undertale
Exibições 405
Palavras 1.255
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Heya!! Trouxe Bonus!! Beeem!! Novo cap!! Bjs e boa leitura!

Capítulo 3 - Capitulo 2 - Começo da Jornada


   *Dois Anos Depois*

Dois anos depois de Frisk chegar nesse novo local, ela vem se adaptando muito ao local, Toriel a tratou e cuidou de Frisk como sua filha legitima.. Fazia muito tempo que ela tinha visto uma criança humana, mas nessas ultimas semanas Frisk tem pedido muito para sair daquele lugar conhecido como Ruínas.. Sempre Toriel negava a falar.. ela quer explorar oque tem atrás daquele portão.. Toriel fica muito preocupada, mas ela sabe que não pode evitar o inevitável.. É impossível...

Frisk acordou como sempre tomou banho, trocou de roupa e  foi para a sala onde Toriel tricotava um vestido para ela ( N.A: Vocês sabem o vestido.. )

- Bom Dia Minha Criança.. - Toriel diz

- Bom Dia Mãe.. - Frisk falou indo para a cozinha para pegar um pedaço de torta..

Toriel terminou e Frisk logo trouxe seu prato e pegou uma cadeira colocando ela do lado do sofá onde estava Toriel. Toriel mostrou o novo vestido de Frisk, era um vestido azul oceano, com laços e babados brancos; Frisk enquanto sua mãe a mostrava o belo vestido, Frisk comia sua torta..

Depois de Frisk acabar foi passear um pouco, normalmente Frisk conversa com algumas aranhas das ruínas, elas são muito gentis e geralmente dão algo de comer para Frisk. Depois de Frisk falar um pouco com elas Frisk voltou pois ja era 13:00, Frisk não voltava essa hora.. Mas ela queria fazer algo.. Ela foi falar com sua mãe para saber como sair das ruínas..

Assim Frisk chegou em casa e foi para o quarto de sua mãe, bateu na porta e esperou uma resposta.. Toriel abriu a porta e a convidou para entrar..

- Minha Criança você voltou cedo hoje.. - Toriel falou escrevendo em um livro

- Mãe.. Podemos conversar serio.. Sobre - Frisk foi interrompida

- Sobre a saída das Ruínas.. - Toriel completou

- Sim... Mãe... Já faz um ano que estou aqui, eu amo esse lugar e eu gostaria muito de ficar.. Mas.. - Frisk sentiu lagrimas em seus olhos

- Minha Criança.. Eu entendo.. Quando você conhece as ruínas parasse um lugar muito pequeno.. - Toriel disse.. - Minha criança.. Eu deixarei você ir.. - Toriel concretizou

- Serio?? - Frisk falou

- Sim.. Mas antes.. Te prepararei para ir.. - Toriel disse

Toriel ja esperava esse dia então ela já tinha preparado tudo para isso, ela preparou uma mochila com comida, agua, roupas e outras coisas de lembranças, Frisk vestiu o vestido feito por Toriel e foram em direção a caverna onde ficava o grande portão das ruínas de mãos dadas.. Assim quando chegaram antes de Frisk ir ela a abraçou chorando..

- Mamãe.. Obrigado por tudo.. Por ter cuidado de mim, por ter sido como uma verdadeira mãe para mim.. - Frisk disse e Toriel começou a chorar..

- De nada minha criança.. Eu sempre lembrarei de você.. Minha criança por favor nunca volte.. Espero que entenda.. - Toriel falou e saiu do abraço indo em direção ao começo da caverna..

Antes de ir deu uma olhada em Frisk, sorriu e deu um aceno de tchau.. Frisk se virou chorou e retribuiu, com um grande sorriso.. Finalmente Frisk ira sair das ruínas, finalmente ela poderá descobrir e ver muitas coisas.. Esse é apenas o começo de sua grande aventura..

Frisk excitou em continuar, deu uma ótima olhada para trás e disse com um grande sorriso

- Sentirei Saudade.. -

Assim Frisk empurrou o grande portão, era bem duro e pesado, mas a mesma conseguiu o empurrar, Frisk andou por um corredor bem florido com flores esquisitas.. Flores xadrez? Flores e plantas de varias cores, formas e estampas.. Frisk atrevessou um portão e deu com a flor ali..

- Wowww.. Você foi muito inteligente.. Muuuito.. Neste mundo é matar ou morrer.. Você pode ter jogado por suas próprias regras.. - Flowey riu - Mas é se você achar um assassino implacável? Você ira morrer, morrer e morrer? - Flowey falou

- Nunca irei morrer!! - Frisk falou determinada

- Interessante.. Isso que veremos.. - Flowey falou dando uma longa risada e depois entrando na terra

Frisk não se abalou com isso e então prosseguiu adiante.. Ela logo chegou em um lugar frio.. Cheio de arvores em sua volta, apesar de ser meio escuro era muito doido as voltas e o seu estilo de floresta.. Frisk prosseguiu, durante a longa caminhada na neve, Frisk ouvia barulhos e sentia estar sendo observada ate que..

- Nunca achei que uma humana tão fofa passaria por aqui.. - uma voz disse

Frisk tomou um susto pois a voz vinha de traz, ele caiu ralando seu joelho na estrada que tinha o chao sem neve para cobrilo.. Ela olhou para traz e não viu nada.. A mesma com frio e dor se levantou e continuou ate uma arvore azul brilhante, lá ela se sentou e olhou o machucado, ela trouxe um curativo velho consigo mesmo assim o ferimento era grande..

- Hey esta tudo bem..? - A mesma voz pergunta de cima da arvore

- Aah!!! - Frisk gritou assustada

- Não tenha medo.. Não vou lhe fazer mal.. - a voz se aproximou assim Frisk pode observa lo

Era um gato branco, com listras azuis nele, com um grande sorriso e um casaco azul.. Ele desceu ate o chão, não era um gato gordo e nem magro.. Ele se aproximou de Frisk e analisou a garota. O mesmo sentiu algo diferente por essa.. Ele não sabia explicar, mas ele queria a proteger e a ajudar..

- Posso ver o machucado.. - O felino falou

- Cuidado.. - Frisk falou

Sans subiu no ombro de Frisk vendo o machucado.. Ele sumiu e depois voltou com curativos azuis..

- Tome.. - O felino falou

- Como você.. - Frisk perguntou confusa

- Tenho meus truques kiddo.. - O felino disse inventando um apelido carinhoso para a humana

- Ok.. Obrigada.. - Frisk riu e começou a colocar seus curativos

- De nada.. - Felino disse

Depois de Frisk tapar seus ferimentos, ela sentiu um pouco de frio então felino serviu de cachecol para ela..

- Sou Sans.. - Sans disse repolsando a cabeça sobre o ombro de Frisk..

- Sou Frisk.. - Frisk restrucou

- Você parece ser nova por aqui não é? - Sans perguntou

- Sim.. - Frisk disse fitando o céu branco

- Bem.. - Sans se levantou do pescoço de Frisk e foi para o chão - Vou mostrar o verdadeiro eu.. - Sans disse

Logo o gato começou a brilhar e a flutuar, ele começou a mudar de forma, ficando com um tamanho um pouco maior que a humana. No final ele voltou a suas cores normais, aparentava ser um esqueleto de medio baixo, comum casaco azul, calças pretas e uma pantufa vermelha..

- Agora sim.. prazer sou Sans, Sans o Esqueleto.. - Sans disse indo ate Frisk

- Você é um monstro? - Frisk falou um pouco preocupada

- Yep, mas relaxa não vou te matar.. - Sans disse sentando ao lado de Frisk

- Eu vou te ajudar em sua jornada.. - Sans disse

- Oh.. Obrigada Sans! - Frisk falou com um sorriso no rosto e Sans corou e riu

- Venha.. Vamos a minha casa.. Posso te deixar dormir lá por uns dias.. - Sans disse e estendeu a mão para Frisk

Frisk aceitou e segurou a mão de Sans, logo Sans puxou Frisk e segurou sua mão ( Mel: Nunca ande com estranhos Frisk!! )

Continua






   


Notas Finais


Espero que tenham gostado seus lindos :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...